Mitos sobre a França : Analise as informações que você encontra na internet.

fevereiro 2, 2013 | Posted in Cultura Francesa | By

Bom, depois de milhares de anos sem escrever estou de volta.

Tenho andando bem ocupada com os meus passeios, e também respondendo e-mails dos leitores do blog. Baseada nestes e-mails estou escrevendo este artigo.

Existem certas « verdades » que se espalham pela internet que devem ser lidas mais como “informação a ser analisada” do que « verdade absoluta ».

Vamos aos pontos :

« Maio é o melhor mês para vir a Paris »

Depende. Se voce não se incomoda com multidões, e possibilidade de chuva e vento, Maio é ótimo. Primavera tem de ter chuva. Por isso tem flores lindas. Maio tem 3 feriadões (5 dias que são feriados) . Tem coisa que fecha…

Eu diria que os melhores meses aqui são os do outono (setembro, outubro, novembro).  Mas cada um tem o seu gosto.

« Os Hotéis em Paris não tem banheiro »

Se for um hostal eu entendo. Hotel decente, de 2 ou mais estrelas, tem banheiro sim.

« Os prédios na França não tem porteiro »

Tem sim, o meu tem. E claro que tudo depende do tipo de prédio. Tem uns que não tem, outros que tem.

« As mudanças de moradia aqui são todas feitas no muque porque não há companhias de mudança”

Mito. Tem e muito boas. E claro que tem de largar uns bons euros…

« Aqui os apartamento não tem maquina de lavar e todos tem de sair no domingo pra lavar roupa em local publico »

Mito. E claro que se você paga 400 euros por um cubículo, você não vai ter muitas das coisas básicas. Mas se você tem um apartamento decente, é claro que você tem maquina de lavar, de secar, etc. Normal.

« Os Franceses não tomam banho »

Verdade. Hahaha deixa eu explicar. O significado da palavra « banho » é originalmente « banho de banheira ». Banho de Chuveiro se diz « duche ». Acontece mesmo dos brasileiros, orgulhosos dos seus 3 banhos diários (sem comentários…) perguntarem para os franceses se eles tomam banho.

Eles não entendem a pergunta e respondem não. Tomar banho de banheira aqui é só se você esta muito estressado (pra relaxar), com dor nas costas, enfim, se gasta muita água… Eles (e eu) só tomo banho de chuveiro. A famosa « duche ». Alias eu tomo duche até depois do « banho ».

« O Franceses são chiquérrimos »

Eu acho que são diferentes. Nos no Brasil amamos comprar bugiganga e nos vestirmos com coisas baratas, roupas sintéticas, e viva o « made in china ». Vale mais a quantidade do que a qualidade.

Aqui o pessoal boicota os artigos chineses, compra coisa boa e repete, repete, as mesmas roupas muito. E claro que se você esta pagando 500 euros em uma jaqueta você não vai comprar uma jaqueta amarela com flores azuis. Voce vai comprar alguma coisa mais discreta, pra ficar fácil de usar por muitos e muitos anos e de repetir bastante. Então viva o preto, o cinza e o beje. Com cores discretas e básicas, que combinam entre si as pessoas parecem mais “chics” do que usando uma calça amarela com camiseta cor de rosa escrita “Hello Kitty”.

« A melhor baguete de Paris é na boulangerie XYZ »

Não ha realmente ninguém que tenha experimentado TODOS os baguetes de Paris a ponto de dar uma informação verdadeira .

Existem alguns prêmios que algumas boulangeries recebem e depois o pessoal fica repetindo que a melhor baguete de Paris é tal tal pelos blogs.

Pão, doces, chocolate e perfumes dependem de gosto. Eu não pego metro, ônibus ou táxi pra comprar pão. Eu compro pão na boulangerie que eu tenho perto de casa e pronto. Como todo mundo.

« Perfumes em Paris só na Benlux »

Mito. Benlux tem os mesmos descontos de de-tax que varias outras boutiques.

Os parisienses nunca compram na Benlux. Compram nas Lafayettes para os lançamentos, e Sephora para os que já estão no mercado.

Turistas tem sempre um melhor negocio no free shop do aeroporto.

« Vir a Paris e não comer no restaurante XYZ é não vir a Paris.

Mito. Não ha restaurante em Paris que seja assim tão único e tão especial que você tem de ir nele.

Se fosse verdade, seria um local tão turistão que o melhor seria fugir do mesmo.

“A crise esta tão terrivel que as pessoas andam vendendo o que tem pelas ruas”

Mito. Essas feiras que existem pela França são de origem medieval. E cultural “reciclar” por aqui. Se a pessoa não usa mais as roupas, vende na feira. Não tem nada a ver com a crise. Se chamam “feiras limpa guarda roupa” (vide dressing). São feiras que as familias vão e é quase uma especie de confratenização de vizinhos.

” A “medicina” na França (e na Europa toda) é muito atrasada”

 A França recebeu até hoje 12 premios Nobels de medicina (entre os 66 ao todo contando com paz, literatura, etc), Enquanto o Brasil somente 1 em 1966 (totalizando 1 ao todo em todas as areas). A economia europeia é em grande parte “sustentada” pela exportação de tecnologia medica (Alemanha e França sendo os maiores exportadores). Então porque todo mundo usa remedios da Pzifer, Bayer e Roche se a medicina aqui é tão atrasada aqui? e porque se usa então aparelhos medicos made in Germany, France, etc.

Enfim, é verdade que o Brasil é um paraiso pra quem quer fazer cirurgia plastica barata (assim como a Thailandia e Coreia do Sul), mas isso não significa que somente o fato do Brasil ser otimo neste mercado coloca o Brasil como uma das medicinas mais avançadas do mundo.

Bom, a lista não se acaba…

Existem pessoas que escrevem somente pra manter o blog atualizado, indicando coisas que nem eles usam ou acreditam que seja realmente bom. Tem pessoas que realmente acreditam na informação que escrevem porque não sabem mais e generalizam. Portanto, pesquise, e tire as suas próprias conclusões. Inclusive em relação as coisas que EU escrevo.

 

frase-o-ignorante-afirma-o-sabio-duvida-o-sensato-reflete-aristoteles-92510

 

 

Leia mais...

Como fazer compras em Paris : Regras de etiqueta nas lojas e restaurantes.

setembro 9, 2012 | Posted in Compras em Paris, Cultura Francesa, Turismo dicas | By

Ola pessoal. Não sei se todos sabem, mas eu sou guia aqui em Paris e passeios com turistas brasileiros todos os dias por aqui. Muitos dos meus artigos são inspirados em situações reais do meu dia a dia.

Existem algumas diferenças em relação as lojas fora das « Américas ». O Brasil segue muito o sistema de atendimento americano, as lojas sempre tem muitos funcionários que ficam a sua disposição pelo o tempo que você quiser ficar na loja. Tem gente no Brasil que ate escolhe uma funcionaria com o mesmo tipo físico e « manda » ela vestir as roupas pra você ver como fica. E elas fazem !!!

Essa maneira “servil” do povo, e de outro lado, o pessoal que nem sabe que existem palavras como “por favor” ou “muito obrigado”, existe em locais onde houve escravidão. Nos ainda seguimos estes mesmo parametros de comportamento, apesar de nos acharmos tão moderninhos. Realmente ha pessoas que acham mesmo que so porque estão pagando não precisam dizer bom dia, por favor ou muito obrigado. coisas do nosso passado colonial.
Ha brasileiros que dizem na minha cara “que bom dia que nada… eu to pagando!” Esse é o nosso Brasil…

Aqui, existem poucos funcionários nas lojas, e na maior parte das vezes, você não terá uma pessoa para ficar a sua espera enquanto você decide o que comprar.

Também, diferente do conceito de que quem esta pagando tem direito a fazer qualquer coisa, aqui não é bem assim. Aqui a ideia é que se você esta pagando, você é quem precisa. Nas lojas, para os funcionários, tanto faz vender uma bolsa pra Maria, para a Joane ou para outra pessoa. O dinheiro é o mesmo.

Vamos então as dicas das diferenças em relação as compras no Brasil e aqui na França :

Brasil : Você entra na loja pra comprar um chocolate. Pega o chocolate, vai ao caixa. A moça registra o chocolate e fica a espera de você fazer o pagamento.

Ai, você começa a olhar para os lados, vê que afinal a loja também tem bombons, biscoitinhos e licores. Sai da fila sem avisar nada e volta as prateleiras. O seu chocolate e a moça ficam a sua espera, ate você se decidir o que quer. Afinal você já não quer mais o chocolate, e resolve que quer comprar biscoitos amanteigados.

Ah… você se lembra de um tipo de biscoito que uma amiga sua comentou e resolve ligar pra ela pra perguntar o nome. Tem gente na fila mas afinal você é que esta sendo atendida e eles que esperem afinal você esta gastando bastante e tem direito de fazer o que bem entender.

Situação normalíssima no Brasil. Afinal você sai da loja com biscoitinhos, licores e a moça esta contente porque ganhou uns centavos de comissão.

França : Em resumo, eles ficam malucos com esta situação. O pessoal da fila vai xingar você.

Para não sair da loja dizendo que os franceses são mal educados, tente somente entregar os produtos que você quer comprar no momento que você esta pronta mesmo pra pagar e ir embora. Olhe tudo primeiro. Depois entregue as coisas para o funcionário.

Lojas como a Sephora, Lafayettes e afins, são basicamente « self service ». Você pergunta o básico para a funcionaria e deixa ela em paz para atender outras pessoas. Tem pessoas que vieram a Sephora e saíram super decepcionados porque ao chegar e dizerem que queriam ver os produtos da Chanel, por exemplo, a funcionaria simplesmente indicou a prateleira e pronto.

« Como assim ? Eu quero alguém me atendendo !!!! Essa gente é muito mal educada ! » Afinal eu estou pagando, exijo tratamento VIP !!!

Bom… todos pagam, não só você… O sistema da Sephora é assim. Se você quer uma pessoa lhe atendendo, procure outra loja. Claro que voce deve perguntar se não esta encontrando alguma coisa ou quer uma saia em outra cor, ou numero maior, etc.

Essa conversa de marketing brasileiro que você terá um tratamento especial « só pra você, eu vou fazer um descontinho… ». Ou mesmo em um restaurante : « Vou pedir pra eles capricharem no seu prato la na cozinha ! » E uma coisa que não faz muito sentido por aqui.

Um francês ao ouvir ou perceber que você acha que merece um tratamento especial fica sem entender.

Essa coisa de dizer para as pessoas « capricha ! » E meio « falta de educação ». Na verdade, o que eles entendem é que você diz « Eu sei que você faz tudo mal feito, mas eu estou pedindo para você fazer o favor de tentar fazer bem feito desta vez ».

Entendem porque as vezes podem acontecer de haver alguma desentendimento nas lojas ? São apenas coisas culturais.

Eu mesma recebo as vezes emails de agencias pedindo para que eu acompanhe certos clientes mas eles ja avisam: Eles são VIP, favor fazer tratamento especial!  Como assim??? rsrs

Mais uma informação: Não peça desconto nem “presentes” nas lojas.  Não ha descontos por pagamento a vista, porque aqui todo mundo paga a vista. Não ha crediarios nem “parcelamento no cartão”, portanto para o funcionario tanto faz se voce paga no cartão de credito, debito, ou cash.  O importante é pagar.

