Como fazer compras em Paris : Regras de etiqueta nas lojas e restaurantes.

setembro 9, 2012 | Posted in Compras em Paris, Cultura Francesa, Turismo dicas | By

Ola pessoal. Não sei se todos sabem, mas eu sou guia aqui em Paris e passeios com turistas brasileiros todos os dias por aqui. Muitos dos meus artigos são inspirados em situações reais do meu dia a dia.

Existem algumas diferenças em relação as lojas fora das « Américas ». O Brasil segue muito o sistema de atendimento americano, as lojas sempre tem muitos funcionários que ficam a sua disposição pelo o tempo que você quiser ficar na loja. Tem gente no Brasil que ate escolhe uma funcionaria com o mesmo tipo físico e « manda » ela vestir as roupas pra você ver como fica. E elas fazem !!!

Essa maneira “servil” do povo, e de outro lado, o pessoal que nem sabe que existem palavras como “por favor” ou “muito obrigado”, existe em locais onde houve escravidão. Nos ainda seguimos estes mesmo parametros de comportamento, apesar de nos acharmos tão moderninhos. Realmente ha pessoas que acham mesmo que so porque estão pagando não precisam dizer bom dia, por favor ou muito obrigado. coisas do nosso passado colonial.
Ha brasileiros que dizem na minha cara “que bom dia que nada… eu to pagando!” Esse é o nosso Brasil…

Aqui, existem poucos funcionários nas lojas, e na maior parte das vezes, você não terá uma pessoa para ficar a sua espera enquanto você decide o que comprar.

Também, diferente do conceito de que quem esta pagando tem direito a fazer qualquer coisa, aqui não é bem assim. Aqui a ideia é que se você esta pagando, você é quem precisa. Nas lojas, para os funcionários, tanto faz vender uma bolsa pra Maria, para a Joane ou para outra pessoa. O dinheiro é o mesmo.

Vamos então as dicas das diferenças em relação as compras no Brasil e aqui na França :

Brasil : Você entra na loja pra comprar um chocolate. Pega o chocolate, vai ao caixa. A moça registra o chocolate e fica a espera de você fazer o pagamento.

Ai, você começa a olhar para os lados, vê que afinal a loja também tem bombons, biscoitinhos e licores. Sai da fila sem avisar nada e volta as prateleiras. O seu chocolate e a moça ficam a sua espera, ate você se decidir o que quer. Afinal você já não quer mais o chocolate, e resolve que quer comprar biscoitos amanteigados.

Ah… você se lembra de um tipo de biscoito que uma amiga sua comentou e resolve ligar pra ela pra perguntar o nome. Tem gente na fila mas afinal você é que esta sendo atendida e eles que esperem afinal você esta gastando bastante e tem direito de fazer o que bem entender.

Situação normalíssima no Brasil. Afinal você sai da loja com biscoitinhos, licores e a moça esta contente porque ganhou uns centavos de comissão.

França : Em resumo, eles ficam malucos com esta situação. O pessoal da fila vai xingar você.

Para não sair da loja dizendo que os franceses são mal educados, tente somente entregar os produtos que você quer comprar no momento que você esta pronta mesmo pra pagar e ir embora. Olhe tudo primeiro. Depois entregue as coisas para o funcionário.

Lojas como a Sephora, Lafayettes e afins, são basicamente « self service ». Você pergunta o básico para a funcionaria e deixa ela em paz para atender outras pessoas. Tem pessoas que vieram a Sephora e saíram super decepcionados porque ao chegar e dizerem que queriam ver os produtos da Chanel, por exemplo, a funcionaria simplesmente indicou a prateleira e pronto.

« Como assim ? Eu quero alguém me atendendo !!!! Essa gente é muito mal educada ! » Afinal eu estou pagando, exijo tratamento VIP !!!

