Louis Vuitton, dicas de como escolher a sua bolsa

Louis Vuitton - publicidade atual

julho 28, 2015 | Posted in Compras em Paris | By

 

Paris ! Finalmente o dia da viagem chegou !

Chegou também a oportunidade de comprar a sua bolsa Louis Vuitton, que é não é muito mais barata aqui na França do que no Brasil, mas a experiência de comprar uma bolsa Louis Vuitton na França sempre chama a atenção dos turistas.

O que escolher ? Como escolher ?

Louis Vuitton - publicidade atual

Louis Vuitton

Em primeiro lugar, uma bolsa Louis Vuitton é para a vida inteira, portanto tente comprar alguma bolsa que você vá mesmo usar.

Normalmente, você teria 15 dias de “prazo” pra decidir se você fica ou não com a bolsa ou seja voce pode devolver desde que esteja em perfeito estado, não vale usar uma vez e ir la trocar por outra.

Como quem esta de passeio normalmente não fica tanto tempo, é melhor decidir certo pra não se arrepender depois. Como estas bolsas não são baratas, é melhor estar contente com o que você comprou.

Aqui vão algumas dicas:

Pesquise. Tente já chegar na loja com uma boa ideia do que você quer (bolsa pequena para noite, bolsa pra trabalhar, bolsa pra sair com as crianças no fim de semana?). Não se deixe levar muito por conselhos de vendedoras porque quem vai usar a bolsa é você. Eu nunca chego na Louis Vuitton sem saber exatamente o que eu quero e o valor que eu vou pagar. Normalmente ja vou com o dinheiro certinho na carteira pra não trocar de ideia e comprar outra, porque compras de artigos de luxo não rimam com impulsividade.

  1. Não tenha “medo” de entrar na loja. Os vendedores são super simpáticos. A primeira vez que eu entrei em uma loja da Louis Vuitton eu estava quase tendo um ataque cardíaco rsrs de tanto que me assustaram, dizendo que eles recusavam vender bolsas se eles não gostassem da cara da gente, ou que tinha de entrar em lista de espera, enfim so bobagem.  Cheguei, pedi pra ver a bolsa, a moça me mostrou algumas outras que ela achava que eu poderia gostar de ver também, comprei a que eu queria e pronto, como em qualquer loja. E fiquem tranquilas, as bolsas de Louis Vuitton não são “bolsas de gente muito rica”. Estas são bolsas para o dia a dia, e são usadas pela classe media aqui na Europa. Gente rica de verdade usa Hermès, que custam 20 mil euros ou mais. Hoje em dia se vê estudantes e jovens que ganham salário mínimo (na França) usando LVs legitimas. E claro, fica meio difícil ter 50 bolsas no armário se você opta pelo lado das bolsas de luxo, mas sinceramente eu prefiro ter 4 LV do que 20 bolsas vagabundas. Aqui não se faz crediários na LV, portanto se você quiser parcelar, vai ter de ser depois no pagamento do cartão. Aqui você não tem como “parcelar no cartão” como no Brasil.
  2. Eu li em um blog brasileiro (acho que é de moda), um comentario de uma moça dizendo que na LV da Champs Elysées eles não deixam comprar mais de uma bolsa, e pedem “até passaporte”… Eu sinceramente nunca vi isso e ja comprei mais de uma unidade (claro que não da mesma coisa ne?). O passaporte é para o de-tax ou se voce paga com cartão de credito… só isso, não ha “controle” nenhum. Eu nunca tive de mostrar documentos em loja nenhuma da LV, porque quando perguntaram se eu ia querer de-tax eu digo que moro na França e não posso ter. E se você paga em dinheiro não precisa mostrar nada. Eles fazem um registro da sua compra com o seu nome associado ao numero de registro a bolsa, mas é so pra controle. Tem gente que sai da LV com 10 itens…
  3. As bolsas mais populares e mais em conta são a Neverfull e Speedy, ambas em torno de 700 euros mas sinceramente as melhores de usar no dia a dia. São lindas, leves e um (ou dois) must have, normalmente quem gosta de LV tem pelo menos uma destas (eu recomendo a speedy damier 30 que é a que eu tenho, mas pretendo um dia ter a neverfull também em monograma). Ambas oferecem 3 tamanhos, PM, MM,GM (pequeno (petit), médio e grande modelos). Eu aconselho uma destas como a primeira LV de alguém. Depois você passa para as mais diferentes. Embora se veja muitos blogs brasileiros chamando essas bolsas de Louis Vuitton “baaasicas”, sinceramente, uma bolsa de mais de 500 euros nunca é basica. Basica é uma longchamp de 70 euros (que é otima por sinal).

  4. As bolsas e carteiras em Verniz transferem a cor para outros tecidos e mesmo para o  interior de bolsas. Este material é melhor para bolsas de noite, enfim não são para o dia dia e arranham muito. Estou so comentando pra voce não achar que a sua bolsa tem defeito, elas são assim mesmo. Se voce gosta, va em frente. Tem umas super coloridas maravilhosas.

  5. As bolsas em Damier Azur (quadriculado claro) mancham se usados com jeans escuros, infelizmente. Veja o seu estilo, e se voce quer lidar com uma bolsa de baixa ou alta manutenção. Eu prefiro bolsas que não me dão problemas, mas é voce quem vai usar, portanto avalie se voce prefere uma bolsa mais diferente como a Damier Azur, linda para o verão ou alguma coisa mais facil de cuidar. Infelizmente as bolsas mais lindas e fofas são de alta manutenção. As damier azur são lindas. Não tenha medo de lava-la com cuidado com uma esponjinha e shampoo para bebes.

  6. As bolsas de monograma, aquela com LV por todo o lado tem partes que são em couro “cru” e exigem paciência e cuidados especiais no inicio até oxidarem (patinarem). Essa bolsa não podem pegar chuva (“poder” pode, mas ficam com as alças manchadas com pingos). Estas bolsas são a marca registrada da LV, mas são dificeis de usar se voce é timida rsrs, elas chamam mesmo a atenção (e ha muita falsificação). Eu so tenho uma de monograma e uso pouquissimo, mas também porque ela é pequena e eu deixo ela para a noite. Essa bolsa me da trabalho (tenho a Thames PM), porque eu tenho de ter certeza que não vai chover pra sair com ela rsrs.

  7. As bolsas mais resistentes são a Epi e Damier Ebene (as minhas preferidas, “pau pra toda obra”), que não exigem tratamentos especiais, e podem andar com você na chuva, neve, etc. Só não as guarde úmidas porque podem mofar. Eu tenho uma epi que eu ja uso constantemente ha mais de 15 anos. A minha é a Noé. Dessa linha, totalmente em couro, eu tenho a carteira, um porta cartão (parao  cartão do metro) também, todas ja com bastante “idade”, mas sempre com cara de nova.

  8. Tem muita gente que fala que as “ferragens” (partes em metal) das bolsas verdadeiras da LV não oxidam e brilham como ouro. Os modelos tipo Neverfull e Speedy tem metal que oxida sim, elas perdem o brilho, principalmente se pegam chuva, mas voltam a brilhar novamente com um bom polimento. Eu uso pasta de dentes rsrs.

  9. As ferragens (a parte de metal) das bolsas mais caras não oxidam da mesma maneira e tem melhor qualidade. Tem bolsas mais caras que o metal parece mesmo “joias”, outras parecem metal pintado como a speedy. Depende do modelo. Todas são verdadeiras. Eu noto que a minha speedy tem metais com cara de “mais baratos” do que as outras. Mas isso não me faz deixar de amar a minha speedy rsrs.

  10. As vezes você vê bolsas de amigas que tem os metais dourados, e chega na loja e os metais são prateados. Isso é normal, ambas são verdadeiras, porém dependendo da época (do ano que foram feitos), elas mudam um pouco o design. Eu tenho a Noé em metal dourado (comprada no fim dos anos 90: a minha primeira LV!!), e hoje em dia só se encontra a Noé com metal prateado na loja. Se você prefere o modelo antigo, terá de comprar de segunda mão, mas muito cuidado com bolsas falsificadas neste caso.

  11. A LV não faz liquidação e não tem Outlets. Se você compra uma LV em outlet só pode ser falsa. A única maneira de você comprar uma LV um pouquinho mais barata seria de segunda mão, mas para comprar bolsas de segunda mão você tem de conhecer muito bem o modelo, detalhes específicos de costuras, etc. Normalmente eu só aconselho a compra de produtos LV usados pra quem esta super familiarizado com a marca ou se voce compra de uma amiga de confiança. Se é a sua primeira ou segunda compra, mantenha-se com as das boutiques LV, com garantia de 1 ano.

  12. As bolsas LV mais fáceis de usar são as Epi porque só mesmo quem sabe consegue identificar como LV, se você é do tipo discreto, timido,  ou vive em área com grande índice de violência e roubos, esta linha seria “mais segura” pra andar no dia a dia. Eu ando com a minha Epi por todo o lado, até Montmartre, sem problemas.

  13. As bolsas e carteiras da LV tem alta qualidade, mas podem estragar. Normalmente você pode ir a qualquer loja da marca e pedir pra arrumarem. Dependendo do que for e de a quanto tempo voce tem a bolsa,  não sera de graça, mas eles arrumam. Eles não fazem furos a mais na alça da sua bolsa ou mudam o modelo pra voce. Pra isso voce precisa encontrar um bom profissional tipo sapateiro no Brasil (em frances seria cordonnier). Aqui as vezes a LV recomenda um cordonnier se voce pretende fazer modificações no modelo da bolsa (como mais furos ou encuratar a alça). Voce perde a garantia, mas afinal… a bolsa é sua, e se voce pedir pra personalizar com o seu nome na loja, voce perde a garantia também, então… faça o que bem entender com a bolsa e seja feliz.

  14. As bolsas tem tons diferentes. Isso mesmo. Eu tenho 4 itens em damier ebene (estou contando com acessorios tipo estojo de iphone e bolsa de make up também) e todos tem tons diferentes. O “tecido” damier não é somente um, que eles usam pra fazer carteiras, bolsas, etc. Pra cada modelo eles usam um tipo de espessura (mesmo sendo tudo damier), dependendo do tipo de bolsa ela pode ser mais ou menos estruturada, enfim. Tudo isso pra dizer que se voce tiver duas bolsas, uma mais clara ou mais opaca que a outra, é normal. A minha speedy tem um tom quente e vibrante, a minha bloomsbury é mais clara, mais mate e mais fria. A minha bolsinha de make fica entre as duas.
  15. Loção para mão, gel desinfetante para mãos e afins não combinam com alças de bolsas LV. Tente ter as mão limpas ao usar a sua bolsa (deixe o gel secar bem antes de segurar a alça da bolsa, ou compre bolsas que você use no ombro ou a tiracolo. Assim a alça não fica constantemente em contato com a sua pele.

  16. Pesquise o que as pessoas dizem sobre o modelo que você quer. Tente olhar vídeos no youtube, de pessoas mostrando o que se pode colocar dentro da bolsa, e principalmente, veja reviews de pessoas que já estão usando a bolsa por um tempo. Evite os vídeos tipo “comprinhas!” “olhem o que eu comprei na Louis Vuitton”, ou “comprinhas básicas na Louis Vuitton”, porque estes vídeos só servem pra pessoa mostrar o que comprou e pronto, não acrescentam nada de informação em relação a qualidade real da bolsa e como elas envelhecem. Uma review bem feita tem de ser feita quando a pessoa ja usou a bolsa, não quando esta abrindo o pacote.

  17. Pra quem entende inglês pra mim os melhores vídeos são os da http://www.youtube.com/user/bjtaylor02/videos

Mesmo que você não entenda o que ela fala, vale a pena olhar. Ela é ótima de verdade.

Aqui vão as fotos das bolsas que eu tenho, com a minha opinião sincera sobre elas:

1. Noé epi preta (grande) – a melhor bolsa do mundo (haha exagerei). A minha tem quase vinte anos e esta como nova, e teve anos que eu so usava ela,  foi muito usada mesmo.

Epi preta louis Vuitton - modelo grande

Epi preta louis Vuitton – modelo grande

2. Thames PM (a unica que eu tenho em monograma). Esta bolsa foi descontinuada, como todas as bolsas com esta placa dourada em homenagem ao inventor da marca. Eu uso ela pouco porque ela não é muito grande e por causa do bendito couro claro que mancha. Esta é pra mim a bolsa mais linda de todas as que eu tenho, mas sinceramente a mais chata de usar. So uso pra jantares e opera. Essa so se consegue de segunda mão hoje em dia. Não ha mais nas lojas. Não aconselho como bolsa pra quem tem uma Louis Vuitton somente.

Thames LV modelo pequeno

Thames LV modelo pequeno monograma

3. Speedy Damier Ebene , tamanho 30 – bolsa maravilhosa, com bom preço, cabe tudo (o inconveniente é que todo mundo tem). Recomendo muito. Essa bolsa é super chique, não use nada pra “dar forma” a ela porque ela estraga mais rapido assim, o bonito é ela ficar toda “guenza” (tradução: mole, sem forma).

louis-vuitton-speedy-30-toile-damier-ebène

louis-vuitton-speedy-30-toile-damier-ebène

4. Bloomsbury PM Damier Ebene – a melhor bolsa  a tiracolo que a Louis Vuitton tem (na minha opinião mas pesquise também a odeon se voce gosta de monograma, que é muito fofa também). Não é uma bolsa muito chique porque não é de mão nem de ombro como toda bolsa de mulher phyna deve ser kkkkk, mas é perfeita pra andar no metro, viagens, supermercado, pra quem tem filho pequeno, enfim pra mim que sou guia  e vivo caminhando pela rua é otimo. Eu tenho usado muito esta bolsa, comprei a pouco, é a mais nova que eu tenho.

louis-vuitton-bloomsbury-pm-toile-damier-ebène

louis-vuitton-bloomsbury-pm-toile-damier-ebène

Essas bolsas são otimas mas não valem o stress de uma divida, e não valem privamentos financeiros. Artigos de luxo não são de forma alguma coisas necessarias: são, como o proprio nome diz, um “luxo”.

so pra exclarecer pra quem esta pensando “coitado do marido pagando essas bogagens pra ela” – tirando a minha carteira o resto das LVs que eu tenho fui em quem pagou. Bolsas, maquiagens e afins são “extras”, a gente so compra se tem dinheiro sobrando, não da pra se endividar por futilidade.

Leia mais...

Como a França lidaria com o « rolezinho » nos shoppings.

janeiro 17, 2014 | Posted in Compras em Paris, Cultura Francesa, Pontos turisticos | By

 

Ola pessoal !

Mais um tema polemico « made in Brazil »…

Enfim como seria encarado este problema por aqui, na terra da “Liberté, Egalité et Fraternité”.

Bom, não vou dar a minha opinião sobre o rolezinho no Brasil, porque não é este o intuito deste artigo. Vou fazer somente uma comparação de como este problema seria resolvido por aqui (de acordo com as leis).

1.Qualquer manifestação publica com mais de 20 pessoas tem de ser declarada com antecedência na policia ou no caso daqui, na Mairie (especie de sub-prefeitura, pra simplificar) – tem de ser autorizada por escrito. Tem de ter um “líder” e o nome do mesmo fica registrado como responsável caso haja algum problema. Isso aconteceu com a manifestação anti casamento gay, por exemplo, que o pessoal fez uma estrago grande nos jardins dos Champs de Mars (o espaço verde atras da torre Eiffel). Acabaram sem conseguir nada, só uma conta de 100 mil euros pelo estrago.

