Alexia é brasileira e vive em Paris. Formada em Historia (mestrado) e turismo (curso técnico) com especialização em Guia turistico. Oferece serviços de guia e organisa circuitos guiados pela Europa. Formação em Gestão e Contabilidade e em musica também :) Contato: alexiaoliveira@artdeviv.com

Curso de Francês – 50 frases, palavras e expressões mais usadas em Francês

outubro 10, 2010 | Posted in Curso de Francês | By

50 palavras e expressões úteis em Francês:

Algumas estruturas já foram vistas nos últimos artigos mas gostaria de repeti-las aqui para ter certeza de que você vai memorizá-las!


Bom estudo!


1.     Bonjour
/bonʒuʀ/
Bom dia

2.     Bonsoir
/bonswaʀ/
Boa noite

3.     Bonne nuit
/bɔn nɥi/
Boa noite (antes de dormir)

4.     Salut
/saly/
Oi/Ola/ciao

5.     Au revoir
/ɔʀ(ə)vwaʀ/
Ate a vista!

6.     S’il vous plaît / S’il te plaît
/sil vu plɛ/
Por favor (formal / informal)

7.     Merci (beaucoup)
/mɛʀsi boku/
Obrigado/a (Muito obrigado/a)

8.     De rien.
/də ʀjan/
De nada

9.     Je vous en prie.
/ʒəvu zan pri/
De nada (formal) / vá em frente.

10. Bienvenu(e)
/bjanvəny/
Bem vindo/a!

11. Allons-y!
/alon zi/
Vamos!

12. A tout à l’heure
/a tu ta lœʀ/
Até breve!

13. A plus tard
/a ply taʀ/
Até mais tarde

14. A bientôt
/a bjanto/
Até logo

15. A demain
/a dəman/
Até amanha

16. Je suis désolé(e)
/dezɔle/
Desculpe-me

17. Pardon !
/paʀdon/
Perdão!

18. Excusez-moi !
/ekskyze mwa/
Perdoe-me!

19. Comment allez-vous ?
/kɔmon tale vu/
Como vai você? (formal)

20. Je vais bien
/ʒə ve bjan/
Eu vou bem

21. Très bien / mal /
/tʀɛ bjan/ /mal
Muito bem/mal

22. Ça va ?
/sa va/
Tudo bem? (informal)

23. Ça va.
/sa va/
Tudo bem. (informal resposta para Ça va ?)

24. Oui / non
/wi/ /non/
Sim/não

25. Comment vous appelez-vous ?
/kɔmon vu zaple vu/
Como você se chama? (formal)

26. Tu t’appelles comment ?
/ty tapɛl kɔmon/
Como você se chama? (informal)

27. Je m’appelle…
/ʒə mapɛl/
Eu me chamo…. (note que a palavra “nome’ em Frances significa ‘nome de familia’, não o seu primeiro nome.

28. Enchanté(e)
/anʃonte/
Muito Prazer!

29. Monsieur, Madame, Mademoiselle
/məsjø/ /madam/ /madwazɛl/
Senhor/senhora/senhorita

30. Mesdames et Messieurs
/medam/ /mesjø/
Senhoras e senhores

31. Vous êtes d’où ? / Vous venez d’où ?
/vu zɛt du/ /vu vəne du/
De onde você vem? (formal)

Promotions restaurant

32. Tu es d’où ? / Tu viens d’où ?
/ty ɛ du/ /ty vjan du/
De onde vens? (informal)

33. Je suis de… / Je viens de…
/ʒə sɥi də/ /ʒə vjan də/
Eu sou de…

34. Où habitez-vous ?
/u abite vu/
Onde você mora? (formal)

35. Tu habites où ?
/ty abit u/
Onde moras? (informal)

36. J’habite à
/ʒabit a/
Eu moro na/em…

37. Quel âge avez-vous ?
/kɛl ɑʒ ave vu/
Que idade você tem? (formal)

38. Tu as quel âge ?
/ty ɑ kɛl ɑʒ/
Que idade tens? (informal)

39. J’ai ____ ans.
/ʒe __ an/
Eu tenho ____ ans.

40. Parlez-vous français ? / Tu parles anglais ?
/paʀle vu fransɛ/ /ty paʀl anglɛ/
Você fala Frances? (formal) / Você fala inglês? (informal)

