Intercâmbio cultural e hospedagem “free”: Sim, é possível e você também pode fazer!

abril 14, 2011 | Posted in Turismo dicas, Viver em Paris | By

Inspirada na minha filosofia de viajante independente, resolvi falar neste artigo sobre a possibilidade de realizar intercâmbio cultural durante a viagem de férias. Sim, é possível fazer intercâmbio sem precisar ficar meses em um país.

Existem comunidades virtuais de viajantes independentes, onde a filosofia é a hospedagem gratuita em troca de intercâmbio cultural. Entre essas comunidades, os mais conhecidos são o Hospitality Club (http://www.hospitalityclub.org/) e o CouchSurfing (http://www.couchsurfing.org/).

De uma forma geral, nestas comunidades basicamente você “se oferece” para receber pessoas em sua casa e também “solicita” hospedagem na casa de outros membros com o perfil compatível com o seu. Esses membros estão espalhados em todos os continentes, e você tanto pode receber na sua casa uma pessoa do Japão, como pode hospedar-se em Paris!

A primeira vista parece um pouco de loucura, mas cada uma destas comunidades possui regras claras para seus participantes, que são auto reguladas pelos membros e geralmente são respeitadas. Além disso, essas comunidades possuem ferramentas de segurança e verificação de seus membros, como uma forma de ajudar na segurança do projeto.

COMO FUNCIONA:

1) Você deve criar um perfil em um dos sites (eu indico o CouchSurfing), como um site de relacionamento, porém muito mais específico, já que o foco é voltado para hospedar e ser hospedado. Quanto mais detalhista você for, melhor na hora de solicitar hospedagem;

2) Depois de ter um perfil completo, participe dos grupos. Cada cidade tem um grupo. O grupo de Paris é um dos mais movimentados e ativos do CouchSurfing;

3) Se você mora no Brasil, nas principais capitais também tem grupos ativos, participe dos eventos e conheça pessoas. Isso é importante como forma de iniciar sua fase de confiança no projeto. Eu aconselho isso, assim você verá por si só que o projeto é realmente sério;

4) Antes de sua viagem pesquise pessoas que moram na sua cidade de destino, leia o perfil completo da pessoa e veja se há afinidade com você;

5) Se tiver a intenção de se hospedar, envie um e-mail solicitando, informe o período que você ficará na cidade e fale um pouco de você;

6) Você também pode simplesmente solicitar companhia para alguns passeios, alguma pessoas se disponibilizam a apresentar a cidade, tomar um drink ou apresentar alguma balada legal.

Sou entusiasta deste projeto, já hospedei pessoas na minha casa em São Paulo, já acompanhei em passeios pela cidade, baladas e fiz ótimos amigos entre brasileiros e estrangeiros. Isso tudo sem sair de São Paulo.

Claro que existem pessoas que não procuram entender a filosofia do projeto e acabam se equivocando ao tentar conseguir hospedagem de graça para economizar dinheiro na viagem, mas logo percebe-se que são a grande minoria e geralmente não conseguem nada além de uma recusa por parte de algum membro da comunidade.

Pessoas altamente conservadoras geralmente não se identificam com o projeto, mas se este não é o seu caso, vale a pena acessar os sites indicados e conhecer um pouco mais sobre assunto. Quem sabe na sua próxima viagem você acabe se hospedando na casa de um típico parisiense e tendo a oportunidade de mergulhar de cabeça na cultura e dia-a-dia da cidade luz?

Leia mais...

Saint Malo: Antiga Terra de piratas e corsários na Bretanha

abril 13, 2011 | Posted in Destinos | By

 Saint-Malo Visita com guia acompanhante.

(Breton: Sant-Malou; Gallo: Saent-Malo) é uma cidade portuária fortificada, na Bretanha, no noroeste da França sobre o Canal Inglês.

Fica a mais ou menos 400 km de Paris (cerca de 6 horas de onibus). O ideal é programar uma noite, assim voce pode aproveitar e adicionar o Mont Saint Michel no roteiro, ja que os locais são proximos.

O que recomendamos:

Saida de manha de Paris em onibus, chegada em Saint Malo, check in no hotel e passeio guiado pela cidade.

No outro dia, saida do hotel e onibus até  Mont-Saint Michel. Visita ao Monte e Abadia.

Volta à Paris diretamente do Mont Saint Michel. Tickets para a Abadia de Saint Michel incluidos.

 

Os corsários de Saint-Malo:

Saint-Malo tornou-se notória como a casa dos corsários, corsários franceses e, por vezes piratas.

Não eram só os navios Ingleses que eram forçados a pagar “um tributo”, ao passar pelo Canal mas eles também foram os responsáveis por trazerem riquezas de longe.

 

Jacques Cartier:

Navegou o Rio Saint Lawrence e visitou as cidade de Quebec e Montreal, sendo, portanto, creditado como o descobridor do Canadá.

O que comer em Saint Malo:

Saint-Malo tem uma das maiores concentrações de restaurantes de frutos do mar na Europa. É famosa por suas ostras locais da aldeia vizinha de Cancale.

Os crepes são também tradicionais na região, não deixe de provar. Os crepes salgados se chamam Galletes e os doces são crepes mesmo.

 

 

Leia mais...

Mala de rodinha, mala de mão ou mochila? Qual a melhor opção?

março 25, 2011 | Posted in Destinos, Turismo dicas | By

Artigo escrito pela Leitora Ingrid Fernandes!

Se voce quiser participar também, envie o seu artigo para o Artdeviv!

Cada viajante tem um perfil, um estilo e uma preferência. Alguns preferem o modo tradicional e viajar com malas de rodinhas, para serem puxadas e economizar energia por não carregar peso. Outros preferem à mala de mão, com o objetivo de carregar menos pertences e porque ela tem aquele charme retrô. Os mais descolados preferem viajar com mochilas estilo cargueiras e adoram carregar “a vida nas costas”.
Mas na hora que decidimos viajar sempre nos deparamos com a dúvida de qual é a melhor opção de bagagem. Por este motivo, para o meu primeiro artigo aqui no Artdeviv eu decidi falar sobre as vantagens e desvantagens de cada uma delas.

Malas com rodinhas: É pratica, poupa esforço em carregar peso durante a maioria do percurso. A mala de rodinhas tem a vantagem de que o viajante pode organizar melhor seus pertence e algumas possuem divisórias que funciona como nécessaire, o que realmente é uma vantagem para as mulheres que adoram levar acessórios minúsculos! A desvantagem da mala com rodinhas é que eventualmente o viajante terá que despachá-la, vai ser bem difícil carregá-la no bagageiro do avião / ônibus, porque as dimensões não permitem. É com este tipo de mala que algumas pessoas costumam exagerar e levar mais do que necessário, pois geralmente o espaço é maior.

Malas de mão: De todas as opções, sem dúvida esta é a menos prática. Se você for atleta de levantamento de peso, não verá problema em carregá-la ou arrastá-la por aí. Mas imagine você se deslocando de um lado para o outro com uma mala pesada sendo arrastada. Este tipo de mala pode ser usada para viagens curtas onde o viajante irá de carro ou não precisará carregá-la por mais de 5 minutos. As vantagens deste tipo de malas são poucas, mas a mais importante é que com ela, o viajante não vai recheá-la com tantos pertences, já visando o incômodo que será carregá-la. A desvantagem sem dúvida é a dificuldade de locomoção a pé para grandes distâncias, eventualmente o viajante será dependente de táxi.

Mochila: Geralmente usada pelos viajantes mais jovens, que viajarão para vários destinos na mesma viagem. Utilizada principalmente para viagens ao estilo mochilão. Antes de escolher este tipo de bagagem o viajante deve definir o estilo de viagem, se a viagem for para um único lugar, talvez a melhor opção seja mesmo a mala com rodinhas. A mochila precisa ser escolhida cuidadosamente, pois deve ter uma estrutura necessária para suportar e distribuir o peso adequadamente nas costas do viajante. Outro ponto importante diz respeito ao estado físico do viajante, pessoas com problemas na coluna não devem utilizar este tipo de bagagem. As vantagens da mochila é que o viajante tem mais facilidade de locomoção, fica mais fácil deslocar-se com maior rapidez e se eventualmente tiver que andar durante um longo percurso é menos incômodo do que a mala de mão, por exemplo. Além disso, também restringe o viajante de carregar mais pertences do que necessário, visando que tudo será carregado em suas costas. As desvantagens é a dificuldade de manter os pertences organizados, além do incômodo do peso de carregá-la. Alguns viajantes acham que são formigas e querem carregar mais do que podem suportar. O preparo físico para este tipo de bagagem é importante!

Cada viagem pede um tipo de mala diferente, é sempre bom analisar bem antes de viajar, principalmente para tornar a sua viagem mais simples e fácil.
Depois de decidir qual mala é a ideal para o seu tipo de viagem, não deixe de ler o artigo “Seja um ‘smart traveler’, conheça as vantagens de viajar leve”, e boa viagem!

Leia mais...

Guia turístico particular em Paris – Roteiros turísticos personalizados de acordo com os seus interesses.

março 17, 2011 | Posted in Pontos turisticos, Turismo dicas | By

Passeios  por Paris!

Guias especializados, que falam portugues,  treinados para lhe ajudarem a conhecer a cidade Luz!

Sem pagamentos adiantados. voce so paga no dia do passeio.

O guia busca voce no hotel, e depois do passeio voce escolhe se quer voltar ao hotel ou ficar em algum outro local (dentro de Paris, é claro).

Estes são exemplos de roteiros que podem ser escolhidos:

Roteiro 1
Arco do Triunfo
Champs Elysees
Place de la Concorde
Jardim de Tuilleries
Torre Eiffel
Trocadero

Roteiro 2
Place Saint Germaim de Pres/Abadia de Saint Germain de Pres
Igreja de Saint Sulpice
Catedral de Notre Dame
Quartier latin
Sorbonne
Pantheon
Jardim de louxembourg

Roteiro 3
Eglise Magdalene
Place Vandome
Palacio garnier (l’Opera de Paris)
Galeries Lafayettes
Museu do Louvre

Roteiro 4
Montmartre:
Sacre Coeur
Place du tertre (praca dos artistas).
Passeio pela Ile de La Cite
Ruas medievais da ile de la cite
Marche au Fleurs – mercado de flores
Square du vert Galant

Roteiro 5
Place de la Bastille/Marais
Place des Vosges
Rue des Rosiers
Rue Antoine/ Eglise Saint Paul
Hotel de Ville
Tour Saint Jacques
Rue Rivoli

Roteiro 6
Passeio de dia inteiro a Versailles
Vamos e voltamos de trem.