Então, onde esta a liberté?? Bom como junto há também a Igualité, é igual pra todo mundo: quebrou, estragou coisa que não é sua, você paga e pronto. Igual pra todo mundo.

  1. Em ambientes comerciais, quem manda é o dono (loja ou restaurante não é um local publico, e sim coletivo, que são coisas diferentes). Aqui não tem essa de chegar um grupo de 10 em um café, sentar em uma mesa e pedir somente um café e os outros ficarem só olhando. São postos pra rua, porque o espaço é pra clientes. Se você não consome você não é cliente.

  2. Em museus, por exemplo, qualquer grupo maior de 15 pessoas exige reserva e o nome do guia ou responsável. Grupos entram por porta especial e as vezes tem um funcionário do museu pra acompanhar caso eles não estejam com um guia credenciado pelo governo.

    Não tem essa de chegar um grupo de 200 pessoas como se fossem “individuais”. Individuais são casais, pessoas sozinhas e famílias de no máximo 8 pessoas. Mais do que isso é considerado “grupo”.

  3. Restaurantes só aceitam “grupos” com reserva. Eu mesma, como guia, tenho de fazer esses procedimentos mesmo já conhecendo o pessoal nos museus, restaurantes, etc. Quando eu estou com um grupo de 12 pessoas por exemplo, eu entro primeiro, sozinha no restaurante e pergunto se é possível eles nos atenderem sem reserva. Se não for, paciência. Mas tem de pedir permissão.

  4. Lojas: grupos de mais de 15 pessoas precisam de reserva ou pelo menos de autorização. Você não pode simplesmente “invadir” uma loja com um grupo sem avisar que esta fazendo e sem ter permissão.

  5. Centro comercial aqui é local de compras e os “visitantes” são bem vindos para conhecer, mesmo sem comprar nada, porém desde que não atrapalhem o fluxo normal do comercio do local. Grupos grandes precisam de autorização dos seguranças pra entrar e tem de deixar o nome do responsável.

  6. Manifestações culturais, danças, musica e gritos não são permitidos em locais públicos sem ter autorização. Voce ve gente dançando e cantando aqui pela rua a até dentro do metro, mas qando a policia chega eles tem de sair. Somente os que tocam nos corredores do metro tem autorização, os que estão dentro dos vagões não. Existem musicos e grupos tocando nas ruas que tem autorização.

  7. Existe código de etiqueta na vestimenta. Aqui quem cria o código de como as pessoas devem se vestir é o dono do local. Se ele não permite pessoas com roupa de praia no estabelecimento, pessoas com roupas de praia serão barradas. Ponto final.

Bom, estou falando de regras básicas de bom comportamento que devem ser seguidas aqui na França. E logico que as leis não são as mesmas que as do Brasil.

Eu já fui expulsa (como guia) de museus e restaurantes por causa de grupo falando muito alto em museu, e por sentar em restaurante e o pessoal olhar o cardápio e não querer nada. No caso do restaurantes eu fui pedir desculpas ao dono por levar o pessoal, disse que não sabia que eles não iriam consumir, e com o museu escrevi uma carta pedindo desculpas ao diretor.

Enfim, eles são os donos e eles dão as regras. Cabe a gente respeitar.

Repare que em momento algum eu falei em “racismo” aqui. A gente no Brasil esta acostumado a encaixar tudo como “racismo”. Eu mesma sou acusada de racismo frequentemente por “escrever sobre a França”. Recebo e-mails me ameaçando de processo, etc.

Enfim, Aqui na França, se você não sabe se comportar ou não segue as regras, tanto faz de que raça você é. Se você se comporta bem, você é bem vindo, se não, não é.

A gente não vai à casa de um amigo aos gritos, levando 100 pessoas sem avisar né? Ele também não iria gostar, mesmo conhecendo você e sendo seu amigo.Portanto o mesmo acontece nos estabelecimentos comerciais.

Aqui na França o dono do local é o “dono da casa”. Voce é apenas um convidado.

Enfim, este artigo é mais pra divertimento e considerações sobre um assunto que esta se ouvindo falar muito no Brasil. Eu não sou estou dando a minha opinião sobre os acontecimentos no Brasil, so estou comentando como seria se fosse por aqui. A principio nem deixariam acontecer.

Leia mais...

MAC : Dicas de o que comprar na sua próxima viagem a Paris.

setembro 30, 2013 | Posted in Compras em Paris | By

 

oi pessoal!

 

Este artigo é para quem, como eu, ama maquiagem e quer aproveitar a viagem para fazer umas comprinhas…

 

Aqui vai as minhas dicas do que vale mesmo a pena comprar, e a minha opinião sobre alguns produtos que eu experimentei. Só pra esclarecer: Eu não sou afiliada nem ganho comissão por nada que eu recomendo deste artigo.

A MAC não é uma marca que eu sou muito fiel, eu uso muita coisa mais barata de supermercado (Monoprix), tipo L’Oreal, Maybelline, Rimmel, Bourjois, etc. Recomendo muito o “rimel” da Rimmel, os batons e blush da Bourjois, bases da L’Oreal e Maybelline, enfim. Po compacto eu so uso os da Elf, que eu falo mais abaixo. Eu uso Mary Kay e Avon também, Clinique e a linha de maquiagem da La roche Posay que é pra pele rebelde e com tendencia a ficar irritada.

 Bom, deixa de conversa:

 

A MAC era originalmente uma linha que foi feita para palco (teatro, etc) e que depois caiu no amor publico e virou uma make para dia a dia. Esta é uma linha direcionada primeiramente para jovens, por isso a grande quantidade de cores. Mesmo quem não é assim tão jovem (como eu rsrs) adora, pois há muito o que escolher.

 

 

  • Sombras: Acredito que são o melhor produto que a MAC faz, e como as sombras compactas em pó duram muito (cerca de 5 anos se você não colocar o dedão nela e usar um pincel limpo), da pra comprar tranquilamente varias, e ir usando com tempo, pois os potinhos são enormes. Como esta linha é feita para profissionais, tem quantidades maiores e uma durabilidade maior que as outras linhas.

 

Tem gente que consegue fazê-las durar por muito mais do que 5 anos (até 10 anos), limpando semanalmente os pinceis e guardando longe do calor e da umidade Eu normalmente não me preocupo com datas de validade de produtos que não tem água. Desde que você cuide direitinho dura muito mesmo – na verdade elas estragam mais porque pegam umidade, se a pessoa usa o dedo, usa pincel molhado, etc.

 

Sombras mac

sombras da Mac

 

Se você quer sombras de qualidade mas não quer pagar 14 euros por cor, de uma olhada também nas sombras da KIKO (marca italiana), que também são uma maravilha, com qualidade semelhante e custam cerca de 4 euros, com a mesma quantidade. Site da KIKO:

 

http://www.kikocosmetics.fr/

 

 

  • Batons: Outro grande forte da MAC, ele é mais conhecido pela finalização Amplified, que é super pigmentada e cremosa, e a mate que é opaca. O amplified derrete fácil e temos de ter cuidado no calor se você costuma colocar o seu batom na bolsa ou no bolso mesmo, porque derrete. Outras finalizações que a MAC tem e não são tão badaladas, não derretem tanto mas não são tão pigmentadas. Eu prefiro uma finalização mais transparente tipo a Lustre, que é mais fácil de aplicar sem espelho, porque é mais transparente e perdoa mais os errinhos de quem coloca batom sem espelho durante o dia. Voces devem concordar comigo, guia turistico com batom e espelhinho na mão toda hora é meio esquisito rsrs.

 

Os batons duram bastante, cerca de 4 anos. Eles tem cheirinho de baunilha, e quando este cheirinho desaparece, é bom pegar o batom e usar ao máximo porque é sinal que ele esta com os dias contados. Depois do cheirinho desaparecer você normalmente tem uns 3 meses pra usá-lo. Se voce vive em local muito quente, vale guardar na geladeira… Mas nunca no congelador!

 

Quem usa o mesmo batom todos os dias consegue terminar um em um mês, ou pouco mais.

 

Normalmente cada batom serve 300 aplicações (nunca contei achei essa informação na net rsrs), então depende que quantas vezes você coloca por dia. Os super pigmentados não exigem tanto que você reaplique toda a hora.

 

Batom mac

batom mac

 

  • Glosses: Sinceramente eu acho eles grudentos e não valem o investimento. Os da KIKO são muito melhores e custam cerca de 2 euros. Bom, enfim, eu não gosto de glosses e não sei avaliar muito. Alias, odeio glosses. Prefiro um batom transparente em vez do gloss. Não gosto da textura.

 

 

 

  • Bases: Todo mundo conhece a Studio Fix fluid e ela é normalmente o que todo mundo compra quando vem aqui. Porém, há outras ótimas também que não são tão pesadas – veja na loja.

Essas são as que eu tenho:

A Studio fix é uma base mate, sequinha e é ótima para quem sai a noite pra dançar, suar, ou quem vive em clima quente e umido, pois você no final da noite ou do dia tem a sua make exatamente no mesmo lugar. Ela tem de ser retirada com demaquilante (ou óleo de coco mesmo), pois ela agarra na sua pele e não quer largar. Rsrs

 

studio fix mac

studio fix mac

Eu sinceramente acho legal o acabamento se ela for colocada com cuidado, pouco pra não ficar com cara de reboco. Use sempre um hidratante por baixo.

 

Os pontos fracos desta base é que ela oxida nas peles oleosas (escurece e fica alaranjada) e causa espinhas e cravinhos brancos. Eu usei durante uma semana direto e a minha pele ficou um horror com alguns cravinhos. Compre sempre um tom mais claro, ou dois. Ela vai escurecer na sua pele.

 

Essa base é ótima para eventos especiais se você tem tendencia a acne, para o dia a dia só pra quem não tem esse problema. Quanto a oxidação, o ideal é contar com ela (com a oxidação) se você tem pele oleosa ou não, e comprar um tom mais claro do que a sua pele. Ou ir na loja testar, colocar um pouquinho em alguma parte do rosto onde não aparece muito, ir fazer os seus passeios e outras compras em Paris, e verificar como a cor esta depois de umas 4 horas (normalmente se não oxida em 4 horas é porque não vai oxidar mesmo). Coloque em área que a sua pele fica oleosa, tipo colo ou costas se você não quiser andar com uma lista de base no rosto pela rua.

 update 2015: Enfim pessoal, hoje em dia eu não uso mais base liquida nenhuma, estou usando a base da L’oreal Infaillible que é em po compacto, ela tem uma cobertura otima, acredito que seja como a Studio fix em po.

Eu desisti por enquanto das bases da mac por enquanto, quem sabe um dia destes eu me aventuro de novo a experimentar a studio fix em po…

Depois….

 

  • Uma base maravilhosa da MAC que eu recomendo mesmo é a Face and Body, que como o nome diz, da pra usar “por tudo”. Ela é ótima pra qualquer tipo de pele, mas quem tem pele muito oleosa tem de finalizar com um pó. Ela não tem a cobertura extrema de reboco da Studio fix, mas com 3 camadas ela cobre tudo. Essa base é super maleável, porque você consegue um look de “bb cream” ou de hidratante colorido com uma camada, supernatural, e pode ir colocando mais de acordo com o seu humor no dia ou com o estado da sua pele. Ela nunca chega ao ponto de reboco. O melhor desta base é o preço, pois o tubo é enorme, 120ml, por 35 euros, em vez dos 30 ml da Studio fix que custa 31 euros.
face and body mac

face and body mac

 

Pontos Importantes sobre a Body and face:

  1. Pessoal, ela é a base de água e tem de ser guardada na geladeira pra durar! Ela tem uma natureza rebelde e é meio “bifásica”, ela se separa um pouco, você tem de agitar, chacoalhar, etc, antes de usar.
  2. Como 120ml de base (se você usar somente para o rosto) provavelmente dura uma vida (rsrs exagerei, mas ela tem durabilidade de 24 meses após aberta – tem gente que faz durar 3 anos na boa), é bom cuidar dela porque senão ela estraga. Ficar separada não é sinal que ela estragou (todas são assim), mas se mudar muito o cheiro, escurecer ou não se misturar homogeneamente ao sacudir,  ela já foi pro espaço. Ela tem um cheirinho de laranja – citrico normalmente.
  3. Eu coloco um pouquinho em um vidrinho de plastico tipo “pra viagem” para colocar no meu estojo de maquilagem (tipo 15 ml – pode ser qualquer embalagem) – vai durar uma semana ou mais este tubinho pequeno se voce so usar no rosto) e o tubão grandão fica guardadinho na geladeira. Assim dura os 2 anos prometidos na embalagem. Não ande com essa base rolando na sua bolsa, ela pode estragar com o calor. Ande sempre com o tubinho pequeno que você esta usando, e o resto guarde na geladeira.
  4. Se você gosta de base geladinha, nem precisa ter o vidrinho pequeno se você for como eu e só fizer make de manha em casa.
  5. Essa base é ótima pra afinar a sua Studio fix, por exemplo, se você acha difícil de espalhar. Alias ela é ótima pra misturar com qualquer base.
  6. Se você quer dar de presente uma base da MAC, eu aconselho esta, porque ela é transparente e mais fácil de acertar a cor. Mesmo se você comprar uma base um pouco mais clara ou mais escura, vai funcionar porque ela é bem transparente. Tem gente que compra um pouco mais escurinha pra dar um toque de bronze nas pernas. Ela fica supernatural. para referencia eu uso a C3 mas a C2 e as C4 também ficam boas (update: comprei no verão, no inverno fica muito escura, então tenho misturado com uma base branca pra poder usar).
  7. Eu recomendo esta base, não a studio fix, para usar no dia a dia. Normalmente a studio fix tem umas cores meio estranhas, super amarelas ou laranjas, então ela também serve pra concertar a cor da dita. (Update: mais abaixo eu coloco que eu sou nc30, mas agora no inverno essa cor fica super escura, então tenho misturado com outras mais claras, como a revlon colorstay cor buff). Andei testando na loja e no inverno o que fica bom pra mim seria a nc15 ou nc20!!! mas são muito amarelas… e enfim com tanta base em casa não vou comprar mais rsrs.

 

 

 

  • Pincéis: Eu sinceramente uso pinceis da ELF Studio rsrs que são super baratinhos e ótimos, portanto não posso dar opinião mesmo, mas dizem que os pincéis da MAC são muito bons mesmo. Site da ELF pra você ver os pinceis que eu uso:

 

http://www.eyeslipsface.fr/brand-3/category-6.html

 

Eles entregam em cerca de 3 dias uteis a partir da encomenda, você pode encomendar e colocar o endereço do hotel. Avise no hotel que você esta a espera de um pacote… só encomende se você for ficar mais de 5 dias uteis, porque com os correios nunca se sabe. E bom dar uma margem.

 

Falando nisso, se você for encomendar coisas da ELF, encomende também o primer para pálpebras que custa 1 euro, é uma maravilha (pra mim funciona igual ao a Urban Decay). Eu só uso esse. Dura 3 meses com uso diário. Aproveite e compre uns 3.

 

 

  • Bonzer: O bronzer da MAC é um must have pra quem gosta de usar bronze. Esse também é um ótimo presente, porque mesmo que a pessoa tenha outros bronzers em casa, da tempo dela usar tudo, pois os bronzers da MAC duram muito pois são em pó compacto. Eu acredito que é um dos melhores produtos que a MAC faz.

 

bronze mac

bronze mac

 

 

  • Mac Fix+ Finishing spray: Este produto também é uma maravilha, serve pra fixar e refrescar a sua maquiagem se ela ficou muito pesada, muito “empoada”. Dura bastante o frasquinho. Tem gente que mistura o liquido com a base e com pigmentos.