Não esqueça, na Europa voce é somente “mais um turista brasileiro”, o mundo não para so porque voce chegou. Voce não tem o direito de fazer todo mundo nas lojas ou restaurantes ficarem em função de voce, afinal o que não falta em Paris é turista.

bjos a todos.

Leia mais...

Compras em Paris: O que vale a pena comprar nas suas férias.

dezembro 24, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Compras, compras, compras, Paris tem uma grande fama de ter produtos maravilhosos e uma das primeiras coisas que passa a cabeça de quem vem a França, é o que comprar.

Pensando nisso, estou escrevendo um artigo fazendo uma analise sincera e honesta do que realmente vale a pena comprar por aqui, e por quais motivos.

Partindo do principio de que você que esta lendo este artigo mora no Brasil ou em Portugal, vou fazer comparações sobre o que se encontra aqui que não há ou e muito caro no Brasil ou em Portugal.

Cosméticos, cremes e afins:

Vale a pena comprar aqui por causa do preço, mas cuidado com os prazos de validade!!!!

De nada adianta comprar 10 tubos de cremes se voce uma somente um por ano… Compre o que voce vai usar no ano e claro, cosmeticos são otimos presentes. La Roche Posay, L’Occitane; ROC, enfim, tudo isso é muitissimo mais barato por aqui…

Produtos considerados “de luxo” no Brasil nada mais são do que produtos de supermercado e farmacias. Se voce não encontra o que procura nas Galeries Lafayettes ou Sephora, provavelmente encontrara em supermercados e farmacias.

Maquiagem:

Ótimo negócio para ambas as nacionalidades, Tanto portuguesas como brasileiras devem comprar pelo menos um batonzinho de lembrança. São ótimos e mais baratos aqui. Batons são ótimos presentes também, porque são pequenos, não pesam na mala e praticamente todo mundo usa (mulheres, claro) nem que seja em ocasiões especiais. Como batons, se bem guardados, tem prazos de validade quase eternos rsrs (desde que não fique pegando sol ou derretendo dentro da sua bolsa), mais cedo ou mais tarde todo mundo usa.

Sabonetes e loções de banho, perfumes, shampoos:

Ótimos presentes também. Os produtos de toilete são uma das marcas da cultura francesa, e vale a pena comprar.Você pode comprar o mesmo perfume francês que voce encontra no Brasil,  aqui, por preços mais em conta. Aconselho mesmo comprar perfumes franceses. Tem gente que diz que no Brasil tem ate mais barato. Eu nunca vi um perfume frances mais barato no Brasil. So se for falsificado.  sabonetes franceses são otimos para dar de presente. Repare que não ha local mais barato do que o Free Shop do aeroporto. Galeries Lafayettes ou Benlux são otimas para lançamentos.

Shampoos: Shampoos comuns não valem a pena, somente se você for comprar Kerastase e outros shampoos que voce não encontra no Brasil.  Os shampoos no supermercado são mais caros que em Portugal e obviamente no Brasil (shampoo tipo L’Oreal, Garnier..).  Os shampoos comuns aqui custam cerca de 4 euros. Estes são os shampoos que “todo mundo” usa. Os shampoos mais elaborados são mais indicados pra quem frita muito o cabelo com chapinhas e pinturas.

Roupas:

Só se for “de marca”, ou de boa qualidade. Roupas do tipo Zara e afins, compre somente se você estiver a procura de alguma coisa diferente pra mostrar em casa e poder dizer “comprei em Paris”, mas sinceramente não são de melhor qualidade que as roupas no Brasil ou Portugal (mas pelo menos não são made in china). As roupas de marca francesas são as que valem a pena comprar, mas claro, não são nada baratos. Essas roupas serão mais baratas que no seu pais, porem procure as lojas outlets e saldos para conseguir comprar coisas mais em conta. Aqui como não se compram roupas para usar apenas por uma estação, as pessoas podem se dar ao luxo de comprar uma calça de 200 euros ou mais, porque sera muito usada por muitos anos. como no Brasil a nossa cultura é seguir a moda da estação, compras deste tipo não valem a pena.

Vale a pena comprar um casaco bom, se você for realmente usar e por bastante tempo. Para os brasileiros de áreas tropicais, pense duas vezes e veja se vale a pena gastar 500 euros (ou muito mais) em um casaco que você quase não vai usar. Para Portugueses é um ótimo negocio.

Sapatos:

Não vale a pena, a não ser que você queira um modelo diferente. Sapatos tanto em Portugal como no Brasil são de alta qualidade. Se você for passar pela Itália, sim, aproveite para comprar sapatos por la. Só compre sapatos aqui se você estiver querendo “mostrar” que comprou aqui para os amigos, de resto, não vejo nenhum outro motivo pra comprar, a não ser claro, que voce esteja com o pe machucando e não tenha um sapato legal, mais confortável.

Bolsas/malas:

Vale a pena se você estiver disposto a pagar por uma Louis Vuitton ou Hermes legitima, ou alguma outra marca que seja francesa. Essas bolsas são eternas e passam de mãe pra filha, alem de ser um investimento. Você sempre pode vender mais adiante. Se você tem vontade e dinheiro, vá em frente.

Bolsas de outras marcas famosas, mais baratas, também valem a pena, mas veja bem se a relação custo/beneficio e favorável. As bolsas Longchamp são super populares aqui, e usadas por anos. Elas são duraveis e beeem basicas e baratas (cerca de 70 euros). acredito que este tipo de bolsa seja muito basica para a estetica brasileira, mas é uma opção que vale muito a pena.

Chocolates:

Ótimos para dar de presente, na verdade os chocolates belga são os melhores, não os franceses. Vale a pena de qualquer forma, porque você encontra de tudo por aqui.

Bijuterias/joias:

Vale a pena pelo design diferente. Aconselho. Note que a palavra “bijouterie” ou “bijou” em frances significa joia (coisas de prata, ouro, etc, e a nossa bijouterie se chama “fantasie”.

 

Óculos de sol/armações para óculos de grau.

Vale a pena. Sai muito mais barato aqui.

 

Relógios:

Vale a pena para os Brasileiros, os portugueses tem todas as marcas que se encontram aqui, mais barato. Relógios não são o forte dos franceses. Ainda vale mais a pena comprar um bom relógio suíço.

 

Bom, é isso! Boas compras!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais...

Compras em Paris: como analisar se as roupas e accessórios que você esta comprando valem o preço que você esta pagando

outubro 16, 2011 | Posted in Compras em Paris, Cultura Francesa, Turismo dicas | By

Você sabe avaliar se uma roupa ou óculos que você esta pensando em comprar vale mesmo a pena?

Uma das coisas que nos pensamos quando viemos a Paris é investir em alguma coisa de qualidade, que realmente não falta por aqui.

Óculos, bolsas sapatos, cintos, roupas, enfim, o que não faltam são opções. Vamos analisar como decidir na hora de investir uma grande quantia de dinheiro neles.

Roupas: Mulheres, de uma forma geral, não resistem quando chegam a Paris e veem todas estas marcas famosas e grifes que são muito mais caras no Brasil, e não pensam duas vezes antes de comprar alguma coisa de marcas europeias ou mesmo americanas. Mas vale mesmo a pena?

Quanto a qualidade, vale a pena sim, mas sera que vale a pena você comprar?

Roupas de marcas como Chanel, Armani, Dolce e Gabana, etc, são realmente de alta qualidade e vão durar pra sempre. Se você optar por um modelo mais clássico, você terá a sua roupa para o resto da vida. Como escolher então o que comprar?

Invista em algo que você vai usar mesmo. Coisas de qualidade são resistentes e duráveis, e é melhor investir em algo que você vai usar regularmente, portanto não pense em comprar um vestido de festa super chamativo se você não costuma ir a muitas festas. Eu, por exemplo, prefiro muito mais investir em roupas usáveis no dia a dia. Calças da Armani e da Calvin Klein, assim como Republic of banana’s, blazers para o dia a dia fazem parte do meu guarda roupa, sendo as peças compradas nas lojas mesmo, ou nos outlets.

Óculos, sapatos e acessórios:

Existem marcas ótimas para óculos, e outras que tem linhas de óculos de sol como parte da coleção de roupas. Saiba analisar quais são as especialidades das marcas: Prada e Jimmy Choo para sapatos, Guess para jeans, Armani para ternos, blazers, camisas e calças, Ray ban para óculos e… claro, Louis Vuitton para bolsas e carteiras. Escada faz muita coisa boa, desde óculos, sapatos ate perfumes.

 

Agora, o que fazer se você não conhece a marca da roupa e quer avaliar se a roupa vale a pena?

  • E importante, em primeiro lugar, ver a etiqueta e de que material e feito.
  • Roupas feitas com fibras naturais, misturadas com uma percentagem pequena de sintético ou seda duram mais.
  • Verifique como se lava a roupa. Se você não é de lavar roupa fina a mão, e gosta de jogar tudo na maquina, não compre coisas que sejam para lavar a mão. Por melhor que seja a qualidade da roupa, se você não seguir as instruções de lavagem, você estraga a roupa.
  • Veja se a roupa é para ser lavada a seco e avalie se vale a pena.
  • Não compre nada que contenha acrílico. Esse sintético fica com cara de velho e com bolinhas depois do primeiro uso. É jogar dinheiro fora.
  • Só compre roupas que venham com botoes sobressalentes, e melhor ainda, com a linha para você costurar o botão. Ficar com uma roupa sem poder usar só por causa de um botão perdido é uma pena.
  • Botoes sobressalentes também são uma dica de que a qualidade da roupa e boa.
  • Repare nas costuras interiores da roupa: fios soltos, costuras tortas pedem que você coloque a roupa de novo na prateleira.
  • Roupas e jeans com costura forrada por dentro são um ótimo sinal de que a roupa e de boa qualidade.
  • Qualquer roupa de la em tweed tem de ter forro. Não compre calcas nem casacos sem forro porque é sinal de péssima qualidade e dão alergia ao entrar em contato com a pele.
  • Tweed de linho com viscose, por exemplo, pode ser comprado sem forro se as costuras forem forradas.
  • Avalie se a roupa esta vestindo bem e tem um bom corte. Roupa de boa qualidade tem bom caimento.
  • Veja se os botoes são feitos em algum material mais nobre, como madrepérola, metal, ou madeira. Botoes de plastico não são bom sinal, a não ser que a roupa seja uma calca social, por exemplo, onde um botão de outra cor não ficaria bem.
  • O mesmo para zipers: os de metal duram mais, mas temos de avaliar se o estilo da roupa suportaria um zíper de metal. Novamente, as calcas sociais não ficam bem com um zíper tao pesado.
  • Existem vários tipos de linho, e aquele que é lisinho, e você não vê as bolinhas no fio, são de melhor qualidade, mais finos. Não que o linho com bolinhas no fio não seja bonito e durável (eu acho lindo), ele é um linho mais barato, portanto não pague uma fortuna por linho que não seja totalmente liso.

