Paris em Agosto ! Como programar as suas ferias para não ficar frustrado.

Como todos sabem Agosto significa ferias de verão em todo o hemisfério Norte.

Países como os Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra, China e Rússia estão fazendo as suas grandes e esperadas ferias de verão e escolares, e praticamente todos escolhem este mês para excursões escolares de fim de ano (letivo), e enfim, Paris é o destino principal.

O numero de pessoas pelas ruas é impressionante e você deve ficar preparado psicologicamente para dividir espaço e compartilhar mesas e bancos por todo o lado e enfrentar filas para o toilete e pra comprar água.

Como a França também faz parte do hemisfério norte, também « entra em ferias », então não se surpreenda com muitos restaurantes fechados por aqui. Acreditem, até as sorveterias fecham para ferias coletivas. Tudo fica mais devagar mesmo.

Pra quem esta acostumado com o Brasil, que funciona 24 horas 7 dias por semana e todo o serviço é super rápido, tenha em mente que a Europa já é, normalmente um local onde tudo é mais relax, e não há a correia normal que há no Brasil, imaginem então em época de férias.

Muitos turistas, mesmo fora da época de férias, já estranha a demora nos restaurantes, o que aqui é bem normal, porque a principio a refeição é para ser apreciada sem pressa. O que no Brasil parece ser descaso dos atendentes aqui é sinal de boa educação. Eles deixam você em paz.

Nos restaurantes, os garçons deixam você a vontade, não ficam toda hora na sua mesa tentando empurrar mais uma cerveja, se você precisa de mais uma, tem de chamá-los. A principio a ideia é não incomodar, e não ignorar você, como as vezes é percebido pelos brasileiros. E possível por aqui ficar uma tarde inteira na mesa de um café e beber só um cafezinho. Ninguém fica indo na sua mesa perguntando se você quer mais alguma coisa, como no Brasil, com a mensagem “se não esta consumindo tem de liberar a mesa”. Aqui tudo é mais devagar e se você diz para o garçom que você tem pressa ele vai dizer: “caaalma, vocês estão em férias…”. Estilo europeu, culturas diferentes. Não leve a mal.

Agora imagine este “estilo”, nas férias. Multiplique por 10 e você tem uma ideia de como as coisas ficam devagar por aqui. Aproveite e relaxe, afinal “você esta em férias” rsrs. Multiplique por 50 o numero de pessoas andando nas ruas também so pra se preparar…

Pensando nestes pequenos poréns de agosto, fiz uma listinha de dicas que podem salvar as suas férias:

  1. Relaxe e não fique com grandes expectativas. Agosto não é época para maratonas do tipo “ver o maximo que puder de Paris em um minimo de tempo” e ate pra percorrer uma rua tipo o Boulevard Saint Michel você vai demorar o dobro (estou sendo otimista rsrs) do tempo do que em outra época. Prepare-se para desacelerar mesmo e aproveitar.

  2. Traga sempre água na bolsa. Va enchendo a garrafa nos parques e jardins, há varias fontes de água potável pelas ruas, e você poupa tempo em filas pra comprar água na rua, que vai estar custando muito mais neste período, afinal é altíssima temporada.

  3. Compre sempre muitos tickets de metro, carnets de 10 tickets são ótimos. Se cada vez que você for usar o metro você for entrar na fila pra comprar tickets você perde muito tempo.