41. Je parle allemand.
/ʒə paʀl almon
Eu falo alemão .

42. Je ne parle pas espagnol.
/ʒə nə paʀl pa ɛspaɲɔl/
Eu não falo espanhol.

43. Comprenez-vous? / Tu comprends?
/konpʀəne vu/ /ty konpʀon/
Compreendes/entendes? (formal / informal)

44. Je comprends
/ʒə konpʀon/
Eu compreedo/entendo.

45. Je ne comprends pas
/ʒə nə konpʀon pa/
Eu não compreendo/entendo.

46. Pouvez-vous m’aider ? / Tu peux m’aider ?
/puve vu mede/ /ty pø mede/
Podes me ajudar? (formal / informal)

47. Bien sûr.
/bjan syʀ/
claro.

48. Comment ?
/kɔman/
O que? Perdão?

49. Tenez / Tiens
/təne/ /tjan/
Aqui tens (formal / informal)

50. Je sais
/ʒə sɛ/
Eu sei

51. Je ne sais pas
/ʒən sɛ pa/
Eu não sei

52. Où est … / Où sont … ?
/u ɛ/ /u son/
Onde e  … / Onde ficam … ?

53. Voici / Voilà
/vwasi/ /vwala/
Aqui tens … / La esta.

54. Il y a … / Il y avait…
/il i a/ /il i avɛ/
Ha/existe… / Havia /existia…

55. Comment dit-on ____ en français ?
/kɔmon di ton __ on fʀonsɛ/
Como se diz ____ em Frances ?

 

Leia mais...

Dicas de turismo na França, o que levar em conta na hora de escolher o restaurante em Paris

outubro 7, 2010 | Posted in Restaurantes | By

Dicas de onde comer em Paris

Dicas de turismo na Franca, o que levar em conta na hora de escolher o restaurante.

Eu não vou começar este post colocando uma interminável lista de restaurantes “que você não pode perder”.

Fiz um outro artigo com uma lista dos meus restaurantes favoritos, vale a pena dar uma olhada:Restaurantes em Paris! Lista de 10 dos melhores bistrôs e restaurantes no centro de Paris com endereço e preços

Paris esta cheia de ótimos restaurantes e eu recomendo você buscar os que estão mais perto. Dependendo do seu tempo disponivel, não faz muito sentido atravessar a cidade só pra ir conhecer um restaurante que você viu na internet. Segue aqui as minhas dicas de como escolher o restaurante:

1.    O que o restaurante esta oferecendo? Dê uma olhada nos menus antes de optar:

Os menus estão expostos na rua, então você pode dar uma olhada nos preços e pratos, menus completos com entrada, prato principal, sobremesa e alguma bebida.  Só fique de olho pra ver se o restaurante não é especializado frutos do mar se você esta a procura de carnes. Pra isso é sempre bom dar uma olhada no menu antes de entrar.

2.    Eles vão me entender? Tente comunicar-se com clareza:

Não importa a língua que você esta falando, na maior parte das vezes o pessoal dos restaurantes tem algum funcionário que entende. Só não fique trocando de idioma, tipo falando um pouco em espanhol, misturado com Frances e inglês e umas palavras de italiano no meio, ai eles ficam loucos. Você também ficaria. Eu vejo aqui muitos turistas com problemas de comunicação nos restaurantes porque fazem isso, use a língua que você sabe melhor juntamente com a internacional linguagem corporal.

Eu vivi na China por 5 anos e nunca aprendi a ler os caracteres chineses (só o básico). Nunca tive problemas com comunicação em restaurantes. Linguagem corporal, levar cartões com fotos das comidas, tudo vale.

Quando eu cheguei na China eu andava sempre com uns cartõezinhos com uns desenhos de boi, porco, galinha, só pra ter certeza que eu não estava comendo cachorro, por exemplo. Mas como em Paris ninguém vai te dar cachorro pra comer, então talvez não seja tão necessário andar com esses cartões.