Se você é como eu, que prefere qualidade a quantidade (eu tenho somente 5 bolsas – todas boas), invista em uma Louis Vuitton, mas se você é daquelas que tem 30 bolsas em casa e adora variar de acordo com a cor da roupa, não vale a pena, pegue o dinheiro e compra montes de outras coisas legais que você vai usar mais.

Vale lembrar que no Brasil as pessoas compram e usam roupas baseadas em moda, portanto se você não se vê usando a mesma bolsa por 5 anos consecutivos, não gaste dinheiro nelas. Eu ando usando as mesmas 5 bolsas rsrs há mais de 5 anos…mmmm talvez seja tempo de comprar outra…

Se você precisar de ajuda para guiar as suas compras, eu estou disponível para levar você em lojas que são a sua cara! É só entrar em contato.

Leia mais...

O que comprar em Paris? Dica de Souvenir

julho 26, 2011 | Posted in Compras em Paris, Pontos turisticos, Turismo dicas | By

Ola Pessoal! Mais um artigo da nossa querida leitora Luana Veloso!

Vamos falar de coisa boa? C-O-M-P-R-A-S !!!
Sempre que viajo quero comprar presente pra todo mundo, uma pequena lembrança claro, afinal, a conta bancária não está lotada!
E outra, sempre que alguém sabe que você está indo viajar, já fala: “Não esquece do meu presentinho!” Pois bem, vou dar umas dicas de coisas legais e baratas que  todo mundo vai AMAR receber!

Para quem não sabe, o termo “Suvenir” vem do verbo francês “Souvenir” que significar “lembrar”!
Paris é a cidade que mais tem lojinha de souvenir na vida!!
Alguns dos principais pontos são:

– Rue de Rivoli – próximo ao Musée du Louvre
– As ruazinhas da Rive Gauche – perto da Catedral Notre Dame
– As ruazinhas atrás da Basílica de Sacre Coeur em MontMartre

Enfim, o que não falta são endereços! Pra ser sincera, os preços não variam muito, então, não perca seu tempo procurando – pois eu mesma fiz isso e perdi muito tempo de viagem e no final nem valia a pena –

Bom, segue algumas coisas que eu comprei e agradou MUITO quem recebeu

AVENTAL
Se alguém que você quer presentear gosta de cozinhar, esse é o presente!
São baratos, com uma qualidade ótima e lindos!

Dicas de o que comprar em Paris para trazer como souvenir

Dicas de o que comprar em Paris para trazer como souvenir

LENÇOS E CACHECÓIS
Se tem um povo que sabe usar bem esse acessório são os franceses! Um mais lindo que o outro! Comprei uns que parecem de seda e paguei 2  Euros!!!

lencos lindos com motivos parisienses

Lencos lindos com motivos parisienses

IMÃ DE GELADEIRA
Parece besteira, e  eu sou suspeita pois faço coleção, mas vale muito a pena … Se você viaja por muito países, cidades … Pode trazer um de cada lugar pra sua mãe que ela vai amar a coleção!

ima de geladeira com a torre eiffel

Dicas de souvenirs: imas de geladeira com a Torre Eiffel

CHAVEIRO TORRE EIFFEL
Eu sempre trago um monte de chaveiros! Você compra 3 por 1 euro daqueles meninos africanos que ficam vendendo na rua, assim se esqueci de alguém eu dou um chaveiro! Além de que eles são uma graça, eu tenho um em cada chave ! Dica: Não compre os coloridos, pois eles desbotam! Compre os de metal bronze

Chaveiro da torre eiffel

Chaveiro da torre eiffel – otima lembranca para dar para os amigos!

 

PINTURAS
Sempre compro umas gravuras que parecem pinturas dos principais pontos turísticos da cidade, aí você dá pra pessoa e ela emoldura.
Fica lindo na decoração! E também são baratas, eu compro naquelas bancas verdes que tem nas margens do Rio Sena, achei ali com o melhor preço!
Posters em museus são um pouco mais caros, mas também é uma boa ideia pra quem gosta de arte, decoração e está com o orçamento um pouco mais folgado!

E vocês? o Que gostam de trazer de Souvenir??
Pra quem ainda não foi viajar, espero que aproveite as dicas!

A bien Tôt!

Luana Veloso

 

 

 

Leia mais...

Compras em Paris: Aproveite os grandes descontos do Grupon

julho 5, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Esta é uma dica imperdível.

Você já deve ter ouvido falar do Grupon, site onde você pode comprar de tudo com ate 70% de desconto.
É hora de usar o Grupon Paris também!

Se você esta planejando férias por aqui, ou passar aqui uma temporada maior, dinheiro economizado é sempre bem vindo.

Você pode economizar muito em restaurantes, lancherias, perfumarias, spas, lojas de departamentos, tours, espetaculos, enfim, o que não falta são opções.

Inscreva-se no Grupon Paris e receba por e-mail as promoções!

Eu aconselho mesmo, vale a pena.

Se você não conhece o Grupon, faca uma pesquisa no site do Grupon Brasil para ver do que se trata, e depois venha aqui se inscrever no Grupon Paris! Pra quem não conhece o site, ele abre uma janela pra voce se inscrever, se voce nao quiser e só clicar no botao que diz que ja esta registrado.

Voce pode se inscrever para receber as informações do Grupon sem comprar nada, a inscrição é gratuita e voce só compra se quiser. Eu as vezes passo meses sem comprar nada. Uma boa idéia é usar as promoções do grupon para fazer o seu roteiro, por exemplo, ao comprar um jantar num restaurante ou tickets para algum show, pesquise a area na volta e planeje um passeio nos arredorres.

Eu costumo utilizar o Grupon para comprar tickets de espetáculos por aqui (alem de manicure e roupas claro). Vale a pena porque você pode ir aos Cabarés de Paris, assistir o show e jantar, por exemplo, pela metade do preço. 

Pra quem viaja e come mais em restaurante, vale a pena também ver as promoções de lancherias para um almoço rápido como também as promoções em restaurantes de luxo (que sem o desconto do Grupon ficariam muito caros) para jantares aqui.

Aproveite para economizar usando o Grupon Paris!

 

 

Leia mais...

Rue Rivoli em Paris: Mais um endereço para compras

junho 30, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

A Rue Rivoli é uma das ruas mais famosas de Paris.

Mesmo no centro, passando ao lado do Museu do Louvre, esta rua é o destino certo para quem esta atras das grandes lojas de departamentos como H&M, Zara, Mango, e muitas outras.

Mesmo que algumas destas lojas também existam na sua cidade, no Brasil, vale a pena dar uma olhada porque aqui e muito mais barato.

Eu particularmente gosto muito das ofertas da Stradivarius, por exemplo, que é uma loja espanhola (como a Zara), mas mais barata. Vale a pena conferir. As roupas da Mango duram muito.

Passear pela rua Rivoli não é só “coisa de turista”. A rue Rivoli é também o ponto de encontro dos parisienses quando pensam em compras.

Cheia de lojas de roupas, perfumarias,  sapatos e óticas, em uma rua somente você pode comprar praticamente tudo o que precisa.

A grande vantagem de percorrer a Rue Rivoli para compras e que você tem a parte que começa na Place de la Concorde, onde estão as lojas de souvenires que seguem ao lado do Museu do Louvre, você encontra a Benlux na esquina com a Avenida da Opera para as suas compras de cosméticos, e seguindo adiante você verá as grandes lojas de departamentos, enfim, é bom porque não tem como se perder: é só seguir em linha reta.

A Rue Rivoli em Paris é uma das ruas mais longas de Paris e se você seguir reto ela irá terminar “se transformando” na Rue St. Antoine. Se você ainda tiver energia, siga em frente também, e terminará na place de la Bastille.

Na Place de la Bastille tem um mercado de artesanato, com quiosques representando os países do mundo e você encontra de tudo la: chapéus Panamá a 35 euros, sabonetes de Marseille (ótimo para dar de presente, esses sabonetes são famosos por seus “poderes” medicinais, feitos a moda antiga, sem químicos esquisitos adicionados).

Bom, este é um roteiro que também vale a pena fazer, e é bem simples – uma linha reta mesmo:

Va ate a Place de La Concorde (metro concorde).

Siga reto acompanhando a rua Rivoli, passe pela estatua dourada da Joanne D’Arc, enfim, o que não falta são coisas interessantes pra ver nesta rua.

 

Ou:

Va ate a Place de la Bastille (metro bastille)

Compre aqui o seu chapéu Panamá he he. Siga reto na Rue St. Antoine, no Marais, e vá em frente ate encontrar uma bifurcação: passe para a Rue Rivoli e pronto, siga em frente ate encontrar a Place de La Concorde.

 

Leia mais...

La Vallée Vilage: O Paraíso outlet para compras a 40 minutos de Paris

junho 30, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Compras em Paris!

Essa Village, dedicada somente a compras merece uma visita.

Acompanhamento, guia de compras brasileira, transporte de onibus inda e volta incluido.

Para quem esta interessado em roupas de marca famosas, de alta qualidade, e não esta disposto a percorrer Paris de ponta a ponta a procura dos outlets das marcas espalhados por aqui, tem a opção de encontrar um lugar onde as lojas estão lado a lado.

A poucos minutos da Disney, a La Vallée Vilage é o destino certo para compras.

Com descontos que podem chegar ate a 70% esta é a oportunidade de você comprar sapatos, óculos, bijuterias, roupas, enfim, tudo no mesmo lugar.

Aberto todos os dias, também é o lugar ideal para ir aos domingos, quando todas as outras lojas estão fechadas.

A La Vallee Village abre as 10 horas da manhã e fecha as 8 da noite.

 

Você vai encontrar varias opções de restaurantes, cervejarias e brasseries e cafés para quando sentir fome, sede ou quiser dar uma pausa para descansar.

Apesar de ter praticamente todas as marcas que você imaginar, o La Vallée Vilage é muito pratico porque você encontra tudo reunido.

Este é um passeio perfeito para quem quer fazer compras em lojas de marca, mas não quer pagar os preços das boutiques no centro. Se você dedicar um dia para ir la, você vai economizar tempo e ainda se divertir muito, porque o lugar e muito bonito. Vale a pena!

 

Se voce estiver interessada/o em visitar com guia acompanhando, escreva pra mim:

 

Leia mais...

Como manter o cabelo bonito durante uma viagem pela Europa

junho 12, 2011 | Posted in Turismo dicas | By

Para quem não sabe, cabelos, produtos para cabelos e afins são uma das minhas manias.

Eu não sou daquelas pessoas que colecionam produtos para cabelo em casa e estão sempre comprando coisa nova. O que eu gosto mesmo é pesquisar sobre os produtos, para que servem os ingredientes, se realmente fazem efeito ou estão ali só para aumentar o preço dos produtos. Tenho um “interesse cientifico” no assunto e adoro descobrir que afinal aquela velha marca de shampoo barata tem uma formula quase igual ao shampoo mais caro do supermercado. Entendo sobre shampoos com cones, sem cones, biológicos e sei qual é a diferença entre sodium laureth sulfate, sodium lauryl e sulfate ammonium laureth sulfate – Se você não sabe, aconselho a usar shampoos com o primeiro da lista.

Mas agora, falando sobre como manter os cabelos bonitos na sua viagem pela Europa:

Quem vem passar ferias em Paris normalmente começa a reclamar do estado do seu cabelo.