 

 

fix + mac

fix + mac

 

Estas são as minhas dicas do que comprar na MAC, o que eu acredito que vale mesmo a pena.

 

Tente pesquisar um pouco, veja os vídeos de make do youtube, leia os blogs especializados em make up pra ter uma ideia de que cores (para as bases) você provavelmente usaria. Se você encontrar alguém que tenha o tom de pele parecido com o seu, veja qual é a cor de base que a pessoa usa. Não de atenção para quem compra os produtos MAC no ebay porque 90% são falsos e as cores e numeração são diferentes. Eu ja vi no youtube uma moça dizendo que o face and body dela estava escrito “NW30”, o que se nota que é falso mesmo, do ebay, porque as bases Face and body tem numeração C1, C2,C3, etc para as amareladas e N1, etc; para as neutras. As cores não são numeradas como as outras base tipo studio fix.

 

 

Infelizmente as moças da loja MAC que eu fui não são extremamente hábeis pra nos ajudar, e parece que elas querem empurrar a mesma cor de base pra todo mundo (deve ser o que elas tem encalhado no estoque ha ha) .Portanto vá já com alguma ideia clara do que você quer pra não gastar dinheiro em coisa que você não vai usar. Eu já cai na conversa de uma delas e só quando cheguei em casa vi que além de muito clara era rosada – nada que bronzer e pó compacto por cima não resolvam, mas gente, são 30 euros, você quer uma cor que fique linda sem muito esforço! update: Tenho lido nos blogs franceses e a queixa é geral: As moças da MAC e sephora ganham um premio por mal atendimento e falta de educação… o meu truque quando elas querem aconselhar é dizer que tudo é “pra presente” ou “encomenda”. Assim elas não começam dando opinião.

 

A gente normalmente tem a pele do rosto mais rosada mesmo, portanto pense na cor do resto do seu corpo pra ter uma ideia se a sua pele é amarelada ou rosada. A minha, como a maioria das brasileiras, é amarelada. A base deve uniformizar você por inteiro, tem de ficar rosto, pescoço e decote mais ou menos da mesma cor. Eu experimento agora, a minha base no decote, acho que funciona mais.

 

Na minha pessoa, só o rosto é rosa (vermelho digamos rsrs) por causa de cicatrizes e acne, rosácea, enfim essas coisas lindas que acumulamos com o passar dos anos ha ha. Então pra mim o que funciona é a base de fundo amarela pra igualar o rosto ao corpo. (As que começam com NC são amareladas, as que começam com NW são rosa ou laranja). Se você tem uma base, de qualquer marca, que funciona pra você, leve pra loja e mostre que você quer qualquer coisa parecida, não deixe elas enrolarem você pra comprar o que você não vai usar depois. Ah, a numeração da MAC é meio maluca, o NC 30 não é o equivalente amarelo do rosado NW30, a linha NC é bem mais clara e um NW25 equivale ao NC40 mais ou menos. Loucura!

Então experimente direitinho cor por cor sem pressa. E boas compras!

 

 

Pra você ter uma ideia dos preços e cores, vá ao site da MAC:

 

http://www.maccosmetics.fr/

 

Endereços da MAC em Paris:

 

 

M∙A∙C Rivoli

59 rue de Rivoli

Paris, 75001

01 42 33 54 41

A.

M·A·C Châtelet

9, rue Pierre Lescot

Paris, 75001

01 40 13 91 96

B.

M·A·C Forum

Forum des Halles

Paris, 75001

01 53 00 92 11

C.

M·A·C Francs Bourgeois

13, rue des Francs Bourgeois

Paris, 75004

01 44 59 31 64

D.

M·A·C Saint Michel

22, boulevard Saint Michel

Paris, 75006

01 53 10 30 71

E.

M∙A∙C Rivoli

59 rue de Rivoli

Paris, 75001

01 42 33 54 41

A.

M·A·C Châtelet

9, rue Pierre Lescot

Paris, 75001

01 40 13 91 96

B.

M·A·C Forum

Forum des Halles

Paris, 75001

01 53 00 92 11

C.

M·A·C Francs Bourgeois

13, rue des Francs Bourgeois

Paris, 75004

01 44 59 31 64

D.

M·A·C Saint Michel

22, boulevard Saint Michel

Paris, 75006

01 53 10 30 71

E.

 

M·A·C Strasbourg St Denis

35 boulevard de Strasbourg

Paris, 75010

01 44 83 88 28

F.

M·A·C Pro Saints Pères

76 bis, rue des Saints Pères

Paris, 75007

01 45 48 60 24

G.

M·A·C Saint Honoré

324, rue Saint Honoré

Paris, 75001

01 42 44 28 91

H.

M·A·C Rue de Rennes

131, rue de Rennes

Paris, 75006

01 53 63 29 03

I.

Galeries Lafayette Haussmann

40, boulevard Haussmann

Paris, 75009

01 42 81 07 16

 

 

L.

 

Printemps de la Beauté

 

64, boulevard Haussmann

 

Paris, 75009

 

01 42 82 59 65

 

 

K.

 

Printemps Italie 2

 

30, Avenue d’Italie

 

Paris, 75013

 

01 45 80 52 75

 

 

L.

 

Sephora Make-Up Studio

 

70-72, avenue des Champs Elysées

 

Paris, 75008

 

01 53 53 90 92

 

 

M.

 

M·A·C Champs-Elysées

 

78 avenue des Champs-Elysées

 

Paris, 75008

 

01 53 89 14 60

 

 

N.

 

M·A·C Commerce

 

14, rue du Commerce

 

Paris, 75015

 

01 45 78 31 36

 

 

 

 

 

 

Leia mais...

Como fazer compras em Paris : Regras de etiqueta nas lojas e restaurantes.

setembro 9, 2012 | Posted in Compras em Paris, Cultura Francesa, Turismo dicas | By

Ola pessoal. Não sei se todos sabem, mas eu sou guia aqui em Paris e passeios com turistas brasileiros todos os dias por aqui. Muitos dos meus artigos são inspirados em situações reais do meu dia a dia.

Existem algumas diferenças em relação as lojas fora das « Américas ». O Brasil segue muito o sistema de atendimento americano, as lojas sempre tem muitos funcionários que ficam a sua disposição pelo o tempo que você quiser ficar na loja. Tem gente no Brasil que ate escolhe uma funcionaria com o mesmo tipo físico e « manda » ela vestir as roupas pra você ver como fica. E elas fazem !!!

Essa maneira “servil” do povo, e de outro lado, o pessoal que nem sabe que existem palavras como “por favor” ou “muito obrigado”, existe em locais onde houve escravidão. Nos ainda seguimos estes mesmo parametros de comportamento, apesar de nos acharmos tão moderninhos. Realmente ha pessoas que acham mesmo que so porque estão pagando não precisam dizer bom dia, por favor ou muito obrigado. coisas do nosso passado colonial.
Ha brasileiros que dizem na minha cara “que bom dia que nada… eu to pagando!” Esse é o nosso Brasil…

Aqui, existem poucos funcionários nas lojas, e na maior parte das vezes, você não terá uma pessoa para ficar a sua espera enquanto você decide o que comprar.

Também, diferente do conceito de que quem esta pagando tem direito a fazer qualquer coisa, aqui não é bem assim. Aqui a ideia é que se você esta pagando, você é quem precisa. Nas lojas, para os funcionários, tanto faz vender uma bolsa pra Maria, para a Joane ou para outra pessoa. O dinheiro é o mesmo.

Vamos então as dicas das diferenças em relação as compras no Brasil e aqui na França :

Brasil : Você entra na loja pra comprar um chocolate. Pega o chocolate, vai ao caixa. A moça registra o chocolate e fica a espera de você fazer o pagamento.

Ai, você começa a olhar para os lados, vê que afinal a loja também tem bombons, biscoitinhos e licores. Sai da fila sem avisar nada e volta as prateleiras. O seu chocolate e a moça ficam a sua espera, ate você se decidir o que quer. Afinal você já não quer mais o chocolate, e resolve que quer comprar biscoitos amanteigados.

Ah… você se lembra de um tipo de biscoito que uma amiga sua comentou e resolve ligar pra ela pra perguntar o nome. Tem gente na fila mas afinal você é que esta sendo atendida e eles que esperem afinal você esta gastando bastante e tem direito de fazer o que bem entender.

Situação normalíssima no Brasil. Afinal você sai da loja com biscoitinhos, licores e a moça esta contente porque ganhou uns centavos de comissão.

França : Em resumo, eles ficam malucos com esta situação. O pessoal da fila vai xingar você.

Para não sair da loja dizendo que os franceses são mal educados, tente somente entregar os produtos que você quer comprar no momento que você esta pronta mesmo pra pagar e ir embora. Olhe tudo primeiro. Depois entregue as coisas para o funcionário.

Lojas como a Sephora, Lafayettes e afins, são basicamente « self service ». Você pergunta o básico para a funcionaria e deixa ela em paz para atender outras pessoas. Tem pessoas que vieram a Sephora e saíram super decepcionados porque ao chegar e dizerem que queriam ver os produtos da Chanel, por exemplo, a funcionaria simplesmente indicou a prateleira e pronto.

« Como assim ? Eu quero alguém me atendendo !!!! Essa gente é muito mal educada ! » Afinal eu estou pagando, exijo tratamento VIP !!!

Bom… todos pagam, não só você… O sistema da Sephora é assim. Se você quer uma pessoa lhe atendendo, procure outra loja. Claro que voce deve perguntar se não esta encontrando alguma coisa ou quer uma saia em outra cor, ou numero maior, etc.

Essa conversa de marketing brasileiro que você terá um tratamento especial « só pra você, eu vou fazer um descontinho… ». Ou mesmo em um restaurante : « Vou pedir pra eles capricharem no seu prato la na cozinha ! » E uma coisa que não faz muito sentido por aqui.

Um francês ao ouvir ou perceber que você acha que merece um tratamento especial fica sem entender.

Essa coisa de dizer para as pessoas « capricha ! » E meio « falta de educação ». Na verdade, o que eles entendem é que você diz « Eu sei que você faz tudo mal feito, mas eu estou pedindo para você fazer o favor de tentar fazer bem feito desta vez ».

Entendem porque as vezes podem acontecer de haver alguma desentendimento nas lojas ? São apenas coisas culturais.

Eu mesma recebo as vezes emails de agencias pedindo para que eu acompanhe certos clientes mas eles ja avisam: Eles são VIP, favor fazer tratamento especial!  Como assim??? rsrs

Mais uma informação: Não peça desconto nem “presentes” nas lojas.  Não ha descontos por pagamento a vista, porque aqui todo mundo paga a vista. Não ha crediarios nem “parcelamento no cartão”, portanto para o funcionario tanto faz se voce paga no cartão de credito, debito, ou cash.  O importante é pagar.

Não esqueça, na Europa voce é somente “mais um turista brasileiro”, o mundo não para so porque voce chegou. Voce não tem o direito de fazer todo mundo nas lojas ou restaurantes ficarem em função de voce, afinal o que não falta em Paris é turista.

bjos a todos.

Leia mais...

Compra de cosméticos : Atenção para os prazos de validade dos produtos antes de gastar os seus euros 

Batom mac

abril 16, 2012 | Posted in Compras em Paris | By

Compras em Paris! A oportunidade de comprar batons, mascaras (rímel) para os olhos, lápis de contorno de olhos e boca, esmaltes, sombras e tantas outras maravilhas que no Brasil custam caríssimo e aqui nem tanto…

Só pra termos uma ideia, um batom da marca Bourjois (marca da mesma empresa Chanel) que é na minha opinião uma das melhores marcas de batom, aqui custa 14 euros, o famoso Sweet kiss. No Brasil se encontra por 100 reais!

Uma mascara DiorShow aqui custa cerca de 25 euros (eu acho uma mascara super cara, tem muitas ótimas por aqui por cerca de 10 euros).

Da realmente vontade de ir jogando tudo pra dentro da cestinha.

O problema é que temos de reparar nos prazos de validade dos produtos, porque por melhor que seja um produto de maquiagem francês, produto velho ou já passado do prazo alem de perder toda a qualidade não “funciona bem”.

Todos os produtos de maquiagem por aqui tem um simbolo que mostra a validade do produto depois de aberto. Depois desse prazo você deve jogá-lo fora.

prazo de validade dos cosmeticos

prazo de validade dos cosmeticos

O que acontece, entretanto, é que é normal as pessoas comprarem montes de batons da mesma cor, ou lápis de olho, pra aproveitar os preços, e irem usando os com o passar dos anos, abrindo um de cada vez. O problema é que estes produtos também tem prazo de validade, fechados mesmo. Como media, um produto dura cerca de 3 anos fechado contando a partir da data de fabricação, mas como saber quanto tempo ele já esta na prateleira das lojas por aqui? Fácil, use o site check cosméticos:

http://checkcosmetic.net/

Este site tem cobre a maioria das marcas conhecidas e mostra como encontrar o código pra colocar na busca. Mesmo que você não entenda inglês o site tem fotos mostrando onde estão os códigos.

Uma coisa importante é que não adianta ficar poupando a maquiagem porque ela é cara, maquiagem foi feita pra usar, e se você acha que não é pro seu bolso jogar fora uma mascara (rímel) para olhos depois de 3 ou 4 meses de uso, então faça como eu e compre maquiagem mais barata.

Marcas de maquiagem como a Bourjois ( Chanel), Maybelline e L’Oreal (Lancome) não são consideradas marcas de luxo como Chanel, Dior e Lancome, portanto os preços caem pela metade ou custam ate 3 vezes menos do que as marcas de luxo. Lancome e L’Oreal são feitas pela mesma empresa e a qualidade é igual, claro que as vezes com ingredientes um pouco diferentes, assim como a Bourjois é feita pela Chanel, ambos saem da mesma fabrica). Você paga pela embalagem diferenciada, pelo status de ter um produto de luxo, etc.

Eu amo maquiagem mas compro basicamente produtos mais perecíveis de marcas como Bourjois, que eu acredito que seja uma das melhores marcas francesas.

Eu costumo ver pessoas fazendo coleção de esmaltes, por exemplo. A menos que a pessoa seja manicure, se você esta pensando em usar os esmaltes individualmente, fique de olho porque depois de 1 ano eles começam a dar problema também. Os problemas com os esmaltes aparecem como alergias nos olhos, boca, etc. Ou seja onde você encosta o dedo. Não se tem reação alérgica na unha…

Produtos BIO ou naturais tem prazo de validade ainda menores. Eu mesma ganhei um gloss ótimo maravilhoso da Cattier que já chegou as minhas mãos com sentença de morte breve: tenho de usar o que eu puder ate setembro deste ano. Uma pena, mas é melhor não arriscar.

Sombras e pós compactos duram mais: pode-se usar por cerca de 2 anos (ou mais). Se você utiliza o dedo pra passar a sombra, de vez em quando passe um papel na superfície para tirar a camada de oleosidade que se acumula na superfície. O melhor mesmo é usar pinceis, que devem ser lavados toda a semana.

Bom, é isso, eu vejo constantemente pessoas comprando quilos de maquiagem que só seria usado se a pessoa fosse maquiadora profissional. Infelizmente tudo tem prazo de validade.

Leia mais...

Louis Vuitton, a historia de perseverança de um jovem que entrou para a historia da moda

janeiro 20, 2012 | Posted in Compras em Paris, Cultura Francesa | By

Mal se pronuncia o nome Louis Vuitton, o famoso monograma LV vem nas nossas mentes. Essa marca, mais cobiçada e copiada no mundo, é um símbolo de luxo e know-how, o símbolo de sucesso para todos os adoradores de qualidade, historia e de moda. Louis Vuitton também é o simbolo do sucesso da perseverança e do idealismo.