Outra dica e olhar a volta e apontar para as outras mesas e pedir o mesmo.

3.  Use a internet. Pesquise por área, busque pelo restaurante ideal:

Um ótimo site pra pesquisar sobre restaurantes e fazer s reservas com desconto (tem promoções ótimas) e o Restopolitan.

Restopolitan também faz reservacoes de restaurantes online, mas agora eles novo um produto – o Cartao Restopolitan que da direito à uma refeicao gratuita a cada reservacao! Ele pode ser comprado por 9,90€ – com a duracao de 1 semana, 19,90€ com a duracao de 1 mes e 39.90€ com a duracao de 3 meses. Sabendo que o cartao se ativa nao no dia que voce o compra, mas sim na sua primeira reservacao! Ele vale com o minimo de 2 pessoas por reserva, e um cartao é aceito por mesa.

Esse site eu recomendo mesmo:

Promocao restaurantes

4.Se você optou por alugar um apartamento, você pode comer em casa:

Existe um ótimo recurso, chamado Picard Surgeles,  que tem montes de opções de pratos franceses por ótimos preços. A qualidade é ótima e existem inúmeras lojas em Paris. Com certeza deve haver alguma perto de onde você vai ficar. Vá ate o web site deles, www.picard.fr você vai encontrar um retângulo igual a esse:

Coloque o seu código postal, tipo se você esta na 15eme, o código é 75015, se você esta na 8eme, o código vai ser 75008. É sempre o mesmo código só muda o final dependendo de onde você está.

Depois clica em “ok” e eles te mostram a lista de “Picards” perto de você. Fácil e eficiente. Eu aconselho mesmo experimentar. Não use o serviço de compra online porque sai caro e demora. Use o site pra descobrir onde é a loja mais próxima e pronto. Tem lojas muito pequenas com poucas opções, procura as lojas maiores.  Se você esta pensando em vir passar o Natal aqui em Paris, Picard tem montes de pratos especiais para a ceia!

Outra opção é o supermercado Monoprix, onde na sessão de congelados você também encontra pratos congelados.  Eu aconselho as saladas do Monoprix, são ótimas. Aconselho o Monoprix para comprar vinhos (a seleção e ótima) e pequenos presentes baratos (muito mais baratos do que as tradicionais lojas de souvenirs). Eu gosto de presentear com coisas uteis tipo ervas tipicas francesas pra temperar a comida (tem embalagens lindas, boas pra presente). Pequenas garrafas de azeite balsâmico francês, etc. É melhor, mais original e barato do que uma miniatura da torre Eifell “made in china”.

Nota: Dei uma up-date no artigo pra falar do cartão Restopolitan, que é um novo produto, muito bom!

Leia mais...

Dicas de Turismo na França – Deauville (Normandia)

outubro 6, 2010 | Posted in Destinos | By

Dicas de Turismo na França!

Ola pessoal,  dando seguimento à serie de dicas de turismo na Normandia, hoje vou falar sobre a Basse Normandie, mais especificamente Deauville.

Deauville é uma espécie de Riviera Normanda, onde a classe alta e famosos de Hollywood costumam fazer férias.

Ficou conhecida como o berço da moda de Coco Chanel, porque foi lá que ela abriu a sua primeira loja de roupas.

Também e conhecida porque e onde muita gente famosa tem/teve suas casas, só pra dar um exemplo, foi lá que Yves Saint Laurent morou.

Deville é também o lugar onde acontece o Festival de cinema Americano e o Festival de cinema Asiático.  Deixo ai os links pra quem estiver interessado em maiores informações:

Deuville tem incríveis hotéis, estilo grandes palácios, eu fiquei no Deauville Golf Barriere (http://www.lucienbarriere.com), embora muito lindo e  um hotel de 4 estrelas e esta sempre fazendo promoções (nos pagamos só 50% do valor da estada). Coloquei a foto do hotel na galeria de fotos abaixo, o Barriere tem uma rede de hotéis de luxo e o Cassino. Mesmo que você não goste de jogar, não perca a oportunidade de ir tomar um cafe no Cassino, quem sabe você  encontra o Al Pacino por lá… :)  É tudo pertinho mesmo, a Villa é pequena.