A água em Paris é muito mais “dura” e mais alcalina, boa para beber porem péssima para a pele e cabelos. Aqui temos que colocar anti-calcario sempre que lavamos roupa (junto com o sabão) senão a roupa não fica limpa e entope os canos com calcário. As maquinas de cafe tem de serem limpas seguidamente também.

O calcário encontrado na água vai acumular no seu cabelo também.

Depois de umas duas lavagens você vai começar a notar a diferença. A sua pele pode começar a ficar extremamente seca, coçando e os cabelos pesados, sem brilho.

Qual é a solução? Quelamento.

Eu não sei se este termo é muito usado no Brasil, mas acredito que os frequentadores de piscinas conheçam. O cloro que fica no cabelo não sai com shampoo, nem mesmo com shampoo de limpeza profunda ou clarificantes, então a gente tem de usar os tais queladores.

Os queladores são produtos que tem o “poder’ de retirar minerais e metais do nosso cabelo e pele, assim como também podem ser administrados para intoxicação interna por metais pesados (que não é o que estou falando neste artigo – eu me refiro somente a cabelos e pele mesmo).

Se você reparar, aqui as pessoas, de uma forma geral (na Europa como um todo) tem cabelos mais porosos, e muitas vezes com aparência de sujo.

Não é porque eles não lavam os cabelos, é simplesmente o efeito da água mesmo, caso eles não usem queladores.

Esses minerais se acumulam no cabelo e não saem mesmo, e o cabelo fica parecendo danificado – tem muita gente que corta o cabelo achando que esta muito estragado, quando na verdade só precisa mesmo e de uma boa limpeza com queladores.

Bom, como resolver o problema?

Use, (traga ou compre aqui) shampoos com algum destes ingredientes:

Disodium EDTA

Tetrasodium EDTA

Sodium citrate / Acido citrico

Trisodium citrate

Estes são os ingredientes que tiram os minerais do cabelo. Você vai notar que aqui você precisa usar muito mais shampoo do que em lugares onde a água e mais “macia”, como no Brasil.

Essa mudança na quantidade de shampoo vai deixar o seu cabelo mais seco também, e aliado com o clima, que é seco, piora tudo mesmo.

Se você não usar sabonetes ou shampoos com estes ingredientes, você vai, mais cedo ou mais tarde, notar o seu cabelo e pele mudando (para pior).

Existem vários sabonetes (para a pele) aqui com algum “EDTA” por causa da água. Um deles e o Petit Marseillais, que se encontra em todo supermercado, e é barato (cerca de 2 euros).

Eu recomendo o de azeite de oliva (este link vai direto pro website do Petit Marseillais somente pra ver como é a embalagem e os ingredientes).

Shampoos: qualquer um que tenha estes ingredientes, ou simplesmente misture suco de limão ou vinagre (um pouquinho só) no seu shampoo ou para enxaguar. Tem garrafinhas pequenas de vinagre no supermercado e ate mesmo suco de limão puro (com conservantes, claro) em garrafinhas pequenas na parte gelada do supermercado. Ficam normalmente perto do salmão defumado (porque se usam juntos, he he).

Não interessa muito a marca mesmo. O acido citrico do limao ou do vinagre vao limpar os minerais do seu cabelo. Deixe no seu cabelo um pouco, não lave imediatamente (espere 1 ou 2 minutos com o limao no cabelo), ou evite o problema já usando desde o primeiro dia. Os shampoos que realmente limpam os cabelos tem de ter um destes ingredientes no topo da lista, ou seja, um pouquinho de acido citrico no final da lista de ingredientes não vai resolver muito. Como você sabe – quanto mais acima da lista, maior é a quantidade do produto. Na duvida, misture vinagre ou suco de limao (na hora) no shampoo.

Bom, sabendo disso, você deve adivinhar que a maioria dos produtos de higiene e limpeza feitos para o publico frances é diferente dos que compramos no Brasil.

Note que não tem nada a ver com raça, nacionalidade, cor ou afins. Os parisienses são tao ou mais misturados do que os Brasileiros e temos aqui mulatas, loiras, morenas, ruivas, arabes, todas 100% francesas.

A diferença é portanto, o clima e a água. Aqui uma “loção hidratante” é muito mais pesada do que no Brasil. Um creme é ainda mais pesado. Se você esta pensando que vai encontrar os produtos franceses que você usa e compra no Brasil, pode se decepcionar um pouco. Cada empresa tem a sua própria linha de produtos para o mercado estrangeiro. Os produtos de marcas francesas que voce compra no Brasil sao especiais para o publico, clima e gosto brasileiro.

Já aconteceu de pessoas vindo passear aqui, ao pedirem a minha ajuda para “traduzir” os produtos, depois começarem a reclamar dizendo “você disse que era loção e afinal é um creme”.

Eu aviso sempre, experimente antes  (use as amostras) porque o que é considerado loção aqui, ou mesmo “leite de beleza” é muito mais grosso e pesado do que no Brasil.

Não adianta somente traduzir e note bem: O mundo não segue os padrões brasileiros. Cada lugar tem o seu próprio padrão e usa os termos como bem entende visando os moradores deste local, não os turistas.

Assim como no Brasil o “couro sintético” se chama “couro ecológico” (que de ecológico não tem nada há ha), cada lugar é livre para as suas próprias invenções de marketing e usos da linguagem.

Agora, falando um pouquinho de compras em Paris:

Coisas que eu, pessoalmente uso e aconselho a comprar por aqui, para os cabelos, que eu não costumo ver em outros lugares com os preços que temos aqui:

Kerastase – Esta é sem duvida a melhor marca de Shampoo francesa. Se você usa ou quer experimentar, aproveite. São vendidos em salões de beleza.

Klorane – ótimos produtos para o cabelo também, vendidos em farmácias.

Os outros shampoos e condicionadores franceses, são na maioria das vezes iguais aos brasileiros, com a diferença de serem sempre mais ácidos por causa da água. Os Dessange, muito populares aqui, tem a formula muito parecida com os Pantene, e são ótimos para presentear amigas (custam em media 5 euros).

Essa é a linha de shampoos que eu uso no dia a dia. Eu uso o nutri extreme da Dessange (amarelo).

Eu costumo ler todos os rótulos muito atentamente, e cheguei a conclusão que tirando os Kerastase e Kloranes (muito caros pro meu gosto, so uso de vez em quando) não há nada assim muito diferente entre os produtos que eu vejo por aqui. Shampoo serve pra limpar mesmo. Não vai fazer muito pelo cabelo mesmo. Alguns, como os Dessanges e Pantenes da vida, como tem silicones (Dimethicone e afins) no proprio shampoo, dao aquela sensaçao de cabelo escorregadio quando molhado, tipica dos silicones.

Os silicones somente servem para facilitar a sua vida depois de lavar os cabelos, ao pentear. Não trata o cabelo. Silicones são produtos puramente cosmeticos. Eles formam uma camada fina em volta do seu cabelo, mas nao é absorvido.

Os condicionadores é que devem sem bem pesquisados.

Os produtos da Occitane são ótimos também, incluindo shampoos e condicionadores, se encontram nas lojas Occitane (tem por todo o lado aqui) e nas Galeries Lafayettes.

Manteiga de Karite pura – uma maravilha da natureza, otima para o cabelo, pele, etc. Encontrado em lojas de produtos africanos e indianos. Eu compro a minha na Velan ( link para o site da loja, para voce ver como chegar la).

Note que a manteiga de karite verdadeira é beje ou cinzenta, não amarelada. A que aparece no site, para comprar online, não é muito boa (é feita de outra arvore) e esta meio seca porque eles recebem em grande quantidade e depois colocam em pacotes .

A melhor é a que eles vendem em potes fechados na loja (250 gramas por 5 euros). Você tem de ir la mesmo.

Monoil Oil – A venda em qualquer supermercado, este óleo de coco perfumado, medicinal, da polinésia francesa (Haiti) é ótimo, e tem também os shampoos naturais da própria marca. São vendidos no supermercado Monoprix pelo melhor preco link para voce ver como é o vidro.

O monoil oil e a manteiga de Karite não são produtos made in france, mas é uma otima oportunidade de comprar esses produtos puros, sem mistura neguma. No Brasil é praticamente impossível encontrar manteiga de karite pura, somente misturada com outros produtos baratos que aumentam a quantidade e estragam a qualidade. Manteiga de karite é uma manteiga medicinal, não deve ser misturada com produtos de puro efeito cosmético como silicones e óleos minerais. Note que eu chamo de medicinal produtos que curam ou tratam mesmo certos problemas de pele, couro cabeludo, como eczemas, psoriase, queloides, acne etc. Produtos de efeito cosméticos deixam o cabelo/pele bonitos, mas não tratam nada (silicones e óleos minerais de uma forma geral). A mistura de Monoil oil com karite e uma otima ideia.

Eu misturo, em casa, a manteiga com óleo de coco virgem biológico (50/50), sem mais misturas nenhumas, mas você e livre para misturar com óleos essenciais, monoil, azeite de oliva também.

Outros produtos legais para cabelo:

Escovas de cabelo com cerdas naturais: Essas escovas são ótimas para o cabelo, e ainda reduzem as suas dores de cabeça, desde  que sejam cafaleias tensionais. Elas retiram eletricidade estática do seu couro cabeludo e diminuem o stress.

Escova de pelo de javali (javali em frances se chama sanglier) – essas escovas não penetram nos cabelos mais volumosos, somente em cabelos finos, portanto você também encontra as opções que tem nylon e sanglier (pelo de javali) juntas, que são ótimas também pois o nylon penetra no cabelo, e as cerdas naturais vão tirar a eletricidade estática, espalhar os óleos naturais do cabelo e baixar as cutículas dos fios.

Escova de pelo de cabra (chevre em frances) – escovas usadas para polir o cabelo, baixando as cutículas. Não espere essas escovas penetrarem no cabelo, imagine que o pelo de cabra é mais ou menos da mesma textura que o nosso cabelo, portanto é para polimento somente.

Você tem de dividir o seu cabelo em partes para usar a escova de pelo de cabra. Você pode colocar umas poucas gotinhas de Monoil Oil para perfumar o seu cabelo com a escova, e dar brilho.

Cuidado para não deixar o cabelo oleoso. Essa escova deve ser lavada como se lava cabelo mesmo, muito seguidamente (a cada 3 dias no máximo) não deixe as escovas com cabo de madeira de molho, porque a madeira vai inchar e trincar.

Essas escovar custam entre 7 e 12 euros, ou mais, mas são investimentos que duram muito tempo.

A de cabra você tem de ir em lojas especializadas mesmo.

Esteja preparada para emergências também:

Se por acaso você ficou sem shampoo, você pode usar por um dia um detergente qualquer, mas NUNCA, em hipótese alguma coloque sabão (como o sabão em barra para as mãos ou o petit marselleise, que é liquido) no cabelo quando viajar pela Europa.

O problema não é o sabão. A água é que não é boa. Sabão + água dura (com calcário) não funcionam bem juntos e você vai acabar com um cabelo parecendo um ninho de passarinho.

Como o cabelo fica assim, fica impossível tirar o sabão do cabelo. Não pense que só porque é liquido e necessariamente detergente. O Petit marsselleise é sabao liquido, não é detergente.