  4. Pense diferente de todos e evite os momentos de pique. Todos tem a mesma ideia:

    • Ir ao Louvre logo que ele abre: errado, todos tem essa ideia, então você deve ir na hora do almoço, quando as filas estão significantemente menores.
    • Ir a torre Eiffel de Manha cedinho: Também errado, todos vão a essa hora, vá depois das 6 horas da tarde. Melhor ainda, reserve jantar no restaurante 58, assim você fura a fila pra subir e ainda tem uma experiencia inesquecível.
    • Ir almoçar em Montmartre: péssima ideia, os restaurantes são uns doces sim, e o local vale a pena, mas infelizmente as 11 horas da manha chegam centenas de ônibus de excursões a Montmartre, todos com a mesma ideia na cabeça. Va a Montmartre de manha cedo, e saia de la as 11 horas da manha. Você vai ver as excursões chegando e vai agradecer pela dica. Rsrs Aproveite a manha para passear e fazer um lanchezinho por la, se você realmente quiser ter a experiencia de entrar em um dos restaurantes-cafés, ou mesmo tomar uma cerveja ou um vinho rosé geladinho. Deixe o almoço pra outro local.
  1. Venha com ideia de passear pelas ruas de Paris, aproveitar os parques e perambular pelos locais, ver as pessoas (tem gente do mundo inteiro), se as filas para os monumentos e para a Catedral de Notre Dame estiverem impraticáveis, passe pela frente, tire fotos e vá adiante. Não perca 2 horas na fila de cada monumento. Aproveite para conhecer outros locais sem muitos turistas, e sem filas como a Eglise de Saint Sulpice (aquela do livro Código Da Vinci), Eglise de Saint Severin (lindíssima, bem pertinho da Notre Dame, Na esquina da Rue St. Jacques com Saint Severin. Tem muito o que ver por aqui sem enfrentar filas. Um museu grátis, imperdível é o Musée Carnavalet:

    Musée Carnavalet. 23 rue de Sévigné 75003 Paris , metro Saint Paul, linha 1 (amarela).

    Site: http://carnavalet.paris.fr/fr/musee-carnavalet Não perca mesmo!

  2. O Panthéon quase nunca tem filas enormes e é fresquinho la dentro. Ótima pedida para refrescar do calorão da rua. Não perca o tour até o topo do Panthéon, que esta incluído no ticket para entrada.

  1. Carregue lanche na bolsa se você não estiver disposto a entrar nos demorados restaurantes e Brasseries. Ou entre no supermercado e compre sanduíches e coisas pra fazer picnic em algum parque.

  2. Tente, se possível, deixar as mochilas em casa e venha com bolsas. Mochilas exigem na maior parte do tempo que você  as deixe na portaria dos museus, você não pode entrar com mochilas em muitos museus. Bolsas, por maior que sejam, não tem problemas. Assim você passa direto e não tem de enfrentar a fila do bengaleiro.

  3. Esqueça a Saint Chapelle. Impraticável em Agosto. Se você faz mesmo questão de conhece-la, prepare se para umas duas horas de fila para a segurança e depois outra para entrar. São duas filas e nenhum passe “fura fila” faz você furar a fila da segurança. Como a Saint Chapelle fica dentro do palácio de Justiça, é necessário passar primeiro pela segurança e detector de metais. Só depois é que você entra na fila para entrar, la dentro.

  4. Versailles: Eu diria que vale a pena, mas vá preparado para filas. Novamente, pense diferente dos outros, chegue la pelas 11 horas, compre os tickets nas maquinas e vá direto para os jardins, almoce por la, vá aos Domínios da Marie Antoinette e só depois entre na fila para o palácio central. Depois das 4 horas a fila para o palacio é muito menor.

  5. Esqueça as “dicas de restaurantes” imperdíveis da net. Em agosto muitos podem estar fechados para férias coletivas e o importante é encontrar um restaurantezinho SEM FILA. Afinal comer mal em Paris é praticamente impossível. Não viaje para longe de onde você esta somente pra tentar encontrar um restaurante que é super famoso. Imagine que tem muitos com a mesma informação tirada da net, e as filas são grandes.

  6. Esqueça a ideia de encontrar restaurantes sem turistas. Isso já é impossível em qualquer estação, imaginem em Agosto. A ideia de fugir dos turistas e ter Paris so pra voce so funciona no inverno.

  7. O calor pode ser um fator importante e não deve ser esquecido: Tente sair cedinho, passear pela cidade, almoçar e voltar ao hotel para descansar. Saia novamente la pelas 4 horas.

  8. Tenha em mente que a maioria dos turistas faz o seguinte: Sai de manha e caminha “até não aguentar mais”. Normalmente as 18 horas estão todos exaustos, voltando para o hotel, pensando em descansar um pouco ate a hora do jantar. Faça diferente: Não pegue o metro a essa hora, em primeiro lugar, pois estara lotado. Saia de manha cedinho, passeie e vá onde puder, almoce e vá sestiar ou descansar. As 4 horas você já esta descansado para aproveitar Paris novamente. Não esqueça que a luz do dia vai ate as 10 e meia da “noite”, portanto saindo tipo umas 4 ou 5 horas da tarde pra passear mais é uma ótima ideia, porque você ainda tem muito dia pela frente. E não pega calorão.

