Paris em Agosto ! Como programar as suas ferias para não ficar frustrado.

julho 1, 2012 | Posted in Turismo dicas | By

Como todos sabem Agosto significa ferias de verão em todo o hemisfério Norte.

Países como os Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra, China e Rússia estão fazendo as suas grandes e esperadas ferias de verão e escolares, e praticamente todos escolhem este mês para excursões escolares de fim de ano (letivo), e enfim, Paris é o destino principal.

O numero de pessoas pelas ruas é impressionante e você deve ficar preparado psicologicamente para dividir espaço e compartilhar mesas e bancos por todo o lado e enfrentar filas para o toilete e pra comprar água.

Como a França também faz parte do hemisfério norte, também « entra em ferias », então não se surpreenda com muitos restaurantes fechados por aqui. Acreditem, até as sorveterias fecham para ferias coletivas. Tudo fica mais devagar mesmo.

Pra quem esta acostumado com o Brasil, que funciona 24 horas 7 dias por semana e todo o serviço é super rápido, tenha em mente que a Europa já é, normalmente um local onde tudo é mais relax, e não há a correia normal que há no Brasil, imaginem então em época de férias.

Muitos turistas, mesmo fora da época de férias, já estranha a demora nos restaurantes, o que aqui é bem normal, porque a principio a refeição é para ser apreciada sem pressa. O que no Brasil parece ser descaso dos atendentes aqui é sinal de boa educação. Eles deixam você em paz.

Nos restaurantes, os garçons deixam você a vontade, não ficam toda hora na sua mesa tentando empurrar mais uma cerveja, se você precisa de mais uma, tem de chamá-los. A principio a ideia é não incomodar, e não ignorar você, como as vezes é percebido pelos brasileiros. E possível por aqui ficar uma tarde inteira na mesa de um café e beber só um cafezinho. Ninguém fica indo na sua mesa perguntando se você quer mais alguma coisa, como no Brasil, com a mensagem “se não esta consumindo tem de liberar a mesa”. Aqui tudo é mais devagar e se você diz para o garçom que você tem pressa ele vai dizer: “caaalma, vocês estão em férias…”. Estilo europeu, culturas diferentes. Não leve a mal.

Agora imagine este “estilo”, nas férias. Multiplique por 10 e você tem uma ideia de como as coisas ficam devagar por aqui. Aproveite e relaxe, afinal “você esta em férias” rsrs. Multiplique por 50 o numero de pessoas andando nas ruas também so pra se preparar…

Pensando nestes pequenos poréns de agosto, fiz uma listinha de dicas que podem salvar as suas férias:

  1. Relaxe e não fique com grandes expectativas. Agosto não é época para maratonas do tipo “ver o maximo que puder de Paris em um minimo de tempo” e ate pra percorrer uma rua tipo o Boulevard Saint Michel você vai demorar o dobro (estou sendo otimista rsrs) do tempo do que em outra época. Prepare-se para desacelerar mesmo e aproveitar.

  2. Traga sempre água na bolsa. Va enchendo a garrafa nos parques e jardins, há varias fontes de água potável pelas ruas, e você poupa tempo em filas pra comprar água na rua, que vai estar custando muito mais neste período, afinal é altíssima temporada.

  3. Compre sempre muitos tickets de metro, carnets de 10 tickets são ótimos. Se cada vez que você for usar o metro você for entrar na fila pra comprar tickets você perde muito tempo.

  4. Pense diferente de todos e evite os momentos de pique. Todos tem a mesma ideia:

    • Ir ao Louvre logo que ele abre: errado, todos tem essa ideia, então você deve ir na hora do almoço, quando as filas estão significantemente menores.
    • Ir a torre Eiffel de Manha cedinho: Também errado, todos vão a essa hora, vá depois das 6 horas da tarde. Melhor ainda, reserve jantar no restaurante 58, assim você fura a fila pra subir e ainda tem uma experiencia inesquecível.
    • Ir almoçar em Montmartre: péssima ideia, os restaurantes são uns doces sim, e o local vale a pena, mas infelizmente as 11 horas da manha chegam centenas de ônibus de excursões a Montmartre, todos com a mesma ideia na cabeça. Va a Montmartre de manha cedo, e saia de la as 11 horas da manha. Você vai ver as excursões chegando e vai agradecer pela dica. Rsrs Aproveite a manha para passear e fazer um lanchezinho por la, se você realmente quiser ter a experiencia de entrar em um dos restaurantes-cafés, ou mesmo tomar uma cerveja ou um vinho rosé geladinho. Deixe o almoço pra outro local.
  1. Venha com ideia de passear pelas ruas de Paris, aproveitar os parques e perambular pelos locais, ver as pessoas (tem gente do mundo inteiro), se as filas para os monumentos e para a Catedral de Notre Dame estiverem impraticáveis, passe pela frente, tire fotos e vá adiante. Não perca 2 horas na fila de cada monumento. Aproveite para conhecer outros locais sem muitos turistas, e sem filas como a Eglise de Saint Sulpice (aquela do livro Código Da Vinci), Eglise de Saint Severin (lindíssima, bem pertinho da Notre Dame, Na esquina da Rue St. Jacques com Saint Severin. Tem muito o que ver por aqui sem enfrentar filas. Um museu grátis, imperdível é o Musée Carnavalet:

    Musée Carnavalet. 23 rue de Sévigné 75003 Paris , metro Saint Paul, linha 1 (amarela).

    Site: http://carnavalet.paris.fr/fr/musee-carnavalet Não perca mesmo!

  2. O Panthéon quase nunca tem filas enormes e é fresquinho la dentro. Ótima pedida para refrescar do calorão da rua. Não perca o tour até o topo do Panthéon, que esta incluído no ticket para entrada.

  1. Carregue lanche na bolsa se você não estiver disposto a entrar nos demorados restaurantes e Brasseries. Ou entre no supermercado e compre sanduíches e coisas pra fazer picnic em algum parque.

  2. Tente, se possível, deixar as mochilas em casa e venha com bolsas. Mochilas exigem na maior parte do tempo que você  as deixe na portaria dos museus, você não pode entrar com mochilas em muitos museus. Bolsas, por maior que sejam, não tem problemas. Assim você passa direto e não tem de enfrentar a fila do bengaleiro.

  3. Esqueça a Saint Chapelle. Impraticável em Agosto. Se você faz mesmo questão de conhece-la, prepare se para umas duas horas de fila para a segurança e depois outra para entrar. São duas filas e nenhum passe “fura fila” faz você furar a fila da segurança. Como a Saint Chapelle fica dentro do palácio de Justiça, é necessário passar primeiro pela segurança e detector de metais. Só depois é que você entra na fila para entrar, la dentro.

  4. Versailles: Eu diria que vale a pena, mas vá preparado para filas. Novamente, pense diferente dos outros, chegue la pelas 11 horas, compre os tickets nas maquinas e vá direto para os jardins, almoce por la, vá aos Domínios da Marie Antoinette e só depois entre na fila para o palácio central. Depois das 4 horas a fila para o palacio é muito menor.

  5. Esqueça as “dicas de restaurantes” imperdíveis da net. Em agosto muitos podem estar fechados para férias coletivas e o importante é encontrar um restaurantezinho SEM FILA. Afinal comer mal em Paris é praticamente impossível. Não viaje para longe de onde você esta somente pra tentar encontrar um restaurante que é super famoso. Imagine que tem muitos com a mesma informação tirada da net, e as filas são grandes.

  6. Esqueça a ideia de encontrar restaurantes sem turistas. Isso já é impossível em qualquer estação, imaginem em Agosto. A ideia de fugir dos turistas e ter Paris so pra voce so funciona no inverno.

  7. O calor pode ser um fator importante e não deve ser esquecido: Tente sair cedinho, passear pela cidade, almoçar e voltar ao hotel para descansar. Saia novamente la pelas 4 horas.

  8. Tenha em mente que a maioria dos turistas faz o seguinte: Sai de manha e caminha “até não aguentar mais”. Normalmente as 18 horas estão todos exaustos, voltando para o hotel, pensando em descansar um pouco ate a hora do jantar. Faça diferente: Não pegue o metro a essa hora, em primeiro lugar, pois estara lotado. Saia de manha cedinho, passeie e vá onde puder, almoce e vá sestiar ou descansar. As 4 horas você já esta descansado para aproveitar Paris novamente. Não esqueça que a luz do dia vai ate as 10 e meia da “noite”, portanto saindo tipo umas 4 ou 5 horas da tarde pra passear mais é uma ótima ideia, porque você ainda tem muito dia pela frente. E não pega calorão.

  9. Fique no centro de Paris e não fora de Paris e em “arredores”. Voce não quer depender de transportes neste periodo. Voce vai se  agradecer por ter escolhido um hotel a uma distancia caminhavel dos pontos turisticos.
  10. Certifique-se de que o seu hotel tem frigobar.
  11. Tenha muita atenção aos batedores de carteira. Multidões, empurra, empurra pra todo o lado e o cansaço normal das caminhadas no sol fazem dos turistas um prato perfeito para ladrões. Tem gente que vem especialmente pra Paris pra dar golpe neste periodo. E impossivel evitar multidões nesse periodo, portanto, mantenha-se esperto, e se voce ve que ja esta muito cansado pra prestar atenção, va pro hotel descansar ou pare pra descansar.
  12. Crianças pequenas, bebés de colo, idosos e pessoas com mobilidade reduzida devem evitar este periodo.

Bom, espero que a lista seja útil. Venha a paris com muito bom humor e paciência neste período! Agosto é um mes “especial” por aqui! Não esqueça também que tudo esta quase o dobro dos preços normais, portanto va devagar nas comprinhas também…

Ah! E tente MESMO não cair na tentação de ir a Londres nas Olimpiadas…

Leia mais...

Inverno em Paris: Dicas para planejar bem a sua viagem e aproveitar ao máximo

setembro 21, 2011 | Posted in Turismo dicas | By

Inverno em Paris! Dicas de viagem

Paris muda a cada estacão e não existe realmente temporadas baixas quando se fala em turismo em Paris.

No inverno as ruas se tornam menos cheias de gente, as filas para os museus e monumentos são muito menores e você pode apreciar a maravilhosa culinária francesa especifica para o inverno.

Pratos mais ricos, quentinhos e cremosos vão ajudar você a manter-se quentinho durante o dia todo.

Esqueça a ideia “americana” que é adotada por muitos nutricionistas no Brasil de ficar comendo lanchinhos leves de 3 em 3 horas e nunca parar para fazer uma refeição de verdade. Aqui a gente para, senta e come bem. Escolhas pratos de carnes, com molhos ricos e você ficara realmente alimentado e não sentir tanto frio. Se estiver muito vento ou frio, resista a tentação de comer no “Terrasse” e vá para dentro do restaurante. Para quem passou a manha inteira ao ar livre, parar um pouco dentro de um ambiente fechado, quentinho e sem vento vai recuperar as suas forcas.

Paris - Champs Elysees no Inveno

Paris - Champs Elysees no Inveno

Aqui vão, então algumas dicas do que ver, o que fazer e o que vestir em Paris nos próximos meses.