Use, em caso de emergência qualquer detergente (sim, os shampoos são detergentes não são sabões) que você tenha por perto. O seu cabelo vai ficar meio seco mas perfeitamente aceitável e limpo. Exemplo de detergentes que você pode encontrar nos hotéis: body wash, shampoos para banho.

Preste atenção que tudo o que tiver o ingrediente “cocos nucífera oil” é sabão.

Detergentes tem sodium laureth sulfate, sodium lauryl e sulfate ammonium laureth sulfate. Se você puder pegar um pedaço de limão no restaurante que jantar, o seu cabelo vai agradecer ainda mais.

 Obs: Na falta de limão, Ice Tea, cha preto e cafe tambem tiram os minerais do cabelo e são faceis de encontrar em todo  o lado.

Leia mais...

30 frases e expressões uteis para comprar cosméticos em Frances

fevereiro 5, 2011 | Posted in Compras em Paris, Curso de Francês | By

Compras em Paris!
Paris é conhecida como o centro mundial dos cosméticos e produtos de beleza de alta qualidade, e a maioria dos turistas quando vem aqui tem interesse em programar um dia de compras para cosméticos, perfumes e produtos de beleza em geral. Cosméticos, shampoos, perfumes e maquiagem são também presentes muito apreciados de uma forma geral.
Para ter certeza de que você esta comprando o produto certo para o seu tipo de cabelo ou pele, preparei uma lista para ajudar você:

1. cabelos secos – cheveux secs, desseché (ressecados)
2. cabelos oleosos – cheveux gras
3. cabelo danificado – cheveux abîmés
4. shampoo nutritivo – shampooing nourrissant
5. Shampoo hidratante – Shampooing Hydratant
6. shampoo para crianças – shampoing pour les enfants
7. cabelos pintados – cheveux colorés
8. cabelos longos – les cheveux longs
9. creme condicionador para cabelos – Revitalisant pour les cheveux /apres shampooing
10. cabelos cacheados – cheveux bouclés
11. cabelos lisos – cheveux raides
12. alisar os cabelos – lisser les cheveux
13. creme para a face  – crème pour le visage
14. creme para as mãos – crème pour les mains
15. creme hidratante – crème hydratante
16. creme nutritivo – crème nourrissante
17. creme para a área dos olhos – crème pour le contour des yeux
18. creme para as rugas – Crème Contour des yeux
19. tratamento intensivo – soins intensifs
20. tratamento para rugas – traitement des rides (soins é também usado)
21. tratamento para acne – traitement pour l’acné (soins também é usado)
22. Loção  – Lotion
23. creme auto bronzeador – crème autobronzante
24. óleo para o cabelo – l’huile pour les cheveux
25. óleo apos banho – l’huile après le bain
26. maquiagem – maquillage
27. batom – rouge à lèvres
28. base – base
29. rímel – mascara
30. esmalte de unhas (longa duracao) – vernis à ongles (de longue durée)

Dicas:
A palavra “soins” é uma das palavras que você vai encontrar mais frequentemente nos produtos, e significa tratamento, seja para a pele, cabelo, etc.
Se você esta pensando em comprar presentes para levar para amigos ou família, perfumes, águas de colonias (não tao fortes) e produtos de beleza são perfeitos! Você não precisa gastar muito, nos supermercados tipo Monoprix tem uma área especifica para cosméticos e produtos de beleza incríveis e de ótima qualidade. Você vai encontrar lindas embalagens perfeitas para dar de presente!
Shampoos Kerastase são encontrados em salões de beleza e estão sempre a mostra nas vitrines, é bem fácil de encontrar.
Se você lembrar de mais alguma palavra que eu não coloquei na lista, deixe a sua mensagem aqui perguntando que eu incluo com a tradução!
Boas compras!

Leia mais...

30 frases uteis para fazer compras em francês

fevereiro 4, 2011 | Posted in Compras em Paris, Curso de Francês | By

Frances basico para viagem! 30 frases Uteis para fazer compras em francês

Como eu já tenho dito em outros artigos, você encontra muitos franceses que falam inglês em lojas e restaurantes turísticos em Paris.
Se a sua ideia é sair um pouco do usual roteiro de compras dos turistas e pretende fazer compras em lojas e boutiques não muito badalados pelos estrangeiros, aprender umas frases em Frances ajuda bastante quando você for as compras em Paris ou em qualquer outra cidade aqui.

Dica: sempre diga bonjour ao entrar nas lojas, e merci ao sair, mesmo que voce não tenha comprado nada.

Essa de sair lascando um “quanto custa isso aqui” ou “voce tem xyx” sem dizer bonjour antes é a receita certinha de ja começar ocm o pé esquerdo na loja.

Com ai vai a minha listinha:

1. Shopping center – centre commercial (sim, tem shopping centers em Paris)
2. Estou só olhando – Je regard (“je cherche” é usado se você esta a procura de alguma coisa especifica)
3. Eu preciso comprar… – J’ai besoin d’acheter ..
4. Eu estou a procura de…– Je suis à la recherche de …
5. Você tem outra cor? – Avez-vous une autre couleur?
6. é muito grande – Il est trop large
7. é muito curto – il est trop court
8. é muito grande – Il est trop grand
9. é muito pequeno – Il est trop petit
10. Esta um pouco apertado – Il est un peu serré
11. Não é confortável – Il n’est pas confortable
12. Onde eu devo pagar? – Où dois-je payer?
13. Quanto custa esse aqui? – Combien pour celui-ci?
14. Eu quero este – Je veux que ce
15. Eu não gosto – Je n’aime pas
16. Eu não gosto desta cor– Je n’aime pas cette couleur
17. Eu quero uma cor mais clara – Je voudrais une couleur plus claire
18. Estou a procura de sapatos pretos – Je cherche des chaussures noires
19. Alguma coisa meio clássica mas confortável – Quelque chose de classique mais confortable
20. Eu não quero tenis – Je ne veux pas des chaussures de tennis
21. Que tal estes aqui? – Que diriez-vous de ceux-ci?
22. Posso experimentar um numero maior? Esta muito apertado – Puis-je essayer une taille plus grande? c’est trop serrée
23. Posso pagar com o meu cartão de credito? Puis-je payer avec ma carte de crédit?
24. é para caminhar– Il est pour la marche
25. Mas eu não quero muito esportivo – Mais je ne veux pas trop sportive
26. Estes são bons – Celles-ci sont bonnes
27. Vou leva-los – Je vais les prendre
28. Nao tenho certeza – Je ne suis pas sûr
29. Eu vou pensar – Je vais y réfléchir
30. Voltarei amanha – Je reviendrai demain

Atenção: Eu não coloquei na lista a expressão: é muito caro!(C’est trop cher!), porque a meu ver você não vai usar isso aqui. A menos que você esteja em algum mercado asiático, onde pechinchar e pedir desconto faz parte do jogo, a ideia básica continua sendo: Se você não tem dinheiro, não compre e pronto. Agradeça e vá embora e procure outro lugar para comprar. O empregado não pode ser responsabilizado pelos preços da loja.

Voce pode dizer: obrigada, mas é muito caro pra mim – merci mais c’est trop cher pour moi.

Leia mais...

Saldos de Inverno: O melhor momento para fazer compras na Europa

janeiro 12, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Saldos, Saldi, rebajas … seja qual for o país ou o nome, o princípio continua o mesmo: Divertir-se a preços de pechincha. E os saldos de Inverno de 2011 estão ao virar da esquina em toda a Europa. Esta é uma oportunidade ideal para renovar o guarda roupa, comprar os itens necessários que você estava namorando a tempo mas o preço estava impedindo…
Chegou a hora! Época dos saldos!
Os saldos de inverno são particularmente populares porque as roupas de inverno são caras, materiais como cashmire, couro, peles e las de boa qualidade custam muito caro.
Os Parisienses preferem comprar roupas de boa qualidade e que durem muito, então da para imaginar a correria para comprar umas peças de cashmire ou bons casacos a partir de hoje.
Todos os anos um pouco antes do fim do inverno começam os saldos por toda a Europa: As datas não são as mesmas e muitos atravessam as fronteiras nestas épocas para aproveitar saldos de diferentes cidades.
Falando em comprar em Paris, existem vários mitos em relação as lojas famosas de Paris que eu gostaria de esclarecer:
As Galerias lafayettes são frequentadas somente por turistas que não sabem onde ir. Mentira. Os Parisienses compram muito nas Galeries Lafayettes. A qualidade das roupas é ótima e sempre tem boas promoções para aproveitar ( durante todo o ano).
Paris é a capital mais fashion da Europa e todo mundo anda na ultima moda. Mentira. Os Parisienses gostam de roupas de boa qualidade mas não se vestem de forma exuberante e chamativa. O estilo para o dia a dia é bem clássico – urbano. Se vê muita gente com roupa chamativa nas ruas, mas esses são os turistas, que acham que tem de “mostrar o seu melhor” em Paris.

Aqui vai a informação das cidades Europeias que são famosas por terem os melhores períodos de saldos de inverno:

Saldos em Paris 2011
Paris, capital da moda francesa é, obviamente, o mais popular da cidade para aproveitar os saldos na França. Em Paris, a partir de 12 de janeiro (2011), você será capaz de correr para as lojas da capital para fazer um bom negócio. Existem lojas como a Galeries Haussmann, Galeries Lafayettes que estarão literalmente lotadas. Elas são normalmente os lugares mais frequentados durante todo o ano, então não e de admirar que na época dos saldos o publico aumente ainda mais. Talvez fosse melhor focar a sua sessão de compras durante as vendas para as áreas um pouco menos concorridas, como as ruas de Rennes, ou do Marais.
Até 15 de fevereiro de 2011.

Saldos em Londres 2011
A capital britânica é o destino ideal para todos os viciados em moda.
Aproveite os saldos em Londres, para colocar um pouco do kitsch Inglês em seu guarda-roupa!
Dia 26 de dezembro foi a data de abertura dos saldos na cidade de Londres, o suficiente para aumentar seu apetite por compras na França ou em outro lugar.
Até 23 de janeiro de 2011.

Saldos em Milão 2011
Saldos muitas vezes pode pagar um bom preço para os itens que são normalmente inacessíveis para a bolsa. Milão é a capital da moda italiana e luxo. Mime-se, escolha de um par de sapatos italianos e aquela bolsa de luxo que você sempre sonhou. Você vai adorar os saldos em Milão!
2 janeiro – 3 março de 2011.

Leia mais...

Viver em Paris custa caro? Lista de Preços de produtos no supermercado.

janeiro 6, 2011 | Posted in Turismo dicas, Viver em Paris | By

Viver em Paris custa caro? Lista de Preços de produtos no supermercado.

Quanto custam os produtos nos supermercados de Paris? Preparei uma lista de produtos baseado nas minhas compras de supermercado aqui em Paris. Costumo ir em 2 supermercados: Monoprix e Carrefour. Existem supermercados bem mais baratos como o Dia (rede espanhola) entre outros, mas os produtos não tem a mesma qualidade. Eu tenho perto da minha casa somente o carrefour city(um carrefour pequeno) e o Monoprix.