Bom… todos pagam, não só você… O sistema da Sephora é assim. Se você quer uma pessoa lhe atendendo, procure outra loja. Claro que voce deve perguntar se não esta encontrando alguma coisa ou quer uma saia em outra cor, ou numero maior, etc.

Essa conversa de marketing brasileiro que você terá um tratamento especial « só pra você, eu vou fazer um descontinho… ». Ou mesmo em um restaurante : « Vou pedir pra eles capricharem no seu prato la na cozinha ! » E uma coisa que não faz muito sentido por aqui.

Um francês ao ouvir ou perceber que você acha que merece um tratamento especial fica sem entender.

Essa coisa de dizer para as pessoas « capricha ! » E meio « falta de educação ». Na verdade, o que eles entendem é que você diz « Eu sei que você faz tudo mal feito, mas eu estou pedindo para você fazer o favor de tentar fazer bem feito desta vez ».

Entendem porque as vezes podem acontecer de haver alguma desentendimento nas lojas ? São apenas coisas culturais.

Eu mesma recebo as vezes emails de agencias pedindo para que eu acompanhe certos clientes mas eles ja avisam: Eles são VIP, favor fazer tratamento especial!  Como assim??? rsrs

Mais uma informação: Não peça desconto nem “presentes” nas lojas.  Não ha descontos por pagamento a vista, porque aqui todo mundo paga a vista. Não ha crediarios nem “parcelamento no cartão”, portanto para o funcionario tanto faz se voce paga no cartão de credito, debito, ou cash.  O importante é pagar.

Não esqueça, na Europa voce é somente “mais um turista brasileiro”, o mundo não para so porque voce chegou. Voce não tem o direito de fazer todo mundo nas lojas ou restaurantes ficarem em função de voce, afinal o que não falta em Paris é turista.

bjos a todos.

Leia mais...

Paris em Agosto ! Como programar as suas ferias para não ficar frustrado.

julho 1, 2012 | Posted in Turismo dicas | By

Como todos sabem Agosto significa ferias de verão em todo o hemisfério Norte.

Países como os Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra, China e Rússia estão fazendo as suas grandes e esperadas ferias de verão e escolares, e praticamente todos escolhem este mês para excursões escolares de fim de ano (letivo), e enfim, Paris é o destino principal.

O numero de pessoas pelas ruas é impressionante e você deve ficar preparado psicologicamente para dividir espaço e compartilhar mesas e bancos por todo o lado e enfrentar filas para o toilete e pra comprar água.

Como a França também faz parte do hemisfério norte, também « entra em ferias », então não se surpreenda com muitos restaurantes fechados por aqui. Acreditem, até as sorveterias fecham para ferias coletivas. Tudo fica mais devagar mesmo.

Pra quem esta acostumado com o Brasil, que funciona 24 horas 7 dias por semana e todo o serviço é super rápido, tenha em mente que a Europa já é, normalmente um local onde tudo é mais relax, e não há a correia normal que há no Brasil, imaginem então em época de férias.

Muitos turistas, mesmo fora da época de férias, já estranha a demora nos restaurantes, o que aqui é bem normal, porque a principio a refeição é para ser apreciada sem pressa. O que no Brasil parece ser descaso dos atendentes aqui é sinal de boa educação. Eles deixam você em paz.

Nos restaurantes, os garçons deixam você a vontade, não ficam toda hora na sua mesa tentando empurrar mais uma cerveja, se você precisa de mais uma, tem de chamá-los. A principio a ideia é não incomodar, e não ignorar você, como as vezes é percebido pelos brasileiros. E possível por aqui ficar uma tarde inteira na mesa de um café e beber só um cafezinho. Ninguém fica indo na sua mesa perguntando se você quer mais alguma coisa, como no Brasil, com a mensagem “se não esta consumindo tem de liberar a mesa”. Aqui tudo é mais devagar e se você diz para o garçom que você tem pressa ele vai dizer: “caaalma, vocês estão em férias…”. Estilo europeu, culturas diferentes. Não leve a mal.