 

  • A temperatura media é de 4 graus, mas é incomum ir abaixo de zero antes de janeiro (se acontecer, sera na madrugada).
  • Traga um bom casaco, luvas, chapéu, pulôver de la, não se preocupe em trazer muita variedade, porque as roupas de inverno são pesadas e a sua mala poderá ficar muito pesada, lembre-se que aqui as pessoas repetem muito as roupas. Para saber mais sobre o que colocar na mala, leia o artigo: Outono e inverno em Paris, o que colocar na mala.
  • Proteja a sua pele com um hidratante mais oleoso do que os que você costuma usar no Brasil: o óleo destes cremes também tem poder térmico e vão aquecer você, alem de proteger a sua pele dos banhos com água mais quente do que os que vocês estão acostumados.
  • Alem das visitas aos museus, monumentos e locais de interesse que já foram falados em outros artigos, existem certas particularidades que você só vê no inverno, aqui vão umas dicas do que estará acontecendo entre fins de Novembro ate Dezembro:
  • Em Frente do Hotel de Ville ha um ringue de patinacao no gelo. Mesmo que você não queira experimentar, vale a pena ver!
  • As Feiras de Natal estao espalhadas pela cidade, vendendo vinho quente (vin Chaud), presentes, e doces típicos de Natal.
  • Não perca a oportunidade de assistir um dos Concertos de Natal na Saint Chapelle: São os melhores concertos do ano!
  • O Festival de Outono ainda esta acontecendo ate o dia 19 de Dezembro.
  • O Grand Palais estará apresentando uma grande retrospectiva de toda a obra de Claude Monet ate 24 de Janeiro.
  • O Centro Ceorges Pompidou vai estar com uma exposição fantástica de uma retrospectiva do movimento Stijl (obras do Mondrian e outros).
  • A Bastille estará apresentando o Lago dos Cisnes. Compre os tickets com antecedência!
  • Vale a pena sair a noite, mesmo no frio, para ver ruas como a Rue Montorgeuil, Rue Saint Honoré, assim como as Galeries Lafayette e Place Vendome que estarão todas enfeitadas para o Natal. É um espetáculo imperdível.
  • As Catacumbas de Paris são uma ótima pedida para que não é muito impressionável (ela e feita de crânios humanos) momentos em que o tempo fica mais esquisito. Se você esta viajando com crianças de mais de 6 anos e adolescentes, aproveite para conhecer: As crianças adoram!
  • Natal em Paris: Certifique-se de que você tem reservas para o restaurante com antecedência. Não deixe para reservar na ultima hora porque muitos restaurantes podem estar fechados e outros já completos.

Se você esta vindo com a família, pense na possibilidade de alugar um apartamento em vez de ficar em hotel, assim voces podem ficar todos juntos, e ainda tem a possibilidade de fazer a ceia em casa, e depois saírem rapidamente para um passeio, se quiserem. Bolos, tortas e doces em geral podem ser comprados prontos nas inúmeras boulangeries e pâtisseries que se encontram por todos os lados por aqui, e no Picard Surgeles você pode comprar o peru pronto (não deixe pra comprar no ultimo dia). Castanhas e nozes podem ser comprados em lojas de produtos argelianos, árabes e indianos.

Para saber onde ficam as melhores boulangeries de Paris, leia o artigo:

Guia das 10 melhores boulangeries em Paris

 

Leia mais...

Dicas de turismo: Comer e beber na França

agosto 10, 2011 | Posted in Cultura Francesa, Turismo dicas, Viver em Paris | By

Na França, de maneira geral, se toma café da manha (petit dejeuner) entre sete e oito da manha. O almoço (le dejeuner), entre meio dia e uma hora da tarde, e o jantar (le diner), entre sete e oito e meia da noite. Os franceses costumam convidar os seus amigos para jantar em casa, por volta de duas horas antes tomam “l’aperitif” – o aperitivo. E depois do jantar costumam propor um digestif – o digestivo.

Diferente de varias outras culturas, recusar bebidas alcoólicas não é mal educado. Se você não quiser beber é só dizer que não, não precisa inventar que esta tomando medicamentos ou que é alérgico.

As refeiçoes familiares, sobretudo em épocas festivas, podem durar varia horas e os pratos servidos parecem infintos.

Como os franceses vão servindo os pratos aos poucos, em vez de colocar tudo na mesa, tente comer pelo menos um pouco de cada coisa, e não se encha muito para não sobrecarregar o estomago.

Se você não comer alguma coisa, você terá de ficar esperando o outro prato que sera servido somente depois que todos terminarem o prato (não precisa limpar o prato, coma o que você puder ou quiser).

Outra coisa, não existe muito a opção de repetir o prato, portanto não peça mais, porque muitos outros pratos virão em seguida. Tente não demorar mais do que os outros e acompanhe o ritmo, porque e meio chato fazer todos os outros ficar a espera de você terminar de comer para eles poderem passar para o prato seguinte.

 

Se você for convidado por algum francês ou família francesa para comer, nunca apareça de mãos abanando. Leve alguma coisa. Você pode levar o vinho ou a sobremesa (você pode comprar uma torta de framboesa, que todo mundo gosta!), ou mesmo flores.

Na minha opinião, levar o vinho pode ser meio complicado porque normalmente as pessoas que cozinham já selecionam os vinhos que irão ser servidos com o jantar então se você for intimo de algum dos membros da família é melhor perguntar que vinho eles preferem. Não esqueça de cumprimentar quem cozinhou, não somente o dono da casa. É simpático elogiar as comidas quando você prova elas, e pode ate perguntar o nome do prato, como se faz, enfim, mostre algum interesse pela comida.

Para os franceses, culinária é uma arte, e deve ser apreciada como tal. Não comece a dizer que sua mãe faz um prato parecido, nem que o prato ficaria melhor se fosse com feito com a carne brasileira.

Detalhe: nunca, em hipótese alguma, apareça com um pack de cerveja em um jantar com franceses!

Se você estiver indo a casa de casais mistos (francês e brasileiro, por exemplo), pergunte quem vai cozinhar e que estilo sera o jantar, se francês ou brasileiro. Se for brasileiro, e super simpático aparecer com uma garrafa de cachaça mesmo, e de preferencia limão e todos os ingredientes para fazer uma caipirinha. Ah, certifique-se primeiro se na casa já existe um fazedor de caipirinha oficial, e se tiver, fale com ele/a o que seria bom levar e deixe ele/a dar o show.

 

No restaurante:

Na França, pode-se encontrar muitos restaurantes que oferecem especialidades estrangeiras. Devido ao seu passado colonial, os restaurante norte-africanos são bastante numerosos. Se você tem um espirito curioso e tempo, vá a um desses pequenos restaurantes algerianos ou tunisianos: o Couscous é um prato delicioso. Tem também a cozinha marroquina, que é rica em cores e sabores, sendo considerada uma das melhores do mundo.

É claro, aproveite também para degustar os inúmeros pratos regionais franceses também!

Se você estiver apressado ou não quiser entrar em um restaurante para comer, escolha um dos vários sanduíches que podem ser comprados em praticamente todas as esquinas e padarias.

Não esqueça que nos restaurantes o “menu” é o “pacote” que vem incluído o prato principal, sobremesa, ou prato principal e entrada, enfim, veja com atenção as diferentes opções.

Os restaurantes normalmente exigem que você peca entrada, prato principal e talvez sobremesa. Se você quer algo mais simples e rápido, opte pelas inúmeras brasseries, cafés ou creperies, porque nestes lugares você pode pedir somente um prato (grande!) que vem com a refeição completa. Sai mais rápido e mais barato.

Leia mais...

Turismo na França: Como economizar em Paris

agosto 1, 2011 | Posted in Turismo dicas | By

Pensando em passar férias em Paris? Então este é o site ideal pra tirar duvidas e aprender sobre cultura, língua e costumes franceses. A França é um país bonito, e o estereótipo que os franceses são rudes é totalmente errado. Eles tem uma forma de humor diferente do humor brasileiro, mas são super bem educados e gentis. Em todo o lugar você encontra pessoas atenciosas e prontas pra ajudar. Diferente de outros países que eu já vivi, os franceses são os únicos com quem eu tive a feliz experiência de receber um belo sorriso ao falar a língua local. Eles não fazem careta se o seu sotaque é esquisito, portanto pode treinar o seu frances a vontade!

Falando nisso… voce não precisa falar frances, fique descansado que o mito de que os franceses se negam a falar ingles é coisa do passado.

Quando você vem a França, além de incríveis lugares e passeios magníficos, você vai encontrar uma enorme variedade gastronômica. E quase impossivel voltar pra casa sem uns quilinhos a mais, mesmo com toda a caminhada que fazemos por aqui.

A idéia de que as porções são pequenas e outro mito que eu gostaria que caísse por terra porque não e verdade. Eu nunca saí de um restaurante com fome. O que acontece e que os franceses comem vários pratos diferentes, entrada, prato principal, salada, queijo, pão sobremesa, etc. Se voce quiser pratos unicos e gostosos, procure as brasseries, que servem pratos enormes e muito mais baratos!

Na dúvida eu aconselho os menus prontos que são quase sempre disponíveis e não são caros.
Caso voce esteja planejando uma noite especial em um restaurante mais sofisticado, use o Grupon Paris para receber por email varias ofertas de promocoes e decontos em restaurantes – e não só: voce pode encontrar descontos de oculos de sol de marca, roupas, bolsas, spas, cabarets, shows, enfim, tudo muito mais barato. Experimente: Groupon FR

Comer bem e uma das paixões nacionais e vale a pena aventurar-se em pratos desconhecidos porque na maior parte das vezes será uma agradável surpresa.

Comer em restaurantes-brasserias não é a única opção, você encontra lugares onde pode comer sanduíches pela rua mesmo, eu aconselho o Brioche Doree, por exemplo, que tem sanduiches de baguettes otimos, sorvetes, e refrigerantes para sair comendo pela rua ou para levar para um pic nic. Acredite, não  é esquisito levar comida ou sanduiches para comer nos parques, todos fazem isso.

Quanto ao transporte, a melhor maneira de conhecer Paris e caminhando mesmo. Se voce estiver muito cansado, pegue o metro, mas tente se organizae de tal maneira que voce não precise usar muito o metro, assim voce economiza tambem.

Passes de museu só valem a pena quando voce vai usar muito mesmo, e fazer uma maratona de museus. Eu recomendo o Paris Pass, que ja vem com passe de metro junto. Mas atenção, um passe de 2 dias e suficiente, programe 2 dias para maratona de museus e deixe os outros dias para as igrejas, catedrais, jardins e outros monumentos de graça.

Leia mais...

Compras em Paris: Aproveite os grandes descontos do Grupon

julho 5, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Esta é uma dica imperdível.

Você já deve ter ouvido falar do Grupon, site onde você pode comprar de tudo com ate 70% de desconto.
É hora de usar o Grupon Paris também!

Se você esta planejando férias por aqui, ou passar aqui uma temporada maior, dinheiro economizado é sempre bem vindo.

Você pode economizar muito em restaurantes, lancherias, perfumarias, spas, lojas de departamentos, tours, espetaculos, enfim, o que não falta são opções.

Inscreva-se no Grupon Paris e receba por e-mail as promoções!

Eu aconselho mesmo, vale a pena.

Se você não conhece o Grupon, faca uma pesquisa no site do Grupon Brasil para ver do que se trata, e depois venha aqui se inscrever no Grupon Paris! Pra quem não conhece o site, ele abre uma janela pra voce se inscrever, se voce nao quiser e só clicar no botao que diz que ja esta registrado.

Voce pode se inscrever para receber as informações do Grupon sem comprar nada, a inscrição é gratuita e voce só compra se quiser. Eu as vezes passo meses sem comprar nada. Uma boa idéia é usar as promoções do grupon para fazer o seu roteiro, por exemplo, ao comprar um jantar num restaurante ou tickets para algum show, pesquise a area na volta e planeje um passeio nos arredorres.

Eu costumo utilizar o Grupon para comprar tickets de espetáculos por aqui (alem de manicure e roupas claro). Vale a pena porque você pode ir aos Cabarés de Paris, assistir o show e jantar, por exemplo, pela metade do preço. 