 

Clique aqui para maiores detalhes.

 

 

 

 

Leia mais...

Caminhando por Paris: Quais são os melhores sapatos para fazer turismo.

março 10, 2011 | Posted in Turismo dicas | By

Caminhando pelas ruas de Paris: Que sapatos (e roupas) usar em diferentes ocasiões.

Eu não posso contar o número de viajantes que me perguntam: “Posso usar usar tênis em Paris? “E outras variações da mesma questão. Turistas brasileiros, especialmente, estão muito preocupados em fazer bonito quando passeiam pelas ruas de Paris.

Essa atitude é realmente impressionante. Vestir-se, para não “chocar a sensibilidade dos moradores”, é uma atitude a ser considerada, (ou não…). Eu só posso dar os parabéns a todos vocês que já fizeram esta pergunta ou pensaram sobre isso, mas em uma cidade como Paris, que esta acostumada a receber indianos com os seus trajes típicos, japoneses vestindo roupas tradicionais para ir a opera e senhoras com seus véus na cabeça, realmente todos estão bem acostumados com tudo o que é tipo de roupa mesmo.

Parisienses e tênis

Muitos visitantes de primeira viagem estão convencidos de que todas as mulheres francesas são imagens perfeitas de elegância e classe. Isso é muito exagerado, claro que a moda e a forma de pensar ao vestir-se por aqui não é nem parecida com o Brasil, mas as ruas de Paris estão longe de serem uma especie de desfile de moda.

Mas a questão sobre o tênis continua a ser válida. Tênis se tornaram um acessório que vai alem das academias de ginastica no Brasil. Como é em Paris?

À primeira vista, eu diria que realmente e difícil ver parisienses usando roupas tao informais e esportivas como se usa no Brasil. O código de vestuário geralmente aceito em locais de trabalho na França olha com desdem os “looks esportivos”. Portanto, a menos que o empregador cultive uma imagem mais jovem, esportiva, a mulher parisiense usa sapatos com aparência discreta para ir trabalhar, e calcas não tao “coladas ao corpo”, assim como saias na altura do joelho.

Então, qual é a principal diferença na atitude entre o consumidor brasileiro (feminino principalmente) e da consumidora francesa? Ela vai usar tênis de corrida nas academias, ou para corridas pelos parques. Não para ir encontrar os amigos no café ou para almoçar. Aqui é praticamente impossível pensar no trio calcas jeans-tenis-camiseta para ir trabalhar, portanto estou falando basicamente do uso deste tipo de roupa para momentos de lazer mesmo. Entretanto, o converse All Star esta nos pes de todas e todos os Parisienses.

Aqui o pensamento básico quando se trata de escolher roupas para o dia a dia é “quanto mais discreto , melhor”. Os Parisienses adoram tentar ficar invisíveis no meio da multidão, completamente diferente do pensamento brasileiro, que gosta de vestir-se “para arrasar”.

Como aqui não tem tantas facilidades de credito, as pessoas compram muito menos, e usam muito as roupas que tem, repetindo bastante. Não da realmente pra ter roupas muito chamativas.

E essa é outra grande diferença entre a mulher francesa e brasileira. Eufemismo é uma regra básica da moda francesa. Qualquer coisa que é muito visível é considerada berrante. É por isso que o vestido preto (pretinho básico) é um ícone de moda por aqui.

Mas voltando ao tênis.

Turistas e tênis

Isso quer dizer que você não pode usar tênis quando você viajar para Paris? Claro que não!

Primeiro de tudo, tênis são um dos calçados confortáveis ​​para caminhar.

A melhor maneira de descobrir a cidade de Paris é andar pelas suas ruas. Uso de calçados em que você se sinta confortável para andar 10 quilômetros por dia em um ritmo calmo é uma decisão muito importante para o clima geral da sua estadia na capital francesa.

Não receie usar tênis, se estes são seus melhores sapatos para caminhar.
Quem se importa com como você anda na rua? É muito importante estar confortável em seus sapatos. Você é um visitante, este é o seu tempo de férias, o seu tempo próprio! Jeans e tênis são internacionais. As pessoas não vão se ofender com sua aparência. A menos que você vista tops rosa e calça azul elétrico, com tênis dourados ou blusas de costas de fora em estilo “oncinha” com legging preta, ninguém por perto terá nenhum segundo pensamentos sobre seu traje.

Restaurantes sofisticados e tênis

Agora, isso significa que você pode usar tênis em todos os lugares, em qualquer ocasião e cada? Provavelmente não.

Restaurantes sofisticados são um caso a parte. Você pode jantar fora de tênis?

Você está passeando em seu jeans casual e seus tênis brancos de corrida. Agora é hora do jantar, e você está procurando um restaurante atraente, com clientes vestidos de forma elegante. Será que vão deixar você entrar? Você se encaixa? Note que aqui é muito não existe a ideia de que você “colocando uma blusa bonita” pode entrar em qualquer local usando calcas jeans, por exemplo, tênis então…

É verdade que alguns lugares da moda, mais sofisticados vão recusar a sua entrada com a pergunta: “Você tem uma reserva? Desculpe, estamos nesta noite cheia “. Mas de modo geral, nenhum restaurante irá se recusar a atende-lo porque você usar tênis.

A pergunta certa não é, portanto, “Será que vão permitir a minha entrada?”, Mas “Você vai se sentir confortável entrar em um lugar sofisticado usando calcas jeans e tênis?” Eu ouso dizer que provavelmente não. E ser auto-consciente não é a melhor maneira de apreciar a sua refeição. Sua atenção deve estar no seu prato e em seu alimento, e não em seus sapatos e roupas.

Assim, a minha regra prática é “Vestido de acordo com o lugar que você vá”. Se você pretende jantar fora em restaurantes caros, ir a opera ou teatro, vista-se de acordo. Não se preocupe com as brasseries, bistrôs ou creperies, estes são locais onde se come bem e são muito simples, aceitando todo tipo de roupa. Quando eu falo de restaurantes caros, estou falando de restaurantes onde você vai pagar uns 100 euros por pessoa.

Outros lugares e tênis

A Opera é definitivamente um dos lugares onde se vê de tudo, e muitos vão vestidos de forma bem informal, portanto o que e considerado informal na Europa não é bem o mesmo que no Brasil. Informal aqui é jeans, sapatos, blazer ou casaco estilo clássico (não jaquetas de nylon acolchoadas). Depende também onde você tem a sua cadeira. Não faz muito sentido se vestir para uma noite “de gala” se você comprou os bilhetes mais baratos da Opera (como eu estou acostumada a fazer rsrs).

Se nota que o pessoal que fica no centro da Opera se veste de forma mais elegante do que os que ficam nas laterais, nos lugares baratos. É tudo uma questão de logica mesmo, mas voce nao precisa se preocupar muito em estar “bem vestido” na opera, porque a gente ve de tudo mesmo.

Que tal um cabaret? Eu diria que é muito melhor vestir-se mais formalmente quando você tem um jantar em um cabaré, como “Moulin Rouge”, “Lido” e “Paradis Latin”. O fato é que as pessoas ao seu redor estarao muito bem vestidas, e muitos cabarés simplesmente não admitem jeans ou tênis mesmo. Você vai se sentir muito mais confortável nestes locais se estiver vestido de acordo.

E os barcos no Sena? Se estiver a bordo de um barco para um cruzeiro com jantar, não use tênis. Esta é uma experiência romântica, você vai querer fazer mais do mesmo. Um vestido de noite é “de rigueur”. Por outro lado, se você simplesmente quer cruzeiro diurno de passeio, tênis estão bem, assim como qualquer roupa esportiva.

Museus? Esqueça o estilo, use sapatos muito confortáveis. Ninguém vai olhar para seus sapatos, a arte é nas paredes. Mas andar pelas galerias do Louvre é uma experiência cansativa: muito, muito pra ver, muitas galerias, escadas, etc.

Galeria de arte e ‘vernissages’? Vestido de noite preto, de preferência, nada chamativo, e sapatos de boa aparência. Sem tênis. Os homens podem colocar uma calca mais informal, desde que não seja jeans azul, um blazer, ou uma camisa.

Use tênis na rua sem vergonha. Você vai misturar-se sem qualquer problema se você usar jeans e um par de tênis. Nike é uma marca americana, e é muito popular na França. , Levis, Diesel, Wrangler, e Calvin Klein são marcas americanas, e governam o mundo de jeans na França também.
Então, esteja confortável em seu tênis, e aprecie a vista. Eu uso muito os converse All star, se eu pudesse ($$$) teria um de cada cor…

Sapatos no inverno: Voce nao precisa comprar sapatos de neve ou botas forradas para caminhar por Paris no inverno. Eu nao tenho nenhum bota forrada, nem de neve.

O truque que eu faco para usar as minhas botas normais (sem forro) ou mesmo os meus queridos converses da all star e colocar palminhas termicas ou mesmo estas magneticas, com imans que ativam a circulacao sanquinea. Assim em vez de comprar umas botas por 100 euros, que talvez voce nem use muito no Brasil, voce gasta uns 20 euros e compra uns 2 pares de palmilhas termicas, e pronto. Eu recomendo 2 palminhas assim voce pode revezar e deixar elas respirarem de um dia para outro.

Voce pode ate optar por palmilhas com pilhas, que aquecem mesmo (20 euros na Declathon).

Leia mais...

Restaurantes em Paris – Lista das palavras que você poderá encontrar no menu

fevereiro 7, 2011 | Posted in Curso de Francês, Restaurantes | By

Vocabulario Basico de Frances!

Se você esta pensando em experimentar os restaurantes locais (não turísticos) de Paris, é  provável que você não tenha a sua disposição um menu em inglês, portanto estou colocando aqui uma lista dos ingredientes básicos e maneiras de como preparar os pratos só para você ter certeza do que esta pedindo.
Esta lista é bem básica e eu preferi não incluir os nomes dos pratos em francês porque falando honestamente todos são ótimos.
Tenha atenção somente nessa lista para ter certeza de que você não esta pedindo alguma coisa que não gosta, ou pedindo carne enquanto a sua ideia era pedir peixe.
Alguns restaurantes dividem o menu em entradas, peixes, carnes, massas e sobremesas, mas se você esta optando pelo menu completo tipo pague 20 Euros por uma entrada ou sobremesa+prato principal+bebida provavelmente as opções de pratos principais (carnes, aves e peixes) estarão misturados.