Aqui vai uma lista dos meus produtos “básicos” ou nem tanto…

  • Leite “bio” 500ml – 1 Euro (tem marcas mais baratas mas eu prefiro biológico)
  • Sacos de saladas verdes  prontas para servir 4 a 5 porcões  – já lavadas – 1.50 Euros
  • Refrigerantes em lata – Pack com 6 – 3.48 Euros
  • Lata de ervilhas e cenouras 200gr – 1.11 Euros
  • Lata de lentinhas 300gr 1.06 Euros
  • Ice tea – garrafa de 1.5 litros – 1.78 Euros
  • Salmão defumado 4 fatias grandes  – 4. 99 Euros
  • Pizza congelada – 5. 25 Euros (tem mais baratas, depende da marca)
  • Pão de leite pack 10 unidades 1.80 Euros
  • Arroz basmati 1Kilo (indiano) – 3.60 Euros (o arroz normal custa 1 Euro/quilo)
  • Vinho – os vinhos começam a ser bons a partir de 6 Euros, mas tem vinhos mais baratos.
  • Chocolates 100gr – com 1.30 Euro você compra bons chocolates, mas tem mais caros.
  • Ovos – ½ duzia – 1.87 Euros (de galinhas criadas ao ar livre, alimentadas com milho)
  • Sopas prontas – 2 pacotes 1.50 Euros (não são sopas em pó, são sopas prontas, liquidas ou creme)
  • Presunto cozido – 2,60
  • Presunto defumado (jamon serrano) – 4 Euros
  • Rosbife (peça grande de carne para assar) 14 Euros (as outras carnes custam mais ou menos o mesmo)
  • Manteiga 1.50 Euros
  • Blinis (4 unidades) – 1.80 Euros
  • Papel higiênico – 4 rolos – 2.59 Euros
  • Queijo Emmental 250 gr – 2.30 Euros
  • Queijo Roquefort – 100gr – 2.29 Euros
  • Pasta (massas tipo espaguete, macarrão em geral) – 1.5 Euros 1/2 quilo
  • Molho de tomate pronto para usar (bolonhesa, napolitana, etc) – 1.5 Euros
  • Queijo parmesão ralado  italiano– 2.69 Euros (tem mais barato)
  • Comida (boa) pronta congelada – a partir de 1.50 – pratos individuais
  • Pão de sanduíche – 1 Euro ½ quilo
  • Baguete – .80 Euros
  • Foie gras – 8 Euros
  • Geleia de cebola para foie gras – 1.99
  • Torradas para foie gras – 1.30 pacote com 60
  • Vinho Sauternes para beber com foie gras ou outros vinhos brancos doces – a partir de 10 Euros
  • Tarama 100gr– 1.50 (tarama é uma especie de caviar barato)
  • Azeite de oliva – 6.79 Euros
  • Vinagrette – 2.90 Euros (vinagrette básico: azeite, vinagre e ervas)
  • Frutose – 4 Euros/quilo
  • Açúcar – 1.5 Euros/quilo
  • Sabonetes – em torno de 1 Euro cada (tem mais barato)
  • Shampoos e condicionador– começam a ser bons a partir de 4 euros.
  • Esmalte de unhas – a partir de 3 euros (os bons).

Fico devendo o preço das batatas, tomates e legumes em geral, não sei os preços corretos porque na nota  do supermercado eles colocam tudo tipo “legumes” ou “frutas”, mas sei que nada que eu compre sai por mais de 2 euros.
Bom, em resumo, gastamos aqui uma media de 700 euros para 2 pessoas. Estou contando com todos os produtos de limpeza e higiene pessoal também alem de todo gasto com comidas em geral – restaurantes etc.
Compramos muita comida no Picard surgelles, eles alem de terem comida congelada pronta, tem ótima carne e vegetais congelados.

Up date:

Comida congelada do Picard Surgeles:

  • Torta de alho porro (2 tortas) – 2,40 Euros
  • Quiches (2 Quiches) – 2,55 Euros
  • Pasta com (muito!)camarão, Saint Jacques e vegetais – porcão grande para 1 pessoa – 5,10 Euros
  • Crepes de presunto com molho branco – (2 crepes) – 2,90 Euros
  • Poulet basquaise (frango com arroz e vegetais) – porcão para uma pessoa – 1,95 Euros
  • Couscous – porcão para uma pessoa – 1.95 Euros
  • Pain au chocolat (5 unidades) – 2.25 Euros
  • 2 demi-baguettes (baguete pequenas, prontas para ir ao forno) – 0.80 Euros

Detalhe: Esses pratos de 1,95 Euros são o que eles chamam de Picard Express, prontos em 6 minutos no micro-ondas. A comida e de alta qualidade e barata. Vale a pena! Tem muitas opções como empadões de batata recheados com pato ou carne de boi, massas de todos os tipos, lasanhas, bacalhau com batatas, peixe com arroz, almondegas com molho de tomate e batata, enfim, da pra ter uma variedade de pratos prontos no freezer. Faça uma salada, sirva uns queijos e pronto!

Nota: Este artigo foi escrito em janeiro de 2011 mas  esta sempre sendo revisado e se algum produto aumenta eu edito o post, portanto os precos sao atuais, ok?

Leia mais...

Roteiro turístico de 1 dia em Paris: Passeios na volta do Louvre

dezembro 14, 2010 | Posted in Pontos turisticos | By

Conheça varios pontos turisticos de Paris em 1 dia!

Ninguém pode dizer ao certo quais são os melhores museus de Paris, porque isso depende muito do gosto de cada um, mas eu preparei um roteiro turistico de 1 dia com pontos turisticos bem interessantes!

Roteiro turístico de 1 dia em Paris: Passeios na volta do Louvre:
Como eu já tinha dito no artigo Pontos turísticos de Paris por área (arrondissement) a melhor maneira de conhecer Paris é planejando por área
Estou colocando aqui um roteiro turístico de 1 dia com passeios perto do Louvre.
Estes lugares mostram um pouco de tudo em Paris:
O Louvre com a Monalisa e outras maravilhas do passado, compras de perfumes e cosméticos franceses sem taxas para turistas na Benlux, depois você pode ir ao Palais de Tokio (que apesar do nome não tem só arte japonesa), que é o local de arte mais moderna e interessante de Paris, seguido pela Fundação Corbusier, Museu Carnavalet e Galerie Vero Dodat que são imperdíveis.
Este roteiro turístico de 1 dia pode ser modificado de acordo com o seu gosto.
Para finalizar, um passeio ao Cemitério de Montparnasse.
Estou dando as dicas de onde comer também.
O meu conselho é deixar uma manha inteira para o Louvre, parar para um café mesmo dentro do Louvre, fazer umas comprinhas e almoçar em um dos restaurantes ou lanchonetes (tudo dentro do Louvre) e depois percorrer a área em volta:
Aproveite!
Museu do Louvre – Toda a manha.
Já falei bastante sobre Louvre aqui no Blog:
Pontos turísticos de Paris – O Museu do Louvre
Lista dos 10 melhores museus de Paris com endereço e estação de metro mais próxima
1.    Durante a tarde: 
Benlux: 
Este é o paraíso duty-free do centro de Paris. Fica na 174 da Rue de Rivoli, bem perto do Louvre. Aqui você vai encontrar todos os perfumes, cosméticos e afins. Leve o passaporte que assim você recebe as taxas pagas de volta diretamente na sua conta bancaria ou por cheque pelo correio. Quando você estiver embarcando de volta, vá ao guichê do aeroporto e entregue a nota que você recebeu na loja e preencha um formulário. Na Benlux eles vão informar direitinho qual e o guichê, onde fica e o que deve ser feito. Boas compras!

Palais de Tokio:
É o templo da arte contemporânea e dos jovens artistas em Paris. Tem uma lanchonete muito agradável.
13, avenue du president Wilson (16º), tel. 01-47-23-38-86, metrô Iéna

1.    Fundação Le Corbusier:
O museu localiza-se em duas vilas (construídas por ele), La Roche e Jeanneret. 
Conheça também seu apartamento (24, rue Nungesser et Coli – Boulogne-Billancourt) às quartas-feiras, das 9h às 12h30. 
As visitas tem de ser reservadas na fundação.
8-10, square du Docteur Blanche (16º), tel. 01-42-88-41-53, metrô Jasmin

1.    Quarto de Proust:
O Museu Carnavalet, no coração do Marais, guarda os móveis entre os quais o escritor Marcel Proust passou os últimos dias. Também tem quadros, objetos e documentos da história da França. A visita vale a pena.
Museu Carnavalet, 23, rue de Sévigné (3º), metrô Saint-Paul

1.    Galerie Vero Dodat:
Essa passagem do século 19 é pouco visitada pelos turistas, não sei muito bem porque, pois o local e super interessante. 
Vale mesmo a pena conhecer o Café de l’Époque, na entrada.
Rue du Bouloi (1º), metrô Palais-Royal

1.    Cemitério de Montparnasse:
Muita gente vai ao cemitério Père Lachaise, mas se esquece desses notáveis e bucólicos campos elísios onde estão enterrados Baudelaire, Cortázar, Tristan Tzara, Samuel Beckett, Sartre e Beauvoir.
Boulevard Edgar Quinet (14º), metrô Edgar Quinet

A noite:
Torre Eiffell!
Aconselho um jantar bem proximo da torre, e se voce sentar do lado de fora tera uma linda vista da torre:
Restaurante Le Malacoff
6, Place Du Trocadero (7eme).

Leia tambem os outros artigos do blog  para saber mais dicas de turismo na França

Leia mais...

Compras em Paris: Vintage e artigos de segunda mão

novembro 24, 2010 | Posted in Compras em Paris | By

Paris é o centro comercial da moda e os parisienses são famosos pelo seu estilo único e elegante.

Já escrevi aqui sobre O estilo parisiense de ir às compras., e gostaria de dar um pouco mais de informação a respeito de como eles conseguem esse estilo.

O Parisiense de uma forma geral investe em peças únicas e interessantes, sendo assim as boutiques vintages são sempre um sucesso (não podem faltar no roteiro de compras dos parisienses).

Então, dando seguimento a nossa serie de artigos a respeito de compras em Paris, eu não poderia deixar de lembrar das lojas especializadas em artigos de segunda mão e vintage.

Mesmo que você não esteja muito interessado em roupas de segunda mão, essas boutiques são verdadeiras galerias de coisas interessantes que vale a pena conferir, nem que seja por curiosidade. Quem sabe você não encontra alguma coisa interessante?

Os mercados de pulgas de Paris são o primeiro lugar para procurar roupas vintage e de segunda mão, mas há também uma série de excelentes boutiques que podem ser encontradas nas ruas ao redor do Centro Pompidou e Les Halles. Esses lugares são pontos turísticos um pouco fora do roteiro “museus e galerias”, mas também muito importantes se você quiser experimentar a cultura Parisiense de uma maneira mais aprofundada.

A Boutique Igleide (12, rue de la Grande-Traunderie) é especializada em roupas vintage chic e acessórios, enquanto que o Kiliwatch (64, rue Tiquetonne) tem uma mistura de antigos e novos, bem organizado e com um preço ligeiramente mais alto. Vale a pena conferir.

Para o “Vintage Couture”, visite as três boutiques do Palais Royal de Didier Ludot (20-24 Galerie Montpensier e 125 Galerie de Valois, Jardin du Palais Royal, www.didierludot.com). Uma das boutiques é dedicada somente a vestidos pretos – imperdível!