Pra quem viaja e come mais em restaurante, vale a pena também ver as promoções de lancherias para um almoço rápido como também as promoções em restaurantes de luxo (que sem o desconto do Grupon ficariam muito caros) para jantares aqui.

Aproveite para economizar usando o Grupon Paris!

 

 

Leia mais...

Guia das 10 Melhores boulangeries de Paris com endereço e estação de metro mais próxima

abril 28, 2011 | Posted in Restaurantes, Turismo dicas | By

E quase impossivel não ficarmos encantados em um primeiro encontro com uma vitrine de uma boulangerie em Paris.

Apesar do surgimento recente de lojas da Starbucks e “unidades de McCafé”, as boulangeries parisienses, (especie de padarias/pastelarias) conseguiram suportar a produção em massa e globalização, continuando a produzir pães de qualidade, doces e bolos que são atraentes, suntuosos, e muitas vezes francamente irresistiveis. Com uma boulangerie em praticamente cada esquina, você nunca vai ficar com fome em Paris, e se você está procurando por baguete extra-especiais ou pela  famosa torta de framboesa francesa, aqui está um guia para dez das melhores padarias de Paris. Não deixe de experimentar!

    1. Le Grenier à Pain
    Endereço: 38 rue des Abbesses
    Tel: 33. (0) 1 46 06 41 81
    Metro: Abbesses
       

      2. Poilâne
      Endereço: 8 rue du Cherche-Midi
      Tel: 33. (0) 1 45 48 42 59
      Metro: Saint-Sulpice

      3. Pain d’Epis
      Endereço: Avenida 63 Bosquet
      Tel:. 33 1 45 51 75 01
      Metrô: Ecole Militaire

      4. Le Moulin de la Vierge
      Endereço: 166 avenue de Suffren
      Tel:. 33 1 47 83 45 55
      Metro: Denfert-Rochereau
      5. Maison Kayser
      Endereço: 14 rue Monge
      Tel: 33 (0) 1 44 07 17 81
      Metro: Mutualité Maubert

      6. Au 140
      Endereço: 140, rue de Belleville
      Tel: 33. (0) 1 46 36 92 47
      Metro: Jourdain

      7. Le Nôtre
      Endereço: 10 rue Saint Antoine
      Tel: 33. (0) 1 53 01 91 91
      Metrô: Bastille

      8. Boulangepicier
      Endereço: Avenida 73 de Courcelles
      Tel: 33. (0) 1 46 22 20 20
      Metro: Courcelles

      9. Jean Pierre Cohier
      Endereço: 270 rue Faubourg St-Honoré
      Tel: 33. (0) 1 42 27 45 26
      Metro: Ternes

      10. La Bague de Kenza (Algérienne Boulangerie)
      Endereço: 106, rue St Maur
      Tel: 33 (0) 1 43 14 93 15
      Metro: Parmentier

    Leia mais...

    Noite Parisiense: Quanto custa um jantar com show no Moulin Rouge

    janeiro 19, 2011 | Posted in Pontos turisticos, Turismo dicas | By

    Moulin Rouge!
    Pensando em  conhecer um pouco da noite em Paris? Que tal experimentar uma noite no Moulin Rouge? Este passeio é a ocasião para uma noite inesquecível no mais antigo Cabaret de Paris!

    Muita gente diz que vir a Paris e não ir ao Moulin Rouge é como ir a Roma e não ver o Papa, então depois de muito pesquisar encontrei o melhor tour de Paris, com o melhor preço também.

    O Moulin Rouge é um cabaré construído em 1889 e está localizado no Boulevard de Clichy, na 18eme, no sopé de Montmartre.
    Esta zona é  conhecida como a “zona vermelha” de Paris, com muitos cabarets e casas (finas) de prostituição, portante eu aconselho fortemente ir ao Moulin Rouge de excursão, com pessoas experientes como guia e motorista, para não ficar perdido pelas ruas em busca de taxi para voltar para o hotel depois.
    Sendo o Moulin Rouge um Cabaret, não leve crianças ou adolescente menores de idade! Esse é um programa para adultos. Se você vier com crianças, escreva para mim que eu posso arranjar uma baba de confiança para essas 5 horas que você vai se divertir, ou deixe um anuncio na nossa pagina de anúncios, mas eu prefiro indicar pessoas que eu já conheço.

    Os preços do tour Jantar e show no Moulin Rouge (por pessoa) dependem do menu que você escolher, mas já aviso que se você for por conta própria ira pagar bem mais porque a operadora do tour tem descontos para grupos.

    Menu Belle Epoque 235 Eur

    Menu French Cancan 195 Eur (recomendado)

    Menu Saint Valentin 235 Eur

    Menu Toulouse Lautrec 215 Eur
    Você não paga mais nada, estes são os preços com o show, jantar, transportes, bebidas. Esta tudo incluído. Você faz a reserva online, depois e só marcar a data que quer ir. Os pagamentos podem ser feitos com cartão visa (debito ou credito), entre outros. Guia em Portugues!

    Link do site:
    Dinner & Show at the Moulin Rouge.

    Descrição de tour:

    Eles vão  buscá-lo no seu  Hotel Paris em um microônibus com ar condicionado e escoltá-lo até o Moulin Rouge..
    Eles tratam das reservas. Você pode reservar o passeio no mesmo dia, mas e sempre melhor um dia antes.
    Será servido um jantar com vinho, seguido do famoso Moulin Rouge Show “Féerie”.

    A tradição do cabaré não fica só  na gastronomia, no entanto é bom ressaltar que o chef TARRIDEC Laurent é considerado uns dos melhores do mundo.  Ele veio da Bretanha, onde ele é chef e proprietário do restaurante Leu Mouscardins em Saint-Tropez (na Riviera Francesa), e ele queria colocar seus talentos a serviço da prestigiado Moulin Rouge. Como ele disse “No Moulin Rouge, cada noite é uma festa. Os cursos que preparam tem que ser tão bons e belos como as cenas, figurinos e bailarinos. “Laurent TARRIDEC não é apenas um aventureiro  da gastronomia, mas ele também é um mestre cozinheiro tão exigente com a qualidade e frescor dos produtos como com a Noites de apresentação.
    Jantar no Moulin Rouge, enquanto Laurent TARRIDEC expressa suas habilidades na cozinha, já vale o preço do tour.  Vale a pena! E ainda assiste a um show fantástico. Música ao vivo com Dino La Torre e sua orquestra.

    Importante:
    Não use jeans (não interessa o tipo, você não vai entrar se estiver usando jeans), tênis, camisetas ou bonés. Câmeras e filmadoras  não são permitidas no cabaré.
    Paletó e gravata não é obrigatório, mas apreciado…

    ATENÇÃO: Em Fevereiro 12, 13 e 14, Moulin Rouge oferece um menu ESPECIAL SÃO VALENTIM. Menu Cancan francês, Menu Toulouse-Lautrec e Menu Belle Epoque ainda estão disponíveis durante estas datas, mas você pode escolher escolher o  Menu especial de S. Valentim, se preferir.

    O que o tour oferece:
    Hotel ou Private Residence cortesia pick up e drop-off serviço
    Eles pegam você no seu Hotel mesmo, e na volta te “deixam em casa”.
    Moulin Rouge “Féerie” Show
    Jantar de 3 pratos e 1 garrafa de champagne por pessoa
    Transporte

    Mais detalhes:
    Temporada: Durante todo o ano
    Dias: Diariamente
    Horário: a partir das 6 da tarde
    Duração da programação: 5 horas
    Guia em Portugues – não esqueça de pedir!

    Clique aqui para fazer a sua reserva!

    Dinner & Show at the Moulin Rouge.

    Leia mais...

    Roteiro turístico de 1 dia em Paris: Passeios na volta do Louvre

    dezembro 14, 2010 | Posted in Pontos turisticos | By

    Conheça varios pontos turisticos de Paris em 1 dia!

    Ninguém pode dizer ao certo quais são os melhores museus de Paris, porque isso depende muito do gosto de cada um, mas eu preparei um roteiro turistico de 1 dia com pontos turisticos bem interessantes!

    Roteiro turístico de 1 dia em Paris: Passeios na volta do Louvre:
    Como eu já tinha dito no artigo Pontos turísticos de Paris por área (arrondissement) a melhor maneira de conhecer Paris é planejando por área
    Estou colocando aqui um roteiro turístico de 1 dia com passeios perto do Louvre.
    Estes lugares mostram um pouco de tudo em Paris:
    O Louvre com a Monalisa e outras maravilhas do passado, compras de perfumes e cosméticos franceses sem taxas para turistas na Benlux, depois você pode ir ao Palais de Tokio (que apesar do nome não tem só arte japonesa), que é o local de arte mais moderna e interessante de Paris, seguido pela Fundação Corbusier, Museu Carnavalet e Galerie Vero Dodat que são imperdíveis.
    Este roteiro turístico de 1 dia pode ser modificado de acordo com o seu gosto.
    Para finalizar, um passeio ao Cemitério de Montparnasse.
    Estou dando as dicas de onde comer também.
    O meu conselho é deixar uma manha inteira para o Louvre, parar para um café mesmo dentro do Louvre, fazer umas comprinhas e almoçar em um dos restaurantes ou lanchonetes (tudo dentro do Louvre) e depois percorrer a área em volta:
    Aproveite!
    Museu do Louvre – Toda a manha.
    Já falei bastante sobre Louvre aqui no Blog:
    Pontos turísticos de Paris – O Museu do Louvre
    Lista dos 10 melhores museus de Paris com endereço e estação de metro mais próxima
    1.    Durante a tarde: 
Benlux: 
Este é o paraíso duty-free do centro de Paris. Fica na 174 da Rue de Rivoli, bem perto do Louvre. Aqui você vai encontrar todos os perfumes, cosméticos e afins. Leve o passaporte que assim você recebe as taxas pagas de volta diretamente na sua conta bancaria ou por cheque pelo correio. Quando você estiver embarcando de volta, vá ao guichê do aeroporto e entregue a nota que você recebeu na loja e preencha um formulário. Na Benlux eles vão informar direitinho qual e o guichê, onde fica e o que deve ser feito. Boas compras!

Palais de Tokio:
É o templo da arte contemporânea e dos jovens artistas em Paris. Tem uma lanchonete muito agradável.
    13, avenue du president Wilson (16º), tel. 01-47-23-38-86, metrô Iéna

    1.    Fundação Le Corbusier:
O museu localiza-se em duas vilas (construídas por ele), La Roche e Jeanneret. 
Conheça também seu apartamento (24, rue Nungesser et Coli – Boulogne-Billancourt) às quartas-feiras, das 9h às 12h30. 
As visitas tem de ser reservadas na fundação.
    8-10, square du Docteur Blanche (16º), tel. 01-42-88-41-53, metrô Jasmin

    1.    Quarto de Proust:
O Museu Carnavalet, no coração do Marais, guarda os móveis entre os quais o escritor Marcel Proust passou os últimos dias. Também tem quadros, objetos e documentos da história da França. A visita vale a pena.
    Museu Carnavalet, 23, rue de Sévigné (3º), metrô Saint-Paul

    1.    Galerie Vero Dodat:
Essa passagem do século 19 é pouco visitada pelos turistas, não sei muito bem porque, pois o local e super interessante. 
Vale mesmo a pena conhecer o Café de l’Époque, na entrada.
    Rue du Bouloi (1º), metrô Palais-Royal

    1.    Cemitério de Montparnasse:
Muita gente vai ao cemitério Père Lachaise, mas se esquece desses notáveis e bucólicos campos elísios onde estão enterrados Baudelaire, Cortázar, Tristan Tzara, Samuel Beckett, Sartre e Beauvoir.
    Boulevard Edgar Quinet (14º), metrô Edgar Quinet

    A noite:
    Torre Eiffell!
    Aconselho um jantar bem proximo da torre, e se voce sentar do lado de fora tera uma linda vista da torre:
    Restaurante Le Malacoff
    6, Place Du Trocadero (7eme).