Dica: Todo prato que for “a la Normande” vai ter molho branco com creme de leite, manteiga, queijo ou uma mistura de tudo isso.

1. cozido – cuit (mijoté é a palavra usada para dizer cozido lentamente, tipo em ensopados e pratos com molho)
2. frito – frit
3. assado – Rôti
4. vapor – vapeur
5. grelhado – Grillé

6. peixe  – poisson
7. bacalhau – morue
8. truta – truite
9. salmão – saumon
10. pescada – merlan
11. atum – thon
12. carne – viande
13. ovelha – mouton
14. borrego – agneau
15. peru – dinde
16. galinha/frango – Poulet
17. porco – porc
18. mexilhão – moules
19. ostras – Huîtres
20. polvo – poulpe
21. camarão – crevettes
22. boi – bœuf
23. pato – canard

24. batatas – pommes de terre
25. pure – purée
26. batatas em fatias  – pommes de terre tranchées

27. tomate – tomate
28. cebola – oignon
29. queijo – fromage
30. presunto – jambon
31. salame – salami
32. salsicha – saucisse
33. linguica – saucisse
34. pão – pain
35. torradas – toast
36. sanduiche – sandwich
37. arroz – riz
38. pate – paté
39. figado gordo de pato – foie gras de canard
40. figado gordo de ganso – foie gras de d’oie
41. lentilhas – lentilles
42. ervilhas – petit pois
43. cenouras – Carottes
44. molho – sauce
45. salada – sauce
46. salada verde – salade vert
47. sopa – soupe
48. legumes – légumes
49. alface – laitue
50. beterraba – betteraves
51. alho porro – poireau
52. manteiga – beurre
53. azeite – l’huile d’olive
54. azeitonas – olives
55. sobremesas – desserts
56. flan – pudim
57. torta – tarte
58. bolo –  gâteau
59. merengue –  meringue
60. chocolate –  chocolat
61. baunilha –  la vanille
62. morango –  fraise
63. laranja –  orange
64. melancia –  pastèque
65. manga –  mangue
66. melão –  mélasse
67. pudim –  pudding
68. sorvete –  crème glacée
69. caramelo –  caramel
70. creme de baunilha – crème à la vanille

Leia mais...

30 frases e expressões uteis para comprar cosméticos em Frances

fevereiro 5, 2011 | Posted in Compras em Paris, Curso de Francês | By

Compras em Paris!
Paris é conhecida como o centro mundial dos cosméticos e produtos de beleza de alta qualidade, e a maioria dos turistas quando vem aqui tem interesse em programar um dia de compras para cosméticos, perfumes e produtos de beleza em geral. Cosméticos, shampoos, perfumes e maquiagem são também presentes muito apreciados de uma forma geral.
Para ter certeza de que você esta comprando o produto certo para o seu tipo de cabelo ou pele, preparei uma lista para ajudar você:

1. cabelos secos – cheveux secs, desseché (ressecados)
2. cabelos oleosos – cheveux gras
3. cabelo danificado – cheveux abîmés
4. shampoo nutritivo – shampooing nourrissant
5. Shampoo hidratante – Shampooing Hydratant
6. shampoo para crianças – shampoing pour les enfants
7. cabelos pintados – cheveux colorés
8. cabelos longos – les cheveux longs
9. creme condicionador para cabelos – Revitalisant pour les cheveux /apres shampooing
10. cabelos cacheados – cheveux bouclés
11. cabelos lisos – cheveux raides
12. alisar os cabelos – lisser les cheveux
13. creme para a face  – crème pour le visage
14. creme para as mãos – crème pour les mains
15. creme hidratante – crème hydratante
16. creme nutritivo – crème nourrissante
17. creme para a área dos olhos – crème pour le contour des yeux
18. creme para as rugas – Crème Contour des yeux
19. tratamento intensivo – soins intensifs
20. tratamento para rugas – traitement des rides (soins é também usado)
21. tratamento para acne – traitement pour l’acné (soins também é usado)
22. Loção  – Lotion
23. creme auto bronzeador – crème autobronzante
24. óleo para o cabelo – l’huile pour les cheveux
25. óleo apos banho – l’huile après le bain
26. maquiagem – maquillage
27. batom – rouge à lèvres
28. base – base
29. rímel – mascara
30. esmalte de unhas (longa duracao) – vernis à ongles (de longue durée)

Dicas:
A palavra “soins” é uma das palavras que você vai encontrar mais frequentemente nos produtos, e significa tratamento, seja para a pele, cabelo, etc.
Se você esta pensando em comprar presentes para levar para amigos ou família, perfumes, águas de colonias (não tao fortes) e produtos de beleza são perfeitos! Você não precisa gastar muito, nos supermercados tipo Monoprix tem uma área especifica para cosméticos e produtos de beleza incríveis e de ótima qualidade. Você vai encontrar lindas embalagens perfeitas para dar de presente!
Shampoos Kerastase são encontrados em salões de beleza e estão sempre a mostra nas vitrines, é bem fácil de encontrar.
Se você lembrar de mais alguma palavra que eu não coloquei na lista, deixe a sua mensagem aqui perguntando que eu incluo com a tradução!
Boas compras!

Leia mais...

Noite Parisiense: Quanto custa um jantar com show no Moulin Rouge

janeiro 19, 2011 | Posted in Pontos turisticos, Turismo dicas | By

Moulin Rouge!
Pensando em  conhecer um pouco da noite em Paris? Que tal experimentar uma noite no Moulin Rouge? Este passeio é a ocasião para uma noite inesquecível no mais antigo Cabaret de Paris!

Muita gente diz que vir a Paris e não ir ao Moulin Rouge é como ir a Roma e não ver o Papa, então depois de muito pesquisar encontrei o melhor tour de Paris, com o melhor preço também.

O Moulin Rouge é um cabaré construído em 1889 e está localizado no Boulevard de Clichy, na 18eme, no sopé de Montmartre.
Esta zona é  conhecida como a “zona vermelha” de Paris, com muitos cabarets e casas (finas) de prostituição, portante eu aconselho fortemente ir ao Moulin Rouge de excursão, com pessoas experientes como guia e motorista, para não ficar perdido pelas ruas em busca de taxi para voltar para o hotel depois.
Sendo o Moulin Rouge um Cabaret, não leve crianças ou adolescente menores de idade! Esse é um programa para adultos. Se você vier com crianças, escreva para mim que eu posso arranjar uma baba de confiança para essas 5 horas que você vai se divertir, ou deixe um anuncio na nossa pagina de anúncios, mas eu prefiro indicar pessoas que eu já conheço.

Os preços do tour Jantar e show no Moulin Rouge (por pessoa) dependem do menu que você escolher, mas já aviso que se você for por conta própria ira pagar bem mais porque a operadora do tour tem descontos para grupos.

Menu Belle Epoque 235 Eur

Menu French Cancan 195 Eur (recomendado)

Menu Saint Valentin 235 Eur

Menu Toulouse Lautrec 215 Eur
Você não paga mais nada, estes são os preços com o show, jantar, transportes, bebidas. Esta tudo incluído. Você faz a reserva online, depois e só marcar a data que quer ir. Os pagamentos podem ser feitos com cartão visa (debito ou credito), entre outros. Guia em Portugues!

Link do site:
Dinner & Show at the Moulin Rouge.

Descrição de tour:

Eles vão  buscá-lo no seu  Hotel Paris em um microônibus com ar condicionado e escoltá-lo até o Moulin Rouge..
Eles tratam das reservas. Você pode reservar o passeio no mesmo dia, mas e sempre melhor um dia antes.
Será servido um jantar com vinho, seguido do famoso Moulin Rouge Show “Féerie”.

A tradição do cabaré não fica só  na gastronomia, no entanto é bom ressaltar que o chef TARRIDEC Laurent é considerado uns dos melhores do mundo.  Ele veio da Bretanha, onde ele é chef e proprietário do restaurante Leu Mouscardins em Saint-Tropez (na Riviera Francesa), e ele queria colocar seus talentos a serviço da prestigiado Moulin Rouge. Como ele disse “No Moulin Rouge, cada noite é uma festa. Os cursos que preparam tem que ser tão bons e belos como as cenas, figurinos e bailarinos. “Laurent TARRIDEC não é apenas um aventureiro  da gastronomia, mas ele também é um mestre cozinheiro tão exigente com a qualidade e frescor dos produtos como com a Noites de apresentação.
Jantar no Moulin Rouge, enquanto Laurent TARRIDEC expressa suas habilidades na cozinha, já vale o preço do tour.  Vale a pena! E ainda assiste a um show fantástico. Música ao vivo com Dino La Torre e sua orquestra.

Importante:
Não use jeans (não interessa o tipo, você não vai entrar se estiver usando jeans), tênis, camisetas ou bonés. Câmeras e filmadoras  não são permitidas no cabaré.
Paletó e gravata não é obrigatório, mas apreciado…

ATENÇÃO: Em Fevereiro 12, 13 e 14, Moulin Rouge oferece um menu ESPECIAL SÃO VALENTIM. Menu Cancan francês, Menu Toulouse-Lautrec e Menu Belle Epoque ainda estão disponíveis durante estas datas, mas você pode escolher escolher o  Menu especial de S. Valentim, se preferir.

O que o tour oferece:
Hotel ou Private Residence cortesia pick up e drop-off serviço
Eles pegam você no seu Hotel mesmo, e na volta te “deixam em casa”.
Moulin Rouge “Féerie” Show
Jantar de 3 pratos e 1 garrafa de champagne por pessoa
Transporte

Mais detalhes:
Temporada: Durante todo o ano
Dias: Diariamente
Horário: a partir das 6 da tarde
Duração da programação: 5 horas
Guia em Portugues – não esqueça de pedir!

Clique aqui para fazer a sua reserva!

Dinner & Show at the Moulin Rouge.

Leia mais...