Em St-Germain-des-Prés você pode encontrar alguns colecionadores, incluindo Ragtime (23, rue de l’Echaudé), com roupas antigas datam de 1860 e 1970, e Le Depot Vente de Buci (4-6 Rue de Bourbon-le-Château), vendendo muito roupas e acessórios dos anos 80.

Qual e a diferença entre vintage e peças normais de segunda mão?

Tanto o vintage como as roupas de segunda mão são usadas, mas nas lojas de roupas usadas você vai encontrar de tudo, coisa boa e porcaria.

Vintage eh um estilo, você encontra muito Chanel, Dior, roupas realmente especiais que valem ate mais do que os modelos novos. Se você não esta muito certa de que quer investir muito em uma roupa estilo vintage, que tal comprar uns óculos, ou algumas bijuterias deste estilo? Sempre dará um toque especial no seu visual. Experimente!

Leia mais sobre compras em Paris:

Compras baratas: Onde encontrar lojas outlets e grandes descontos em Paris

Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Compras baratas: Onde encontrar lojas outlets e grandes descontos em Paris

novembro 24, 2010 | Posted in Compras em Paris | By

Compras baratas em Paris

Paris não é necessariamente famosa pelas roupas com baixo preço, e sim por artigos de luxo, com preço bem acima da média. Este artigo tem como objetivo mostrar um pouco das opções que você tem quando procura por lugares para comprar roupas baratas de alta qualidade a preços baixos: As lojas outlet e lojas com grandes descontos em Paris.

Afinal o que são lojas outlet? Estou comprando o que?


Lojas outlet:

São lojas especializadas em vender artigos de marcas famosas de estações passadas. Nestas lojas você encontra artigos de grande qualidade com descontos de ate 70%.

É o destino principal de compras dos parisienses, que procuram roupas em estilo mais clássico (os básicos: roupas em cores neutras, etc)

Stocks:

Outro nome que se vê para as lojas outlets, ou seja roupas que ficaram no estoque da boutique/loja e não foram vendidas no lançamento. Em resumo, “stock” refere-se a mercadorias que sobraram da(s) última(s) temporada(s) de uma determinada boutique. Geralmente é reduzida em cerca de 50 por cento, e não está disponível em todos os tamanhos ou cores

Devoluções e trocas não são aceitas na maior parte das vezes (experimente antes!). Uma loja destas não é o lugar para equipar-se com uma coleção das últimas tendencias da moda, mas pode ser uma grande oportunidade para comprar bons clássicos de qualidade, como um blazer de lã bem cortado, a um preço muito razoável.

Promoções:

São descontos especiais na linha atual, em uma ampla gama de tamanhos. Nestas lojas você encontra o que há de mais atual. É o lugar ideal para apimentar o seu visual com as últimas tendencias da moda, não esqueça, quando o verão termina aqui, está começando no Brasil.

Degriffes:

Indica que os rótulos dos designers foram cortadas. Essas lojas são, na maioria das vezes muito mais baratas do que as outlets porque as roupas não tem mais a etiqueta.

Dica:

  • Em jeans, por exemplo, você pode ver a marca original olhando o botão da calca, por exemplo, porque eles não tiram “todas” as peças que mostram a marca, só a etiqueta externa. Dá pra saber qual é a marca se você procurar bem.
  • Essas roupas “degriffes” são classificadas como “não boas o suficiente” para receber a marca do designer. Em resumo, tem algum defeito. Normalmente estes defeitos são:
  • Roupas com etiqueta de tamanho errada: uma camisa que é tamanho 38 com etiqueta 42. Nestas lojas você tem de experimentar as roupas ou comparar o tamanho.
  • Pequenos detalhes como uma bainha mal costurada. Avalie se são pequenas coisas, ainda vale a pena comprar.
  • Manchas: Algumas manchas sutis podem comprometer a qualidade da roupa: Mas não o suficiente. Eu, por exemplo tenho umas calcas Calvin Klein que apresenta umas manchas mais escuras imperceptíveis – só vejo mesmo se eu colocar na luz.

Estes pequenos defeitos não são o suficiente para comprometer a durabilidade e caimento da sua compra, as roupas ainda são de alta qualidade.


Soldes: Saldos, exibidas para anunciar as vendas a vista, normalmente em finais de estação e depois do Natal.

É o principal alvo dos turistas que vem do hemisfério sul, porque se beneficiam da estacão “ao contrario”, ou seja, quando o inverno esta terminando aqui (e as lojas começam os saldos) é hora de começar a pensar em roupas de inverno no hemisfério sul. Você não precisa esperar um ano para vestir as roupas.

Onde encontrar estas lojas em Paris? Endereços aqui:


A linha 4 do metro vai levar você a 2 diferentes lugares famosos pela grande concentração de lojas outlet:
Rue d’Alesia:

Entre a Place Victor Basch (na Avenue du General-Leclerc) e Rue Didot, no 14 º Arrondissement.
Peque a Linha 4 do Metrô em direção à Porte d’Orleans até à estação Alesia e caminhe para oeste na rua Alesia, ou simplesmente siga a multidão.
Esta área é fundamental para quem está a procura de lojas outlets, por toda a rua você vai encontrar lojas fantásticas de suas marcas favoritas. As minhas dicas, nesta rua são:

Dorothee Bis Stock (74) e Dorotennis (mesmo prédio), para a coleção outlet estilista, uma das lojas e para malhas e outra para artigos esportivos.

Banco de dois (92), para comprar marcas Daniel Hechter

Kookai (111 Bis) para comprar Kookai (o próprio nome diz, não e mesmo?)

Cacharel Stock (114) para comprar Cacharel (obvio… ;P)

Jerry Difusão (118), para Chantal Thomass

Evolutif (139), para comprar Kenzo, Yves Saint Laurent, e Cerutti.

A Rue d’Alesia tem várias cervejarias, restaurantes franceses e fast food. Você pode passar um pedaço da manha la, almoçar e seguir passeando pelo local depois.


Rue St-Placide

Outra rua com uma series de lojas outlet. Fica entre a Rue de Vaugirard e Rue de Sèvres, no 6 º Arrondissement. Para este destino, a saída da Linha 4 em St.-Placide, a oeste dos Jardins do Luxemburgo. Fica bem no centro, fácil de ir.

Esta pequena rua tende a ficar atolada com turistas e compradores.

O grande atrativo é o Mouton à Pattes Cinq (8 e 18 Rue Saint Placide) são quatro boutiques diferentes, cada uma com sua própria ênfase.

Nesta rua, a minha loja favorita é Pilou (9), com degriffes Guy Laroche, imperdível!

Algumas destas lojas tem “Monnai des Affaires”, com uma área para remexer, com preços realmente baixos. Em português claro é o “balaio” da loja.

A maior parte das roupas encontradas nestes balaios realmente mereceram ir pra lá (são medonhas ha ha), mas não custa nada dar uma olhada, para encontrar blusas pretas, echarpes, malhas de cor neutra e coisas não muito esquisitas.

As vezes temos sorte.

Outras ótimas boutiques no centro de Paris:

Mendes (65 Rue Montmartre) para Saint Laurent e Lanvin

Soldes Lanvin Trois (3 Rue de Vienne) para Lanvin , em cerca de metade do preço;

Pierre Cardin Stock (11 Boulevard Sebastopol)

Emmanuelle Khanh (6 Rue Pierre Lescot).


Se você está procurando designers da alta costura, vale a pena a caminhada até
La Vallée (em Marne-la-Vallée, A4 RER Val d’Europe, www.lavalleeoutletshoppingvillage.com)

Com pelo menos um terço fora dos preços regulares em lojas elegantes

Anne Fontaine

Kenzo, Diesel

Lancel

MaxMara

Nina Ricci

Mandarina Duck

Versace

Camper

Charles Jourdan

Fica a uma estação de trem da Disney, mais ou menos 40 minutos do centro de Paris.

A melhor maneira de ir as compras nestes locais é pensando em passear, com uma lista de coisas que você precisa comprar. Relaxe, divirta-se e aproveite o passeio. Tire fotografias. Vá em grupo.Para mais informacoes sobre o Vallee la Vilage, leio o artigo La Vallee Vilage, o paraiso das compras a 40 minutos de Paris

Não entre em stress do tipo: Estou aqui a mais de 1 hora e não comprei nada… Pare, tome um café, leia a sua lista de novo e vá em frente.

Pense bem no que você vai comprar nestas promoções porque essas roupas são de alta qualidade e vão durar muito. Não vale a pena comprar umas calcas Armani vermelhas, por exemplo. Compre bege, azul escuro, marrom, preto, algo que daqui a 10 anos ainda seja usável.

Dicas de roupas para serem compradas em outlets:

Camisas brancas, bege ou pretas. Calças tipo social de cores neutras. Pulovers, cardigans, malhas de cashmira, casacos e blazers. Vestidos tipo “preto básico”. Saias retas de cores neutras. Sapatos e botas de cor neutra. Jaquetas de couro. Luvas, chapéus, etc.

Não compre coisas esquisitas só por causa da marca, mantenha-se fiel ao seu estilo, procure bastante e divirta-se!

Boas compras!

Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Dicas de turismo em Paris: Roteiros temáticos

novembro 22, 2010 | Posted in Turismo dicas | By

Estabelecer roteiros baseados em temas específicos torna muito mais fácil e produtiva as suas férias.O tipo de visita e passeios a escolher depende muito do tipo de experiencia que você quer ter em Paris. Paris é o centro turístico mais visitado no mundo, e não é a toa! Existe a Paris histórico- cultural, a gastronômica, a social, artística, religiosa, Paris para crianças e mais um infinito de opções.

Que tipo de turista é você? Quais são as suas prioridades de passeio ou experiencias que quer ter?

Vamos analisar alguns tipos de roteiros temáticos baseados em algumas prioridades:

Turismo Histórico cultural:

Este é o principal e mais comum tipo de turismo. É altamente recomendado para quem vem pela primeira vez e gosta de historia, palácios e museus.

Não vou aqui listar todos os Museus que você pode ir, mas se você pretende seguir este roteiro, aqui vai umas dicas:

  • Hospedagem:

Hoteis/albergues no centro da cidade (fique perto do metro!) são o indicado para você.

Aconselho a cadeia de Hotéis do Grupo Inter Continental, onde você vai encontrar hotéis conhecidos como o Holiday Inn; eu tenho ate cartão de usuário frequente, o que me da 20% de desconto no minimo nestes hotéis (eu já me hospedei no Holiday Inn em Paris, Hong Kong, Thailandia – Phiphi Island e Phuket). Estou aconselhando porque eu já testei o bastante para garantir que são bons.

Mas toda a rede Inter Continental é ótima. Você tem o link do web site da Intercontinental aqui no blog, com um minimo de 20% de desconto. Voce pode pesquisar por hoteis aqui mesmo no blog.

Albergues baratos: eu aconselho o site do Hostelworld, que tambem tem aqui no blog o link. Já utilizei o Hostelworld para uma viagem a Normandia (fica perto de Paris) e gostei muito do hostal – superbarato.

  • Passes de museu/metro/Bus tour (passeio de onibus turistico, onde você para onde quer e depois pega o próximo para seguir o passeio).