    Leia tambem os outros artigos do blog  para saber mais dicas de turismo na França

    Leia mais...

    Restaurantes da moda em Paris: Comida espanhola, sanduíches naturais e outras novidades

    dezembro 12, 2010 | Posted in Restaurantes | By

    Eu já tinha escrito sobre os Restaurantes típicos e bistrôs em Paris, no artigo Restaurantes em Paris! Lista de 10 dos melhores bistrôs e restaurantes no centro de Paris com endereço e preços e hoje estou escrevendo um pouco sobre os restaurantes da moda em Paris, aqueles que não estão seguindo os padrões tradicionais. Esses restaurantes são geralmente mais baratos do que os restaurantes franceses, mas ainda tem aquele “algo a mais” que a gente gosta.Eu adoro estes 5 lugares e queria compartilhar esta pequena lista, que apesar de não ter restaurantes “tipicamente franceses” , mostra um pouco da variedade que se pode encontrar em Paris.

    Fiz uma lista de 5 dos meus preferidos:

    Então, saindo um pouco fora da onda dos “bistrôs”, temos:

      1.La Blanchisserie:

      Cozinha espanhola e tapas à francesa (são um pouco mais “de luxo” do que os tapas tradicionais da Espanha, seguindo uma onda mais catalã). Funciona também como galeria de arte moderna. Longe do centro, mas bem freqüentada. Eu aconselho!

    Endereço: 24, rue d’Aguesseau – Boulogne-Billancourt, tel. 01-41-31-31-41, Metrô Boulogne- Billancourt


      2.Bioboa:

      Casa de Sanduíches naturais “bio”. Ótimo para quem quer variar um pouco entre as comidas pesadas da gastronomia francesa tradicional.

      Perto da Colette, a loja “hype” de Paris. As saladas são ótimas, alias, tudo e ótimo… Vale a pena!

    Endereço: 3, rue Andorinha-de-casa (1º), tel. 01-42-61-17-67, metrô: Pyramides (fecha no fim de semana)


      3.Ozo:

      Bom local para o brunch (aquele café da manha + almoço) ou uma refeição rápida na hora do almoço.

      Localizado entre Les Halles e o Marais, chama a atenção do meio jornalístico e artístico.

    Endereço: 37, rue Quincampoix (4º), tel. 01-42-77-10-03, metrô Hotel de Vill


    4.Rouge tomate:

    Todos os pratos são feitos a base de tomates ou têm um toque da fruta (pois é , tomate é fruta), inclusive as sobremesas. A praça do mercado Saint-Honoré tem outros restaurantes legais na volta também . Dê um passeio pela área e você vai encontrar lugares bem interessantes e diferentes para comer.

    Endereço:34, place Marché Saint-Honoré (1º), tel. 01-42-61-16-09, metrô Tuileries


      5.Grande Epicerie de Paris:

      é uma especie de “supermercado” – Bon Marché é um dos paraísos da gastronomia no planeta. Não deixe de ir!

      Perfeito para comprar guloseimas para comer no Hotel.

    Endereço: 38, rue de Sèvres (7º), tel. 01-44-39-81-00, metrô Sèvres-Babylone

    Leia os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

    Leia mais...

    Pontos turísticos de Paris por área (arrondissement)

    dezembro 3, 2010 | Posted in Pontos turisticos | By

    Paris é dividida em 20 distritos chamados “Arrondissements”.

    Este artigo fala um pouco sobre cada um destes arrondissements, com o objetivo de ajudar você a programar melhor os seus passeios em Paris e conhecer os melhores pontos turisticos de Paris sem muito esforço!

    Essa divisão de Paris forma uma especie de “espiral”, onde o centro é o Primeiro arrondissement. As pessoas aqui referem-se aos arrondissements como 2eme, 4eme, etc. Literalmente: segunda, quarta, etc

    É sempre melhor programar as visitas aos museus, catedrais e pontos turísticos em geral levando em conta os arrondissements, para que você fique sempre na mesma área, sem deslocar-se de um lado para outro sem necessidade.

    Ir ao Museu do Louvre (1), depois dar uma passada na Basílica de Sacré Coeur (18eme), e depois Torre Eiffel (7eme) é um roteiro comum em guias turísticos mas é uma perda de tempo.

    Selecione os pontos turísticos por arrondissement, sempre lembrando da espiral.

    Como você pode ver, Paris é dividida ao meio pelo Rio Sena, mas não existe dificuldade nenhuma para percorrer estes 2 lados. Tem pontes por todos os lados e a distancia é bem curta entre as margens.

    Não há problema nenhum em programar passeios entre 1 e 7eme, porque ficam um em frente do outro.

    Como eu descubro qual é o arrondissement?

    É super fácil, se você tem o endereço de um lugar, por exemplo, um restaurante, olhe o código postal, que ira começar por 75 (código de Paris), e depois 3 dígitos para mostrar os distritos:

    2eme: 75002

    3eme:75003

    E assim por diante.

    Não vou aqui falar sobre os pontos turísticos em si, estou somente mostrando onde eles se encontram, porque o artigo ia ficar muito grande. Optei por mostrar todos os arrondissements em uma só pagina do que escrever 20 artigos mostrando os detalhes de cada um, o objetivo aqui e mostrar uma visão ampla (geral) de Paris.

    1er

    Esta é a parte mais antiga de Paris e muito apreciada pelos turistas. Fica no centro de Paris, no coração do que era antigamente a sede do poder real.

    O 1 º arrondissement mantém uma atmosfera de elegância e realeza. Atrações principais do 1 º arrondissement são:
    Musée du Louvre (Museu do Louvre)
    Jardins das Tulherias
    Galerias Jeu de Paume-Nacional
    Musée de l’Orangerie
    Palais Royal (antiga sede do poder real)
    La Comédie Française (Teatro Frances muito conhecido por ter sido aqui que Moliere, conhecido como o “Pai da comedia francesa” apresentava as suas peças)
    Place Vendôme
    Forum des Halles
    Eglise Saint-Eustache
    Chatelet e da Torre Saint-Jacques
    Ile de la Cité (natural da ilha do Sena)
    Capela de Sainte-Chapelle
    Pont Neuf  (apesar do nome, é a ponte mais antiga de Paris)

    2eme

    Essa é uma Parte de Paris um pouco subestimada é praticamente desconhecida pelos turistas.

    A 2eme tem varias pontos interessantes incluindo uma torre medieval e um dos melhores mercados aberto da cidade.
    Atrações principais:

    A Rue Montorgueil
    Grands Boulevards
    Bolsa de Paris- sede histórica
    Opéra Comique
    Bibliothèque Nationale de France (Biblioteca Nacional de França – sítio histórico)
    Passage des Panoramas
    Le Grand Rex (cinema histórico, clube e sala de concertos)

    3eme:

    O terceiro arrondissement de Paris, fica perto do coração da cidade, e combina uma movimentada área comercial com ruas tranquilas.
    Atrações principais do 3 º Arrondissement:

    O Bairro Marais (também parte do arrondissemtent 4)
    Museu Carnavalet
    Museu Picasso
    Musée des Arts et Métiers
    Hotel de Soubise (mansão da era renascentista) e os Arquivo Nacionais Franceses
    Musée de la Poupée (Museu dos Bonecos em Paris)
    Centre Culturel Suedois (Centro Cultural Sueco)

    4eme:

    Este arrondissement abriga uns dos mais importantes monumentos históricos de Paris (incluindo a Catedral de Notre Dame), mas também é um forte símbolo da Paris contemporânea, que abriga diversos bairros e agitada como o Marais e “Beaubourg”, e atraindo artistas, designers, lojistas da moda e estudantes. É muito apreciada pelos turistas.
    Atrações principais do 4 º Arrondissement:

    Centro Georges Pompidou e o Museu Nacional de Arte Moderna
    O Bairro “Beaubourg”
    O bairro de Marais
    Igreja de St-Gervais-St Protais
    Igreja de St-Paul-St Louis
    Hotel de Sens (mansão medieval)
    Place des Vosges
    Hotel de Ville (Câmara Municipal de Paris)
    Bairro Judeu (Rue des Rosiers e Le “Pletzl”)
    Place de la Bastille (compartilhada por arrondissements 4, 11 e 12
    A Ile de la Cité (Ilha naturais sobre o Sena)
    Bairro Ile Saint-Louis
    Catedral de Notre Dame
    Livreiros Rio Sena
    Memorial da Shoah e do Museu

    5eme:

    O centro histórico do Quartier Latin, foi o centro da erudição e dos intelectuais ao longo de séculos, 5 º arrondissement de Paris permanece sendo um destino de eleição para os turistas graças aos pontos turísticos como o Panteon, a Universidade de Sorbonne e o Jardim Botânico (conhecido como o Jardin des Plantes).
    Os principais pontos turísticos e atrações no 5 º arrondissement:

    O bairro de Saint-Michel
    A Sorbonne
    O Panthéon
    Place Saint-Michel
    Museu e Hotel de Cluny (Museu Medieval e Jardins)
    Jardin des Plantes
    La Grande Mesquita de Paris (Mesquita, salão de chá e hammam)
    Institut du Monde Arabe
    Distrito Rue Mouffetard
    Arènes de Lutèce (coliseu era romana)
    Cinemas Histórico Paris

    6eme:

    O 6 º arrondissement de Paris, foi o arrondissement dos escritores de meados do século 20 e intelectuais, é hoje um luxuoso centro de boutiques de designer, mobiliário antigo e negociantes de arte e jardins.
    Atrações principais e no 6 º arrondissement.

    Jardins de Luxemburgo
    Teatro Odéon
    Igreja de Saint-Sulpice
    Saint-Germain des Prés, bairro (e abadia histórica)
    Café Les Deux Magots e Café de Flore ( antigo ponto de encontro de artistas e escritores)
    Le Procope (o mais antigo café de Paris)
    Hotel Lutetia (histórico hotel famoso)

    7eme:

    O 7 º arrondissement de Paris é uma parte afluente de grande prestígio da cidade, que atrai multidões de turistas por causa de ser o distrito dos principais pontos turísticos de Paris, como a Torre Eiffel e o Museu Orsay. Hotéis neste distrito vão custar mais, e não espere ver muitos parisienses nesta área. Restaurantes aqui também são bem caros.
    Atrações principais e em 7 º Arrondissement:

    Torre Eiffel e do Champ de Mars
    Musée d’Orsay
    Museu Rodin
    Assembleia Nacional Francesa
    Hôtel Matignon (sede do primeiro-ministro)
    École Militaire
    Hôtel des Invalides (não é um hotel , mas um complexo de ex-militares, e local onde esta Napoleão I)
    Museu de Quai Branly (recém-inaugurado museu de artes indígenas)
    Museu Maillol
    Museu Eugène Delacroix
    Bon Marché loja de departamentos (não resisti e coloquei esse na lista tambem rsrs)

    8eme:

    Localizado perto do centro da cidade, o 8 º arrondissement de Paris é um movimentado centro de comércio e de atracões famosas, incluindo o Arco do Triunfo e o Champs-Elysees.
    Atrações principais do 8 º Arrondissement:

    Arco do Triunfo
    Avenue des Champs-Elysées (e zona em torno)
    Grand Palais
    Petit Palais
    Elysée Palace (casa do presidente francês)
    Théâtre des Champs-Élysées
    Eglise de la Madeleine
    Hotel de Crillon (um dos mais antigos hotéis de luxo em Paris)
    Art * Maxim’s “Coleção 1900” Nouveau Museu
    Museu Jacquemart-André
    Museu Cernuschi (museu de arte asiática)
    Parc Monceau
    Pont Alexandre III (uma das pontes mais importantes, bonitas e famosas da cidade)