  9. Fique no centro de Paris e não fora de Paris e em “arredores”. Voce não quer depender de transportes neste periodo. Voce vai se  agradecer por ter escolhido um hotel a uma distancia caminhavel dos pontos turisticos.
  10. Certifique-se de que o seu hotel tem frigobar.
  11. Tenha muita atenção aos batedores de carteira. Multidões, empurra, empurra pra todo o lado e o cansaço normal das caminhadas no sol fazem dos turistas um prato perfeito para ladrões. Tem gente que vem especialmente pra Paris pra dar golpe neste periodo. E impossivel evitar multidões nesse periodo, portanto, mantenha-se esperto, e se voce ve que ja esta muito cansado pra prestar atenção, va pro hotel descansar ou pare pra descansar.
  12. Crianças pequenas, bebés de colo, idosos e pessoas com mobilidade reduzida devem evitar este periodo.

Bom, espero que a lista seja útil. Venha a paris com muito bom humor e paciência neste período! Agosto é um mes “especial” por aqui! Não esqueça também que tudo esta quase o dobro dos preços normais, portanto va devagar nas comprinhas também…

Ah! E tente MESMO não cair na tentação de ir a Londres nas Olimpiadas…

18 Comments
  1. Oi Alexia,

    Estou gostando muito das informações do seu blog… Eu também não sabia das restrições em agosto e compramos as passagens para o proximo mês… é uma comemoração de 10 anos de casamento e gostaria que fosse especial, tens alguma dica romantica além das tradicionais?
    Andei vendo algumas informações sobre Saint Michel o que achas do passeio? Como faço para chegar até lá? O meu frances é bem fraquinho, quase nada, me viro apenas no ingles isso será um problema?
    Ficaremos no Princess Caroline voce conhece é proximo ao Arco do Triunfo?
    Grata pela atenção!!

    • Oi Kariny

      tudo bem?
      Existem varios restaurantezinhos otimos que são perfeitos para um jantar romantico. Eu aconselho o Chez Clement, por exemplo.
      Quanto ao Mont Saint Michel, a forma mais simples é ir de carro alugado, com GPS, é claro.
      Depois tem a opção de ir até Rennes e depois pegar um onibus, mas isso iria pelo menos dobrar o tempo de viagem. De carro leva umas 4 horas.
      Também existe a opção de ir em onibus de excursão. Acredito que o Cityrama faz esse passeio.
      O Hotel de voces fica pertinho do Arco do Triunfo sim!
      bjos
      Alexia

  2. olac Alexia adoro seu blog e estou gurdando tudo pois irei em setembro/12 no dia 11 a16/09, depois irei pra madri, so to em duvida o que levar de roupa? me diga irei jantar na torre eiffel, e minha duvida e posso usar calça comprida la por exemplo um terninho preto chic? espero uma resposta . grata cristina

    • Oi Cristina!
      Claro que pode!
      Terninho é sempre lindo! Ainda mais preto, que é intemporal.
      de terninho preto a gente pode ir a qualquer lugar, Moulin Rouge, Jantar na torre, Opera… e sem falar que voce pode usar as peças separadamente para mais opções de outfits.
      bjos e divirta-se!
      alexia

  3. Olá, Alexia! Venho aqui comentar o quanto é bom o seu blog, muito útil. E você é muito gentil, com essas dicas dadas com tanta boa vontade! Parabéns!