Saldos de Inverno: O melhor momento para fazer compras na Europa

janeiro 12, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Saldos, Saldi, rebajas … seja qual for o país ou o nome, o princípio continua o mesmo: Divertir-se a preços de pechincha. E os saldos de Inverno de 2011 estão ao virar da esquina em toda a Europa. Esta é uma oportunidade ideal para renovar o guarda roupa, comprar os itens necessários que você estava namorando a tempo mas o preço estava impedindo…
Chegou a hora! Época dos saldos!
Os saldos de inverno são particularmente populares porque as roupas de inverno são caras, materiais como cashmire, couro, peles e las de boa qualidade custam muito caro.
Os Parisienses preferem comprar roupas de boa qualidade e que durem muito, então da para imaginar a correria para comprar umas peças de cashmire ou bons casacos a partir de hoje.
Todos os anos um pouco antes do fim do inverno começam os saldos por toda a Europa: As datas não são as mesmas e muitos atravessam as fronteiras nestas épocas para aproveitar saldos de diferentes cidades.
Falando em comprar em Paris, existem vários mitos em relação as lojas famosas de Paris que eu gostaria de esclarecer:
As Galerias lafayettes são frequentadas somente por turistas que não sabem onde ir. Mentira. Os Parisienses compram muito nas Galeries Lafayettes. A qualidade das roupas é ótima e sempre tem boas promoções para aproveitar ( durante todo o ano).
Paris é a capital mais fashion da Europa e todo mundo anda na ultima moda. Mentira. Os Parisienses gostam de roupas de boa qualidade mas não se vestem de forma exuberante e chamativa. O estilo para o dia a dia é bem clássico – urbano. Se vê muita gente com roupa chamativa nas ruas, mas esses são os turistas, que acham que tem de “mostrar o seu melhor” em Paris.

Aqui vai a informação das cidades Europeias que são famosas por terem os melhores períodos de saldos de inverno:

Saldos em Paris 2011
Paris, capital da moda francesa é, obviamente, o mais popular da cidade para aproveitar os saldos na França. Em Paris, a partir de 12 de janeiro (2011), você será capaz de correr para as lojas da capital para fazer um bom negócio. Existem lojas como a Galeries Haussmann, Galeries Lafayettes que estarão literalmente lotadas. Elas são normalmente os lugares mais frequentados durante todo o ano, então não e de admirar que na época dos saldos o publico aumente ainda mais. Talvez fosse melhor focar a sua sessão de compras durante as vendas para as áreas um pouco menos concorridas, como as ruas de Rennes, ou do Marais.
Até 15 de fevereiro de 2011.

Saldos em Londres 2011
A capital britânica é o destino ideal para todos os viciados em moda.
Aproveite os saldos em Londres, para colocar um pouco do kitsch Inglês em seu guarda-roupa!
Dia 26 de dezembro foi a data de abertura dos saldos na cidade de Londres, o suficiente para aumentar seu apetite por compras na França ou em outro lugar.
Até 23 de janeiro de 2011.

Saldos em Milão 2011
Saldos muitas vezes pode pagar um bom preço para os itens que são normalmente inacessíveis para a bolsa. Milão é a capital da moda italiana e luxo. Mime-se, escolha de um par de sapatos italianos e aquela bolsa de luxo que você sempre sonhou. Você vai adorar os saldos em Milão!
2 janeiro – 3 março de 2011.

Leia mais...

O seu sonho de conhecer Paris pode tornar-se realidade com o projeto “Vamos a Paris”

janeiro 11, 2011 | Posted in Compras em Paris, Turismo dicas | By

Alexia

 

UP-DATE: Infelizmente o projeto foi cancelado e a Cida não esta mais fazendo este passeio.

Estamos à procura de pessoas que estejam interessadas em trabalhar neste projeto. Voce quem sabe quer criar o seu proprio projeto? compras em Paris? Museus? Palacios da Europa?
Se voce mora no Brasil e tem interesse em trabalhar conosco, sendo pago por comissão, escreva para a gente: alexialiveira@artdeviv.com

Venha fazer parte da nossa familia artdeviv!

 

Se você sempre sonhou em vir a Paris mas não tem companhia, esta pode ser a sua oportunidade!
As minhas primeiras viagens a Europa, nos meus tempos de adolescente sempre foram solitárias. Aproveitei bastante, mas a gente tem de lidar com a situação de ficar sem conversar com ninguém por praticamente toda a estada. Eu passeava pelos museus em geral, mas restaurantes e compras tiveram de ficar de lado ( realmente não tem muita graça ir fazer compras sozinha).
Claro que comprei alguns livros porque ainda era estudante.
A minha solução foi vir fazer “cursos de verão” na minha área, o que ajudava a não ficar tao sozinha nos passeios, mas esses cursos alem de caros são super concorridos, ou seja, eu tinha de planejar tudo com quase 1 ano de antecedência.

Que maravilha seria se eu tivesse tido a oportunidade que temos agora, gracas ao projeto incrível da Cida Marques!

A proposta do projeto “Vamos a Paris” é organizar grupos para o  poder vir aproveitar ao maximo Paris.
Com a Cida, você vai passear pelas lojas e cafés da Champanhenses, 
Subir ao topo da Torre Eiffel, ir ao Arco do Triunfo e outros.
Durante uma semana, você terá a oportunidade de conhecer belíssimos lugares e lojas de Paris, (com a participação da idealizadora do projeto) Cida Marques.
O pacote inclui hospedagem em hotéis de categoria turística, city tour panorâmico, café da manhã, traslado aeroporto/hotel- hotel/aeroporto e programação de visitas especialmente elaborada onde você terá a oportunidade de conhecer a arquitetura, o mix da moda, a cultura, a gastronomia e o entretenimento local.
Diesel, Louis Vuitton, Gucci e outras marcas que são destaque na Europa, estarão no tour de compras. 
A equipe de turismo também selecionou os melhores locais para compras, exclusivamente para este pacote.
As principais atrações turísticas parisienses não vão ficar para trás. 
A Torre Eiffel, a Av. Champs-Élysées, o Arco do Triunfo, o Museu do Louvre, o Moulin Rouge, entre outros, vão dar um toque especial de charme e elegância à essa viagem inesquecível.
Venha conhecer a cidade luz em Abril.

Itinerário:

CANCELADO

 

 

Leia mais...

O metro de Paris – informações sobre preços, passes especiais e horários

dezembro 26, 2010 | Posted in Turismo dicas, Viver em Paris | By

O metro de Paris! Informações importantes!

Não é só Paris que conta com uma rede de transportes muito bem organizada.
Praticamente todas as principais cidades da França tem uma grande rede de ônibus e ótima intercomunicação entre as linhas de metro.

Mas sem duvida Paris tem a melhor! Na minha opinião…

O metro de Paris é considerado um dos melhores do mundo.

Além da viagem de metro ser rápida e barata, você pode ir tranquilamente entre pontos distantes da cidades sem se preocupar com transito, por exemplo.
Para o turista ou recém-chegado em uma cidade, com um mapa de metro em mãos é possível virar a cidade sem se perder.
Se você não sabe onde esta, basta encontrar a estação de metro mais próxima e ir diretamente ao ponto de partida.
Outra grande vantagem é que se você pegou o metro errado ou no sentido oposto (acontece…) e só descer na próxima estacão e pegar o próximo metro. Não paga mais por isso.

O meu conselho é sempre verificar bem a direção do metro que você tem de pegar.
Não basta só olhar “linha 1”.

Fatos:

  • Em Paris, o metro é o meio mais rápido e prático de se deslocar.
  • Existem 15 linhas de metro ao todo e cerca de 300 estações de metro.
  • O horário de funcionamento é das 5h30 as 00h30, variando entre as estacoes.
  • As inúmeras ligações do metro com o RER (Rede Expressa Regional) e as estações de trens suburbanos SNCF permitem o fácil acesso às outras cidades da periferia de Paris.
  • O preço do bilhete é determinado em função das zonas de Paris e sua periferia.
  • Existem 8 zonas no total. Estes bilhetes permitem viajar em toda a rede do metro (zona 1-2), nos ônibus e RER. Você pode pedir um mapa em cada estação de metro ou RER ou ver no site: www.ratp.fr  

Preços:
1 bilhete: 1.60€
Carnet de 10 bilhetes: 12.40€

Dica:

Uma grande vantagem para quem vem passear e vai usar bastante o metro é a “Carte Paris Visite” que é valida de 1 a 5 dias, com viagens ilimitadas em todas as zonas (você pode usar o ônibus, o RER, os elétricos, o funicular de Montmartre entre outros).
Dependendo das zonas abrangidas os preços são diferentes:
Coloco aqui um exemplo de quanto pode custar o passe:

1-3 zonas: de 8.50 € para 1 dia à 27.50€ para 5 dias.

Se voce esta pensando em ficar mais tempo, de uma olhada no outro  artigo do blog especifico sobre o passe de metro Navigo.  Este passe e renovavel, e voce pode pagar por passes semanais ou mensais. Se o seu interesse e mesmo no metro, o Navigo sai muito mais barato – mas nao da direito aos eletricos e funicular de Monmartre. O artigo mostra passo a passo como comprar o passe, o que precisa e como usar.

As crianças tem preços reduzidos mas também precisam de passe.

Para passear por Paris você precisa somente das 3 primeiras zonas (as zonas 1 e 2 abrangem todo o centro). 
As 6 zonas abrangem Paris, Versalhes, Aeroportos e DisneyLand Paris.

Não esqueça que se você esta pensando em comprar o Paris Pass , você não precisa de passe de metro porque o ParisPass funciona como passe de metro também.

Verifique antes de comprar se realmente vale a pena usar o Carte Paris Visite ou é melhor comprar um carnet de 10 tickets por 12 Euros e usar por vários dias.
Eu aqui em Paris não uso nenhum tipo de passe de metro porque não uso muito, mas compro sempre um carnet de 10 tickets porque esses não tem prazo de validade. Todos esses passes podem ser comprados diretamente no metro.

Leia mais...

Viajar de Trem, ônibus ou de avião pela Europa? Conheça as vantagens e desvantagens de cada opção

dezembro 22, 2010 | Posted in Turismo dicas | By

Mais dicas de turismo para que as suas ferias sejam fantasticas!

Como já tinha falado antes no artigo Viagem de Trem: A melhor forma de ver a Europa, eu realmente acho a viagem de trem pela Europa uma aventura fascinante, mas como gosto de “apresentar os fatos”, faço  aqui  uma analise comparativa entre viajar de trem, ônibus e avião.