Para quem vai visitar muitos museus e seguir este roteiro cultural de Paris, aconselho firmemente o Paris Pass. Também provado e aprovado por mim. Eles dão um guia turistico (livro de 120 paginas) para você seguir. Comprei um passe de 2 dias e foi ótimo. Com um passe destes na mão você vai passear pelo Sena de barco, vai degustar vinhos em adegas, e claro visitar tantos museus quantos você quiser.

  • Não precisa mais nada.

Turismo Gastronômico

  • Segundo tipo de turismo mais popular, principalmente entre os Norte-Americanos.
  • Neste caso aconselho ficar em Hotel com café da manha incluído, o que não acontece na maior parte do albergues. Aconselho Hotel mesmo.
  • Para ter uma verdadeira experiencia gastronômica sem gastar uma fortuna, adira a programas do tipo  Restoprive (Restoprivé – Page d’accueil) , por exemplo, que da descontos incriveis pela internet, se você reserva através deles você vai economizar muito.
  • Outro programa incrível é o Lafourchette, parecido com o Restoprive, com a diferença que você não precisa pagar pelo restaurante online, você só faz a reserva, tem descontos tambem e o site deles é , na minha opinião, melhor para quem não fala francês (você pode mudar o idioma), alem de poder fazer pesquisa por área em todas as regiões de Paris.
  • Ambos os programas eu aconselho. Vá ao site deles, inscreva-se e comece a receber as novidades. Assim você já vai tendo uma ideia dos preços e dos restaurantes (os sites tem montes de fotos). Inscrever-se para receber o e-mail deles é  de graça. Eu uso os 2 programas.
  • Eu tambem aconselho viajar um pouco ao norte a ter uma verdadeira experiencia com queijos franceses. Você pode encontrar informação aqui no blog sobre vários lugares incriveis e perto de Paris na Normandia – este é o lugar para experimentar queijos e afins.
  • Quem vem pensando passear pensando na gastronomia francesa vai se beneficiar se tiver com um laptop ou netbook, iphone, etc. É a melhor maneira de consultar os sites, ver onde ir, olhar mapas e etc. Não aconselho livros impressos, aconselho mapas.
  • Compre vários “carnets” de 10 tickets para usar no metro, não precisa comprar um passe.
  • Instale um dicionario ou tradutor no celular – só pra per certeza de que você esta pedindo a comida certa no restaurante.
  • Dica: existem vários restaurantes caríssimos em Paris, alguns eu já experimentei e posso dizer: a comida não é muito, muito melhor do que os restaurantes com preços razoáveis. Experimente também o restaurante dos hotéis que você ficar, geralmente são ótimos.
  • Nos restaurantes, opte pelos menus prontos, com entrada, prato principal, saladas e sobremesa.
  • Não esqueça dos vinhos!

Turismo Religioso

Esse é o tipo de turismo mais barato, a maioria das catedrais, igrejas e afins são de graça.

Eu fiz muito esse tipo de turismo quando adolescente, não por questões religiosas mas porque as catedrais da Europa são uma experiencia a parte. Vale a pena.

Você só precisa de:

  • Um guia turistico (pode ser impresso, não muda nada a anos mesmo).
  • Um passe de metro ou “carnet” de bilhetes.
  • Um mapa
  • Bons sapatos para caminhar por ai.
  • Se for verão, cuidado com os shorts, as vezes eles não permitem a entrada de pessoas com roupas muito “abertas”.
  • Veja as programações culturais das paroquias, geralmente tem afixado nas portas concertos de órgão, canto, canto gregoriano, etc. De graça! Pra quem gosta de musica sacra a Notre Dame tem ótimos cantores, se você gosta pode ir a missa de domingo la.
  • Não perca a oportunidade de visitar as principais catedrais de Paris ao entardecer, o sol batendo nos vitrais deixa a catedral com um ar magico.

Hospedagem:

Qualquer lugar perto do Metro, mas não na área da Gare du Nord (essa e a área do Mulin Rouge). A 19eme fica um pouco fora do contexto do passeio, porque é a zona de prostituição, etc.

Melhor para outro tipo de “roteiro”.

Aconselho albergues em geral, hotéis pequenos e baratos, no centro.

Paris para crianças:

  • Viajando com crianças? Escolha um dia para ir a Disney Paris (site oficial), Ao Parque do Astérix (site oficial) entre outras diversões como as praças e jardins no centro da cidade (O Jardim de Luxemburg não pode faltar no roteiro!)

Faça um picnic a beira da torre Eiffel, use os parques e divirta-se! Todos os dias as 10 da noite tem um espetaculo maravilhoso na torre eifell que fica toda iluminada, vale a pena ver! As criancas vão adorar e voce tambem.

  • Alojamento:

Recomendo alugar um apartamento em vez de ficar em hotel.

De uma olhada no site do Residhotel.  Já usei os serviços deles e adorei.

No próximo artigo escreverei um pouco mais sobre outros roteiros, tais como Turismo Artistico, Social (Paris durante a noite!) e Compras em Paris (Compras baratas: Onde encontrar lojas outlets e grandes descontos em Paris).

Ate breve!

Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...

Dicas de Turismo: Seja um “smart traveler”, conheça as vantagens de viajar leve

novembro 17, 2010 | Posted in Turismo dicas | By

A sua habilidade em fazer as malas vai determinar o sucesso ou a falha em viajar leve. É importante saber como ser um “smart traveler”, começando pela maneira de como você arruma as suas malas!

Como fazer as malas de maneira a aproveitar as férias ao máximo sem lidar com problemas de carregar um enorme peso de um lado para outro?

Se você esta pensando em viajar por vários lugares e não pretende pagar diária em hotel só porque “as suas coisas tem de ficar em algum lugar”, este artigo é o que você esta procurando.

Viajar leve é uma arte. Nem todas as pessoas entendem como é melhor ter pouca coisa para carregar em uma viagem. Quando fazemos uma viagem internacional qualquer que atravessa um dos oceanos as companhias aéreas lhe dão o direito a carregar 36 quilos da bagagem – Como acontece com os voos do Brasil para a Europa (você atravessa o oceano atlântico). Acontece que se você vai fazer viagens internacionais pela Europa (não atravessando oceano), por exemplo, essa regra não funciona (você só pode carregar 20 quilos) e afinal você tem de deixar muita coisa pelo caminho.

Viajar com o peso da mala “no limite” impede muitas vezes você de comprar coisas interessantes pelo caminho – não há mais margem.

Existem viajantes frequentes que depois de muitas viagens ainda não aprenderam a viajar leve, tentando a toda viagem carregar menos coisas mas assim mesmo muito mais do que o necessário.

Os Brasileiros são conhecidos internacionalmente como os viajantes mais pesados na Europa, seguido pelos Chineses – os chineses não tem o direito a carregar 36 quilos porque a viagem apesar de longa não atravessa o oceano (eu sei disso já vivi na China – só e permitido 20 quilos), com a diferença que os Brasileiros chegam já com mala pesada, e os chineses partem com a mala carregada de compras. Por isso também os brasileiros são muitas vezes barrados nos aeroportos internacionais – quem acredita que uma pessoa que vai ficar passeando pela Europa precisa carregar uma mala de 36 quilos? Quem viaja leve não tem problemas na alfandega.

Então aqui vão algumas dicas de como se tornar um “smart traveler” e começar a viajar leve, contribuindo não só para a saúde das suas próprias costas como é uma maneira educada de compartilhar o espaço no avião – afinal o voo não e só para a gente não e mesmo?

Aqui vai uma lista rápida de dicas:

Faça uma lista de o que você vai precisar durante a viagem:

Para ser um “smart traveler” você deve saber programar escrevendo uma checklist. As listas são muito uteis para fazer você não esquecer do que e importante e deixar de lado o que não precisa.

Uma checklist dividida por categorias é útil: Separe a lista em categorias tais como:

1.Produtos de higiene pessoal: Leve em conta o tipo de hotel que você vai – a maioria das coisas que você leva são encontradas no seu quarto de Hotel – não perca tempo nem desperdice espaço levando sabonete, por exemplo. Se você não se adaptar aos produtos do Hotel (eu recomendo levar o seu próprio shampoo e condicionador em embalagem pequena). Não esqueça que você pode comprar de o que precisa em um supermercado. Paris tem excelentes produtos de higiene pessoal para todos os bolsos, aproveite a viagem para experimentar. Então, o que levar: a sua própria escova de dentes de viagem e creme dental pequeno (você vai precisar disso na bagagem de mão para escovar os dentes durante o voo). Escova de cabelo, pente, remédios, maquiagem (um kit pequeno!), para os homens – giletes ou barbeador.

  1. Roupas: já escrevi um artigo Outono e Inverno em Paris! O que colocar na mala? falando sobre isso, recomendo mesmo a leitura,
  2. Sapatos: Um par de sapatos de noite (leia-se salto alto para as mulheres). Somente um par ou nenhum, aproveite para comprar um par novo durante a viagem. Paris tem sapatos sensacionais! Já é uma desculpa para ir as compras!
  3. Documentos e eletrônicos: Como já disse antes no artigo Dicas de turismo, voce esta preparando para uma emegencia durante as ferias? tenha a copia dos seus documentos em sua caixa de email. Copias em papel só servem para acrescentar mais peso a sua mala de mão Leve o seu netbook ou notebook na viagem com musica, livros em PDF, mapas e guias. Não carregue um monte de livros a toa. Recomendo ter um netbook na viagem para uma família, não carregue vários. Se você esta viajando com filhos adolescentes, deixe para eles a tarefa de organizar isso, não carregue vários notebooks em um mesmo grupo. Não recomendo laptops pois são muito grandes e pesados.Carregadores das maquinas de fotografia, ipods, etc. Tente trazer um carregador universal se possível, ou verifique o que pode ser carregado no seu netbook com um único cabo USB.
  4. Enrolar as roupas para colocar na mala: Funciona?É um mito:para algumas pecas sim, mas basicamente roupas interiores e meias (que devem ficar nos cantos da mala e entre os espaços deixados pelos sapatos por exemplo). E melhor colocar as roupas o menos dobradas possíveis ocupando todo o espaço da mala, fazendo então varias camadas de roupas.
  5. Mantenha-se monocromático o tanto quanto possível:Isso mesmo: escolha uma cor (neutra) e mantenha os mesmos tons. Roupas claras exigem ser lavadas mais frequentemente, cores recomendadas:Todos os tons da cinzaTodos os tons de castanho ou marromTodos os tons de verde (verde oliva e muito bom para viagens, combina tanto com cinza como com marrom)Preto (evite se estiver viajando no verão)Todos os tons de azul
  6. Coisas a evitar:Varias calcas blue jeans (são todas mais ou menos iguais mesmo…)Rosas pink, amarelos, vermelho, cores vibrantes em geral misturadas.Mais de 2 maquinas fotográficas por família.Mais de 2 netbooks por família.Sapatos não confortáveis.

E você? Costuma viajar leve ou sempre carrega uma mala enorme? Quais as vantagens de uma opção e outra? Deixe a sua opinião! Deixe o seu comentário!

Leia tambem os outros artigos do blog para mais Dicas de turismo na França!

Leia mais...