    9eme:

    9 º arrondissement de Paris é um espaço imponente conhecido por suas lojas Belle Époque e galerias de lojas elegantes, teatros famosos e ruas residenciais. É um dos mais bonitos distritos de Paris na minha opinião.
    Atrações principais do 9 º arrondissement:

    Opera Garnier (Ópera Historica de Paris)
    Galeries Lafayette
    Printemps
    Museu Grevin (Museu de Cera)
    Olympia Theater e Concert Hall (famoso pelas performances históricas de Edith Piaf e outros)
    Les Folies Bergères Cabaret
    Fragonard Musée du Parfum (Museu do Perfume)
    Musée de la Vie Romantique
    Grands Boulevards (Bairro)

    10eme:

    O 10 º arrondissement é pouco conhecido pelos turistas, mas abriga tesouros escondidos, como o bairro do canal Saint Martin. Esta área nervosa da classe trabalhadora está apenas a dois passos do centro da cidade e está atraindo cada vez mais jovens profissionais e artistas.
    Principais locais e atrações no 10 º arrondissement

    Canal do bairro Saint-Martin
    Place Sainte-Marthe
    New Morning (famoso clube de jazz de Paris)
    Gare de l’Est e Gare du Nord

    11eme:

    O 11 º arrondissement de Paris é uma área etnicamente diversa da cidade que abriga monumentos como a Place de la Bastille e sua majestosa Opera house moderna. É também um grande atrativo para os estudantes e fãs da vida noturna, oferecendo um grande numero dos bares e clubes mais famosos da cidade. Se você esta pensando em conhecer a vida noturna Parisiense, este é o local ideal para estar.
    Principais locais e atrações do 11 º Arrondissement:

    Place de la Bastille (compartilhada com o 4 º e 12 º arrondissements)
    Cirque d’hiver
    Bairro Oberkampf (vibrante vida noturna)
    Museu Edith Piaf
    Maison des Métallos (ex-casa dos metalúrgicos, atualmente um centro de artes e cultura)
    Place de la République

    12eme:

    O 12 º arrondissement é uma parte um pouco menos conhecidos da cidade, que abriga nomeadamente casas históricas estação de trem Gare de Lyon e do Bois de Vincennes e um enorme parque conhecido como o “pulmão de Paris”.
    Principais locais e atrações do 12 º distrito

    Place de la Bastille (partilhada com os arrondissements 4 e 11)

    Bastille Opera (Ópera Nacional de Paris)

    Distrito Faubourg Saint-Antoine

    Plantée Promenade (jardins e passarela construída no local de uma estrada de ferro acima do solo extinto)

    Viaduc des Arts

    Bois de Vincennes (parque enorme, muitas vezes referida como “pulmões de Paris”

    Cemitério Picpus

    Palais Omnisports de Paris-Bercy (estádio e sala de concertos)

    Parc de Bercy

    Bercy Village (decididamente um moderno shopping ao ar livre , que foi construído utilizando armazéns de vinho antigo)

    Gare de Lyon (uma das mais movimentadas estações de Paris de trem, e lugar onde esta o aclamado restaurante Le Train Bleu)

    13eme:

    O 13 º arrondissement é uma área relativamente inexplorado de Paris é o exemplo da Paris contemporânea. A área abriga uma notadamente animada Chinatown e a Biblioteca Nacional.
    Principais locais e atrações do 13 º arrondissement

    Bibliothèque Nationale (Biblioteca Nacional de Paris)

    Butte aux bairro Cailles

    Chinatown (um dos maiores de Paris, e principal local para as celebrações do Ano Novo Chinês em Paris), ótimo lugar para experimentar os vários restaurantes chineses de Paris.

    Manufacture des Gobelins (tapeçarias do museu de fabricação)

    Gare d’Austerlitz

    14eme:

    Compreende o lendário bairro de Montparnasse, foi antigamente o lar das artes e literatura no periodo de 1920. O 14 º arrondissement tem muito a oferecer.
    Atrações principais no 14 º Arrondissement

    Torre Montparnasse

    Cemitério de Montparnasse

    Museu de Paris Catacombs

    Fondation Cartier pour l’Art Contemporain (Fundação Cartier de Arte Contemporânea)

    Fondation Henri Cartier-Bresson (dedicado à fotografia)

    Museu Lenin

    Museu Jean Moulin (homenagem ao herói da resistência francesa)

    Rue Daguerre (mercado de rua de pedestres)

    Parque Montsouris

    Cité Universitaire (campus universitário, com edifícios mostrando vários estilos de arquitetônicos)

    15eme:

    15 º arrondissement de Paris é uma área relativamente inexplorada pelos turistas e possui encantadoras ruas residenciais, um parque aquático incrível. Situado na parte sudoeste da margem esquerda da cidade, o 15 º arrondissement é calmo e despretensioso, mas tem muitos recantos encantadores.
    Principais locais e atracões no 15 º arrondissement

    Centro de Exposições Porte de Versailles e do Palais des Sports

    Centre Commercial Beaugrenelle – o maior shopping center dentro de Paris.
    Musée Bourdelle
    Musée Pasteur
    Aquaboulevard (o maior parque aquático da Europa)

    16eme:

    O 16 º arrondissement é uma elegante área em ascensão de Paris que abriga importantes museus, como o Claude Monet-Museu Marmottan e Palais de Tokyo, tem bairros encantadores, como a área conhecida como Passy.

    Os principais pontos turísticos e atrações da 16 º Arrondissement

    Bairro de Passy

    Cemitério Passy

    Palais de Tokyo

    Musée Marmottan Monet

    Maison de Balzac

    Fondation Le Corbusier

    Jardin d’Acclimatation (parque de diversões para crianças pequenas)

    Parc des Princes (estádio e local do concerto)

    Maison de Radio France

    Museu Baccarat

    Clemenceau Musée

    Museu Galliera

    17eme:

    O 17 º arrondissement é uma área pouco explorada no canto noroeste da cidade que combina tranquilos bairros de classe média-alta e pontos de atração interessantes como Place de Clichy. Antiga área de “moral duvidosa” anteriormente freqüentado por artistas do século 19, incluindo Edouard Monet.
    As principais atrações no 17 º arrondissement

    Batignolles bairro (antigamente lugar cativo de artistas e escritores como Emile Zola e Edouard Manet)

    Parc Monceau

    Place de Clichy

    18eme:

    O 18 º arrondissement é uma das áreas mais frequentadas de Paris. Este distrito inclui um animado e movimentado bairros de imigrantes como Barbes e La Goutte d’Or. Pode ser perigoso à noite, àrea de maiori muçulmana.
    Principais locais e atrações no 18 º arrondissement:
    Bairro Montmartre

    Basílica de Sacré Coeur-

    Cemitério Montmartre

    Place des Tertres

    Le Moulin Rouge Cabaret

    Le Moulin de la Galette (moinho de vento real, e o tema de uma pintura de mesmo nome, de Renoir)

    Museu Dali

    Le Moulin Rouge e Pigalle (distrito da “luz vermelha”)

    La Chapelle: “Little Jaffna” (Sri Lanka distrito)

    Barbes e La Goutte d’Or (Bairros Africanos)

    19eme:

    Situado em um canto do nordeste de Paris, o 19 º arrondissement foi, até recentemente, consideradas de pouco interesse para os turistas. No entanto, a área, que está passando por uma renovação dramática urbana, tem muito a oferecer. Dispõe de um parque em estilo romântico arrebatador, cinemas animados e um museu de ciência e indústria. Este arrondissement é considerado hoje em dia uma local perigoso com acampamentos de refugiados por todos os lados, da pra ir, mas procure se vestir de forma simples (maioria muçulmana).
    Os principais pontos turísticos e atrações da 19 º Arrondissement

    Parque Buttes-Chaumont (a antiga pedreira de calcário que foi transformada em um parque estilo romântico do século 19)
    Canal de l’Ourq
    Parc de la Villette e La Cité des Sciences (Museu de Ciência e Indústria)
    A La Chapelle / Little Sri Lanka Distrito

    20eme:

    20 º Arrondissement de Paris é uma área da classe trabalhadora com raízes imigrantes, e famoso por ser o distrito do imponente cemitério Père Lachaise. Da mesma forma, cuidado com determinados locais.
    Os principais pontos turísticos e atrações da 20 º Arrondissement

    Cemitério Père-Lachaise

    Parque de Belleville

    Bairro Belleville

    Bairro Gambetta e Bagnolet (onde nasceu Edith Piaf)

    La Flèche d’Or (famosa discoteca)

    Se voce estiver usando o Paris pass (passe de museu), torna-se ainda mais importante estabeler um roteiro inteligente para não se cansar a toa e mesmo assim ver vários museus. Verifique a área que voce vai estar no momento das refeicoes, assim voce pode reservar um restaurante mesmo perto da local  que voce se encontra.

    Não deixe de planejar com antecedencia, porque ficar procurando lugar pra comer sem reservas na hora que todos estão fazendo o mesmo e frustrante. Se voce estiver em uma área nao muito concorrida pelos turistas, tipo 15eme, por exemplo, voce não precisa fazer reserva.

    Boa viagem e aproveite as suas férias!

    Leia os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

    Leia mais...

    Restaurantes em Paris! Lista de 10 dos melhores bistrôs e restaurantes no centro de Paris com endereço e preços

    novembro 29, 2010 | Posted in Restaurantes | By

     

    Ola pessoal, estou aqui mais uma vez dando umas dicas de turismo para aqueles que estão interessados em experimentar o “melhor de Paris”.

    Esta não e uma lista “oficial” de alguma revista de turismo, é uma lista baseada na minha opinião mesmo.

    Tenho uma outra lista para checar, de mais 10 restaurantes também, mas que foram recomendados por amigos franceses,  que publicarei mais tarde.

    Os critérios:

    Critérios que eu escolhi para inclusão dos restaurantes nesta lista:

    Uma grande experiência em nível geral:

    Aqui entrou um pouco da atmosfera geral do restaurante, a decoração, o serviço, etc.

    Relação “custo-benefício”
    Alguns dos restaurantes nesta lista são caros, mas em todos eles você deve sentir que você está “recebendo o produto”, em termos da qualidade dos ingredientes, a apresentação dos pratos, o serviço, essas coisas.

    Estabilidade do local
    Mas do que procurando restaurantes da moda e grandes novidades, acho que você, que vem fazer turismo aqui em Paris, quer experimentar os restaurantes tradicionais, já estabelecidos e conhecidos pelo publico. Então nada de restaurantes recém abertos.

    O “algo a mais”
    Cada um dos restaurantes nesta lista se destaca de alguma forma: poderá ter um terraço, uma vista deslumbrante, uma sala de jantar super acolhedora ou um menu de cair o queixo, etc.

    Comida francesa
    Paris é uma cidade que tem uma enorme diversidade étnica e cultural, alem de ser uma cidade internacional por tradição. Sendo assim e possível encontrar excelentes restaurantes marroquinos, chineses, japoneses, espanhóis, italianos, judaicos, indianos em Paris. Cozinha internacional, entretanto, não é o assunto deste Top 20 (seria necessária uma lista em separado, ou várias listas, se eu fosse colocar estes também excelentes restaurantes em foco também, fica para outro artigo)

    O preço médio indicado é para uma refeição de três pratos, sem bebida.

    1.RESTAURANTE DU PALAIS-ROYAL

    Dificilmente haverá um cenário mais romântico para jantar em Paris que o Restaurant du Palais-Royal.