O único inconveniente e a localização, então pra quem não esta de carro eu aconselho um hotel mesmo no centro da cidade. Não esqueça que voce pode pesquisar hoteis aqui mesmo no blog. Esse hotel e meio difícil de encontrar e a noite o portão principal fica fechado, foi uma aventura encontrar o portão secundário, demorou digamos, uns bons 100 minutos. O meu conselho é pedir um mapinha no hotel para garantir um bom retorno do jantar ou jantar no restaurante do próprio hotel que é maravilhoso.

Outra coisa que se vê muito são coisas estilo Viking, rota dos Vikings, essas coisas.

Lugares interessantes:

  • La place de la Mairie
  • O Cassino
  • La piscine olympique
  • O porto
  • Place Morny
  • A praia

Leia mais...

6 dicas para escrever uma boa “Lettre de Motivation”

outubro 5, 2010 | Posted in Viver em Paris | By

Trabalhar na França.

6 dicas para escrever uma boa Lettre de motivation

Hoje gostaria de falar um pouco sobre uma coisa muito importante quando vamos procurar emprego na França:

A Lettre de motivation!

Essa  lettre de motivation deve ser escrita a mão, e como a maioria dos empregadores baseiam-se muito mais nessa carta do que no seu CV, achei que era necessário falar sobre isso.

Muitas vezes chegamos aqui e como não estamos muito acostumados a “viver em Frances”, por melhor que seja as nossas capacidades com a língua, cometemos alguns erros básicos por simples falta de não entender as diferenças culturais.

Aqui vão algumas dicas de como escrever uma boa Lettre de motivation:

1. Procure saber o nome da pessoa que vai ler a carta ou pelo menos o cargo que ocupa, não envie uma carta tipo “a quem possa interessar”.

2. Não seja muito formal como as cartas que estamos acostumados a escrever no Brasil.

3. Seja breve e não coloque muita informação sem deixar espaços em branco.

4. Coloque os seus contatos e como você pode ser encontrado, seja claro que você esta disponível e é a pessoa certa para a posição.

5. Escreva uma carta específica para cada emprego, coloque o nome da empresa e o cargo que você esta se candidatando, enfim, mostre que você fez uma pesquisa sobre a empresa e que a carta e só pra eles mesmo. Se eles sentem que a sua carta é uma carta de busca de emprego muito ampla, eles vão saber que você esta usando a mesma Lettre de Motivation pra 100 empregos diferentes. Seja específico.

6.Não mande copias de documentos se eles não pedirem.

Deixo aqui um link de um e-book (pdf) que é de graça e você vai encontrar muito mais informações a respeito de como ser bem sucedido na busca de emprego na França.
Você será direcionado para uma página que pedirá para colocar o seu nome e email.
Depois de receber o email (na mesma hora, espere alguns segundos) você tem de confirmar clickando no link que eles te mandarem, depois você será direcionado à página para fazer o download.
E rápido e eu aconselho mesmo esse livro (é facil de ler, em Frances, tem 24 páginas).

Les 10 Secrets des Lettres de Motivation

Leia mais...

Dicas de Turismo na França- Rouen (Normandia)

outubro 4, 2010 | Posted in Destinos | By

Ola Pessoal, aproveitando a idéia de escrever sobre dicas de turismo na França vou postar mais alguns lugares que conheci e que vale a pena colocar na sua lista pra visitar. O bom e que são todos perto de Paris, então da pra ver tudo de uma vez só se você se programar direitinho. Eu fiz um fim de semana cada um, mas e possível visitar esses lugares “numa só passada”.

Haute-Normandie!


Eu estive lá em fevereiro passado, tinha nevado bastante mas estava ensolarado, estava tudo branco de neve mas temperatura super agradável. Lindo!

Bom, se existe uma Haute-Normandie existe também a Basse-Normandie, mas essa fica pra um outro post.