Para dar uma ideia clara e real dos preços, fiz uma pesquisa baseado em um trajeto “Paris-Amsterdan”.

Estou partindo do principio que você que esta a ler este artigo esteja também interessado em economizar, por isso coloco considerações a respeito de preços também.

 

Trem

 

Os tickets avulsos podem ser mais caros em relação aos tickets de avião ou ônibus.

A viagem Paris-Amsterdan custa 52 Euros. Dura 3h 18m e é direto (não para em outras cidades).

Vantagens: Os trens são super confortáveis.

As estações de trem são mesmo no centro da cidade, ou seja, você não gasta mais nada para chegar ao seu destino.

 

A grande vantagem do trem é a possibilidade de adquirir um passe, se você for turista.

 

Por exemplo, o Eurail Global Pass de 21 dias / 21 dias custa 744 Euros para viagens ilimitadas.

Fantástico para quem quer realmente ver a Europa. Você pode usar o passe para se deslocar em viagens nacionais ou internacionais. Pode usar o trem para viajar de noite e economizar em hotel.

 

 

Descrição geral:
Esse passe não é válido para residentes da Europa, Russa e Turquia. Eu por exemplo não posso usar esse passe. O passe de turismo é mesmo só para turistas de fora da UE.
Esse passe é ilimitado para redes ferroviárias nacionais de 20 países europeus: Áustria, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Luxemburgo, Holanda, Noruega, Portugal, Irlanda, Romênia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Suíça.

Condições:
O passe deve ser validado (carimbado na estação de trem) num período de 6 meses desde a data de emissão.

Devoluções e pós vendas:
Uma multa de 15% pelo cancelamento é aplicável a passes completamente inutilizados e invalidados devolvidos dentro de 1 ano desde a data de emissão.
Passes utilizados parcialmente ou passes roubados não são reembolsáveis.

 

A maioria dos trens de Alta Velocidade, Panorâmicos e Noturnos exigem reserva.

 

Avião:

 

Os bilhetes “low cost” já não são baratos como eram antes, quando se pagava em torno de 9 Euros.

Pelo web site wegolo se pode encontrar os melhores preços porque engloba um search por todas as companhias aéreas que estão oferecendo bilhetes baratos no momento.

Encontrei um voo Paris-Amsterdan por 35 Euros.

 

Vantagens:

Ótima opção para quem não tem um objetivo muito fixo em relação aos destinos, porque pode aproveitas as ofertas do momento e comprar bilhetes por menos de 30 euros.

Perfeito para quem não pode ou não gosta de ficar muito tempo sentado em trem ou avião.

 

Desvantagens:

 

E difícil de conseguir tickets baratos para os países que a gente procura.

Muitas vezes os aeroportos que essas companhias aéreas low cost usam ficam bem longe do centro da cidade. Pesquise bem onde fica o aeroporto que você vai chegar, e se tem metro, ônibus ou qualquer meio de transporte barato para não ter que usar taxi.

As tarifas de taxi podem ser mais caras que o próprio bilhete de avião.

Mas se o tempo gasto durante é algo que esta a ser considerado em primeiro lugar, vale a pena ate pagar mais caro por um bilhete de avião e economizar tempo.

 

Ônibus:

 

A companhia de ônibus Eurolines (http://www.eurolines.fr) é a melhor opção para quem quer viajar pela Europa de ônibus

Esta é uma opção fácil e mais barata do que o trem (na maioria das vezes).

E ótimo para quem não conseguiu um bilhete de avião decente (ou muito caro ou com aeroporto muito longe do destino).

Encontrei bilhetes de ônibus Paris-Amsterdan entre 25 e 45 Euros.

 

Vantagens:

Você não precisa comprar os bilhetes com antecedência. Pode chegar direto na estacão e comprar o bilhete para o próximo ônibus Veja os horários no web site.

As estações de ônibus ficam no centro da cidade, ou se não estão no centro estão ligadas ao centro por linhas de metro.

Você pode apreciar a paisagem.

Os ônibus são ótimos e confortáveis

 

Desvantagem:

Realmente não há muitas desvantagens.

 

A minha conclusão:

 

Para mim ainda e melhor viajar de trem. Eu realmente aprecio viagens “fáceis” e como o trem tem cafeteria, ganhou uns pontinho a mais ;)

Você pode caminhar um pouco pelo trem para esticar as pernas. Gosto da ideia que as estacoes de trem ficam no centro das cidades.

 

Em segundo lugar fica a opção de ônibus. Esta opção ficou em segundo lugar porque as vezes as estacoes ficam um pouco longe do centro e você tem de pegar metro pra chegar ao seu destino. Mas com certeza pelo preço seria a melhor opção.

 

Em terceiro a opção de avião. Esta opção ficou em ultimo lugar para mim mais pelo fator de não poder apreciar a vista e porque não tenho paciência de ficar procurando informações de onde realmente ficam os aeroporto de partida e chegada. Mas para quem gosta de viagem rápida é a melhor opção.

 

Ambas as viagens de trem e ônibus são fáceis e o preços dos tickets não variam.

Os tickets de avião dependem de promoções e você tem de passar por todo o processo de check-in, segurança, etc. Ainda é uma boa opção se você não se importa com isso.

Bom, o importante é que agora você tem todos os fatos para escolher o que é melhor para as suas férias.

Escolha a opção que lhe parecer mais interessante e boa viagem!

Leia mais...

Roteiro turístico de 1 dia em Paris: Passeios na volta do Louvre

dezembro 14, 2010 | Posted in Pontos turisticos | By

Conheça varios pontos turisticos de Paris em 1 dia!

Ninguém pode dizer ao certo quais são os melhores museus de Paris, porque isso depende muito do gosto de cada um, mas eu preparei um roteiro turistico de 1 dia com pontos turisticos bem interessantes!

Roteiro turístico de 1 dia em Paris: Passeios na volta do Louvre:
Como eu já tinha dito no artigo Pontos turísticos de Paris por área (arrondissement) a melhor maneira de conhecer Paris é planejando por área
Estou colocando aqui um roteiro turístico de 1 dia com passeios perto do Louvre.
Estes lugares mostram um pouco de tudo em Paris:
O Louvre com a Monalisa e outras maravilhas do passado, compras de perfumes e cosméticos franceses sem taxas para turistas na Benlux, depois você pode ir ao Palais de Tokio (que apesar do nome não tem só arte japonesa), que é o local de arte mais moderna e interessante de Paris, seguido pela Fundação Corbusier, Museu Carnavalet e Galerie Vero Dodat que são imperdíveis.
Este roteiro turístico de 1 dia pode ser modificado de acordo com o seu gosto.
Para finalizar, um passeio ao Cemitério de Montparnasse.
Estou dando as dicas de onde comer também.
O meu conselho é deixar uma manha inteira para o Louvre, parar para um café mesmo dentro do Louvre, fazer umas comprinhas e almoçar em um dos restaurantes ou lanchonetes (tudo dentro do Louvre) e depois percorrer a área em volta:
Aproveite!
Museu do Louvre – Toda a manha.
Já falei bastante sobre Louvre aqui no Blog:
Pontos turísticos de Paris – O Museu do Louvre
Lista dos 10 melhores museus de Paris com endereço e estação de metro mais próxima
1.    Durante a tarde: 
Benlux: 
Este é o paraíso duty-free do centro de Paris. Fica na 174 da Rue de Rivoli, bem perto do Louvre. Aqui você vai encontrar todos os perfumes, cosméticos e afins. Leve o passaporte que assim você recebe as taxas pagas de volta diretamente na sua conta bancaria ou por cheque pelo correio. Quando você estiver embarcando de volta, vá ao guichê do aeroporto e entregue a nota que você recebeu na loja e preencha um formulário. Na Benlux eles vão informar direitinho qual e o guichê, onde fica e o que deve ser feito. Boas compras!

Palais de Tokio:
É o templo da arte contemporânea e dos jovens artistas em Paris. Tem uma lanchonete muito agradável.
13, avenue du president Wilson (16º), tel. 01-47-23-38-86, metrô Iéna

1.    Fundação Le Corbusier:
O museu localiza-se em duas vilas (construídas por ele), La Roche e Jeanneret. 
Conheça também seu apartamento (24, rue Nungesser et Coli – Boulogne-Billancourt) às quartas-feiras, das 9h às 12h30. 
As visitas tem de ser reservadas na fundação.
8-10, square du Docteur Blanche (16º), tel. 01-42-88-41-53, metrô Jasmin

1.    Quarto de Proust:
O Museu Carnavalet, no coração do Marais, guarda os móveis entre os quais o escritor Marcel Proust passou os últimos dias. Também tem quadros, objetos e documentos da história da França. A visita vale a pena.
Museu Carnavalet, 23, rue de Sévigné (3º), metrô Saint-Paul

1.    Galerie Vero Dodat:
Essa passagem do século 19 é pouco visitada pelos turistas, não sei muito bem porque, pois o local e super interessante. 
Vale mesmo a pena conhecer o Café de l’Époque, na entrada.
Rue du Bouloi (1º), metrô Palais-Royal

1.    Cemitério de Montparnasse:
Muita gente vai ao cemitério Père Lachaise, mas se esquece desses notáveis e bucólicos campos elísios onde estão enterrados Baudelaire, Cortázar, Tristan Tzara, Samuel Beckett, Sartre e Beauvoir.
Boulevard Edgar Quinet (14º), metrô Edgar Quinet

A noite:
Torre Eiffell!
Aconselho um jantar bem proximo da torre, e se voce sentar do lado de fora tera uma linda vista da torre:
Restaurante Le Malacoff
6, Place Du Trocadero (7eme).

Leia tambem os outros artigos do blog  para saber mais dicas de turismo na França

Leia mais...

Restaurantes da moda em Paris: Comida espanhola, sanduíches naturais e outras novidades

dezembro 12, 2010 | Posted in Restaurantes | By

Eu já tinha escrito sobre os Restaurantes típicos e bistrôs em Paris, no artigo Restaurantes em Paris! Lista de 10 dos melhores bistrôs e restaurantes no centro de Paris com endereço e preços e hoje estou escrevendo um pouco sobre os restaurantes da moda em Paris, aqueles que não estão seguindo os padrões tradicionais. Esses restaurantes são geralmente mais baratos do que os restaurantes franceses, mas ainda tem aquele “algo a mais” que a gente gosta.Eu adoro estes 5 lugares e queria compartilhar esta pequena lista, que apesar de não ter restaurantes “tipicamente franceses” , mostra um pouco da variedade que se pode encontrar em Paris.