A saga da Vuitton tem suas origens em uma pequena aldeia remota no berço Jura, Anchay.Louis Vuitton (nascido em 1821) vem de uma família pobre de moleiros e carpinteiros. Aos 14 anos, ele resolve viajar, a pé, (400 km!) para Paris, para aprender durante uma jornada de dois anos, como trabalhar com madeira.

Depois, o jovem Vuitton é contratado como aprendiz de um fabricante de baús de viagem (antigas malas) que era usado pela alta sociedade em suas mudanças e viagens. O jovem rapaz trabalhou muito para criar alguma coisa diferente, que fosse alem de útil, pratico e bonito. O conceito de aliar beleza e praticidade foi pioneira na época.

Louis Vuitton

Louis Vuitton

O destino extraordinário de Louis Vuitton está ligado a Napoleão III , pois ele se tornou o favorito da Imperatriz Eugenie, em 1853. A partir dai, a sua sorte começa a mudar e ele começa e ver os frutos de tanto trabalho e pesquisa.

Com seu sucesso, Louis Vuitton fundou sua própria empresa no ano seguinte e se mudou para a Rue des Capucines.

A sua grande primeira idéia, foi criar um tecido altamente resistente, revestido, que irá substituir o couro. Um golpe de gênio: usar um material menos restritivo do que a pele natural e com melhor cheiro, porque as malas de couro da época eram famosas pelo mal cheiro.

Louis Vuitton - publicidade de 1898

Louis Vuitton - publicidade de 1898

 

Gradualmente, Louis Vuitton vai obedecer as necessidades de sua clientela abastada, melhorando a pele (couro e a sua nova invenção de tecido revestido), criando o conceito de malas “a prova d’água”, e lidando com os cantos das malas (com ponteiras de metal), etc

Vuitton vai seguir passo a passo a evolução da moda e as exigências da sua clientela, criando novos modelos, e comecando a fazer bolsas para o dia a dia.

Ele também se adapta aos novos meios de transporte: ele vai acompanhar o lançamento dos primeiros trens, barcos a vapor, e depois também vê o surgimento dos carros. As malas (antes em estilo bau de viagem) tem de se tornar cada vez mais leves e portateis.

Em 1859, a oficina se muda para a Rue Scribe, as pessoas começam a viajar mais e as malas rígidas dão lugar as malas flexíveis, mais leves, estilo bolsas de viagem, em vez dos antigos baus.

A Marca LV foi sempre caracterizada pelo monograma. As malas sempre tiveram o seu nome escrito.

Sem duvida, o jovem Louis Vuitton tinha uma ótima ideia de marketing. Ele foi o pioneiro na ideia de lançar bolsas com designer, e criar uma marca.
Nesta altura, as copias e falsificações começam também a aparecer. Hoje em dia, a LV é a marca mais falsificada no mundo.
Muito foi desenvolvido desde la, e criadores como Marc Jabobs, Takashi Murakami entraram para a família LV para engrandecer ainda mais as diferentes linhas e modelos das bolsas.

Na verdade, todas as outras bolsas de marcas famosas surgiram imitando os passos da Louis Vuitton, não em estilo ou modelos, mas em conceito. Ele foi o pioneiro, ele foi quem pesquisou como criar modelos, enfim, qualquer bolsa hoje em dia deve alguma coisa a esta marca.

Antes das bolsas LV, as pessoas usavam uma especie de saquinhos como bolsas de mão. Você pode ver nos filmes…

Diferente de muitas outras marcas, a empresa LV hoje em dia, faz questao de patrocinar artes, museus e teatros no mundo inteiro, tem ótimas condições de trabalho para os funcionários (beeeem diferentes da Nike, por exemplo). Enfim, essa é uma empresa politicamente correta.

O tempo passou e a LV diversificou os seus produtos, e temos desde sapatos, joias, relógios, etc. Mas as bolsas continuam sendo o forte da marca.

Agora, termino este artigo com alguns fatos sobre as bolsas LV:

 

Louis Vuitton - publicidade atual

Louis Vuitton - publicidade atual

  • As bolsas Louis Vuitton verdadeiras não tem defeitos de fabricação. São perfeitas, e o monograma nunca e cortado ao meio em uma bolsa.
  • Essa bolsa não é uma bolsa para ser usada somente em momentos especiais, uma Louis Vuitton é feita para ser usada no dia a dia, porque e super-resistente e durável. Essa e uma bolsa “pra bater mesmo”.
  • As LV não são as bolsas mais caras do mundo nem são consideradas bolsas de snobe, ou de “quem quer aparecer”, pelo menos na Europa. Esta cheio de gente no metro usando bolsas da LV. Depois da Longchamp, a LV é a marca mais vista na mão das francesas (claro, sem contar as bolsas sem marca, que são a maioria sempre, quem qualquer lugar).
  • As bolsas mais caras do mundo são as bolsas da Hermes. Estas bolsas chegam a 40.000 euros. As bolsas LV Variam entre 300 e 3.000 euros. Grande diferença.
  • O conceito de “ter 50 bolsas diferentes” não faz parte da cultura europeia. Aqui as pessoas tem 1 bolsa para o dia a dia, uma para viagem e outra para festas. Assim podem investir em alguma coisa de qualidade, porque sabem que vão usar a bolsa por muito tempo, pela vida inteira mesmo.
  • As bolsas LV passam de mãe pra filha e ficam mais lindas a medida que o tempo passa. Não existe o conceito de que “você tem de ter o ultimo modelo”.
  • A louis Vuitton nunca entra em liquidação, nunca faz promoções e não e vendida em outros locais que não sejam as lojas da Louis Vuitton. Comprar uma LV falsificada incentiva o trabalho escravo, infantil, e o crime organizado. Se você não pode comprar uma bolsa legitima, compre uma bolsa original qualquer, de outra marca, existem modelos lindíssimos para todos os gostos e bolsos que são comercializadas por empresas honestas.
  • As bolsas LV são fabricadas na França, Espanha e Estados Unidos. Não existe LV legitima feita em outros locais. A LV não tem fabricas em países de terceiro mundo para se aproveitar de salários baixos e mas condições de trabalho. Qualidade em primeiro lugar!
  • Eu costumo acompanhar pessoas em compras por aqui, e quando se fala em LV, a maioria dos brasileiros faz cara feia, porque é um bolsa de snobes, etc. Preferem gastar o mesmo dinheiro (ou muito mais) comprando 10 bolsas diferentes. Pra que 10 bolsas? Coisas culturais…
  • Temos que ver pelo lado ecológico também. Quanto mais quantidade de produtos você consome, mais você degrada os recursos naturais do planeta. Ter UMA bolsa para usar todos os dias (ou boa parte deles) da sua vida é muito mais PC (politicamente correto) do que comprar 100 bolsas ou mais no decorrer dos anos. E sai mais barato, mesmo que a sua única bolsa seja uma Louis Vuitton cara.

 

 

 

Leia mais...

Compras em Paris: O que vale a pena comprar nas suas férias.

dezembro 24, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Compras, compras, compras, Paris tem uma grande fama de ter produtos maravilhosos e uma das primeiras coisas que passa a cabeça de quem vem a França, é o que comprar.

Pensando nisso, estou escrevendo um artigo fazendo uma analise sincera e honesta do que realmente vale a pena comprar por aqui, e por quais motivos.

Partindo do principio de que você que esta lendo este artigo mora no Brasil ou em Portugal, vou fazer comparações sobre o que se encontra aqui que não há ou e muito caro no Brasil ou em Portugal.

Cosméticos, cremes e afins:

Vale a pena comprar aqui por causa do preço, mas cuidado com os prazos de validade!!!!

De nada adianta comprar 10 tubos de cremes se voce uma somente um por ano… Compre o que voce vai usar no ano e claro, cosmeticos são otimos presentes. La Roche Posay, L’Occitane; ROC, enfim, tudo isso é muitissimo mais barato por aqui…

Produtos considerados “de luxo” no Brasil nada mais são do que produtos de supermercado e farmacias. Se voce não encontra o que procura nas Galeries Lafayettes ou Sephora, provavelmente encontrara em supermercados e farmacias.

Maquiagem:

Ótimo negócio para ambas as nacionalidades, Tanto portuguesas como brasileiras devem comprar pelo menos um batonzinho de lembrança. São ótimos e mais baratos aqui. Batons são ótimos presentes também, porque são pequenos, não pesam na mala e praticamente todo mundo usa (mulheres, claro) nem que seja em ocasiões especiais. Como batons, se bem guardados, tem prazos de validade quase eternos rsrs (desde que não fique pegando sol ou derretendo dentro da sua bolsa), mais cedo ou mais tarde todo mundo usa.

Sabonetes e loções de banho, perfumes, shampoos:

Ótimos presentes também. Os produtos de toilete são uma das marcas da cultura francesa, e vale a pena comprar.Você pode comprar o mesmo perfume francês que voce encontra no Brasil,  aqui, por preços mais em conta. Aconselho mesmo comprar perfumes franceses. Tem gente que diz que no Brasil tem ate mais barato. Eu nunca vi um perfume frances mais barato no Brasil. So se for falsificado.  sabonetes franceses são otimos para dar de presente. Repare que não ha local mais barato do que o Free Shop do aeroporto. Galeries Lafayettes ou Benlux são otimas para lançamentos.

Shampoos: Shampoos comuns não valem a pena, somente se você for comprar Kerastase e outros shampoos que voce não encontra no Brasil.  Os shampoos no supermercado são mais caros que em Portugal e obviamente no Brasil (shampoo tipo L’Oreal, Garnier..).  Os shampoos comuns aqui custam cerca de 4 euros. Estes são os shampoos que “todo mundo” usa. Os shampoos mais elaborados são mais indicados pra quem frita muito o cabelo com chapinhas e pinturas.

Roupas:

Só se for “de marca”, ou de boa qualidade. Roupas do tipo Zara e afins, compre somente se você estiver a procura de alguma coisa diferente pra mostrar em casa e poder dizer “comprei em Paris”, mas sinceramente não são de melhor qualidade que as roupas no Brasil ou Portugal (mas pelo menos não são made in china). As roupas de marca francesas são as que valem a pena comprar, mas claro, não são nada baratos. Essas roupas serão mais baratas que no seu pais, porem procure as lojas outlets e saldos para conseguir comprar coisas mais em conta. Aqui como não se compram roupas para usar apenas por uma estação, as pessoas podem se dar ao luxo de comprar uma calça de 200 euros ou mais, porque sera muito usada por muitos anos. como no Brasil a nossa cultura é seguir a moda da estação, compras deste tipo não valem a pena.

Vale a pena comprar um casaco bom, se você for realmente usar e por bastante tempo. Para os brasileiros de áreas tropicais, pense duas vezes e veja se vale a pena gastar 500 euros (ou muito mais) em um casaco que você quase não vai usar. Para Portugueses é um ótimo negocio.

Sapatos:

Não vale a pena, a não ser que você queira um modelo diferente. Sapatos tanto em Portugal como no Brasil são de alta qualidade. Se você for passar pela Itália, sim, aproveite para comprar sapatos por la. Só compre sapatos aqui se você estiver querendo “mostrar” que comprou aqui para os amigos, de resto, não vejo nenhum outro motivo pra comprar, a não ser claro, que voce esteja com o pe machucando e não tenha um sapato legal, mais confortável.

Bolsas/malas:

Vale a pena se você estiver disposto a pagar por uma Louis Vuitton ou Hermes legitima, ou alguma outra marca que seja francesa. Essas bolsas são eternas e passam de mãe pra filha, alem de ser um investimento. Você sempre pode vender mais adiante. Se você tem vontade e dinheiro, vá em frente.

Bolsas de outras marcas famosas, mais baratas, também valem a pena, mas veja bem se a relação custo/beneficio e favorável. As bolsas Longchamp são super populares aqui, e usadas por anos. Elas são duraveis e beeem basicas e baratas (cerca de 70 euros). acredito que este tipo de bolsa seja muito basica para a estetica brasileira, mas é uma opção que vale muito a pena.

Chocolates:

Ótimos para dar de presente, na verdade os chocolates belga são os melhores, não os franceses. Vale a pena de qualquer forma, porque você encontra de tudo por aqui.

Bijuterias/joias:

Vale a pena pelo design diferente. Aconselho. Note que a palavra “bijouterie” ou “bijou” em frances significa joia (coisas de prata, ouro, etc, e a nossa bijouterie se chama “fantasie”.

 

Óculos de sol/armações para óculos de grau.

Vale a pena. Sai muito mais barato aqui.

 

Relógios:

Vale a pena para os Brasileiros, os portugueses tem todas as marcas que se encontram aqui, mais barato. Relógios não são o forte dos franceses. Ainda vale mais a pena comprar um bom relógio suíço.

 

Bom, é isso! Boas compras!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais...

Guia de compras de cosméticos nas Galeries Lafayettes em Paris

dezembro 11, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Compras em Paris!!!!

Depois da torre Eiffel e do Louvre, as Galeries Lafayettes são o local que mais recebe turistas em Paris.

Não é por acaso, pois alem da arquitetura do prédio ser maravilhosa, este centro comercial tem de tudo.

Esqueça o que você ouviu ou leu dizendo que as Galeries Lafayettes são somente pra turistas e que os parisienses não compram la, porque não é verdade. Todos costumam comprar neste local por aqui, não só os turistas. Eu, por exemplo, compro nas Galeries Lafayettes, Mango, Zara e outlets (aprendi com franceses). Essas são as minhas lojas preferidas em Paris, para o meu bolso, é claro.

Falando de compras, aqui vai então algumas dicas do que comprar por la:

 

Cosméticos:

Não compre cremes faciais de tratamento por la, compre nas farmácias as marcas La Roche Posay, Roc, Avene, Biotherm, Bioderma, Vichy e tantas outras que a gente conhece. L’Occitane também é ótimo pra comprar aqui. Com o dinheiro que você compra um creme para mãos no Brasil, aqui você compra o creme, a locao para o corpo e mais um perfume. Eles tem embalagens pequenas, ótimas para presente também. Tem varias Lojas da L’Occitane em Paris, uma fica mesmo ao lado da Opera (metro Opera), a sua direita. Se você realmente quiser cremes de marca de Luxo, eu recomendo então comprar nas Galeries Lafayettes os produtos da Clarins.

Os cremes da Dior, Chanel e HR, por exemplo,  são muito mais caros e não tem o mesmo efeito (minha opinião, é claro).

 

Maquiagem:

 

Dior: Melhor lugar para comprar mascara para cilios (rimel). Existem vários tipos, escolha a que você achar melhor, os corretivos da Dior também são ótimos. A mascara Diorshow e considerada uma das melhores do mundo!

 

MAC: Sombras para os olhos, lápis de olho, lápis para contorno labial, e claro, batons. A MAC também tem uma ótima linha de autobronzeadores e maquiagem corporal, tipo base para pernas, etc.

 

Lancome : Ótimo para bases, corretivos, blushes de todas as cores e estojos de maquiagem.  Eu não gostos dos batons, mas tem gente que aaama. Eu gosto muito dos perfumes.

A L’Oreal é a marca por tras de muitas outras, como Maybelline, Kerastase, Garnier, Lancome, etc.

Bobby Brown: Otima marca de maquillagem, praticamente tudo é maravilhoso nesta marca. Ela é feita para pessoas que gostam de cores mais sofisticadas, diferente da MAC que é feita para um publico mais jovens que gosta de maquillagem colorida, é uma marca que vale a pena conferir.

 

 

Claro que há muito o que escolher, estas 4 marcas são apenas uma dica do que eu considero o melhor em relação custo beneficio.