A gente ouve falar que o segredo da culinária francesa é: manteiga, manteiga e mais manteiga. Isso com certeza pode se dizer da culinária da Haute-Normandie. Eles são grandes produtores de leite, queijos e manteiga, então da pra imaginar como é a comida! E muito boa, perfeita para o inverno.

Falando um pouco mais de culinária francesa, pela minha experiência o único lugar onde se usa montes de manteiga, creme e queijos nos pratos é mesmo a Normandia.

Esse também e o lugar onde nasceu o famoso licor Bénédictine.

Vou falar um pouco sobre Rouen, a capital da Haute-Normandie.

É conhecida por causa da Joanna D’Arc (ela foi queimada em Rouen), mas esse e só um detalhe mesmo, a cidade e muito linda.

Lugares interessantes para visitar:

Cathedral de Notre Dame , e a sua “Tour de Beurre” (torre de Manteiga- não falei que era tudo na base da manteiga por lá?)

O Gros Horloge que na verdade e um relógio astronômico datado do século XVI . Fica na rua do Gros Horologe. Impossível de não lembrar.

Outras famosos pontos turisticos são:

Os restaurantes são muito bons e não são caros, a comida como já falei e ótima. Não vou indicar hotel porque estive em um muito bom mas era no meio do caminho- na entrada da cidade, como estávamos de carro tudo bem, mas com certeza você pode encontrar um hotel ou albergue mesmo no centro de Rouen. Não gosto de ficar empurrando nomes se eu acho que sem a minha ajuda você pode encontrar coisa melhor.

Não esqueça de dar a sua contribuição, algum lugar interessante que você foi e gostaria de indicar. Deixe o seu comentário!

Leia mais...

Dicas de Turismo na França-Mulhouse (Alsace)

outubro 4, 2010 | Posted in Destinos | By

Estou voltando de um fim de semana maravilhoso e gostaria de partilhar com vocês algumas informações a respeito.

Estive fazendo turismo em Mulhouse,  na região de Alsace.

Mulhouse (Alsace)

Mulhouse situa-se a aproximadamente 30 km ao norte da Basiléia, na Suíça, a uns 15 km da fronteira francoalemã e a uns 120 km ao sul de Estrasburgo. Fica a 500 kilometros de Paris e você pode ir de trem (Gare SNCF de Mulhouse, Tél. 08 36 35 35 35 – SOLEA (Transport de l’agglomération mulhousienne), Tél. 03.89.66.77.77)

Eu nunca tinha ouvido falar dessa Villa, e a única coisa que conhecia dessa região era o vinho Riesling, mas fiquei surpreendida com a diversidade de lugares e atrações turísticas. Eu realmente recomendo que você inclua-a na sua rota turística.

Mulhouse e famosa por seus museus, especialmente o Cité de l’Automobile e o Musée Français du Chemin de Fer.

Outros monumentos e atrações a não perder:

  • Hôtel de ville do século XV.
  • Praça da Bolsa e prédio da Sociedade Industrial de Mulhouse do século XIX.
  • Museu do Automóvel (coleção Schlumpf).
  • Museu das Estradas de Ferro.
  • Museu da Eletricidade (Electropolis).
  • Museu de Impressão em Tecidos.
  • Jardim Zoológico e botânico.
  • EcoMuseu alsaciano (Museu de casas antigas da Alsácia, para lá transportadas e restauradas).
  • Torre do Belvédère. Panorama 360°.
  • Rota do vinho.

A comida, como não poderia deixar de ser devido a proximidade, lembra muito a comida alemã. As especialidades são: choucroute, spâtzle, Kougelhopf, “bredeles” e os vinhos de Alsace são o Riesling e o Pinot noir, (gris ou blanc).

Quanto a acomodação, eu optei por usar o site Residhotel que tem montes de promoções e preços ótimos. Você pode ficar em apartamentos com cozinha e tudo, tem lavanderia, breakfast (opcional), wi-fi, etc. Falei deste blog no hotel e eles me enviaram por email esse link com descontos, espero que seja util!


pub

Se vocês tem outras rotas turísticas que querem aconselhar , deixe o seu comentário!