Agora imagine este “estilo”, nas férias. Multiplique por 10 e você tem uma ideia de como as coisas ficam devagar por aqui. Aproveite e relaxe, afinal “você esta em férias” rsrs. Multiplique por 50 o numero de pessoas andando nas ruas também so pra se preparar…

Pensando nestes pequenos poréns de agosto, fiz uma listinha de dicas que podem salvar as suas férias:

  1. Relaxe e não fique com grandes expectativas. Agosto não é época para maratonas do tipo “ver o maximo que puder de Paris em um minimo de tempo” e ate pra percorrer uma rua tipo o Boulevard Saint Michel você vai demorar o dobro (estou sendo otimista rsrs) do tempo do que em outra época. Prepare-se para desacelerar mesmo e aproveitar.

  2. Traga sempre água na bolsa. Va enchendo a garrafa nos parques e jardins, há varias fontes de água potável pelas ruas, e você poupa tempo em filas pra comprar água na rua, que vai estar custando muito mais neste período, afinal é altíssima temporada.

  3. Compre sempre muitos tickets de metro, carnets de 10 tickets são ótimos. Se cada vez que você for usar o metro você for entrar na fila pra comprar tickets você perde muito tempo.

  4. Pense diferente de todos e evite os momentos de pique. Todos tem a mesma ideia:

    • Ir ao Louvre logo que ele abre: errado, todos tem essa ideia, então você deve ir na hora do almoço, quando as filas estão significantemente menores.
    • Ir a torre Eiffel de Manha cedinho: Também errado, todos vão a essa hora, vá depois das 6 horas da tarde. Melhor ainda, reserve jantar no restaurante 58, assim você fura a fila pra subir e ainda tem uma experiencia inesquecível.
    • Ir almoçar em Montmartre: péssima ideia, os restaurantes são uns doces sim, e o local vale a pena, mas infelizmente as 11 horas da manha chegam centenas de ônibus de excursões a Montmartre, todos com a mesma ideia na cabeça. Va a Montmartre de manha cedo, e saia de la as 11 horas da manha. Você vai ver as excursões chegando e vai agradecer pela dica. Rsrs Aproveite a manha para passear e fazer um lanchezinho por la, se você realmente quiser ter a experiencia de entrar em um dos restaurantes-cafés, ou mesmo tomar uma cerveja ou um vinho rosé geladinho. Deixe o almoço pra outro local.
  1. Venha com ideia de passear pelas ruas de Paris, aproveitar os parques e perambular pelos locais, ver as pessoas (tem gente do mundo inteiro), se as filas para os monumentos e para a Catedral de Notre Dame estiverem impraticáveis, passe pela frente, tire fotos e vá adiante. Não perca 2 horas na fila de cada monumento. Aproveite para conhecer outros locais sem muitos turistas, e sem filas como a Eglise de Saint Sulpice (aquela do livro Código Da Vinci), Eglise de Saint Severin (lindíssima, bem pertinho da Notre Dame, Na esquina da Rue St. Jacques com Saint Severin. Tem muito o que ver por aqui sem enfrentar filas. Um museu grátis, imperdível é o Musée Carnavalet:

    Musée Carnavalet. 23 rue de Sévigné 75003 Paris , metro Saint Paul, linha 1 (amarela).

    Site: http://carnavalet.paris.fr/fr/musee-carnavalet Não perca mesmo!

  2. O Panthéon quase nunca tem filas enormes e é fresquinho la dentro. Ótima pedida para refrescar do calorão da rua. Não perca o tour até o topo do Panthéon, que esta incluído no ticket para entrada.

  1. Carregue lanche na bolsa se você não estiver disposto a entrar nos demorados restaurantes e Brasseries. Ou entre no supermercado e compre sanduíches e coisas pra fazer picnic em algum parque.