Maquiagem em geral e outras marcas boas, porem mais baratas (não de luxo) tipo Agnes B, Maybelline (eu, sei…essa marca não é francesa originalmente, mas foi comprada pela L’Oreal…), Bourjois e Miss Hellen são encontradas no Monoprix: Eu só uso os esmaltes da Maybelline, e adoro. Os batons da Bourjois e Agnes B são maravilhosos também (mesmo!), e como estas marcas não são consideradas de luxo, são bem mais baratas. Eu prefiro muito mais investir em batons da Agnes B ou Bourjois do que nos da Lancome Paris, por exemplo. Acho melhores. Pra mim as melhores marcas de batons são a MAC e Bourjois. Dizem que o melhor baton do mundo é o da Yves Saint Laurent, eu nunca experimentei. Este ultimo se compra nas Lafayettes.

Monoprix Opéra
21 – Avenue de l’Opéra
75001 Paris 1er

 

E só seguir em frente, partindo da Opera (metro opera), em direção a uma avenida que vai ate o Louvre. Esta é a Avenue de L’Opera. Não tem como errar, porque quando você sai do metro (em frente a opera), se você segue pra frente, você tem a Opera, pra trás você tem a Avenue de L’Opera.

  Perfumes:

Todas as marcas valem a pena. Existem muitos perfumes que não são encontrados nos duty frees, somente nas Galeries Lafayettes. Aproveite.

Tenha em mente que cosmeticos tem prazo de validade, e uma vez expirados, podem fazer mal a saude, principalmente as maquiagens que se coloca perto de mucosas, como rimel e sombras. Não vale a pena ir jogando tudo pra dentro do carrinho só porque no Brasil os preços são mais caros. É preferivel comprar o que voce pode usar, e depois encomendar pela Amazon francesa, por exemplo, que entrega no Brasil. Eu mesma tive de jogar no lixo 3 batons da l’Oreal quase sem uso porque passou o prazo de validade, e outro da Max Factor.

Se voce quiser levar mais de um produto do mesmo tipo, nao abra tudo de uma vez so, porque uma vez abertos, os produtos duram no maximo 1 ano, e 3 anos para as sombras e blushes, se voce usar com pincel.

update 2013 – estive lendo e perguntando muito para dermatologistas por aqui, e ha controversias essa historia de maquillagem perder o prazo de validade. A regra seria principalmente para os produtos que contém agua, como bases, cremes corretivos, delineadores liquidos e mascaras. Estes podem se contaminar com as nossas proprias bacterias ou de pessoas que emprestamos o nosso make up. Batons e pos não contém agua e por isso duram até ficar com cheiro esquisito. Se voce usar com cuidado, não emprestar pra ninugém e manter tudo limpo, pode durar muito. não deixe a sua maquiagem cara derretendo dentro da bolsa no verão.

Espero que as dicas tenham sido uteis!

Boas compras em Paris!

Leia mais...

Onde comprar casacos bons bonitos e baratos em Paris

novembro 13, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Compras em Paris! Com o Inverno chegando em Paris, e como a maioria dos estados brasileiros não faz o frio que faz na Europa, as vezes um casaco simples no Brasil pode custar muito caro.

O meu conselho é comprar aqui mesmo. Peça emprestado uma jaqueta qualquer, ou venha com a sua jaqueta ou casaco mais pesado, para a chegada, e depois compre um casaco aqui mesmo.

Em Paris, sabendo onde ir, você pode comprar casacos bons e bonitos por 20, 30, 40 euros.

Eu já falei de vários locais onde se pode comprar roupas por aqui, inclusive já falei de vários outlets com muitas opções para todos os gostos.

Hoje vou falar de onde eu compro a maioria das minhas roupas de inverno:

O maravilhoso Outlet Mistigriff!

Endereço: 83 Rue St Charles 75015 Paris

Metro: Charles Michels.

Website: http://www.mistigriff.fr/

A loja fica aberta das 10h30 as 19h30 (fecha Domingo)

Este outlet não e enorme, mas tem de tudo, bem barato. Da pra comprar blusões de cashmire por 15 euros, meias de la que vão ate acima dos joelhos por 2,50 euros, botas IKKS por cerca de 40 euros ou menos, cachecóis, calcas da Guess, casacos estilo sobretudo ou de nylon acolchoado com penas por dentro, enfim, tem coisas para todos os estilos e gostos.

Quando eu vou nos meus passeios de compras guiadas nos famosos outlets da Rue D’Alesia ou La Valee Vilage, que ficam longe do centro, a maioria das pessoas concorda comigo quando eu digo que estes locais são ótimos para comprar coisas mais clássicas, mas no Mistigriff é onde todos acham roupas que são mesmo pra usar no dia a dia.

Outra coisa boa da Mistigriff é que tem roupas para todas as idades, masculino e feminino, no mesmo local. Da pra comprar muita coisa por, digamos 150 euros no total. Com esse mesmo dinheiro você compraria uma peça de roupa nos outros outlets.

Porque a Mistigriff e tao barata? A principio eles tem tanto roupas com pequenos defeitos, que não passaram no controle de qualidade das grifes, como coisas de estacoes passadas mesmo.

Os “pequenos defeitos” podem ser roupas do tamanho 40 com etiqueta 42, portanto experimente a roupa antes de comprar. Eu nunca vi roupas com defeitos gritantes. Alias quase nunca acho defeito nenhum rsrs.

O local parece uma especie de supermercado, e você não precisa mesmo falar francês pra comprar. E só pegar as roupas, experimentar e passar no caixa. Quase não tem funcionários nos corredores, somente alguns seguranças e senhoras repondo o estoque. Ninguém fica tentando “vender” ou perguntando o que você precisa. Isso é ótimo quando não se fala a língua, porque fica-se mais a vontade.

Estas são as marcas que você encontra na Mistigriff, alem de outras não tão conhecidas no Brasil, porque a midia faz mais propaganda das marcas americanas:

ABSORBA

ADIDAS

AIGLE

AN’GE

APEPAZZA

AXARA

AZUREE

BARBARA

BEBE CHOCOLAT

BEST MOUNTAIN

BISCOTE

BRUMS

CACHAREL

CALVIN KLEIN

CATIMINI

CERRUTI

CHANTAL THOMASS

CHATTAWAK

CHEVIGNON

CHIPIE

CHRISTIAN LACROIX

CLAYEUX

COLUMBIA

COMPLICES

COOL SHOE

COP COPINE

DANIEL HECHTER

DC SHOES

DDP

DIESEL

DIRK BIKKEMBERGS

DOLCE GABBANA

DOROTENNIS

DU PAREIL AU MËME

EAST POLE

ELLE

FILA

FLEUR DE SEL

GENTLEMAN FARMER

GERARD DAREL

GIANFRANCO FERRE

GUESS

HARMONT & BLAINE

HENRY COTTON’S

INES DE LA FRESSANGE

JONAK

KARTING

KRISTINA POPOVITCH

LAMARTHE

LANCEL

LAUREN VIDAL

LE COQ SPORTIF

LEE COOPER

LEJABY

LIBERTO

LOLLIPOPS

LOU

LOUIS FERAUD

MAC DOUGLAS

MAJE

MANILA GRACE

MANOUKIAN

MARESE

MARION ROTH

MARLBORO CLASSICS

MAUBOUSSIN

MELO & GRANO

MEXX

MISS SIXTY

MIZUNO

NAF NAF

NANA BAÏLA

NID D’ABEILLE

NITYA

O’NEILL

OKAÏDI

OXBOW

PACO RABANNE

PASCAL MORABITO

PASSIONATA

PIERRE BALMAIN

PIROUETTE

PRINCESSE TAM TAM

RENE DERHY

Up-date 2013: Ola pessoal… acabei de chegar da Mistigriff e ao chegar me deparei com Brasileiros “tentando comprar”.

So ouvi as reclamações de “aqui não tem nada de marca… ” ,  “vamos embora porque esta me dando uma crise”.

Bom, realmente outlet deste tipo (meio povão – atenção que a Mistigriff não é uma loja fina), brecho, etc, tem de ser frequentado por quem tem paciencia e conhece marcas, quem tem paciencia de garimpar pelo local. E quem não corre risco de ter “crise” dentro da loja. Estava cheio de “coisas de marca”. Eles não conheciam as marcas, esse foi o problema.

Se voce vai la atras somente de Calvin Klein, por exemplo, pode ser complicado porque depende muito do dia que voce vai.

Eu sai de la com duas calças lindas da Volcam (marca de luxo para roupa jovem, da mesma empresa que faz Gucci, YSL e Balenciaga) e mais duas echarpes. Paguei 70 euros por tudo e acho que fiz um excelente negocio. Cada calça da volcom custa cerca de 100 euros normalmente.

Tem é que conhecer as marcas… O ideal é ir la pensando em marcas européias e não americanas… Mas acontece sim de chegar la e não achar nada que agrade.

bjos a todos.

 

 

Leia mais...

Como manter os cabelos bonitos no inverno Europeu – dicas de produtos para comprar

outubro 31, 2011 | Posted in Compras em Paris, Turismo dicas | By

Algumas pessoas pensam que o verão é o maior inimigo dos cabelos. Em se tratando de Europa, os cabelos sofrem mesmo é no inverno.

Eu já havia falado um pouco sobre como lavar os cabelos e do tipo de água que temos aqui em Paris, que é uma das piores águas para o cabelo em toda Europa, perdendo somente para algumas outras cidades no interior da Franca e Londres (água com muito cálcio e outros minerais que se acumulam no cabelo).

Nem todas as cidades europeias tem o mesmo tipo de água, portanto se você estiver passando menos de 15 dias em Paris especificamente, você talvez nem sinta muito o problema da água com muitos minerais.

Bom, em relação ao frio do inverno, a Europa de uma forma geral tem as mesmas características climáticas: clima seco, frio, temperaturas agradáveis de 23/24 graus no interior dos prédios (mas ambiente muito seco) e temperaturas baixas (entre -4 a 4) no exterior, seco tambem. Portanto, essas dicas servem para viagens a Europa como um todo.

Aqui vão algumas dicas para proteger o cabelo do frio e do clima seco:

  •      Cubra sua cabeça! Nosso couro cabeludo produz menos sebo quando a temperatura baixa, então use um lenço ou um chapéu para reduzir a exposição direta ao frio. Não saia na rua de cabelo molhado ou úmido, porque a água no cabelo pode congelar e como gelo aumenta de volume, arrebenta a estrutura dos fios.
  •      Use uma máscara nutritiva e hidratante que vai restaurar a suavidade do cabelo e proteger das baixas temperaturas do inverno! Há muitas máscaras, escolha uma forma adequada à natureza do seu cabelo. Como a gente quando esta viajando não tem tempo pra ficar 30 minutos com um creme no cabelo, escolha produtos que exigem apenas 5 minutos de espera, assim você pode usar no banho mesmo, depois do shampoo, e enquanto você toma o banho os minutos passam, e ao final é no enxaguar.
  • Preste atenção especialmente na ponta do seu cabelo porque essa é a parte mais exposta ao frio. Use tambem um leave in para manter o seu cabelo protegido, com uma camada de produto condicionante. Escolha os produtos com silicone porque estes protegem bastante do frio e da perda de umidade dos cabelos:

Eu aconselho estes produtos, existem muitos outros, mas estes foram os que eu testei:

Mascaras “de supermercado” baratas que dão conta do recado, estas você pode usar no lugar do condicionador mesmo, toda vez que lavar o cabelo:

Essas mascaras custam em torno de 5 euros e fazem milagres:

Garnier Ultra Doux:
Masque Huile D’Argan et Cranberry
Masque Huile d’Avocat et Beurre de Karité (Esta mascara é bem oleosa, não compre se o seu cabelo não é seco ou não esta danificado)

Elseve da L’Oreal:
Masque Elsève nutri-réparateur anti-casse a l’omega + ceramide
Masque Reconstituant – Elsève Total Repair 5 (estou usando esta linha no momento, )

Dessange:

Masque Nutri -Extreme de Jacques Dessange

Eu acredito que esta é a marca que eu mais gosto dentre os produtos de supermercado, que eu já experimentei. Eu amo tanto o shampoo, condicionador como a mascara para cabelos da Dessange.

 Mascaras para cabelo de qualidade profissional:

Encontram-se a venda em cabeleireiros por todo o lado em Paris: são mais caras, boas para cabelos que já estão danificados e precisam proteção extra e custam cerca de 25 euros. Essas mascaras são mais intensas e você deve usar somente uma vez por semana, ou o seu cabelo pode ficar muito pesado.

Kerastase:

Masque Cheveux Epais Masquintense – essa é a melhor mascara da kerastase, na minha opinião.

Masque Chroma Riche Kerastase – para cabelos pintados.

Redken:

Velvet whip Masque (esta custa 18 euros e é muito boa).

Mascaras para cabelo que se encontram em farmácias, maravilhosas:

Phyto – todas as mascaras desta linha são fantásticas, naturais e custam em torno de 15 euros.

Klorane – Mascaras naturais, de alta qualidade, tambem recomendo todas as mascaras desta linha, custam em torno de 18 euros.

Sephora:

Bumble and Bumble: (tudo desta marca é ótimo)

Mending Conditioner – Masque réparateur pour cheveux – 35 euros

Frédéric Fekkai:

Salon Technician Color Care – Masque hydratant résultats rapides – 34 euros

Leave-in “de supermercado”, baratos, que custam em torno de 8 euros:

Todos da Elseve, dependendo do tipo de cabelo.

No supermercado voce encontra muitos tipos de leave-ins por este mesmo valor, portanto veja o que e melhor para o seu tipo de cabelo.

Leave in mais caro:

 Philip B

Lovin’ Leave-in Hair Conditioner -25 euros, na sephora

Pra finalizar, use um silicone nas pontas.

Eu uso o silicone brasileiro da Niely Gold com queratina. Acho que o nome é “silicone reparador de pontas”.

     Lave o seu seu cabelo com um xampu hidratante ou nutritivo, que também protege o couro cabeludo da poluição e da poeira. Eu não indico nenhum shampoo em especifico porque eu vivo mudando e nunca gasto muito dinheiro com eles. Eu uso os da Elseve, Dessange e um de 2 euros (500ml) da marca carrefour que é uma maravilha apesar de ser super barato!

Up-date: se por acaso voce quiser comprar estes ou outros produtos online, e receber no Brasil, voce pode comprar na amazon francesa, por precos ate melhores que estes que eu coloquei aqui:

E so procurar no search:

Leia mais...

Supermercados e restaurantes em Paris: Lista de nomes de carnes e aves em francês com tradução em português e lista de calorias por porcão.

outubro 30, 2011 | Posted in Compras em Paris, Curso de Francês, Restaurantes, Turismo dicas | By

Ola pessoal, então dando seguimento a nossa serie de artigos dedicados a listagem completa dos alimentos em francês com tradução em português, hoje seguimos com a lista das carnes e aves,  que você poderá encontrar nos menus dos restaurantes, nos supermercados e mercados em Paris e em França.

Muitos dos pratos franceses não tem mesmo tradução, portanto estou fazendo o meu melhor para explicar o que cada prato parece e os ingredientes que tem.

Note que quando eu falo a palavra “ensopado” não imaginem uma sopa, e sim um prato com um delicioso molho, espesso.