Leia mais...

Validação de visto de long sejour e visita ao OFII (Office Francais de l’Immigration et de l’Integration)

outubro 1, 2010 | Posted in Vistos e permanencia | By

Ola a todos, estou postando a minha experiência em relação ao visto de permanência na França. Espero que essas informações sejam úteis.
Cheguei em Paris no dia 10 de Agosto com um visto de 1 ano (long-sejour), categoria Visiteur.
Quando cheguei aqui tive de enviar a cópia do passaporte mostrando o carimbo de entrada. Coloquei no correio dia 12 e recebi o aviso de recepção dia 13. Essa correspondência deve ser com aviso de recepção.
Neste envelope você deve colocar alem da cópia do passaporte mostrando o dia que você chegou e o visto que você já tem no passaporte, o papel carimbado pelo consulado Francês que lhe deu o visto. Você deve completar o que resta deste papel com os dados do seu novo endereço.
Então depois disso, você espera uma outra correspondência:
Essa correspondência terá, em um mesmo envelope:
1.A acusação de recepção dos teus documentos, número do arquivo, etc.
2.Outro papel com o dia que você deve ir fazer o exame médico, hora e local indicado.
3.Outro papel indicando onde ir pra entregar os documentos e o resultado do exame. Nesse momento você recebera o adesivo no seu passaporte.
4. O último papel vem com as indicações de como fazer o pagamento, você deve comprar selos que serão colados nessa última pagina. Eles dizem como comprar, o valor, onde comprar e tem a foto dos selos, então você pode mostrar a foto numa tabacaria e eles sabem do que se trata.
Obs.: leve esse envelope com você, eles pedem esses papéis ao chegar. Não adianta chegar e dizer que tem “hora marcada” eles querem ver a convocação.
Esse envelope chegou 30 dias úteis depois de eu colocar a primeira correspondência no correio.
O exame médico e a entrega dos papeis é feito no mesmo prédio, então depois de fazer os exame eles já te indicam onde você deve ir pra entregar os seus documentos e ter o adesivo colado no passaporte. Esse adesivo e o que vai validar o seu primeiro visto do consulado Francês.

Depois de 3 meses contando a partir da sua chegada, se você não tem esse adesivo o seu visto não e válido e você e considerado ilegal.
Tudo isso parece meio confuso, mas achei tudo extremamente eficaz e rápido. Todo o pessoal do OFII foi super simpático e amigável.


Quero deixar umas outras dica pra não ter problemas na validação do visto:

1.Prepare-se pra ficar na Franca esse primeiro mês a espera do exame e entrega dos papeis. Você não pode viajar pra fora da Franca sem a validação do seu visto. Se você sair tem de ir primeiro a prefeitura explicar o motivo e pedir autorização.
Então e melhor se programar pra ficar passeando dentro da Franca somente.
2.Tenha em mente que para a validação você tem de pagar. Eu paguei 340 Euros. Não venha com pouco dinheiro e a espera de conseguir trabalho rápido porque não funciona muito bem. Eu com este visto “visiteur” não posso mesmo trabalhar, então pra mim não foi problema.
3.Depois de um ano, quando o visto estiver vencendo, você deve ir a prefeitura, não volta ao OFII de novo. Se você pretende mudar o status do seu visto, deve ir 3 meses antes do fim do visto, se for só pra renovar pode ir 2 meses antes.
Só mais alguns detalhes:
1.Só o visto de long-sejour pode ser renovado dentro da França.
2.Não adianta vir como turista e tentar renovar/validar o visto que eles te mandam de volta pra requerer um visto de long sejour.
3.Se você esta pensando em vir e casar, por exemplo, venha com um visto especial para casamento ou visto de long sejour visiteur, case e mude o status depois. Com Visto de turista você não pode mudar status.
Bom, talvez você tenha tido uma outra experiência, mas o OFII teve varias modificações a pouco tempo e as coisas parecem estar mais agilizadas, que bom.
A respeito do exame médico:
O exame e feito e 3 fases, ou seja você vai ser chamado 3 vezes.
1. Exame de visão. Medem a sua altura e peso. Para as mulheres eles perguntam se esta grávida, deve ser por causa do Raio-X.
2. Raio-X
3. Consulta com o medico, ele só pergunta  sobre historico familiar de doencas crônicas, mede pressão e batimentos cardíacos, te da boas vindas à França e você esta dispensado.