    Os jardins em frente ao Louvre…

    Escolha um lugar na esplanada. No inverno, o interior faz um cenário igualmente elegante para uma refeição íntima.

    A comida: entre as especialidades estão o risoto, como uma versão de tinta lula glamourosa com lagosta (o menu muda sazonalmente), um elegante bife com fritas também vale a pena; também se destacam os pratos de peixe, e mil-folhas com recheio de temporada para a sobremesa (castanha no inverno, morangos no verão). Fechado aos domingos. Média de 50 €.

    2.BAR WILLI

    Gerido por um casal britânico, Willi funciona desde 1980.

    Este é um lugar onde a qualidade está sempre em primeiro lugar, mesmo que o serviço possa ser um pouco “irregular”. O Chef François Yon faz maravilhas com ingredientes sazonais.

    O preço é ótimo: cardápio diário (25 € no almoço, no jantar € 32)

    Especialidades:

    Tartin de cebolas pérola com salada, bacalhau assado com berinjela e manjericão.

    Sobremesas recomendadas: “marmelada” de pêra com caramelo e torta de avelã temperada.

    A sala de jantar tem uma decoração super interessante e é perfeito para uma refeição agradável, você também pode optar por comer no balcão • 13 Rue des Petits Champs, 1. Gel: (1) 42 61 05 09. Fechado aos domingos. Média de 32 €.

    3.LYONNAIS AUX

    Este bistrô “belle époque” é hoje reconhecido como um dos melhores bistrôs regionais em Paris, com um tema “Lyonnais”.

    Aqui o chef revisita clássicos como o coq au vin, quenelles de Brochet e pernas de rã com um toque hábil. As sobremesas são sofisticados e imperdiveis. Alguns acham que o serviço pode ser um pouco precipitado (eu não achei), de modo que este não é o lugar para uma refeição prolongada. • 32 Rue Saint-Marc, 2. Tel: (1) 42 96 65 04.

    Fechado aos domingos e segundas. Média de 45 €.

    4.L’AMBASSADE D’AUVERGNE

    Poucos restaurantes em Paris são tão orgulhosos de suas origens regionais.

    L’Ambassade d’Auvergne serve a cozinha tipica do centro da França é um restaurante a não perder.

    Aqui você vai encontrar delicias como lentilhas vinegary em gordura de ganso com bacon, o Aligot (queijo batido e purê de batatas) ou uma mousse de chocolate (bem densa).

    Decoração super interessante. • 22, rue du Grenier Saint Lazare, 3. Tel: (1) 42 72 31 22. Média de 35 €.

    5.LE GAIGNE

    Este bistrô com decoração cor de ameixa fica em uma rua escondida, longe do Marais. Com ingredientes orgânicos e ênfase em produtos hortícolas. Os pratos têm um título simples, tipo “l’oeuf bio” (o ovo orgânico) ou “le veau”, seguido de uma descrição concisa.

    Típica de seu estilo são os “au pistou” (legumes), uma combinação brilhante de feijões, ervilhas, cenouras e aipo coberto com brotos de beterraba e gengibre, servido com biscoitos Sablé.

    Aproveite a oportunidade, menu de almoço é bem barato (€ 16 para dois cursos, € 22 para três pessoas) servido de terça a sexta-feira. • 12 Pecquay Rue, 3. Tel: (1) 44 59 86 72. Fechado aos domingos e segunda. Média de 50 €.

    6.LE PANFLETO

    Se você gosta da haute cuisine, mas não que pagar preços absurdos é provável que você vai adorar Le panfleto. A sala de jantar com decoração vermelho e ocre, é calma e confortável.

    O menu de 35 € é disponível ao almoço e jantar. Recomendo o bolo de banana para a sobremesa. Os preços são mais elevados se você prefere à la carte, mas ainda é bom considerando a qualidade dos pratos. • 38 Debelleyme Rue, 3rd.Tel: (1) 42 72 39 24. Fechado aos domingos. Fechado na hora do almoco nas segundas e sábados. Média de 35 € – 60 €.

    7. LES PAPILLES
    Bistrô perto dos Jardins do Luxemburgo.
    Destaque para os vinhos de pequenos produtores, a maioria deles “natural”, biológica. Não há toalhas e o restaurante é pouco pretensioso, mas a comida é sempre habilmente preparada e deliciosa, servidos em panelas de ferro fundido. A 29 € menu de quatro pratos fornece a melhor opção com pratos como sopa de abóbora com chouriço e frango ao molho curry com legumes primavera .

    O foie gras, de 32 €, também é excepcional – não surpreendente, pois os proprietários são d0 sudoeste da França. • 30 Rue Gay-Lussac, 5. Tel: (1) 43 25 20 79). Média de 29 €.

    8. LE PRE VERRE

    Bistro animado, decorado com álbum de jazz nas paredes, com molduras de cobre estilo vintage, também e uma boa opção: O menu de preço fixo de € 28,50 e ótimo e o prato do dia tem um preço incrível: € 13,50: prato principal, um copo de vinho e café.

    O Chef Philippe Delacourcelle, que aperfeiçoou a sua técnica na Ásia, pode surpreender, com pratos incomuns como o leitão com molho cremoso de casca de cassia, picanha com crosta de especiarias e rolinho primavera, e compota de ruibarbo picante, gengibre com mousse de chocolate branco.

    Este restaurante pode ficar lotado e barulhento, fazendo Le Pré Verre uma escolha não muito ideal para um jantar romântico. • Thénard Rua 8, 5. Tel: (1) 43 54 59 47. Fechado aos domingos e segundas. Média de 28,50 €.

    9.CHEZ DUMONET – Josephine

    Chez Dumonet deve ser declarada um monumento nacional de tão bem que ele representa o bistrô do velho mundo. Eu recomento mesmo este restaurante: A comida e ótima: eu destaco aqui o Arenque marinado com salada de batata quente, boeuf bourguignon, confit de pato crocante, foie gras frito, tamboril com feijão branco, e algumas sobremesas espetaculares, como um mil-folhas (grandes o suficiente para três pessoas!) e o soufflé de Grand Marnier . A decoração e incrível: luminárias de 1930, mesas brancas de linho, garçons vestidos de jokey! (que falam um pouco de Inglês). • 117 Rue du Cherche-Midi, 6. Tel: (1) 45 48 52 40. Fechado sábados e dom. Média de 50 €.

    10.LES COCOTTES

    Aqui o conceito é simples:Você escolhe um banco ao longo do longo balcão e escolhe a sua combinação a partir de um menu de saladas, sopas, verrines, cocottes (ensopados em panela de ferro, muito muito bons!) e tortas salgadas.

    A autenticidade da sua “vraie salada Caesar” é um pouco discutível, mas o velouté ervilha verde com chouriço e pargo com ratatouille são tudo o que você espera da cozinha de bistro moderna. Sobremesas: rabiscou na lousa, são clássicos.. • 135 Rue Saint-Dominique, 7. Tel: (1) 45 50 10 31. Média de 30 €.

    Aguardem o seguimento com mais  dicas de restaurantes imperdiveis em Paris!

    Bon appetit!

    Leia os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

    Leia mais...

    Pontos turísticos de Paris: Lista de museus curiosos e outras coisas estranhas

    novembro 26, 2010 | Posted in Pontos turisticos | By

    Uma lista de coisas curiosas e pontos turísticos menos conhecidos são o assunto deste artigo.

    Vale a pena conferir:

    * Les Catacumbas de Paris
    * Museu de História da Medicina – impressionante! antigos instrumentos médicos e muito mais!
    * Musée des vampiros – Museu dos vampiros na orla de Paris
    * La Grande Galerie de l’Evolution – toneladas de taxidermia grande e esqueletos
    * Museu Grevin – assustador museu de cera  e mais!
    * Le Musée des Égouts de Paris – Museu do esgoto de Paris
    * Musée de la Magie – O Museu da Magia
    * Musée des Automatiza – O Museu “Automata”
    * Musée de la Poupée – involuntariamente assustador museu de bonecas antigas
    * Musée de la Chasse et de la Nature – Museu da Caça, com lotes de taxidermia

    * Julien Aurouze e Cia. – Loja de “venenos em geral” com uma janela cheia de ratos empalhados! Legal!
    * Uma estátua inacabada da Virgem Maria, enterrado durante oito séculos, agora em exposição na Abadia de Saint-Germain-des-Prés
    * Les Enfants du Monde – estátuas representando diferentes países e nacionalidades
    * Túmulos Estranhos no Cimetière du Père Lachaise
    * Deyrolle – loja de taxidermia lendária parisiense
    * Metro Arts et Métiers – estação de metrô com uma decoração “steampunk”
    * Vinhedos de Montmartre – Vinhedos Dentro de Paris! Este local tem também um antigo templo dionisíaco.

    * Mistérios de Paris –

    Mysteries of Paris — The Paris Ghost Tour

    Saiba mais sobre os Mitos e lendas de Paris: Os Lobos de Paris – uma matilha de lobos com sede de sangue que aterrorizou Paris em 1450, serial killers em geral, satanismo, Paris macabra e afins!
    Ponto de encontro: O’Sullivans Rebel Bar, 10, Rue des Lombards, 75004 Paris
    www.mysteriesofparis.com

    * Les Arènes de Lutèce – uma arena romana em Paris! (na margem esquerda)
    * L’Hôtel de Ville – um ótimo lugar para uma execução!
    * Saint Denis – Se, nos seus passeios por Paris, você passou algum tempo em Notre Dame admirando todas as estátuas de santos e reis a adornar a frente da catedral, você pode se perguntando: “Quem é aquele cara segurando a cabeça decapitada em suas mãos? “

    O homem sem cabeça em questão é Saint-Denis

    * St-Pierre-de-Montmartre – Igreja em Montmartre com colunas romanas do século VII
    * Place de la Concorde – Lugar da guilhotina após a Revolução
    * L’Écluse des Morts – local da forca de Montfaucon sobre o Canal Saint Martin
    * Rue de la Ferronnerie – local do assassinato de Henrique IV
    * Fontaine des Innocents – local onde a maior parte dos ossos das catacumbas surgiu
    * Le Conciergerie – antiga prisão, onde a Marie Antoinette aguardava a Guilhotina
    * La Gare – jantar fino em uma antiga estação de trem
    * Dans Le Noir – uma refeição íntima na mais completa escuridão, servido por empregados cegos!
    * La Fée Verte – antiquado bar Absinto e café (atualmente parece que não se pode beber absinto no local… mas a comida é ótima)
    * La Guillotine – No Quartier Latin, com uma guilhotina real!
    * Le Caveau des Oubliettes – embaixo de La Guillotine, tome uma bebida em um calabouço do século 12, com musica ao vivo!
    * Le Procope – o mais antigo café de Paris, aberto desde 1686

    Leia os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

    Leia mais...

    Dicas de turismo em Paris: Roteiros temáticos

    novembro 22, 2010 | Posted in Turismo dicas | By

    Estabelecer roteiros baseados em temas específicos torna muito mais fácil e produtiva as suas férias.O tipo de visita e passeios a escolher depende muito do tipo de experiencia que você quer ter em Paris. Paris é o centro turístico mais visitado no mundo, e não é a toa! Existe a Paris histórico- cultural, a gastronômica, a social, artística, religiosa, Paris para crianças e mais um infinito de opções.

    Que tipo de turista é você? Quais são as suas prioridades de passeio ou experiencias que quer ter?

    Vamos analisar alguns tipos de roteiros temáticos baseados em algumas prioridades:

    Turismo Histórico cultural:

    Este é o principal e mais comum tipo de turismo. É altamente recomendado para quem vem pela primeira vez e gosta de historia, palácios e museus.