Fiz uma lista de 5 dos meus preferidos:

Então, saindo um pouco fora da onda dos “bistrôs”, temos:

    1.La Blanchisserie:

    Cozinha espanhola e tapas à francesa (são um pouco mais “de luxo” do que os tapas tradicionais da Espanha, seguindo uma onda mais catalã). Funciona também como galeria de arte moderna. Longe do centro, mas bem freqüentada. Eu aconselho!

Endereço: 24, rue d’Aguesseau – Boulogne-Billancourt, tel. 01-41-31-31-41, Metrô Boulogne- Billancourt


    2.Bioboa:

    Casa de Sanduíches naturais “bio”. Ótimo para quem quer variar um pouco entre as comidas pesadas da gastronomia francesa tradicional.

    Perto da Colette, a loja “hype” de Paris. As saladas são ótimas, alias, tudo e ótimo… Vale a pena!

Endereço: 3, rue Andorinha-de-casa (1º), tel. 01-42-61-17-67, metrô: Pyramides (fecha no fim de semana)


    3.Ozo:

    Bom local para o brunch (aquele café da manha + almoço) ou uma refeição rápida na hora do almoço.

    Localizado entre Les Halles e o Marais, chama a atenção do meio jornalístico e artístico.

Endereço: 37, rue Quincampoix (4º), tel. 01-42-77-10-03, metrô Hotel de Vill


4.Rouge tomate:

Todos os pratos são feitos a base de tomates ou têm um toque da fruta (pois é , tomate é fruta), inclusive as sobremesas. A praça do mercado Saint-Honoré tem outros restaurantes legais na volta também . Dê um passeio pela área e você vai encontrar lugares bem interessantes e diferentes para comer.

Endereço:34, place Marché Saint-Honoré (1º), tel. 01-42-61-16-09, metrô Tuileries


    5.Grande Epicerie de Paris:

    é uma especie de “supermercado” – Bon Marché é um dos paraísos da gastronomia no planeta. Não deixe de ir!

    Perfeito para comprar guloseimas para comer no Hotel.

Endereço: 38, rue de Sèvres (7º), tel. 01-44-39-81-00, metrô Sèvres-Babylone

Leia os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Restaurantes em Paris! Lista de 10 dos melhores bistrôs e restaurantes no centro de Paris com endereço e preços

novembro 29, 2010 | Posted in Restaurantes | By

 

Ola pessoal, estou aqui mais uma vez dando umas dicas de turismo para aqueles que estão interessados em experimentar o “melhor de Paris”.

Esta não e uma lista “oficial” de alguma revista de turismo, é uma lista baseada na minha opinião mesmo.

Tenho uma outra lista para checar, de mais 10 restaurantes também, mas que foram recomendados por amigos franceses,  que publicarei mais tarde.

Os critérios:

Critérios que eu escolhi para inclusão dos restaurantes nesta lista:

Uma grande experiência em nível geral:

Aqui entrou um pouco da atmosfera geral do restaurante, a decoração, o serviço, etc.

Relação “custo-benefício”
Alguns dos restaurantes nesta lista são caros, mas em todos eles você deve sentir que você está “recebendo o produto”, em termos da qualidade dos ingredientes, a apresentação dos pratos, o serviço, essas coisas.

Estabilidade do local
Mas do que procurando restaurantes da moda e grandes novidades, acho que você, que vem fazer turismo aqui em Paris, quer experimentar os restaurantes tradicionais, já estabelecidos e conhecidos pelo publico. Então nada de restaurantes recém abertos.

O “algo a mais”
Cada um dos restaurantes nesta lista se destaca de alguma forma: poderá ter um terraço, uma vista deslumbrante, uma sala de jantar super acolhedora ou um menu de cair o queixo, etc.

Comida francesa
Paris é uma cidade que tem uma enorme diversidade étnica e cultural, alem de ser uma cidade internacional por tradição. Sendo assim e possível encontrar excelentes restaurantes marroquinos, chineses, japoneses, espanhóis, italianos, judaicos, indianos em Paris. Cozinha internacional, entretanto, não é o assunto deste Top 20 (seria necessária uma lista em separado, ou várias listas, se eu fosse colocar estes também excelentes restaurantes em foco também, fica para outro artigo)

O preço médio indicado é para uma refeição de três pratos, sem bebida.

1.RESTAURANTE DU PALAIS-ROYAL

Dificilmente haverá um cenário mais romântico para jantar em Paris que o Restaurant du Palais-Royal.

Os jardins em frente ao Louvre…

Escolha um lugar na esplanada. No inverno, o interior faz um cenário igualmente elegante para uma refeição íntima.

A comida: entre as especialidades estão o risoto, como uma versão de tinta lula glamourosa com lagosta (o menu muda sazonalmente), um elegante bife com fritas também vale a pena; também se destacam os pratos de peixe, e mil-folhas com recheio de temporada para a sobremesa (castanha no inverno, morangos no verão). Fechado aos domingos. Média de 50 €.

2.BAR WILLI

Gerido por um casal britânico, Willi funciona desde 1980.

Este é um lugar onde a qualidade está sempre em primeiro lugar, mesmo que o serviço possa ser um pouco “irregular”. O Chef François Yon faz maravilhas com ingredientes sazonais.

O preço é ótimo: cardápio diário (25 € no almoço, no jantar € 32)

Especialidades:

Tartin de cebolas pérola com salada, bacalhau assado com berinjela e manjericão.

Sobremesas recomendadas: “marmelada” de pêra com caramelo e torta de avelã temperada.

A sala de jantar tem uma decoração super interessante e é perfeito para uma refeição agradável, você também pode optar por comer no balcão • 13 Rue des Petits Champs, 1. Gel: (1) 42 61 05 09. Fechado aos domingos. Média de 32 €.

3.LYONNAIS AUX

Este bistrô “belle époque” é hoje reconhecido como um dos melhores bistrôs regionais em Paris, com um tema “Lyonnais”.

Aqui o chef revisita clássicos como o coq au vin, quenelles de Brochet e pernas de rã com um toque hábil. As sobremesas são sofisticados e imperdiveis. Alguns acham que o serviço pode ser um pouco precipitado (eu não achei), de modo que este não é o lugar para uma refeição prolongada. • 32 Rue Saint-Marc, 2. Tel: (1) 42 96 65 04.

Fechado aos domingos e segundas. Média de 45 €.

4.L’AMBASSADE D’AUVERGNE

Poucos restaurantes em Paris são tão orgulhosos de suas origens regionais.

L’Ambassade d’Auvergne serve a cozinha tipica do centro da França é um restaurante a não perder.

Aqui você vai encontrar delicias como lentilhas vinegary em gordura de ganso com bacon, o Aligot (queijo batido e purê de batatas) ou uma mousse de chocolate (bem densa).

Decoração super interessante. • 22, rue du Grenier Saint Lazare, 3. Tel: (1) 42 72 31 22. Média de 35 €.

5.LE GAIGNE

Este bistrô com decoração cor de ameixa fica em uma rua escondida, longe do Marais. Com ingredientes orgânicos e ênfase em produtos hortícolas. Os pratos têm um título simples, tipo “l’oeuf bio” (o ovo orgânico) ou “le veau”, seguido de uma descrição concisa.

Típica de seu estilo são os “au pistou” (legumes), uma combinação brilhante de feijões, ervilhas, cenouras e aipo coberto com brotos de beterraba e gengibre, servido com biscoitos Sablé.

Aproveite a oportunidade, menu de almoço é bem barato (€ 16 para dois cursos, € 22 para três pessoas) servido de terça a sexta-feira. • 12 Pecquay Rue, 3. Tel: (1) 44 59 86 72. Fechado aos domingos e segunda. Média de 50 €.

6.LE PANFLETO

Se você gosta da haute cuisine, mas não que pagar preços absurdos é provável que você vai adorar Le panfleto. A sala de jantar com decoração vermelho e ocre, é calma e confortável.

O menu de 35 € é disponível ao almoço e jantar. Recomendo o bolo de banana para a sobremesa. Os preços são mais elevados se você prefere à la carte, mas ainda é bom considerando a qualidade dos pratos. • 38 Debelleyme Rue, 3rd.Tel: (1) 42 72 39 24. Fechado aos domingos. Fechado na hora do almoco nas segundas e sábados. Média de 35 € – 60 €.

7. LES PAPILLES
Bistrô perto dos Jardins do Luxemburgo.
Destaque para os vinhos de pequenos produtores, a maioria deles “natural”, biológica. Não há toalhas e o restaurante é pouco pretensioso, mas a comida é sempre habilmente preparada e deliciosa, servidos em panelas de ferro fundido. A 29 € menu de quatro pratos fornece a melhor opção com pratos como sopa de abóbora com chouriço e frango ao molho curry com legumes primavera .

O foie gras, de 32 €, também é excepcional – não surpreendente, pois os proprietários são d0 sudoeste da França. • 30 Rue Gay-Lussac, 5. Tel: (1) 43 25 20 79). Média de 29 €.

8. LE PRE VERRE

Bistro animado, decorado com álbum de jazz nas paredes, com molduras de cobre estilo vintage, também e uma boa opção: O menu de preço fixo de € 28,50 e ótimo e o prato do dia tem um preço incrível: € 13,50: prato principal, um copo de vinho e café.

O Chef Philippe Delacourcelle, que aperfeiçoou a sua técnica na Ásia, pode surpreender, com pratos incomuns como o leitão com molho cremoso de casca de cassia, picanha com crosta de especiarias e rolinho primavera, e compota de ruibarbo picante, gengibre com mousse de chocolate branco.

Este restaurante pode ficar lotado e barulhento, fazendo Le Pré Verre uma escolha não muito ideal para um jantar romântico. • Thénard Rua 8, 5. Tel: (1) 43 54 59 47. Fechado aos domingos e segundas. Média de 28,50 €.