Les viandes (111 produits) – As Carnes (111 produtos)


AGNEAU – cordeiro/borrego


  • Collier navarin – pescoço de borrego cozido com batatas (100 grammes) 250 kcal
  • Côte première – é uma das partes mais nobres do borrego, traduzido como o primeiro corte. (100 grammes) 249 kcal
  • Côtelette grillée – costeletas de borrego grelhadas(100 grammes) 234 kcal
  • Agneau rôtie – Borrego assado – (100 grammes) 190 kcal


GIBIER – Caças e animais “selvagens”


  • Cerf – cervo, rena enfim, aquele animal que puxa o treno do papai Noel. (100 grammes) 116 kcal
  • Chevreuil rôti – Veado assado(100 grammes) 174 kcal
  • Biche – e a femea do cervo, essa parece o Bambi (100 grammes) 116 kcal
  • Faisan – Faisão (100 grammes) 127 kcal
  • Lapin de garenne – coelho comum (100 grammes) 133 kcal
  • Lapin en ragoût – ensopado de coelho (140 grammes) 269 kcal
  • Lièvre – lebre (100 grammes) 100 kcal
  • Perdreau e Perdrix – são a fêmea e o macho do Perdiz (100 grammes) 115 kcal
  • Pigeon rôti – pombo assado (100 grammes) 175 kcal
  • Sanglier – javali (150 grammes) 166 kcal

 


BOEUF (carne bovina – de boi/vaca)


  • Bavette – Bife de flanco (100 grammes) 152 kcal
  • Araignée – Aranha (100 grammes) 200 kcal
  • Faux-filet grillé – falso filet grelhado (100 grammes) 166 kcal
  • Entrecôte grillée – entrecosto grelhado(100 grammes) 203 kcal
  • Filet – filet mignon(100 grammes) 180 kcal


  • Bœuf bourguignon (300 grammes) 318 kcal – ensopado de carne de boi com cenoura, batatas e outros vegetais feito com vinho tinto em panela de ferro, com molho espesso, é uma delicia, principalmente no inverno (100 grammes) 197 kcal
  • Bifteck – bife(100 grammes) 148 kcal
  • Bœuf Pot-au-feu – carnes cozidas com couve, cenouras, vegetais diversos, sem molho. – (100 grammes) 240 kcal
  • Rumsteck grillé – alcatra grelhada(100 grammes) 116 kcal
  • Steack haché – bife feito de carne moída, porem não é considerado hambúrguer porque e 100% carne e não tem farinha ou outras coisas com temperos na mistura como o bife de hambúrguer. (100 grammes) 125 kcal
  • Bœuf carottes – ensopado feito em panela de ferro com pedaços de carne de boi e cenouras, molho espesso (300 grammes) 273 kcal
  • Bœuf aloyau – é o famoso T-steak inglês, ótimo bife. (100 grammes) 266 kcal
  • Carpaccio + huile (7grammes+10 grammes) – especie de sashimi de carne de boi, cru, podendo ser acompanhado com parmesão, trufas, óleos, etc. As fatias são bem finas , mas são cruas mesmo. 246 kcal
  • Bison – bisão (100 grammes) 110 kcal

Aqui vai a lista de todos os steacks haches que podemos encontrar no supermercados em Paris com as calorias, os percentuais indicam o percentual de gordura da carne. Todo o steack hachee é feito de pura carne de boi, sem misturas como o hambúrguer.


  • Steack haché pur bœuf cru 5%mg (100 grammes) 129 kcal
  • Steack haché pur bœuf cuit 5% mg (100 grammes) 160 kcal
  • Steack haché pur bœuf cru 10% mg (100 grammes) 172 kcal
  • Steack haché pur bœuf cuit 10% lg (100 grammes) 212 kcal
  • Steack haché pur bœuf cru 15% mg (100 grammes) 204 kcal
  • Steack haché pur bœuf cuit 15% mg (100 grammes) 251 kcal
  • Steack haché pur bœuf cru 20% mg (100 grammes) 252 kcal
  • Steack haché pur bœuf cruit 20% mg (100 grammes) 309 kcal
  • Steack tartare – carne moida crua, com ovo cru, com tempero verde, cebola, etc. (150 grammes) 240 kcal


VEAU (vitela)


  • Blanquette de veau – especie de strogonoff de vitela, com creme de leite, manteiga, champignons, servido com pure de batata, arroz, etc. É chamado “blanquette” porque fica tudo branco, com o creme de leite. As carnes são cozidas, não ficam douradas ou escuras. (300 grammes) 420 kcal
  • Foie de veau – figado de vitela (100 grammes) 133 kcal
  • Paupiette de veau – Paupiette significa “enrolado” e paupiette de veau é feito com uma fina fatia de carne que é , então, coberto com um recheio (carne de vitela moida com temperos( que é enrolada antes de cozinhar.(100 grammes) 242 kcal
  • Veau carré – prato bem popular no Natal, o Veau carre e uma das partes mais nobres da vitela, com osso, assada no forno e com molho de mel, mostarda, manteiga, para ajudar a ficar tenro e dourado e com uma casquinha crocante. Maravilhoso!(100 grammes) 170 kcal
  • Veau cervelle – cérebro de vitela(100 grammes) 156 kcal
  • Veau escalope -Escalope de vitela(100 grammes) 151 kcal
  • Veau escalope grillée – Escalope de vitela (100 grammes) 170 kcal
  • Veau filet rôti – filet de vitela grelhado(100 grammes) 160 kcal
  • Veau foie cuit – figado de vitela cozido(100 grammes) 160 kcal
  • Veau foie poêlé – figado de vitela frito(100 grammes) 109 kcal
  • Veau jarret sauté osso-bucco – parecendo mais uma especialidade italiana do que francesa, este prato é feito com carne de vitela com osso, refogada em uma especie de ensopado com molho espesso, cenouras, tomate, servido com risotto (100 grammes) 155 kcal
  • Veau rognon – Rim de vitela (100 grammes) 107 kcal
  • Veau rôti – Vitela assada (100 grammes) 230 kcal


VOLAILLES (Aves)


  • Canard Rôti – Pato assado(150 grammes) 285 kcal
  • Canard sauvage – paro selvagem (150 grammes) 189 kcal
  • Bouchée à la reine au poulet – Vou tentar explicar: é uma especie de empada de frango, com massa folhada, porem em formato de cilindro, ou seja fica parecendo uma “cartolinha” no prato. Normalmente vem acompanhado com molho branco por cima e é servido como entrada. Uma delicia. (180 grammes) 376 kcal
  • Civet de lapin – ensopado de coelho no molho de vinho tinto(1 portion) 848 kcal
  • Confit foie de volaille – Especie de terrine de figado de aves em geral. Se come com pao ou torradas, como entrada, ou mesmo de garfo e faca. Se você não sabe o que é uma terrine, imagine um prato frio, tipo um pate mas não totalmente pastoso é homogêneo, a terrine mostra os pedados das carnes e as gorduras, normalmente tem um formato retangular. É uma delicia. (40 grammes) 142 kcal
  • Dinde – peru (100 grammes) 109 kcal
  • Escalope de dinde crue – escalope de peru(100 grammes) 105 kcal
  • Escalope de dinde sautée – escalope de peru salteado (frito em pouco óleo, só pra dourar)(100 grammes) 148 kcal
  • Dinde rôtie – peru assado(100 grammes) 144 kcal
  • Dindonneau rôti – seria o equivalente ao nosso peru de Natal, recheado(100 grammes) 260 kcal
  • Foie de volaille – figado de aves(100 grammes) 169 kcal
  • Foie gras – figado gordo (40 grammes) 179 kcal
  • Graisse d’oie – gordura de ganso (20 grammes) 179 kcal
  • Magret de canard – peito de pato(150 grammes) 198 kcal
  • Oie rôtie – ganso assado (100 grammes) 274 kcal
  • Pintade – especie de galinha D’angola (100 grammes) 151 kcal
  • Poulet bouillie sans peau – frango cozido sem pele (100 grammes) 229 kcal
  • Poulet bouillie avec peau – frango cozido com pele(100 grammes) 305 kcal
  • Poulet au pot – frango cozido em panela de ferro, com batata, cenouras, couves, etc. Sem molho(100 grammes) 300 kcal
  • Poulet rôti – frango assado(150 grammes) 242 kcal
  • Quenelle de volaille – bolinhos de frango feitos com peito de frango desfiado, ovos, farinha, manteiga, ervas e temperos. Servido com molho branco, ou molho de champignons. (100 grammes) 197 kcal
  • Quenelle de volaille fraîche -quenelle de volaille feito em casa. (100 grammes) 200 kcal
  • Quenelle de volaille en sauce conserve – quenelle de volaille de lata, com molho(100 grammes) 151 kcal


PORC (porco)


  • Boudin blanc – linguiça de porco feita sem o sangue, com misturas de farinhas as vezes (100 grammes) 242 kcal
  • Boudin noir – linguiça de porco feita somente com o sangue do porco (morcela), cebola e nozes ou frutas (100 grammes) 410 kcal
  • Poitrine de porc fumée – peito de porco defumado (na verdade mesmo é a barriga do porco…)- (25 grammes) 76 kcal
  • Poitrine de porc salée – peito de porco salgado (25 grammes) 300 kcal
  • Porc en cotelettes grillée – costeletas grelhadas de porco(100 grammes) 247 kcal
  • Porc en échine rôtie – porco recheado(100 grammes) 243 kcal
  • Porc en filet cuit – filet de porco(100 grammes) 153 kcal
  • Porc lard maigre frais – especie de bacon magro(100 grammes) 280 kcal
  • Porc lard fumé – bacon(100 grammes) 670 kcal
  • Porc palette – paleta do porco, mais ou menos na parte do que seria o “ombro” do animal (100 grammes) 300 kcal
  • Porc pied – pe de porco(100 grammes) 342 kcal
  • Porc poitrine – de novo traduzindo como peito de porco, mas na verdade o corte é mais a barriga (100 grammes) 246 kcal
  • Porc travers braisé – costeletas de porco tipo churrasco (100 grammes) 389 kcal


MOUTON (ovinos)

  • Mouton côte – costas de ovelha(100 grammes) 300 kcal
  • Mouton gigot – perna de ovelha(100 grammes) 225 kcal
  • Mouton rognon – rim de ovelha (100 grammes) 147 kcal


CHEVAL (cavalo)

  • Steack de cheval – bife de cavalo(140 grammes) 154 kcal

Baixe aqui a sua lista:

Supermercados e restaurantes em Paris- Lista de nomes de carnes e aves em francês com tradução em português e lista de calorias por porcão..

 

Leia mais...

Supermercados em Paris: Lista de pães, cereais, frutas e produtos de mercearia em francês com tradução e calorias por porcão.

outubro 24, 2011 | Posted in Compras em Paris, Curso de Francês, Restaurantes | By

Este artigo é o primeiro de uma serie de artigos que visa colocar online uma lista completa de produtos de supermercado, mercearia, padaria e restaurantes em francês. Fazer compras em Paris não é muito difícil porque a língua francesa e a língua portuguesa é bem parecida, mas tem nomes que são completamente diferentes e deixam a gente confuso mesmo.

Segue então a lista já terminada dos carboidratos em geral: cereais, farinhas, pães, assim como os óleos e frutas. Seguira em seguida as listas das carnes, peixes e aves, assim como as bebidas, doces etc.

Ao final do artigo você pode fazer o download das listas para você ter como referencia quando for fazer compras no supermercados em Paris ou para entender os menus nos restaurantes franceses.

Les céréales (30 produtos) – Cereais (30 produtos)


  • Flocons d’avoine – Aveia (30 gramas) 106 kcal
  • Baguette (125 grammes) 339 kcal – Baguette (125 gramas) 339 kcal
  • Baguette (250 grammes) 678 kcal – Baguette (250 gramas) 678 kcal
  • Biscotte (10 grammes) 39 kcal – Pao torrado (torrada) (10 gramas) 39 kcal
  • Blé cuit (200 grammes) 139 kcal – Trigo cozido (200 gramas) 139 kcal
  • Blé noir sarrasin – trigo sarraceno (100 grammes) 302 kcal
  • Blinis (70 grammes) – especie de panquecas estilo russo, não sei traduzir 226 kcal
  • Céréales au son – Farelo de cereais (30 gramas) 79 kcal(30 grammes) 79 kcal
  • Céréales chocolatées – cereal achocolatado (30 grammes) 119 kcal
  • Muesli (30 grammes) 123 kcal
  • Pain ficelle – especie de baquette, mas com sementes de sesamo no topo, elas são tambem um pouco mais finas e mais duras, mais “abiscoitadas” (125 grammes) 339 kcal
  • Pain complet – pao integral(15 grammes) 35 kcal
  • Pain de campagne – pao estilo “de campanha/caseiro” com centeio e farinha de trigo (20 grammes) 52 kcal
  • Pain de mie – pao de sanduiche (estilo pao de forma) (20 grammes) 55 kcal
  • Pain de seigle – pao de centeio (15 grammes) 36 kcal
  • Pain de son – pao misturado com centeio e farinha integral, são normalmente redondos ou ovais (20 grammes) 52 kcal
  • Pain grillé industriel- pao torrado (torrada) industrial (20 grammes) 83 kcal
  • Pain grillé maison – pao torrado caseiro (25 grammes) 75 kcal
  • Pain pour hamburger – pao de hamburguer (bun – 55 grammes) 151 kcal
  • Pain sans gluten – pao sem gluten(12 grammes) 28 kcal
  • Pain sans sel – pao sem sal (25 grammes) 66 kcal
  • Pâte alimentaires cuites – massa (estilo macarrao) cozidas (200 grammes) 236 kcal
  • Pâtes aux œufs – massa com ovos (200 grammes) 248 kcal
  • Pâtes fraîches – massa fresca(200 grammes) 168 kcal
  • Pétales de maïs – flocos de milho (30 grammes) 111 kcal
  • Riz blanc – arroz branco (200 grammes) 238 kcal
  • Riz complet – arroz integral (200 grammes) 236 kcal
  • Riz soufflé – arroz tufado (30 grammes) 117 kcal
  • Semoule – semolina (200 grammes) 225 kcal


Les produits d’épicerie (30 produits) Produtos de mercearia (30 produtos)


  • Farine d’avoine – farinha de aveia(100 grammes) 346 kcal
  • Farine d’orge – farinha de cavada(100 grammes) 350 kcal
  • Farine de blé complet – farinha de trigo integral (100 grammes) 350 kcal
  • Farine de maïs – farinha de milho(100 grammes) 324 kcal
  • Farine de sarrasin – farinha de trigo sarraceno(100 grammes) 364 kcal
  • Farine de seigle – farinha de centeio (100 grammes) 339 kcal
  • Farine de soja – farinha de soja(100 grammes) 303 kcal
  • Fécule de maïs – fecula de milho (tipo maizena)(10 grammes) 36 kcal
  • Huile d’arachide – oleo de amendoim(10 grammes) 381 kcal
  • Huile d’olive extra vierge – azeite de oliva extra virgem(10 grammes) 90 kcal
  • Huile de colza – oleo de canola(10 grammes) 90 kcal
  • Huile de foie de morue – oleo de ficago de bacalhau (10 grammes) 90 kcal
  • Huile de maïs – oleo de milho(10 grammes) 90 kcal
  • Huile de noix – oleo de nozes(10 grammes) 90 kcal
  • Huile de paraffine – parafina liquida (10 grammes) 110 kcal
  • Huile de pépins de raisin – oleo de semente de uva (10 grammes) 0 kcal
  • Huile de poisson 0 oleo de peixe(10 grammes) 90 kcal
  • Huile de soja – oleo de soja (10 grammes) 90 kcal
  • Huile de tournesol – oleo de girassol (10 grammes) 90 kcal
  • Ketchup (1 cuillère à soupe) 90 kcal
  • Levure alimentaire – fermento (10 grammes) 17 kcal
  • Levure de boulanger – fermento biologico, para fazer pao (10 grammes) 26 kcal
  • Manioc semoule cuite – farinha de mandioca cozida(200 grammes) 105 kcal
  • Mayonnaise (15 grammes) – maionese 8 kcal
  • Mayonnaise allégée – maionese light(15 grammes) 107 kcal
  • Moutarde – mustarda(15 grammes) 59 kcal
  • Pommes de terre flocon – flocos de batata (para fazer pao ou pure) (125 grammes) 459 kcal
  • Tapioca cuit -tapioca cozida(100 grammes) 210 kcal
  • Tomate concentrée – extrato de tomate(20 grammes) 18 kcal
  • Tomate sauce molho de tomate (20 grammes) 14 kcal