    Vou comentar aqui também a respeito de hotéis, poi o tópico está fechado para comentários. Já fiquei, em Paris, no Left Bank, na Rua de L’Anciènne Comédie, Saint Germain – adorei. Não é dos mais baratos, mas no Booking às vezes há ofertas; já fiquei também no Cujas Pantheon – o hotel é simples mas é ótimo! Muito confortável mesmo, renovado, uma beleza. Fica na Rua Cujas, no Quartier Latin. Ano passado paguei 108 euros, fiquei 15 dias, mas esse ano está mais caro.Na primeira vez que fui à Paris fiquei em um hotel perto do Louvre mas muito simples e apertado, sem elevador, o Sainte Marie. Mas o preço é bom e fomos muito bem tratados.
    Agora estou indo para aí novamente, com minha filha adolescente. Vamos chegar dia 23. Reservei com muita antecedência o Hotel Crystal, na Rua Saint Benoit, em Saint Germain des Près, e consegui um preço bom – 115 euros. Depois de um tempo só havia quartos de 300 euros! Aproveito para lhe perguntar – você saberia dizer se esse hotel é bom? A localização é muito legal – quase ao lado do Café de Flore. De qualquer forma é nesse que vamos ficar mesmo. Há poucas opções agora em cima da hora. Um abração pra você!

    • Oi Nana!
      Desculpe a demora em colocar o seu post.
      Muito obrigada pelas dicas de hoteis, isso vai ajudar a muitos leitores com certeza!
      Eu conheço o Hotel Crystal sim, ele é otimo, e super bem localizado. Voce conseguiu realmente um preço otimo!
      Obrigada pelos elogios, que bom que voce esta gostando do blog!
      bjos
      Alexia

  4. Olá Alexia, adoro ler as suas dicas e respostas aos seguidores. Vou a Paris com meu marido e meu filho de 14 anos pela primeira vez, pretendo alugar um apto pela airbnb, na rua Faurborg, ou proximo a Champs Elysees, vou passar o natal em Paris, quais os atrativos turisticos que fecham, está muito frio, devo comprar ingressos ainda no brasil, para algum em especial. Nao falamos frances, isto será um problema….. Valeu pela atenção felicidades…

    • Oi Liliane!

      Que bom que voce esta gostando do artdeviv!
      Alugar apartamento é a melhor opção para o Natal, assim voces podem fazer a ceia mesmo em casa se quiserem. O Picard surgeles tem tudo pra ceia que pode ser comprado com antecedencia e depois é so colocar no forno.
      Eu não acredito que o fato de não falar frances seja um grande impecilio, pois ninguem por aqui esta a espera que os turistas façam curso de frances so pra vir de Ferias, e eles tentam mesmo se comunicar com a gente de uma forma ou outra e muitos falam alguma coisa de portugues; e muitos falam espanhol muito bem. Mimiques ajuda sempre também rsrs.
      No dia 25 é feriado mesmo e os museus estão fechados mas de resto nada muda muito nesta época. esta é alta temporada por causa do Natal mas nada que seja necessario comprar tickets com antecedencia. Da tranquilo pra comprar os tickets aqui mesmo.
      bjos!

  5. Oi Alexia, pois é vamos justamente nesta época, chegaremos dia 31/08 e ficaremos até 04/09, iremos ao show do Cold Play no dia 02, vc sabe me dizer se dá pra ir do Quartier Latin ao Estade France de metrô, ou é melhor outra condução, o que você sugere.Amei seu blog ,não conhecia, navego muito no Conexão que bom ter achado você, tomara que você possa nos ajudar.

  6. Olá Alexia,

    Então, rs estou indo para Paris em Janeiro de 2013, eu e meu marido, este ano nesta mesma época, estávamos na Itália, o frio estava demais, me lembro do pessoal comentando nas ruas e na tv, que em Roma não nevava faziam quase 20 anos, pois é sai do calor de 40′ que não suporto, para um frio de – 2′ e amei, amo todas as roupas, todas as echarpes, botas e afins, por isso, quero ir à Paris “Tão Sonhada”, nesse mesmo período, fiquei muito feliz ao ler o seu artigo hoje, que alias não consigo parar de ler, pois até ontem só conhecia o Conexão Paris da Lina e já o tinha como Favorito e agora encontrei vc e esse Blog maravilhoso, com todas essas dicas, estou amando e saiba que ainda vou passar por aqui muitas vezes até a minha “tão sonhada viagem”.
    Ja adicionei os seu Blog ao meu Favorito.
    Algumas dúvidas, você preferiria alugar um apto ou um hotel???
    Quartier Latin ou Champs Elisees (Arc de Triomph) ????
    Você poderia me ajudar????
    Beijos e muito obrigada.
    Carla Bueno