    Não vou aqui listar todos os Museus que você pode ir, mas se você pretende seguir este roteiro, aqui vai umas dicas:

    • Hospedagem:

    Hoteis/albergues no centro da cidade (fique perto do metro!) são o indicado para você.

    Aconselho a cadeia de Hotéis do Grupo Inter Continental, onde você vai encontrar hotéis conhecidos como o Holiday Inn; eu tenho ate cartão de usuário frequente, o que me da 20% de desconto no minimo nestes hotéis (eu já me hospedei no Holiday Inn em Paris, Hong Kong, Thailandia – Phiphi Island e Phuket). Estou aconselhando porque eu já testei o bastante para garantir que são bons.

    Mas toda a rede Inter Continental é ótima. Você tem o link do web site da Intercontinental aqui no blog, com um minimo de 20% de desconto. Voce pode pesquisar por hoteis aqui mesmo no blog.

    Albergues baratos: eu aconselho o site do Hostelworld, que tambem tem aqui no blog o link. Já utilizei o Hostelworld para uma viagem a Normandia (fica perto de Paris) e gostei muito do hostal – superbarato.

    • Passes de museu/metro/Bus tour (passeio de onibus turistico, onde você para onde quer e depois pega o próximo para seguir o passeio).

    Para quem vai visitar muitos museus e seguir este roteiro cultural de Paris, aconselho firmemente o Paris Pass. Também provado e aprovado por mim. Eles dão um guia turistico (livro de 120 paginas) para você seguir. Comprei um passe de 2 dias e foi ótimo. Com um passe destes na mão você vai passear pelo Sena de barco, vai degustar vinhos em adegas, e claro visitar tantos museus quantos você quiser.

    • Não precisa mais nada.

    Turismo Gastronômico

    • Segundo tipo de turismo mais popular, principalmente entre os Norte-Americanos.
    • Neste caso aconselho ficar em Hotel com café da manha incluído, o que não acontece na maior parte do albergues. Aconselho Hotel mesmo.
    • Para ter uma verdadeira experiencia gastronômica sem gastar uma fortuna, adira a programas do tipo  Restoprive (Restoprivé – Page d’accueil) , por exemplo, que da descontos incriveis pela internet, se você reserva através deles você vai economizar muito.
    • Outro programa incrível é o Lafourchette, parecido com o Restoprive, com a diferença que você não precisa pagar pelo restaurante online, você só faz a reserva, tem descontos tambem e o site deles é , na minha opinião, melhor para quem não fala francês (você pode mudar o idioma), alem de poder fazer pesquisa por área em todas as regiões de Paris.
    • Ambos os programas eu aconselho. Vá ao site deles, inscreva-se e comece a receber as novidades. Assim você já vai tendo uma ideia dos preços e dos restaurantes (os sites tem montes de fotos). Inscrever-se para receber o e-mail deles é  de graça. Eu uso os 2 programas.
    • Eu tambem aconselho viajar um pouco ao norte a ter uma verdadeira experiencia com queijos franceses. Você pode encontrar informação aqui no blog sobre vários lugares incriveis e perto de Paris na Normandia – este é o lugar para experimentar queijos e afins.
    • Quem vem pensando passear pensando na gastronomia francesa vai se beneficiar se tiver com um laptop ou netbook, iphone, etc. É a melhor maneira de consultar os sites, ver onde ir, olhar mapas e etc. Não aconselho livros impressos, aconselho mapas.
    • Compre vários “carnets” de 10 tickets para usar no metro, não precisa comprar um passe.
    • Instale um dicionario ou tradutor no celular – só pra per certeza de que você esta pedindo a comida certa no restaurante.
    • Dica: existem vários restaurantes caríssimos em Paris, alguns eu já experimentei e posso dizer: a comida não é muito, muito melhor do que os restaurantes com preços razoáveis. Experimente também o restaurante dos hotéis que você ficar, geralmente são ótimos.
    • Nos restaurantes, opte pelos menus prontos, com entrada, prato principal, saladas e sobremesa.
    • Não esqueça dos vinhos!

    Turismo Religioso

    Esse é o tipo de turismo mais barato, a maioria das catedrais, igrejas e afins são de graça.

    Eu fiz muito esse tipo de turismo quando adolescente, não por questões religiosas mas porque as catedrais da Europa são uma experiencia a parte. Vale a pena.

    Você só precisa de:

    • Um guia turistico (pode ser impresso, não muda nada a anos mesmo).
    • Um passe de metro ou “carnet” de bilhetes.
    • Um mapa
    • Bons sapatos para caminhar por ai.
    • Se for verão, cuidado com os shorts, as vezes eles não permitem a entrada de pessoas com roupas muito “abertas”.
    • Veja as programações culturais das paroquias, geralmente tem afixado nas portas concertos de órgão, canto, canto gregoriano, etc. De graça! Pra quem gosta de musica sacra a Notre Dame tem ótimos cantores, se você gosta pode ir a missa de domingo la.
    • Não perca a oportunidade de visitar as principais catedrais de Paris ao entardecer, o sol batendo nos vitrais deixa a catedral com um ar magico.

    Hospedagem:

    Qualquer lugar perto do Metro, mas não na área da Gare du Nord (essa e a área do Mulin Rouge). A 19eme fica um pouco fora do contexto do passeio, porque é a zona de prostituição, etc.

    Melhor para outro tipo de “roteiro”.

    Aconselho albergues em geral, hotéis pequenos e baratos, no centro.

    Paris para crianças:

    • Viajando com crianças? Escolha um dia para ir a Disney Paris (site oficial), Ao Parque do Astérix (site oficial) entre outras diversões como as praças e jardins no centro da cidade (O Jardim de Luxemburg não pode faltar no roteiro!)

    Faça um picnic a beira da torre Eiffel, use os parques e divirta-se! Todos os dias as 10 da noite tem um espetaculo maravilhoso na torre eifell que fica toda iluminada, vale a pena ver! As criancas vão adorar e voce tambem.

    • Alojamento:

    Recomendo alugar um apartamento em vez de ficar em hotel.

    De uma olhada no site do Residhotel.  Já usei os serviços deles e adorei.

    No próximo artigo escreverei um pouco mais sobre outros roteiros, tais como Turismo Artistico, Social (Paris durante a noite!) e Compras em Paris (Compras baratas: Onde encontrar lojas outlets e grandes descontos em Paris).

    Ate breve!

    Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

    Leia mais...

    10 Dicas para fazer férias baratas em Paris

    novembro 15, 2010 | Posted in Turismo dicas | By

    Dicas de turismo: Como economizar durante as férias?
    Férias em Paris! Outono, Inverno, Primavera ou Verão. E sempre boa estacão para visitar Paris.
    Ao contrario do que se pensa, Paris pode não ser tao caro assim. Viajar planejando bem os seus dias e observando as suas prioridades vale a pena. Afinal você não que ficar sem dinheiro durante as férias, não e mesmo?
    Viagens à Europa podem custar caro, ainda mais se você quiser is a muitos museus e restaurantes, por exemplo.

    Mas relax! Com um pouquinho de organização, tudo pode ser feito. Se você planejar e seguir os meus conselhos abaixo, sua viagem tem tudo para ser maravilha. Se voce souber administrar bem os seus gastos, podera ainda voltar para casa com dinheiro (ou sem muitas dividas!).

    1. Planeje a sua viagem para Paris ou outro lugar da Europa antes, especialmente se ela for uma viagem a solo (se voce não for usar pacotes ou excursões), que eu acho bem melhor. Você terá autonomia para escolher os lugares mais adequados ao valor que você está disposto a gastar. O grande problema de viajar com um grupo desconhecido e que as vezes você perde um tempo enorme em lugares que não iria se tivesse tido a opção de escolher. Pesquise, faça roteiros, leia sobre os destinos e quanto mais ou menos se gasta por dia em cada um deles.

    2. Compre a sua passagem também com antecedência. Quanto maior for a antecedência, maiores são as suas chances de achar preços melhores. Os preços das passagens aérea varia bastante. Eu aconselho comprar pela internet que sai mais barato.

    3. Em Paris não existe “baixa temporada”, mas épocas como Natal e Réveillon são muito concorridas. Isso significa que se você vier nesta época, aconselho programar bem e não deixe para comprar tickets de operas, teatros e outros espetáculos na mesma semana. Eu aconselho comprar com pelo menos 2 semanas de antecedência.

    4. Quando voce for planejar a sua viagem, pesquise sobre os hotéis ou hostais na internet. Livros nunca vão ser mais atualizados que a internet. Confira os preços, procure as promoções, veja o que e melhor, se hotel, hostal, alugar apartamento, etc.
    Alias alugar apartamento e ótimo para quem vem com a família para passar o Natal, por exemplo, vocês podem programar uma bela ceia em casa mesmo. Muito mais barato e com direito a arvore de Natal e tudo mais! Para quem tem filhos pequenos e uma ótima dica, eles não gostam muito de ficar um tempo enorme em restaurante.

    5. Aproveite para experimentar os restaurantes locais saindo um pouco da área turística. Já dei aqui dicas aqui sobre restaurantes que oferecem ate 50% de desconto para quem fizer a reserva pela internet.

    6. E claro que você vai querer visitar alguns museus, então, é recomendável que você compre o paris passe para economizar nos museus (um passe de 2 dias e suficiente). Além de economizar, você vai economizar também seu tempo, muito valioso em viagens. Em cidades onde o fluxo de turistas e grande, as filas para comprar as entradas podem ser enormes.

    Voce pode comprar o passe de museu/metro “Paris Pass” aqui:


    60 Ways To Save In  Paris - Paris Pass, Buy Now

    7. Evite trocar o seu dinheiro nos aeroportos. A diferença das taxas, em relação a outros pontos de troca pelas cidades sao altas. Traga Euros, não traga dólares, porque trocar Real-Dolar e depois dolar-euro não e vantajoso. Esqueça os dólares se vier para a Europa, OK?

    8. Se você pretende conhecer vários lugares (cidades), compre bilhetes para o trem noturno e aproveite para dormir na viagem, caso o trajeto seja longo, assim você já economiza na diária de hotel. Veja aqui no blog o link para o web site da rail europe. Ali você vai encontrar links para todas as opções de passes de trem por toda a Europa!

    9. Utilize cartão de crédito para sacar dinheiro. Analise bem as taxas que voce tem de pagar, mas normalmente elas costumam ser as melhores.

    10. Comunique-se com a família por e-mail. E muito mais barato do que telefone.

    Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

    Leia mais...

    40 Dicas de Turismo em Paris: Como aproveitar ao máximo as suas ferias!

    novembro 13, 2010 | Posted in Turismo dicas | By

    Mais dicas de Turismo para que as suas ferias em Paris sejam fantasticas!

    1.As Galerias Printemps (ficam perto das Galleries Lafayettes – na mesma area da Opera Garnier- metro L’Opera) oferece um serviço de concierge para turistas estrangeiros para conseguir entradas para shows ou clubes noturnos.

    2.Chegue cedo na estação de trem pois os detalhes de chegadas e partidas são difíceis de entender em um idioma estrangeiro. Boa viagem!

    3.Aproveite o bom tempo para fazer um piquenique no Canal St Martin na primavera ou verão.
    Se tiver tempo, visite o Vale do Loire, Chambord e Chenonceau que são castelos incríveis!

    4.O Chateau de Versailles vale a pena visitar: pegue o trem linha Versailles-Chateau-Rive Gauche que segue o rio Sena e pare próximo ao castelo para aproveitar o cenário do caminho.

    5.Arranje um tempo para uma taça de champanhe no St Pancras Champagne Bar antes de tomar o Eurostar caso você esteja viajando de trem.