Les fruits (63 produits) – Frutas (63 produtos)


  • Abricot sirop léger conserve – conserva de damasco em calda, light – 90 kcal
  • Abricot frais (30 grammes) – damasco 13 kcal
  • Abricot frais (100 grammes) 42 kcal
  • 1 verre de nectar d’abricot – polpa de damasco com acucar – 89 kcal
  • Abricot sec (8 grammes) – damasco seco 16 kcal
  • Amande (8 grammes) – amendoas 10 kcal
  • Amande en poudre (100 grammes) – amendoas em po634 kcal
  • Ananas en conserve (140 grammes) – abacaxi em calda 90 kcal
  • Ananas frais (40 grammes) – abacaxi fresco19 kcal
  • Banane (100 grammes) – banana – 89 kcal
  • Banane chips (30 grammes) – bananas em rodelas, secas/fritas 167 kcal
  • Brugnon (150 grammes) – Nectarina- 69 kcal
  • Cassis frais – groselha preta (100 grammes) 50 kcal
  • Cerise fraîche – cerejas frescas (100 grammes) 67 kcal
  • Chataîgne grillée – castanhas torradas (150 grammes) 317 kcal
  • Citron – limao (50 grammes) 13 kcal
  • Citrouille – Abóbora (200 grammes) 60 kcal
  • Clémentine ou mandarine – clementinas ou mandarinas, tambem chamadas de bergamotas(50 grammes) 20 kcal
  • Coing frais – Marmelo fresco (100 grmmes) 27 kcal
  • Datte sèche – tamaras secas – (8 grammes) 22 kcal
  • Figue fraîche – figo fresco(100 grammes) 64 kcal
  • Figue sèche – figo seco (15 grammes) 36 kcal
  • Figue de barbarie – Pera espinhosa (eu não conhecia esta fruta nem nunca provei, ela é de origem mexicana e parece um cactus) (100 grammes) 47 kcal
  • Fraise – morango (150 grammes) 51 kcal
  • Framboise – franboesa(150 grammes) 54 kcal
  • Fruit de la passion – maracuja (100 grammes) 62 kcal
  • Fruit confit – frutas cristalizadas – (30 grammes) 114 kcal
  • Grenade – granada (150 grammes) 90 kcal
  • Groseille fraîche – groselha fresca(100 grammes) 28 kcal
  • Kiwi (70 grammes) 33 kcal
  • Litchi en conserve – liches em calda(100 grammes) 68 kcal
  • Litchi frais – liches frescos(100 grammes) 62 kcal
  • Mandarine – mandarinas(50 grammes) 22 kcal
  • Mangue – manga (200 grammes) 112 kcal
  • Melon – melao(150 grammes) 51 kcal
  • Mirabelle fraîche – ameixa branca fresca(100 grammes) 52 kcal
  • Mûre fraîche – amora fresca (100 grammes) 33 kcal
  • Mûre noire fraîche – amora preta fresca – (100 grammes) 52 kcal
  • Myrtille fraîche – mirtilos frescos(100 grammes) 53 kcal
  • Nectarine – nectarina (150 grammes) 69 kcal
  • Noisette – Eu não sei o nome em português, mas são aquelas nozes do carvalho, que os esquilos gostam de comer (10 grammes) 65 kcal
  • Noix -nozes(10 grammes) 67 kcal
  • Noix de cajou salée – castanha de caju(10 grammes) 60 kcal
  • Noix de coco fraîche – polpa de coco fresca(100 grammes) 353 kcal
  • Noix de coco sèche – polpa de coco seca (10 grammes) 59 kcal
  • Orange – laranja (150 grammes) 63 kcal
  • Pamplemousse – pomelo, grapefruit (demi) 45 kcal
  • Papaye – mamao (150 grammes) 48 kcal
  • Pastèque – melancia (200 grammes) 60 kcal
  • Pêche – pessego (150 grammes) 62 kcal
  • Poire – pera (140 grammes) 70 kcal
  • Poire au sirop – pera em calda (140 grammes) 80 kcal
  • Pommes – macas (150 grammes) 73 kcal
  • Pommes en compote – macas em calda (100 grammes) 76 kcal
  • Potiron – abobora (100 grammes) 31 kcal
  • Pruneau sec – ameixa seca (18 grammes) 29 kcal
  • Quetsche – são especies de ameixas alongadas, com casca escura (cor de vinho)(100 grammes) 57 kcal
  • Raisin blanc frais – uvas brancas frescas(100 grammes) 69 kcal
  • Raisin noir frais – uvas pretas frescas(100 grammes) 67 kcal
  • Raisin sec – uva passa(20 grammes) 53 kcal
  • Reine claude fraîche – um outro tipo de ameixa amarela, não me perguntem a diferença entre a outra, porque para os franceses parece bem obvio, mas pra mim não é (100 grammes) 52 kcal
  • Rhubarbe cuite sucrée – ruibarbo cozido doce (100 grammes) 126 kcal
  • Rhubarbe fraîche – ruibarbo fresco (100 grammes) 10 kcal

 

Baixe aqui a sua lista em PDF:

Supermercados em Paris- Lista de paes, cereais, frutas e produtos de mercearia em frances com traducao e calorias por porcao.

Alexia Oliveira – Paris – France

contato: alexiaoliveira@artdeviv.com

Leia mais...

Compras em Paris: como analisar se as roupas e accessórios que você esta comprando valem o preço que você esta pagando

outubro 16, 2011 | Posted in Compras em Paris, Cultura Francesa, Turismo dicas | By

Você sabe avaliar se uma roupa ou óculos que você esta pensando em comprar vale mesmo a pena?

Uma das coisas que nos pensamos quando viemos a Paris é investir em alguma coisa de qualidade, que realmente não falta por aqui.

Óculos, bolsas sapatos, cintos, roupas, enfim, o que não faltam são opções. Vamos analisar como decidir na hora de investir uma grande quantia de dinheiro neles.

Roupas: Mulheres, de uma forma geral, não resistem quando chegam a Paris e veem todas estas marcas famosas e grifes que são muito mais caras no Brasil, e não pensam duas vezes antes de comprar alguma coisa de marcas europeias ou mesmo americanas. Mas vale mesmo a pena?

Quanto a qualidade, vale a pena sim, mas sera que vale a pena você comprar?

Roupas de marcas como Chanel, Armani, Dolce e Gabana, etc, são realmente de alta qualidade e vão durar pra sempre. Se você optar por um modelo mais clássico, você terá a sua roupa para o resto da vida. Como escolher então o que comprar?

Invista em algo que você vai usar mesmo. Coisas de qualidade são resistentes e duráveis, e é melhor investir em algo que você vai usar regularmente, portanto não pense em comprar um vestido de festa super chamativo se você não costuma ir a muitas festas. Eu, por exemplo, prefiro muito mais investir em roupas usáveis no dia a dia. Calças da Armani e da Calvin Klein, assim como Republic of banana’s, blazers para o dia a dia fazem parte do meu guarda roupa, sendo as peças compradas nas lojas mesmo, ou nos outlets.

Óculos, sapatos e acessórios:

Existem marcas ótimas para óculos, e outras que tem linhas de óculos de sol como parte da coleção de roupas. Saiba analisar quais são as especialidades das marcas: Prada e Jimmy Choo para sapatos, Guess para jeans, Armani para ternos, blazers, camisas e calças, Ray ban para óculos e… claro, Louis Vuitton para bolsas e carteiras. Escada faz muita coisa boa, desde óculos, sapatos ate perfumes.

 

Agora, o que fazer se você não conhece a marca da roupa e quer avaliar se a roupa vale a pena?

  • E importante, em primeiro lugar, ver a etiqueta e de que material e feito.
  • Roupas feitas com fibras naturais, misturadas com uma percentagem pequena de sintético ou seda duram mais.
  • Verifique como se lava a roupa. Se você não é de lavar roupa fina a mão, e gosta de jogar tudo na maquina, não compre coisas que sejam para lavar a mão. Por melhor que seja a qualidade da roupa, se você não seguir as instruções de lavagem, você estraga a roupa.
  • Veja se a roupa é para ser lavada a seco e avalie se vale a pena.
  • Não compre nada que contenha acrílico. Esse sintético fica com cara de velho e com bolinhas depois do primeiro uso. É jogar dinheiro fora.
  • Só compre roupas que venham com botoes sobressalentes, e melhor ainda, com a linha para você costurar o botão. Ficar com uma roupa sem poder usar só por causa de um botão perdido é uma pena.
  • Botoes sobressalentes também são uma dica de que a qualidade da roupa e boa.
  • Repare nas costuras interiores da roupa: fios soltos, costuras tortas pedem que você coloque a roupa de novo na prateleira.
  • Roupas e jeans com costura forrada por dentro são um ótimo sinal de que a roupa e de boa qualidade.
  • Qualquer roupa de la em tweed tem de ter forro. Não compre calcas nem casacos sem forro porque é sinal de péssima qualidade e dão alergia ao entrar em contato com a pele.
  • Tweed de linho com viscose, por exemplo, pode ser comprado sem forro se as costuras forem forradas.
  • Avalie se a roupa esta vestindo bem e tem um bom corte. Roupa de boa qualidade tem bom caimento.
  • Veja se os botoes são feitos em algum material mais nobre, como madrepérola, metal, ou madeira. Botoes de plastico não são bom sinal, a não ser que a roupa seja uma calca social, por exemplo, onde um botão de outra cor não ficaria bem.
  • O mesmo para zipers: os de metal duram mais, mas temos de avaliar se o estilo da roupa suportaria um zíper de metal. Novamente, as calcas sociais não ficam bem com um zíper tao pesado.
  • Existem vários tipos de linho, e aquele que é lisinho, e você não vê as bolinhas no fio, são de melhor qualidade, mais finos. Não que o linho com bolinhas no fio não seja bonito e durável (eu acho lindo), ele é um linho mais barato, portanto não pague uma fortuna por linho que não seja totalmente liso.

Se você é como eu, que prefere qualidade a quantidade (eu tenho somente 5 bolsas – todas boas), invista em uma Louis Vuitton, mas se você é daquelas que tem 30 bolsas em casa e adora variar de acordo com a cor da roupa, não vale a pena, pegue o dinheiro e compra montes de outras coisas legais que você vai usar mais.

Vale lembrar que no Brasil as pessoas compram e usam roupas baseadas em moda, portanto se você não se vê usando a mesma bolsa por 5 anos consecutivos, não gaste dinheiro nelas. Eu ando usando as mesmas 5 bolsas rsrs há mais de 5 anos…mmmm talvez seja tempo de comprar outra…

Se você precisar de ajuda para guiar as suas compras, eu estou disponível para levar você em lojas que são a sua cara! É só entrar em contato.

Leia mais...

O que comprar em Paris? Dica de Souvenir

julho 26, 2011 | Posted in Compras em Paris, Pontos turisticos, Turismo dicas | By

Ola Pessoal! Mais um artigo da nossa querida leitora Luana Veloso!

Vamos falar de coisa boa? C-O-M-P-R-A-S !!!
Sempre que viajo quero comprar presente pra todo mundo, uma pequena lembrança claro, afinal, a conta bancária não está lotada!
E outra, sempre que alguém sabe que você está indo viajar, já fala: “Não esquece do meu presentinho!” Pois bem, vou dar umas dicas de coisas legais e baratas que  todo mundo vai AMAR receber!

Para quem não sabe, o termo “Suvenir” vem do verbo francês “Souvenir” que significar “lembrar”!
Paris é a cidade que mais tem lojinha de souvenir na vida!!
Alguns dos principais pontos são:

– Rue de Rivoli – próximo ao Musée du Louvre
– As ruazinhas da Rive Gauche – perto da Catedral Notre Dame
– As ruazinhas atrás da Basílica de Sacre Coeur em MontMartre

Enfim, o que não falta são endereços! Pra ser sincera, os preços não variam muito, então, não perca seu tempo procurando – pois eu mesma fiz isso e perdi muito tempo de viagem e no final nem valia a pena –

Bom, segue algumas coisas que eu comprei e agradou MUITO quem recebeu

AVENTAL
Se alguém que você quer presentear gosta de cozinhar, esse é o presente!
São baratos, com uma qualidade ótima e lindos!

Dicas de o que comprar em Paris para trazer como souvenir

Dicas de o que comprar em Paris para trazer como souvenir

LENÇOS E CACHECÓIS
Se tem um povo que sabe usar bem esse acessório são os franceses! Um mais lindo que o outro! Comprei uns que parecem de seda e paguei 2  Euros!!!

lencos lindos com motivos parisienses

Lencos lindos com motivos parisienses

IMÃ DE GELADEIRA
Parece besteira, e  eu sou suspeita pois faço coleção, mas vale muito a pena … Se você viaja por muito países, cidades … Pode trazer um de cada lugar pra sua mãe que ela vai amar a coleção!

ima de geladeira com a torre eiffel

Dicas de souvenirs: imas de geladeira com a Torre Eiffel

CHAVEIRO TORRE EIFFEL
Eu sempre trago um monte de chaveiros! Você compra 3 por 1 euro daqueles meninos africanos que ficam vendendo na rua, assim se esqueci de alguém eu dou um chaveiro! Além de que eles são uma graça, eu tenho um em cada chave ! Dica: Não compre os coloridos, pois eles desbotam! Compre os de metal bronze

Chaveiro da torre eiffel

Chaveiro da torre eiffel – otima lembranca para dar para os amigos!

 

PINTURAS
Sempre compro umas gravuras que parecem pinturas dos principais pontos turísticos da cidade, aí você dá pra pessoa e ela emoldura.
Fica lindo na decoração! E também são baratas, eu compro naquelas bancas verdes que tem nas margens do Rio Sena, achei ali com o melhor preço!
Posters em museus são um pouco mais caros, mas também é uma boa ideia pra quem gosta de arte, decoração e está com o orçamento um pouco mais folgado!

E vocês? o Que gostam de trazer de Souvenir??
Pra quem ainda não foi viajar, espero que aproveite as dicas!

A bien Tôt!

Luana Veloso

 

 

 

Leia mais...

Paris: Moda, beleza, cultura e afins

julho 23, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Olá pessoal!

Estou escrevendo este post em resposta a vários e-mails que tenho recebido de leitores (e leitoras) perguntando sobre a moda francesa, novidades de beleza e cosméticos, lançamentos, entre outros temas.

Como já sabemos a moda muda a toda estação mas cada pais tem os seu próprio estilo. E normal as pessoas se referirem ao estilo francês como mais clássico, mais formal.

Diferentes culturas e modos de pensar vão exigir diferentes formas de pensar a moda.