9.CHEZ DUMONET – Josephine

Chez Dumonet deve ser declarada um monumento nacional de tão bem que ele representa o bistrô do velho mundo. Eu recomento mesmo este restaurante: A comida e ótima: eu destaco aqui o Arenque marinado com salada de batata quente, boeuf bourguignon, confit de pato crocante, foie gras frito, tamboril com feijão branco, e algumas sobremesas espetaculares, como um mil-folhas (grandes o suficiente para três pessoas!) e o soufflé de Grand Marnier . A decoração e incrível: luminárias de 1930, mesas brancas de linho, garçons vestidos de jokey! (que falam um pouco de Inglês). • 117 Rue du Cherche-Midi, 6. Tel: (1) 45 48 52 40. Fechado sábados e dom. Média de 50 €.

10.LES COCOTTES

Aqui o conceito é simples:Você escolhe um banco ao longo do longo balcão e escolhe a sua combinação a partir de um menu de saladas, sopas, verrines, cocottes (ensopados em panela de ferro, muito muito bons!) e tortas salgadas.

A autenticidade da sua “vraie salada Caesar” é um pouco discutível, mas o velouté ervilha verde com chouriço e pargo com ratatouille são tudo o que você espera da cozinha de bistro moderna. Sobremesas: rabiscou na lousa, são clássicos.. • 135 Rue Saint-Dominique, 7. Tel: (1) 45 50 10 31. Média de 30 €.

Aguardem o seguimento com mais  dicas de restaurantes imperdiveis em Paris!

Bon appetit!

Leia os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Pontos turísticos de Paris: Lista de museus curiosos e outras coisas estranhas

novembro 26, 2010 | Posted in Pontos turisticos | By

Uma lista de coisas curiosas e pontos turísticos menos conhecidos são o assunto deste artigo.

Vale a pena conferir:

* Les Catacumbas de Paris
* Museu de História da Medicina – impressionante! antigos instrumentos médicos e muito mais!
* Musée des vampiros – Museu dos vampiros na orla de Paris
* La Grande Galerie de l’Evolution – toneladas de taxidermia grande e esqueletos
* Museu Grevin – assustador museu de cera  e mais!
* Le Musée des Égouts de Paris – Museu do esgoto de Paris
* Musée de la Magie – O Museu da Magia
* Musée des Automatiza – O Museu “Automata”
* Musée de la Poupée – involuntariamente assustador museu de bonecas antigas
* Musée de la Chasse et de la Nature – Museu da Caça, com lotes de taxidermia

* Julien Aurouze e Cia. – Loja de “venenos em geral” com uma janela cheia de ratos empalhados! Legal!
* Uma estátua inacabada da Virgem Maria, enterrado durante oito séculos, agora em exposição na Abadia de Saint-Germain-des-Prés
* Les Enfants du Monde – estátuas representando diferentes países e nacionalidades
* Túmulos Estranhos no Cimetière du Père Lachaise
* Deyrolle – loja de taxidermia lendária parisiense
* Metro Arts et Métiers – estação de metrô com uma decoração “steampunk”
* Vinhedos de Montmartre – Vinhedos Dentro de Paris! Este local tem também um antigo templo dionisíaco.

* Mistérios de Paris –

Mysteries of Paris — The Paris Ghost Tour

Saiba mais sobre os Mitos e lendas de Paris: Os Lobos de Paris – uma matilha de lobos com sede de sangue que aterrorizou Paris em 1450, serial killers em geral, satanismo, Paris macabra e afins!
Ponto de encontro: O’Sullivans Rebel Bar, 10, Rue des Lombards, 75004 Paris
www.mysteriesofparis.com

* Les Arènes de Lutèce – uma arena romana em Paris! (na margem esquerda)
* L’Hôtel de Ville – um ótimo lugar para uma execução!
* Saint Denis – Se, nos seus passeios por Paris, você passou algum tempo em Notre Dame admirando todas as estátuas de santos e reis a adornar a frente da catedral, você pode se perguntando: “Quem é aquele cara segurando a cabeça decapitada em suas mãos? “

O homem sem cabeça em questão é Saint-Denis

* St-Pierre-de-Montmartre – Igreja em Montmartre com colunas romanas do século VII
* Place de la Concorde – Lugar da guilhotina após a Revolução
* L’Écluse des Morts – local da forca de Montfaucon sobre o Canal Saint Martin
* Rue de la Ferronnerie – local do assassinato de Henrique IV
* Fontaine des Innocents – local onde a maior parte dos ossos das catacumbas surgiu
* Le Conciergerie – antiga prisão, onde a Marie Antoinette aguardava a Guilhotina
* La Gare – jantar fino em uma antiga estação de trem
* Dans Le Noir – uma refeição íntima na mais completa escuridão, servido por empregados cegos!
* La Fée Verte – antiquado bar Absinto e café (atualmente parece que não se pode beber absinto no local… mas a comida é ótima)
* La Guillotine – No Quartier Latin, com uma guilhotina real!
* Le Caveau des Oubliettes – embaixo de La Guillotine, tome uma bebida em um calabouço do século 12, com musica ao vivo!
* Le Procope – o mais antigo café de Paris, aberto desde 1686

Leia os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Lista dos 10 melhores museus de Paris com endereço e estação de metro mais próxima

novembro 25, 2010 | Posted in Pontos turisticos | By

Lista de 10 melhores museus de Paris com endereço e estacão de metro mais próxima

Ola pessoal, fiz uma compilação de endereços dos 10 melhores museus e catedrais de Paris (na minha opinião, é claro). A lista não é feita em ordem de preferencia.

Espero que de para dar uma ideia dos museus no centro de Paris. Se você chegar na estacão de metro e não conseguir encontrar, sempre pode perguntar:

Pardon Monsieur/madam, ou est le ….” ou só “ou est le…” (se pronuncia u-é-le).

Fácil, fácil, não é mesmo? Então aproveite o passeio, reserve uns 2 a 4 dias para ver os museus e não esqueça de comprar um passe de museu/metro para facilitar a sua vida – recomendo o Paris pass porque já experimentei e gostei muito.

Repare que tem museus na mesma área: por exemplo o Louvre, o centre Georges Pompidou e a Catedral de Notre Dame (coloco esta catedral entre os museus por causa das criptas subterraneas) ficam todos perto da estacão de metro Chatelet.

A minha dica e tirar um dia pra visitar esses 3.

De manhã: Notre Dame (nao esqueca as criptas e a parte das reliquias, tem ate um pedaco da coroa de Cristo..), depois vá almoçar no Louvre e aproveite para descansar um pouco na área externa, tirar umas fotos, então vá visitar o museu propriamente. Fique ate umas 4 da tarde a vá tomar um café no Centre Georges Pompidou e ver a coleção de arte moderna. Viu? Matou 3 coelhos com um só tiro. Ficam só faltando os outros 7 museus que são bem menores (partindo de principio que você confia no meu bom gosto e siga a minha lista), assim você pode visitar mais por dia.

1. Louvre

Rue de Rivoli, 101 Metrô : Châtelet

2. Museu D’Orsay 5 Quai Anatole

Metrô : Concorde

3. Catedral de Notre Dame
6 Place du Parvis Notre Dame

Metrô : Châtelet

4.Centre Georges-Pompidou – (Onde esta o Museu de Arte Moderna)

Place Georges Pompidou

Metrô : Châtelet

5. Le Grand Palais

1 Avenue Géneral Eisenhower Metrô : Champs-Élysées – Clemenceau

6. Musée Marmottan-Claude Monet

2 Rue Louis Boilly
Metrô : La Muette


7. Musée Jacquemart-André

158 Boulevard Haussmann
Metrô : Miromesnil

8. Museu Cluny – Imperdível para quem gosta de “coisas medievais”
6 Place Paul Painlevé      Metrô : Cluny – La Sorbonne


9. Museu Picasso

5 Rue Thorigny   Metrô : République

10. Musée Rodin

79 Rue de Varenne Metrô : Saint-François-Xavier

Leia os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Compras em Paris: Vintage e artigos de segunda mão

novembro 24, 2010 | Posted in Compras em Paris | By

Paris é o centro comercial da moda e os parisienses são famosos pelo seu estilo único e elegante.

Já escrevi aqui sobre O estilo parisiense de ir às compras., e gostaria de dar um pouco mais de informação a respeito de como eles conseguem esse estilo.

O Parisiense de uma forma geral investe em peças únicas e interessantes, sendo assim as boutiques vintages são sempre um sucesso (não podem faltar no roteiro de compras dos parisienses).

Então, dando seguimento a nossa serie de artigos a respeito de compras em Paris, eu não poderia deixar de lembrar das lojas especializadas em artigos de segunda mão e vintage.

Mesmo que você não esteja muito interessado em roupas de segunda mão, essas boutiques são verdadeiras galerias de coisas interessantes que vale a pena conferir, nem que seja por curiosidade. Quem sabe você não encontra alguma coisa interessante?

Os mercados de pulgas de Paris são o primeiro lugar para procurar roupas vintage e de segunda mão, mas há também uma série de excelentes boutiques que podem ser encontradas nas ruas ao redor do Centro Pompidou e Les Halles. Esses lugares são pontos turísticos um pouco fora do roteiro “museus e galerias”, mas também muito importantes se você quiser experimentar a cultura Parisiense de uma maneira mais aprofundada.

A Boutique Igleide (12, rue de la Grande-Traunderie) é especializada em roupas vintage chic e acessórios, enquanto que o Kiliwatch (64, rue Tiquetonne) tem uma mistura de antigos e novos, bem organizado e com um preço ligeiramente mais alto. Vale a pena conferir.

Para o “Vintage Couture”, visite as três boutiques do Palais Royal de Didier Ludot (20-24 Galerie Montpensier e 125 Galerie de Valois, Jardin du Palais Royal, www.didierludot.com). Uma das boutiques é dedicada somente a vestidos pretos – imperdível!

Em St-Germain-des-Prés você pode encontrar alguns colecionadores, incluindo Ragtime (23, rue de l’Echaudé), com roupas antigas datam de 1860 e 1970, e Le Depot Vente de Buci (4-6 Rue de Bourbon-le-Château), vendendo muito roupas e acessórios dos anos 80.

Qual e a diferença entre vintage e peças normais de segunda mão?

Tanto o vintage como as roupas de segunda mão são usadas, mas nas lojas de roupas usadas você vai encontrar de tudo, coisa boa e porcaria.

Vintage eh um estilo, você encontra muito Chanel, Dior, roupas realmente especiais que valem ate mais do que os modelos novos. Se você não esta muito certa de que quer investir muito em uma roupa estilo vintage, que tal comprar uns óculos, ou algumas bijuterias deste estilo? Sempre dará um toque especial no seu visual. Experimente!