  2. Tente, se possível, deixar as mochilas em casa e venha com bolsas. Mochilas exigem na maior parte do tempo que você  as deixe na portaria dos museus, você não pode entrar com mochilas em muitos museus. Bolsas, por maior que sejam, não tem problemas. Assim você passa direto e não tem de enfrentar a fila do bengaleiro.

  3. Esqueça a Saint Chapelle. Impraticável em Agosto. Se você faz mesmo questão de conhece-la, prepare se para umas duas horas de fila para a segurança e depois outra para entrar. São duas filas e nenhum passe “fura fila” faz você furar a fila da segurança. Como a Saint Chapelle fica dentro do palácio de Justiça, é necessário passar primeiro pela segurança e detector de metais. Só depois é que você entra na fila para entrar, la dentro.

  4. Versailles: Eu diria que vale a pena, mas vá preparado para filas. Novamente, pense diferente dos outros, chegue la pelas 11 horas, compre os tickets nas maquinas e vá direto para os jardins, almoce por la, vá aos Domínios da Marie Antoinette e só depois entre na fila para o palácio central. Depois das 4 horas a fila para o palacio é muito menor.

  5. Esqueça as “dicas de restaurantes” imperdíveis da net. Em agosto muitos podem estar fechados para férias coletivas e o importante é encontrar um restaurantezinho SEM FILA. Afinal comer mal em Paris é praticamente impossível. Não viaje para longe de onde você esta somente pra tentar encontrar um restaurante que é super famoso. Imagine que tem muitos com a mesma informação tirada da net, e as filas são grandes.

  6. Esqueça a ideia de encontrar restaurantes sem turistas. Isso já é impossível em qualquer estação, imaginem em Agosto. A ideia de fugir dos turistas e ter Paris so pra voce so funciona no inverno.

  7. O calor pode ser um fator importante e não deve ser esquecido: Tente sair cedinho, passear pela cidade, almoçar e voltar ao hotel para descansar. Saia novamente la pelas 4 horas.

  8. Tenha em mente que a maioria dos turistas faz o seguinte: Sai de manha e caminha “até não aguentar mais”. Normalmente as 18 horas estão todos exaustos, voltando para o hotel, pensando em descansar um pouco ate a hora do jantar. Faça diferente: Não pegue o metro a essa hora, em primeiro lugar, pois estara lotado. Saia de manha cedinho, passeie e vá onde puder, almoce e vá sestiar ou descansar. As 4 horas você já esta descansado para aproveitar Paris novamente. Não esqueça que a luz do dia vai ate as 10 e meia da “noite”, portanto saindo tipo umas 4 ou 5 horas da tarde pra passear mais é uma ótima ideia, porque você ainda tem muito dia pela frente. E não pega calorão.

  9. Fique no centro de Paris e não fora de Paris e em “arredores”. Voce não quer depender de transportes neste periodo. Voce vai se  agradecer por ter escolhido um hotel a uma distancia caminhavel dos pontos turisticos.
  10. Certifique-se de que o seu hotel tem frigobar.
  11. Tenha muita atenção aos batedores de carteira. Multidões, empurra, empurra pra todo o lado e o cansaço normal das caminhadas no sol fazem dos turistas um prato perfeito para ladrões. Tem gente que vem especialmente pra Paris pra dar golpe neste periodo. E impossivel evitar multidões nesse periodo, portanto, mantenha-se esperto, e se voce ve que ja esta muito cansado pra prestar atenção, va pro hotel descansar ou pare pra descansar.
  12. Crianças pequenas, bebés de colo, idosos e pessoas com mobilidade reduzida devem evitar este periodo.

Bom, espero que a lista seja útil. Venha a paris com muito bom humor e paciência neste período! Agosto é um mes “especial” por aqui! Não esqueça também que tudo esta quase o dobro dos preços normais, portanto va devagar nas comprinhas também…

Ah! E tente MESMO não cair na tentação de ir a Londres nas Olimpiadas…

Leia mais...