    6.No verão, você pode dançar tango ao ar livre no Quai d’Austerlitz! Bom se você não sabe ou não gosta de se expor assim, vale a pena olhar os outros também!
    7.Apesar do metrô de Paris ser ótimo, muitas estações não têm elevadores ou escadas rolantes, evite carregar malas muito pesadas!

    8.Os guias turísticos que ficam do lado de fora de Pere Lachaise adaptam seus tours de acordo com seus interesses. Negocie o preço antes!

    9.Há um passeio de patins semanal em Paris: aos domingos para principiantes, sextas para quem tem mais experiência. É uma tradição no Natal!

    10.Há um cinema ao ar livre em La Vilette no verão,
    11.Explore as ruas menos conhecidas para conseguir melhores preços e encontrar lojas mais interessantes.
    12.Recomendo La Musee de la vie Romantique no verão: lindo local e tem um ótimo salão de chá.
    13.Procure o aviso de “Hotspot” no seu trem: significa que Wi-Fi está disponível a bordo.
    14.Se seu orçamento está apertado, pegue o ônibus linha 42 para fazer um tour barato de Paris.

    15.Você deve subir o Grand Arc of La Defense para uma vista espetacular da cidade.

    16.Torre Eiffel à tarde, com suas luzes brilhante, é uma visita obrigatória!
    17.Se você estiver em Paris em outubro, “La fete des vendanges” em Montmartre é uma boa opção.

    18.Tome chá com bolo no Fauchon ou Laduree.

    19.Faça o passeio de um dia no ônibus turístico e pare nos pontos turísticos ao longo do dia.

    20. Um passe de 3 dias para a maioria dos pontos turísticos terá a metade do preço normal e você não precisara entrar na fila para comprar o ticket! De uma pesquisada no Paris pass, que ainda vem com passe de metro junto.

    21.Tente programar a sua viagem para estar em Paris no primeiro domingo do mês. Todos os museus são gratuitos, inclusive o Museu do Louvre.

    22.Assegure-se de ser pontual, pois os trens são!
    23.O sistema de metrô de Paris e ótimo e os ônibus RER também são fáceis de usar! Se você não que comprar um passe, peca
    24.O Marais é um bom lugar para visitar aos domingos, quando muitos lugares de Paris estão fechados. Tomar um brunch é uma tradição.
    25.O Museu Le Bourget Air & Space não aparece muito nos guias turísticos, mas é uma visita obrigatória se o assunto te interessa.
    26.A vista de cima do Pantheon é a melhor em Paris, não só na minha opinião como de muita gente, vá conferir que vale pena!
    27.O centro de Paris tem um tamanho razoável, você pode ver muito em 4 dias, programe-se bem!
    28.Leve seu melhor sapato para caminhadas! Escolha um sapato mais usado, não tente usar sapatos novos que podem ainda estarem muito duros.
    29.É possível conseguir refeições baratas: faça um piquenique na Pont des Arts, visite as ruas de Rosiers para comer um felafel ou aproveite os melhores crepes de Paris no Breizh Café, em frente ao Museu Picasso.
    30.Use os trens noturnos para viajar entre as maiores cidades e maximizar seu tempo de passeio durante o dia, durma no trem e acorde em outro lugar, cheio de energia para o passeio!
    31.A Disneylândia de Paris fica próxima da cidade – seus filhos vão agradecer! É um dos pontos turísticos imperdíveis para quem viaja com crianças!
    32.Áreas como 13th arrondissement, onde há uma grande comunidade chinesa, dão um toque diferente à cidade. Uma boa dica é o “Fleur de Mai” (61 avenue de Choisy) para uma excelente sopa.
    33.Café no Les Deux Magots, caminhar pela rua des Rosiers em Marais, sentar-se ao sol na praça des Vosges….tantas coisas para fazer, programe bem o seu tempo mas não veja tudo na correria, desfrute os bons momentos, relaxe, você esta em férias!
    34.O Museu Rodin não é muito grande ou cheio de gente e tem um lindo jardim com uma cafeteria. Vale a pena conhecer!
    35.Viagens de avião podem ser econômicas, mas taxis de aeroporto são caros. Um passe de trem que possibilite ir do aeroporto ao centro é muito conveniente se você não esta viajando cheio de malas pesadas.

    36.De Paris é fácil chegar até a Normandia de trem e a viagem vale a pena

    37.Confira todas as possibilidades de passeios, viagens e passes de trens no site da RailEurope, que tem o link aqui no blog com descontos para os leitores (se você acessa o site pelo link você tem desconto maior).

    38.Aproveite as promoções e dicas aqui do nosso blog! Você pode economizar muito usando as promoções e links de desconto.  39.De uma olhada nas opcoes de hospedagem no diversos links aqui do blog.

    40.Viajando de trem, use o seu tempo a bordo para planejar o que quer ver, para tirar fotos das paisagens, para dormir, ou para comer. Relaxe!

    41.Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

    Leia mais...

    Honfleur (Normandia)

    novembro 1, 2010 | Posted in Destinos | By

    Visita guiada à Honfleur

     Saida de manha de Paris

    Volta à noitinha

    A apenas 200 km de Paris!

     

    A historia de Honfleur é antiga, a primeira referencia a esta vila foi em 1027.

    Durante o século XII o porto de Honfleur foi muito importante para o transporte de mercadorias entre França e Inglaterra.

    Honfleur e fantástica! E realmente imperdível. A arquitetura das casas feitas em ardosia e a linda vista do porto serviram como inspiração de muitos pintores como Gustave Courbet, Eugène Boudin, Claude Monet e Johan Barthold Jongkind, formando a l’École de Honfleur que contribuiu para o aparecimento do movimento impressionista.

    Honfleur é também a cidade natal de Erik Satie, e a sua casa é hoje um museu.

    Honfleur é hoje cheia de galerias de arte por todos os lados, além de restaurantes e pequenas lojas onde você pode comprar os produtos tradicionais da região, tais como tapeçaria tipica (toalhas de mesa), enchidos, Cidra (especie de vinho de maçã) e Calvados (uma especie de cognac de maçã). Como eu já tinha falado antes nos outros artigos, os leite e derivados são especialidades da região, e produtos feitos com maçãs são típicos também Nos restaurantes eles servem muitas sobremesas baseadas em maçãs.

    Uma curiosidade sobre o povo Normando e que eles nunca respondem « sim » ou « não », são sempre evasivos tipo « talvez.. » « pode ser » ou « oui et non ». Então não tente obter respostas muito diretas deles. Para quem gosta de quadrinhos, tem o « Asterix entre os Normandos » que mostra um pouco de como é o povo. Eles são uma espécie de Vikings franceses, e por muito tempo tiveram a reputação de não saberem o que é medo.

    Enfim, Honfleur é um lindo lugar para visitar!

    Para maiores informações sobre os passeios guiados:

    Leia mais...

    Dicas de turismo na França, o que levar em conta na hora de escolher o restaurante em Paris

    outubro 7, 2010 | Posted in Restaurantes | By

    Dicas de onde comer em Paris

    Dicas de turismo na Franca, o que levar em conta na hora de escolher o restaurante.

    Eu não vou começar este post colocando uma interminável lista de restaurantes “que você não pode perder”.

    Fiz um outro artigo com uma lista dos meus restaurantes favoritos, vale a pena dar uma olhada:Restaurantes em Paris! Lista de 10 dos melhores bistrôs e restaurantes no centro de Paris com endereço e preços

    Paris esta cheia de ótimos restaurantes e eu recomendo você buscar os que estão mais perto. Dependendo do seu tempo disponivel, não faz muito sentido atravessar a cidade só pra ir conhecer um restaurante que você viu na internet. Segue aqui as minhas dicas de como escolher o restaurante:

    1.    O que o restaurante esta oferecendo? Dê uma olhada nos menus antes de optar:

    Os menus estão expostos na rua, então você pode dar uma olhada nos preços e pratos, menus completos com entrada, prato principal, sobremesa e alguma bebida.  Só fique de olho pra ver se o restaurante não é especializado frutos do mar se você esta a procura de carnes. Pra isso é sempre bom dar uma olhada no menu antes de entrar.

    2.    Eles vão me entender? Tente comunicar-se com clareza:

    Não importa a língua que você esta falando, na maior parte das vezes o pessoal dos restaurantes tem algum funcionário que entende. Só não fique trocando de idioma, tipo falando um pouco em espanhol, misturado com Frances e inglês e umas palavras de italiano no meio, ai eles ficam loucos. Você também ficaria. Eu vejo aqui muitos turistas com problemas de comunicação nos restaurantes porque fazem isso, use a língua que você sabe melhor juntamente com a internacional linguagem corporal.

    Eu vivi na China por 5 anos e nunca aprendi a ler os caracteres chineses (só o básico). Nunca tive problemas com comunicação em restaurantes. Linguagem corporal, levar cartões com fotos das comidas, tudo vale.

    Quando eu cheguei na China eu andava sempre com uns cartõezinhos com uns desenhos de boi, porco, galinha, só pra ter certeza que eu não estava comendo cachorro, por exemplo. Mas como em Paris ninguém vai te dar cachorro pra comer, então talvez não seja tão necessário andar com esses cartões.

    Outra dica e olhar a volta e apontar para as outras mesas e pedir o mesmo.

    3.  Use a internet. Pesquise por área, busque pelo restaurante ideal:

    Um ótimo site pra pesquisar sobre restaurantes e fazer s reservas com desconto (tem promoções ótimas) e o Restopolitan.

    Restopolitan também faz reservacoes de restaurantes online, mas agora eles novo um produto – o Cartao Restopolitan que da direito à uma refeicao gratuita a cada reservacao! Ele pode ser comprado por 9,90€ – com a duracao de 1 semana, 19,90€ com a duracao de 1 mes e 39.90€ com a duracao de 3 meses. Sabendo que o cartao se ativa nao no dia que voce o compra, mas sim na sua primeira reservacao! Ele vale com o minimo de 2 pessoas por reserva, e um cartao é aceito por mesa.

    Esse site eu recomendo mesmo:

    Promocao restaurantes

    4.Se você optou por alugar um apartamento, você pode comer em casa:

    Existe um ótimo recurso, chamado Picard Surgeles,  que tem montes de opções de pratos franceses por ótimos preços. A qualidade é ótima e existem inúmeras lojas em Paris. Com certeza deve haver alguma perto de onde você vai ficar. Vá ate o web site deles, www.picard.fr você vai encontrar um retângulo igual a esse:

    Coloque o seu código postal, tipo se você esta na 15eme, o código é 75015, se você esta na 8eme, o código vai ser 75008. É sempre o mesmo código só muda o final dependendo de onde você está.

    Depois clica em “ok” e eles te mostram a lista de “Picards” perto de você. Fácil e eficiente. Eu aconselho mesmo experimentar. Não use o serviço de compra online porque sai caro e demora. Use o site pra descobrir onde é a loja mais próxima e pronto. Tem lojas muito pequenas com poucas opções, procura as lojas maiores.  Se você esta pensando em vir passar o Natal aqui em Paris, Picard tem montes de pratos especiais para a ceia!

    Outra opção é o supermercado Monoprix, onde na sessão de congelados você também encontra pratos congelados.  Eu aconselho as saladas do Monoprix, são ótimas. Aconselho o Monoprix para comprar vinhos (a seleção e ótima) e pequenos presentes baratos (muito mais baratos do que as tradicionais lojas de souvenirs). Eu gosto de presentear com coisas uteis tipo ervas tipicas francesas pra temperar a comida (tem embalagens lindas, boas pra presente). Pequenas garrafas de azeite balsâmico francês, etc. É melhor, mais original e barato do que uma miniatura da torre Eifell “made in china”.

    Nota: Dei uma up-date no artigo pra falar do cartão Restopolitan, que é um novo produto, muito bom!

    Leia mais...