Leia mais sobre compras em Paris:

Compras baratas: Onde encontrar lojas outlets e grandes descontos em Paris

Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Compras baratas: Onde encontrar lojas outlets e grandes descontos em Paris

novembro 24, 2010 | Posted in Compras em Paris | By

Compras baratas em Paris

Paris não é necessariamente famosa pelas roupas com baixo preço, e sim por artigos de luxo, com preço bem acima da média. Este artigo tem como objetivo mostrar um pouco das opções que você tem quando procura por lugares para comprar roupas baratas de alta qualidade a preços baixos: As lojas outlet e lojas com grandes descontos em Paris.

Afinal o que são lojas outlet? Estou comprando o que?


Lojas outlet:

São lojas especializadas em vender artigos de marcas famosas de estações passadas. Nestas lojas você encontra artigos de grande qualidade com descontos de ate 70%.

É o destino principal de compras dos parisienses, que procuram roupas em estilo mais clássico (os básicos: roupas em cores neutras, etc)

Stocks:

Outro nome que se vê para as lojas outlets, ou seja roupas que ficaram no estoque da boutique/loja e não foram vendidas no lançamento. Em resumo, “stock” refere-se a mercadorias que sobraram da(s) última(s) temporada(s) de uma determinada boutique. Geralmente é reduzida em cerca de 50 por cento, e não está disponível em todos os tamanhos ou cores

Devoluções e trocas não são aceitas na maior parte das vezes (experimente antes!). Uma loja destas não é o lugar para equipar-se com uma coleção das últimas tendencias da moda, mas pode ser uma grande oportunidade para comprar bons clássicos de qualidade, como um blazer de lã bem cortado, a um preço muito razoável.

Promoções:

São descontos especiais na linha atual, em uma ampla gama de tamanhos. Nestas lojas você encontra o que há de mais atual. É o lugar ideal para apimentar o seu visual com as últimas tendencias da moda, não esqueça, quando o verão termina aqui, está começando no Brasil.

Degriffes:

Indica que os rótulos dos designers foram cortadas. Essas lojas são, na maioria das vezes muito mais baratas do que as outlets porque as roupas não tem mais a etiqueta.

Dica:

  • Em jeans, por exemplo, você pode ver a marca original olhando o botão da calca, por exemplo, porque eles não tiram “todas” as peças que mostram a marca, só a etiqueta externa. Dá pra saber qual é a marca se você procurar bem.
  • Essas roupas “degriffes” são classificadas como “não boas o suficiente” para receber a marca do designer. Em resumo, tem algum defeito. Normalmente estes defeitos são:
  • Roupas com etiqueta de tamanho errada: uma camisa que é tamanho 38 com etiqueta 42. Nestas lojas você tem de experimentar as roupas ou comparar o tamanho.
  • Pequenos detalhes como uma bainha mal costurada. Avalie se são pequenas coisas, ainda vale a pena comprar.
  • Manchas: Algumas manchas sutis podem comprometer a qualidade da roupa: Mas não o suficiente. Eu, por exemplo tenho umas calcas Calvin Klein que apresenta umas manchas mais escuras imperceptíveis – só vejo mesmo se eu colocar na luz.

Estes pequenos defeitos não são o suficiente para comprometer a durabilidade e caimento da sua compra, as roupas ainda são de alta qualidade.


Soldes: Saldos, exibidas para anunciar as vendas a vista, normalmente em finais de estação e depois do Natal.

É o principal alvo dos turistas que vem do hemisfério sul, porque se beneficiam da estacão “ao contrario”, ou seja, quando o inverno esta terminando aqui (e as lojas começam os saldos) é hora de começar a pensar em roupas de inverno no hemisfério sul. Você não precisa esperar um ano para vestir as roupas.

Onde encontrar estas lojas em Paris? Endereços aqui:


A linha 4 do metro vai levar você a 2 diferentes lugares famosos pela grande concentração de lojas outlet:
Rue d’Alesia:

Entre a Place Victor Basch (na Avenue du General-Leclerc) e Rue Didot, no 14 º Arrondissement.
Peque a Linha 4 do Metrô em direção à Porte d’Orleans até à estação Alesia e caminhe para oeste na rua Alesia, ou simplesmente siga a multidão.
Esta área é fundamental para quem está a procura de lojas outlets, por toda a rua você vai encontrar lojas fantásticas de suas marcas favoritas. As minhas dicas, nesta rua são:

Dorothee Bis Stock (74) e Dorotennis (mesmo prédio), para a coleção outlet estilista, uma das lojas e para malhas e outra para artigos esportivos.

Banco de dois (92), para comprar marcas Daniel Hechter

Kookai (111 Bis) para comprar Kookai (o próprio nome diz, não e mesmo?)

Cacharel Stock (114) para comprar Cacharel (obvio… ;P)

Jerry Difusão (118), para Chantal Thomass

Evolutif (139), para comprar Kenzo, Yves Saint Laurent, e Cerutti.

A Rue d’Alesia tem várias cervejarias, restaurantes franceses e fast food. Você pode passar um pedaço da manha la, almoçar e seguir passeando pelo local depois.


Rue St-Placide

Outra rua com uma series de lojas outlet. Fica entre a Rue de Vaugirard e Rue de Sèvres, no 6 º Arrondissement. Para este destino, a saída da Linha 4 em St.-Placide, a oeste dos Jardins do Luxemburgo. Fica bem no centro, fácil de ir.

Esta pequena rua tende a ficar atolada com turistas e compradores.

O grande atrativo é o Mouton à Pattes Cinq (8 e 18 Rue Saint Placide) são quatro boutiques diferentes, cada uma com sua própria ênfase.

Nesta rua, a minha loja favorita é Pilou (9), com degriffes Guy Laroche, imperdível!

Algumas destas lojas tem “Monnai des Affaires”, com uma área para remexer, com preços realmente baixos. Em português claro é o “balaio” da loja.

A maior parte das roupas encontradas nestes balaios realmente mereceram ir pra lá (são medonhas ha ha), mas não custa nada dar uma olhada, para encontrar blusas pretas, echarpes, malhas de cor neutra e coisas não muito esquisitas.

As vezes temos sorte.

Outras ótimas boutiques no centro de Paris:

Mendes (65 Rue Montmartre) para Saint Laurent e Lanvin

Soldes Lanvin Trois (3 Rue de Vienne) para Lanvin , em cerca de metade do preço;

Pierre Cardin Stock (11 Boulevard Sebastopol)

Emmanuelle Khanh (6 Rue Pierre Lescot).


Se você está procurando designers da alta costura, vale a pena a caminhada até
La Vallée (em Marne-la-Vallée, A4 RER Val d’Europe, www.lavalleeoutletshoppingvillage.com)

Com pelo menos um terço fora dos preços regulares em lojas elegantes

Anne Fontaine

Kenzo, Diesel

Lancel

MaxMara

Nina Ricci

Mandarina Duck

Versace

Camper

Charles Jourdan

Fica a uma estação de trem da Disney, mais ou menos 40 minutos do centro de Paris.

A melhor maneira de ir as compras nestes locais é pensando em passear, com uma lista de coisas que você precisa comprar. Relaxe, divirta-se e aproveite o passeio. Tire fotografias. Vá em grupo.Para mais informacoes sobre o Vallee la Vilage, leio o artigo La Vallee Vilage, o paraiso das compras a 40 minutos de Paris

Não entre em stress do tipo: Estou aqui a mais de 1 hora e não comprei nada… Pare, tome um café, leia a sua lista de novo e vá em frente.

Pense bem no que você vai comprar nestas promoções porque essas roupas são de alta qualidade e vão durar muito. Não vale a pena comprar umas calcas Armani vermelhas, por exemplo. Compre bege, azul escuro, marrom, preto, algo que daqui a 10 anos ainda seja usável.

Dicas de roupas para serem compradas em outlets:

Camisas brancas, bege ou pretas. Calças tipo social de cores neutras. Pulovers, cardigans, malhas de cashmira, casacos e blazers. Vestidos tipo “preto básico”. Saias retas de cores neutras. Sapatos e botas de cor neutra. Jaquetas de couro. Luvas, chapéus, etc.

Não compre coisas esquisitas só por causa da marca, mantenha-se fiel ao seu estilo, procure bastante e divirta-se!

Boas compras!

Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Viagem de Trem: A melhor forma de ver a Europa

novembro 18, 2010 | Posted in Turismo dicas | By

Dicas de Turismo:
Viagem de trem pela Europa é conveniente e barata. Com uma ampla variedade de destinos, passagens e horários, você pode usar o seu tempo da melhor maneira possível.

Relaxe em um cômodo ambiente, escute a língua local e observe as paisagens do pais a passar pela sua janela.

Veja essa lista de algumas das vantagens do trem em comparação com o avião e o automóvel. Por que viajar de trem?

1. Melhor uso do seu tempo

Graças aos serviços frequentes você normalmente tem a flexibilidade de escolher o horário que mais convém. Para viagens com duração entre 1 e 4 horas (200 a 900 km) o trem de alta velocidade te leva ao destino, o centro da cidade – você não quer ter de gastar mais dinheiro em taxi para chegar ao seu verdadeiro destino.

É mais rápido do que viajar de avião, dando a você mais tempo para o que interessa: aproveitar as cidades. Com viagens de centro a centro das cidades, terminou o tempo perdido sentado no aeroporto ou viajando a um aeroporto distante (as viagens de avião Low-cost não te levam para os aeroportos principais!) E com uma média de 90% a 95% de pontualidade, a economia de tempo é ainda maior.

Mas fique atento: os trens são pontuais, não chegue atrasado!

2. Com passe de trem é mais barato!

Com uma variedade de Passes de Trem e passagens Ponto a Ponto que cabem em todos os bolsos, além de ofertas especiais habituais, você pode fazer com que o seu dinheiro dure mais. Reservar com antecedência significa não ter que ficar na fila para comprar passagens nas estações mais procuradas, e também economizar.

3. A melhor forma de ver (mesmo!) a Europa

Você veio à Europa para ver a Europa – por que perder tempo voando sobre ela? Em vez disso, recline o assento e aproveite o burburinho das línguas europeias ao seu redor. Admire as paisagens. Tire fotos, filme! Aprecie os pontos turisticos no caminho! Para uma autêntica experiência europeia, viaje de trem!

Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...