    • Oi Carla!
      bem vinda!
      Que bom que voce esta gostando do artdeviv! Espero que voce volte sempre por aqui!
      Realmente o inverno por aqui é especial. Eu não sou muito de frio mas aqui em Paris é mesmo muito melhor no inverno. O frio pode ficar um pouco maior do que em Roma, mas nada que ceroulas ou meia calça, segunda pele, chapeu ou touca, echarpe e roupas de inverno não resolvam.
      Quanto a localização do hotel: Quartier Latin sem a minima sombra de duvidas. A champs é so boa pra compras, mas voce vai querer ficar mesmo no coração de Paris, no centro historico, pertinho do sena, e da Notre Dame, Panthéon, Jardim de louxembourg, Marais, etc.
      Bj Carla!
      Alexia

  7. ótimas dicas! como sempre! bom saber… e na primavera? deve ser lindo e mais tranquilo né? eu fui só no inverno e amei! moraria aí com certeza…rs.
    bjs

    • Oi Simone!
      Privamera é estação de vento e chuva. mas de flores também. Paris sempre é linda e fica diferenta a cada estação.
      Eu prefiro outono e inverno. Os dias são mais “estaveis” e não tem tanta gente por todo o lado. Eu diria de setembro a dezembro é perfeito.
      bjos!

  8. Alexia,
    Acabei vendo o post tarde demais. Comprei a passagem para Paris em agosto. É a primeira vez minha e do meu marido. Mas tudo bem. Acho que conseguiremos aproveitar a cidade mesmo assim. Já me preparei psicologicamente para as filas. Gostaria de umas dicas para as noites. Como dissesses que algumas coisas são fechadas queria saber onde posso encontrar a agenda cultural da cidade. Estarei do dia 19/08 ao dia 25/08. Tem teatros para ir? Minha única noite reservada é a primeira em que eu comprei o jantar pelo Rio Sena com o Bateaux Parisiens. Conheces? É bom?
    Obrigada!!

    • Oi Mitila!
      O objetivo do artigo não é fazer as pessoas “evitarem Paris em agosto”, mas se conscientizarem de que não da pra ficar programando muita coisa e nem ficar fazendo maratonas por aqui nesta época. E epoca mesmo de relaxar e curtir a vida. Deixa para visitar os museus e monumentos por dentro em outra época. Vir a Paris e não subir a torre eiffel é uma coisa perfeitamente normal. E melhor do que ficar 5 horas na fila e perder o dia. Tem muito o que ver por aqui.
      Conheço sim os Bateaux Parisiens, eles tem dois tipos de jantar, um casual, mais cedo, e mais simples e um de luxo. Ambos são bons.
      Voce pode comprar o pariscope pra saber tudo oque esta se passando em Paris neste periodo, a revista é semanal e esta a venda em toda a banca de revistas.
      Eu aconselharia passeios pela mergem do senna a noite, o Lido, a Rue de la Huchette e seu bares, clubes de jazz e restaurantes, enfim, tudo depende de onde voces irão estar hospedados também.
      bjos

  9. As dicas foram ótimas, porém, estou extremamente aliviada por ter ido a Paris em junho. Se achei algumas filas longas e tive que exercitar a paciência em alguns pontos turísticos, imagine em agosto rss…Por outro lado, agosto deve ser uma época bem animada.

    • Oi Mila!
      Pois é, Paris é otima sempre, so que temos de ver como é a estação pra poder aproveitar melhor a viagem.
      Se o interesse principal de alguém é ver o maximo de museus, e ter muita atividade dentro de ambientes fechados, o ideal é vir no inverno, porque não ha fila para quase nada. O Verão é época de andar “por ai” sem muito compromisso mesmo. Junho é otimo porque da pra conciliar um pouco de tudo e como os dias são longos, tem muito tempo pra aproveitar, apesar das filas ja serem um pouquinho grandes. Mas Paris é sempre uma maravilha!

Comments are closed.