abril 23, 2013 | Posted in:Cultura Francesa, Vistos e permanencia, Viver em Paris

 

Oi pessoal

Começo o artigo de hoje com uma tradução do artigo publicado a poucos minutos atras, dia 23 de abril de 2013, as 17:15.

http://www.leparisien.fr/flash-actualite-monde/le-parlement-francais-ouvre-le-mariage-aux-homosexuels-23-04-2013-2752187.php
O parlamento francês nesta terça-feira aprovou o casamento civil aos casais homossexuais através de uma votação formal dos membros finalizando uma semana de debates acalorados, tornando França o decimo quarto país a reconhecer o casamento gay.
“Depois de 136 horas e 46 minutos de debate, o Parlamento aprovou o casamento para casais do mesmo sexo”, por 331 votos contra 225, diz o presidente da Assembleia Nacional Claude Bartolone.
A oposição de direita já anunciou um recurso ao Conselho Constitucional antes da promulgação da lei pelo presidente François Hollande.

Enfim, quem acompanha as noticias, sabe que a extrema direita francesa esta firmemente em oposição a esta lei. Esta oposição é algo inédito e inesperado, em um pais que foi o criador dos direitos humanos, o pais que sempre lutou por igualdade.

Vamos acompanhar pra ver quando realmente, na pratica sera possível casar aqui na frança.

Acredito que o primeiro casamento na frança sera bem divulgado. Vamos torcer para que seja breve.

Para os brasileiros e brasileiras que estavam a espera desta lei para legalizarem-se na frança, parabéns pela conquista.

Vale lembrar que brasileiros casados com cidadãos franceses tem direito ao visto, a famosa “carte de sejour”. Depois de 5 anos ha possibilidade de pedir a nacionalidade por naturalização, baseada em casamento.

Para ler mais (em portugues):

http://www.publico.pt/mundo/noticia/franca-aprovou-o-casamento-gay-1592249

Alexia é brasileira e vive em Paris. Formada em Historia (mestrado) e turismo (curso técnico) com especialização em Guia turistico. Oferece serviços de guia e organisa circuitos guiados pela Europa. Formação em Gestão e Contabilidade e em musica também :) Contato: alexiaoliveira@artdeviv.com

6 Comments

  1. Fernando
    maio 6, 2013

    É verdade… *-* Sim, homofobia :P

    É claro, mas a imprensa daqui pegou pesado com esse assunto e tava meio que um caos (pelo que passou aqui). Lógico, vivemos influente de uma mídia manipuladora rsrs’

    Sim, daqui onde você me perguntou a cidade em que eu vou trabalhar na Alemanhã:

    http://www.artdeviv.com/coisa-de-pobre-ou-coisa-de-europeu/

    :)

    • Alexia Oliveira
      maio 6, 2013

      Oi Fernando

      rsrs não tenho como lembrar de todos os comentarios… agora entendi.
      As manifestações foram pesadas mesmo… mas isso não reflete o pensamento de toda uma população, de um pais inteiro.
      Somente da extrema direita. Não se pode dizer que o povo frances é homofobico como um todo.
      Abraços
      Alexia

  2. Lais
    abril 28, 2013

    Oi Alexia achei muito legal seu post! Sabe eu moro no Japão e aqui os gays e travestis estão sempre na televisão, publicam livros, são chamados para dicas de moda, cuidados com a pele, etiqueta e etc! Mas não sei dizer se podem casar no papel aqui! Depois que li seu post vou dar uma pesquisada a nível de curiosidade! Afinal precisamos evoluir em tudo né…que sejam livres para amar quem quiserem!

    Aproveitando saberia me dizer se o hotel Ibis Paris Bastille rue de Reuilly – Bercy – Gare de Lyon está numa região segura? Reservei ele e já andei em todos os blogs mas não acho nada sobre esse Ibis, tem sobre vários mas neste bairro nadinha de dicas.

    Obrigada!

    • Alexia Oliveira
      abril 28, 2013

      Oi Lais
      Obrigada pelo seu comentario! Eu também não sei qual é a posição do Japão em relação ao casamento homo.
      Quanto a sua questão, a area deste Ibis é boa sim, pertinho do metro e a 26 minutos da bastille (caminhando).
      De metro voce vai pra todo o lado e a area não é perigosa a noite.
      bjos
      Alexia

  3. Fernando
    abril 25, 2013

    Sim. Eu estava vendo os protestos e uma confusão por ai sendo que eu vou em agosto para Nice mas fico em Paris por um tempo. O povo ai é bem xenofóbico, certo? É uma pena que a frase “egalite liberte e fraternite” não seja mais lembrada por este povo… :/

    PS: Respondendo sua pergunta anterior, eu estou indo para Hammburg, logo depois de passar por Nice (1 mês). De lá, tenho contrato por 12 meses mais renovação obrigatória condicional da empresa de 24 meses. :)

    Abraços!

    • Alexia Oliveira
      abril 25, 2013

      Ola Fernando…
      Voce não esta confundindo xenofobia com homofobia?
      Os protestos são contra o casamento gay, não contra estrangeiros. O povo aqui não é nada xenofobico.
      E afinal, a maioria da população francesa é a favor do casamento gay, este pessoal que sai para as ruas é o pessoal da extrema direita. Eu acho que o moto da revolução ainda é super levada a serio aqui… mas criticar sem viver aqui não vale rsrs.
      Quanto a sua resposta… voce esta respondendo alguma questão de algum outro artigo?
      Abraços
      Alexia