Aqui em Paris, e podemos dizer Europa de uma forma geral, não existe esta cobrança social que existe no Brasil de que se você repete uma roupa as pessoas “ficam falando”. As pessoas repetem roupas sim, e muito. E normal ver as pessoas no metro com o mesmo casaco quase o inverno todo. Mas são casacos caros, que duram uma vida inteira e podem ate passar de mãe pra filha. Assim como as bolsas Hermes ou Louis Vuitton, essas bolsas são, como todos sabem, caríssimas. Mesmo assim no Brasil existem certos grupos de senhoras que se você não tem a Louis Vuitton “do ano” você já não e mais bem- vinda no grupo. Aqui e exatamente o contrario! Quanto mais velha a sua bolsa mais interessante ela fica! Outra coisa que se faz muito por aqui e quando chega os saldos, onde as roupas estão muito mais baratas, ir em lojas tipo Armani, Uniclo, enfim, a sua loja favorita e comprar varias pecas do mesmo modelo para guardar. Isso não pode ser feito com roupas muito da moda, mas funciona muito bem para cashmires, casacos e botas de modelos mais clássicos.

Os brasileiros tem muito mais quantidade de roupas, e comprar mais por impulso do que os francês. Eu lembro de ouvir na minha família mesmo, expressões do tipo, “não é muito bonito mas tava barato, então comprei”. E só mesmo pra ter o que variar.

 

Em resumo,  aqui as roupas  são mais caras mas duram muito mais por causa da qualidade, o que evita da pessoa ter que ficar consumindo, consumindo o tempo todo.

No Brasil se compra roupa “por estação”. Aqui se compra roupa “pra vida inteira”, por isso compram coisas mais discretas e clássicas, para poder atravessar vários anos com elas.

Então, já vimos que Brasileiros e Franceses se vestem de forma completamente diferente mesmo.

 

Muitas vezes me perguntam “que tipo de roupa os franceses usam?” ou “que tipo de roupa devo colocar na mala para um período de férias na França?”

A minha opinião é que não devemos ficar mudando o guarda roupa só porque vamos viajar. Se fosse assim teríamos um guarda roupa para as viagens a Ásia, outro para a Europa, outro para a África e assim por diante. Vista-se de acordo com o clima, esteja confortável e traga roupas que combinem entre si. Pronto. Use o que você tem, e compre coisas novas na viagem. E melhor do que gastar fazendo “enxoval de viagem” antes de partir.  Planeje os seus passeios e traga roupas de acordo.

Leia mais nos artigos Outono e Inverno em Paris! O que colocar na mala?Compras baratas: Onde encontrar lojas outlets e grandes descontos em Paris Compras em Paris: Vintage e artigos de segunda mão eO estilo parisiense de ir às compras.

Mas claro, se você quer ter uma idéia de como andam as tendências por aqui, eu aconselho assinar de graça a revista Marie Clair, em Francês, o que vai ajudar também com o aprendizado do idioma. Eu assino e gosto muito de ler as novidades, tem varias seções e você recebe gratuitamente na sua caixa de email.

Mesmo se você não entende Francês a 100% você vai adorar ver as fotos. Infelizmente eu não posso copiar as fotos aqui por causa dos direitos autorais, só posso colocar aqui fotos que são minhas.

Pra assinar, você vai no website da Marie Clair francesa: http://www.marieclaire.fr/

Logo na primeira página você vai ver, no meio da página, à direita, um anúncio igual a este:

Você coloca o seu email, clica em “valider” e pronto!

Eu tenho certeza de que as informações que vocês podem encontrar nessa revista são de muito melhor qualidade e mais atualizadas do que eu poderia prover aqui no site.

Então fica aqui a minha dica, se vocês tiverem interessados em saber as últimas tendências de moda, beleza, cortes de cabelo, cultura e sociedade, não percam a oportunidade!

Nota: Quem conhece Paris deve ter notado que apesar desta ser uma das capitais da moda, as pessoas se vestem de forma discreta e repetem muito as roupas, portanto, não se preocupe em trazer toda a sua coleção de sapatos!

Leia mais...

Compras em Paris: Aproveite os grandes descontos do Grupon

julho 5, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Esta é uma dica imperdível.

Você já deve ter ouvido falar do Grupon, site onde você pode comprar de tudo com ate 70% de desconto.
É hora de usar o Grupon Paris também!

Se você esta planejando férias por aqui, ou passar aqui uma temporada maior, dinheiro economizado é sempre bem vindo.

Você pode economizar muito em restaurantes, lancherias, perfumarias, spas, lojas de departamentos, tours, espetaculos, enfim, o que não falta são opções.

Inscreva-se no Grupon Paris e receba por e-mail as promoções!

Eu aconselho mesmo, vale a pena.

Se você não conhece o Grupon, faca uma pesquisa no site do Grupon Brasil para ver do que se trata, e depois venha aqui se inscrever no Grupon Paris! Pra quem não conhece o site, ele abre uma janela pra voce se inscrever, se voce nao quiser e só clicar no botao que diz que ja esta registrado.

Voce pode se inscrever para receber as informações do Grupon sem comprar nada, a inscrição é gratuita e voce só compra se quiser. Eu as vezes passo meses sem comprar nada. Uma boa idéia é usar as promoções do grupon para fazer o seu roteiro, por exemplo, ao comprar um jantar num restaurante ou tickets para algum show, pesquise a area na volta e planeje um passeio nos arredorres.

Eu costumo utilizar o Grupon para comprar tickets de espetáculos por aqui (alem de manicure e roupas claro). Vale a pena porque você pode ir aos Cabarés de Paris, assistir o show e jantar, por exemplo, pela metade do preço. 

Pra quem viaja e come mais em restaurante, vale a pena também ver as promoções de lancherias para um almoço rápido como também as promoções em restaurantes de luxo (que sem o desconto do Grupon ficariam muito caros) para jantares aqui.

Aproveite para economizar usando o Grupon Paris!

 

 

Leia mais...

Rue Rivoli em Paris: Mais um endereço para compras

junho 30, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

A Rue Rivoli é uma das ruas mais famosas de Paris.

Mesmo no centro, passando ao lado do Museu do Louvre, esta rua é o destino certo para quem esta atras das grandes lojas de departamentos como H&M, Zara, Mango, e muitas outras.

Mesmo que algumas destas lojas também existam na sua cidade, no Brasil, vale a pena dar uma olhada porque aqui e muito mais barato.

Eu particularmente gosto muito das ofertas da Stradivarius, por exemplo, que é uma loja espanhola (como a Zara), mas mais barata. Vale a pena conferir. As roupas da Mango duram muito.

Passear pela rua Rivoli não é só “coisa de turista”. A rue Rivoli é também o ponto de encontro dos parisienses quando pensam em compras.

Cheia de lojas de roupas, perfumarias,  sapatos e óticas, em uma rua somente você pode comprar praticamente tudo o que precisa.

A grande vantagem de percorrer a Rue Rivoli para compras e que você tem a parte que começa na Place de la Concorde, onde estão as lojas de souvenires que seguem ao lado do Museu do Louvre, você encontra a Benlux na esquina com a Avenida da Opera para as suas compras de cosméticos, e seguindo adiante você verá as grandes lojas de departamentos, enfim, é bom porque não tem como se perder: é só seguir em linha reta.

A Rue Rivoli em Paris é uma das ruas mais longas de Paris e se você seguir reto ela irá terminar “se transformando” na Rue St. Antoine. Se você ainda tiver energia, siga em frente também, e terminará na place de la Bastille.

Na Place de la Bastille tem um mercado de artesanato, com quiosques representando os países do mundo e você encontra de tudo la: chapéus Panamá a 35 euros, sabonetes de Marseille (ótimo para dar de presente, esses sabonetes são famosos por seus “poderes” medicinais, feitos a moda antiga, sem químicos esquisitos adicionados).

Bom, este é um roteiro que também vale a pena fazer, e é bem simples – uma linha reta mesmo:

Va ate a Place de La Concorde (metro concorde).

Siga reto acompanhando a rua Rivoli, passe pela estatua dourada da Joanne D’Arc, enfim, o que não falta são coisas interessantes pra ver nesta rua.

 

Ou:

Va ate a Place de la Bastille (metro bastille)

Compre aqui o seu chapéu Panamá he he. Siga reto na Rue St. Antoine, no Marais, e vá em frente ate encontrar uma bifurcação: passe para a Rue Rivoli e pronto, siga em frente ate encontrar a Place de La Concorde.

 

Leia mais...

La Vallée Vilage: O Paraíso outlet para compras a 40 minutos de Paris

junho 30, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Compras em Paris!

Essa Village, dedicada somente a compras merece uma visita.

Acompanhamento de guia tradutor/interprete. Passeio de carro.

Para quem esta interessado em roupas de marca famosas, de alta qualidade, e não esta disposto a percorrer Paris de ponta a ponta a procura dos outlets das marcas espalhados por aqui, tem a opção de encontrar um lugar onde as lojas estão lado a lado.

A poucos minutos da Disney, a La Vallée Vilage é o destino certo para compras.

Com descontos que podem chegar ate a 70% esta é a oportunidade de você comprar sapatos, óculos, bijuterias, roupas, enfim, tudo no mesmo lugar.

Aberto todos os dias, também é o lugar ideal para ir aos domingos, quando todas as outras lojas estão fechadas.

A La Vallee Village abre as 10 horas da manhã e fecha as 8 da noite.

 

Você vai encontrar varias opções de restaurantes, cervejarias e brasseries e cafés para quando sentir fome, sede ou quiser dar uma pausa para descansar.

Apesar de ter praticamente todas as marcas que você imaginar, o La Vallée Vilage é muito pratico porque você encontra tudo reunido.

Este é um passeio perfeito para quem quer fazer compras em lojas de marca, mas não quer pagar os preços das boutiques no centro. Se você dedicar um dia para ir la, você vai economizar tempo e ainda se divertir muito, porque o lugar e muito bonito. Vale a pena!

Valores: até 3 pessoas (transfer carro + guia ): 300 euros

Para outras opções, uso de transporte publico em vez de carro, grupos maiores, entre em contato para orçamento.

Se voce estiver interessada/o em visitar com guia acompanhando, escreva pra mim:

alexiaoliveira@gmail.com

 

Leia mais...

O museu do perfume em Paris: Fragonard Musee Du Parfum

abril 16, 2011 | Posted in Compras em Paris, Pontos turisticos | By

No final do século 14, perfumes líquidos começaram a gradualmente substituir os sólidas (resinas e óleos usados como perfumes).

Águas perfumadas e tinturas foram procurados por seus valores medicinais.

 

Banhos eram considerados perigosa e insalubre por toda a Europa e, conseqüentemente, aristocratas utilizado quantidades crescentes de perfume para ocultar o odor de seus corpos mal-lavado.

Perfumes fortes e inebriantes, como o âmbar, almíscar, jasmim e tuberosa, eram persistentes o suficiente para encobrir maus odores em voga. Da mesma forma, a fragrância usada em luvas perfumadas trazida à França por Catarina de Medici, de sua terra natal (Toscana) mascaravam o cheiro desagradável de couro mal curtido.

 

A associação entre couro e perfume era tão forte que em 1656 a Corporação dos Glovemakers (fazedores de luvas) e perfumistas foi formado em França.

Sob Luís XIV, apelidado de “rei com cheiro mais doce de todos”, nessa agremiação foi concedido o monopólio da distribuição de perfume, que anteriormente pertencia a boticários e farmacêuticos.

 

A forte demanda por produtos perfumados, principalmente importados da Itália, encorajou a França a desenvolver a sua indústria próprio perfume. A região de Grasse, no sul da França, que gozava de um clima favorável e apoio local da Faculdade de Farmácia de Montpellier, começou a especializar-se em ambas as matérias-primas aromáticas e a produção efetiva de perfume.

 

A idade do Iluminismo viu uma grande expansão dos produtos de perfumaria. As águas perfumadas abriram caminho para colonias de toucador e banho de cheiros gradualmente foram incorporados ao dia a dia cotidiano da realeza e dos cidadãos abastados.

 

A corte francesa foi o modelo inquestionável de requinte e elegância em toda a Europa e, eventualmente, a França se tornou o lar dos maiores fabricantes de perfumes e perfumes mais inovadores. Enquanto Paris era a capital do comércio de produtos perfumados, a cidade de Grasse, com suas extensos campos de jasmim e rosa, se tornou a capital da produção. Como você pode ver por esta pequena historia do perfume francês, a ideia de que os franceses eram mal cheirosos é apenas um erro. Na verdade eles cheiravam a essências muito fortes e doces, dando assim a eles a fama de “cheirosos”.A realidade da época era que realmente ninguém tomava banho regularmente. Os banhos regulares foram introduzidos pelo contato com os povos indígenas das americas, que costumavam banhar-se nos rios para evitar que o cheiro corporal atraísse insetos e animais.

Foi durante este período que Grasse começou a adquirir a sua reputação mundial pela diversidade e qualidade da sua produção.

Para saber mais sobre a historia do perfume Frances, e ver como eram feitos os perfumes antigamente e como são feitos hoje, o Museu do Perfume é o melhor lugar para ir em Paris.

De Graça, e ainda com visita guiada (em inglês).

Você ainda terá a oportunidade de fazer compras na Boutique do Museu, que oferece uma variada gama de produtos de Higiene e perfumaria. Imperdível!

 

Museu do Perfume – Fragonard Musee Du Parfum

9 Rue Scribe, 75009 Paris, France +33 1 47 42 04 56 ‎ fragonard.com

Leia mais...

Avenue Montaigne: O Endereço da moda em Paris

março 31, 2011 | Posted in Compras em Paris | By

Se você ama moda e conhece melhor a historia da Vida de Coco Chanel e Valentino do que a historia da Torre Eiffel, ou se você suspira mais ao ver uma boutique da Dior do que uma Igreja medieval, você não esta sozinho.

Além de museus e monumentos, Paris também é famosa por ser um dos maiores centros da moda do Mundo. Reserve um dia para fazer o roteiro da moda em Paris.

A Avenue Montaigne foi originalmente chamada de Veuves Allée des (beco das viúvas), porque as mulheres de luto se reuniram ali, mas a rua mudou muito desde os dias do início do século 18.

O nome atual vem de Michel de Montaigne, um escritor francês do Renascimento. No século XIX, a rua ganhou notoriedade por sua decoração brilhantes e coloridas nas noites de sábado.

 

A Avenue Montaigne possui inúmeras lojas especializadas em moda, como Dior, Chanel, Fendi, Valentino e Ralph Lauren, assim como joalheiros como Bulgari e outros estabelecimentos de luxo, como o hotel Plaza Athénée.

Essa avenida também foi residência de atores e atrizes famosos: A atriz Marlene Dietrich, por exemplo, manteve um apartamento na avenida Montaigne 12, por muitos anos, e lá morreu em 1992.

Em uma rua somente você encontra grande parte das boutiques mais famosas do mundo, e o passeio pode ser feito em uma manhã ou tarde.

 

Para completar o dia, aproveite para ir também:

Museu do Perfume: Fragonard Musee Du Parfum

9 Rue Scribe, 75009 Paris, France +33 1 47 42 04 56 ‎ fragonard.com

 

Ao museu da Moda de Paris: Musée de La Mode et du Textile

Musée de La Mode et du Textile, 107 Rue de Rivoli, 75001 Paris, France +33 1 44 55 57 50 ‎ lesartsdecoratifs.fr

 

Como chegar:

O metro Franklin D. Roosevelt deixa você mesmo no meio desta rua. Se você estiver passeando a pé, siga a Champs Elysee, saindo da Place de La Concorde (outro lugar imperdivel para quem quer ver boutiques famosas também) e ao chegar a rotunda de Champs Elysee, vire a esquerda.

Pronto, você já esta no paraíso da moda em Paris.

 

Para passeios guiados e guia de compras, entre em contato: alexiaoliveira@artdeviv.com

Leia mais...