Não ha exame de sangue ou necessidade de levar documentos/carteira de vacina, etc.

Leia mais...

Francês online de graça na internet

setembro 27, 2010 | Posted in Curso de Francês | By

As vezes por mais que gostamos ou necessitamos de aprender uma língua não o fazemos por causa dos preços das mensalidades ou falta de tempo de ir as aulas.

Estive procurando alguma opções de cursos de graça na internet e encontrei estes que me pareceram bem interessantes, todos eles com diferentes formas de didática.

Cabe a você escolher o que lhe parecer mais apropriado.

O meu conselho em relação a aprender uma língua e manter-se no mesmo método ate completá-lo. Não fique pulando de um curso para outro só porque não conseguiu aprender tudo o que queria em pouco tempo.

Aprender uma língua estrangeira requer tempo e trabalho, mas não e tão difícil quando se tem tantas opções ao redor.


pub

Outras dicas que gostaria de dar a respeito do aprendizado da língua francesa ou qualquer outra:

1.     Faça um esforço pra estudar todos os dias, nem que seja só uns poucos minutos.

2.     Pronuncie as palavras e frases que estas aprendendo em voz alta sempre.

3.     Escute a língua que estas aprendendo, pode ser ouvindo radio, programas de TV ou mesmo musicas.

4.     Tente ler alguma coisa na língua que estas aprendendo. Faca uso do Google, por exemplo, e procure por uma palavra que você conhece e leia textos a respeito.

5.     Assista filmes na língua que você esta aprendendo.

6.     Use um bom dicionário.

7.     Se você esta seguindo algum curso online, copie ou imprima algumas partes e leve consigo para ler quando estas a espera do ônibus, no metro, etc.

8.     Elabore listas de palavras e de frases para memorizar. São fique aprendendo só palavras soltas sem contexto. Claro que no inicio e importante desenvolver um bom vocabulário, mas nada mais importante do que aprender frases. Afinal usamos frases e para no comunicarmos, não e verdade?

http://www.aulafacil.com/

http://www.babelmundo.com.pt/frances/

http://www.emagister.com

http://www.polarfle.com

http://jeudeloie.free.fr

http://clicnet.swarthmore.edu

http://french.about.com

http://www.wikilearning.com/


Se você por acaso clicou em um destes links e não funcionou, por favor deixe um comentário que eu irei fazer o possível para consertar o problema.

Leia mais...

O mundo francófono

setembro 26, 2010 | Posted in Cultura Francesa | By

O francês é uma língua que descende do latim, sendo assim, é uma língua similar a outras línguas Românicas tais como espanhol, italiano, Português, Romeno e assim por diante.

Nota:

Coloquei links para a Wikipédia, caso você queira saber mais a respeito dos países ou instituições referidas abaixo.

O francês é uma dos principais idiomas do mundo, e uma das mais importantes línguas românicas, com um número de falantes apenas inferior ao do espanhol e português. O francês e a sexta língua mais falada do mundo, utilizada por cerca de 110 milhões de pessoas como língua materna e por 210 milhões, se incluirmos os que a falam como segunda língua. É uma das línguas oficiais ou administrativas de várias comunidades e organizações, tais como:

1.União Européia

2.União Africana

3. Comitê Olímpico Internacional

4.Agência Mundial Antidoping

5.Nações Unidas

6.União Postal Universal

A língua francesa em números:

Falado em: França e 53 outros países Total de falantes: 220 milhões

O francês é a língua nacional ou oficial dos seguintes países:

Bélgica (Bruxelas eValônia), BenimBurkina FasoBurundiCamarões,Canadá (nacionalmente e em New BrunswickQuebec, e territórios externos), ChadeComorosCongoCosta do MarfimDjibutiEstados Unidos da América (Luisiana), VanuatuFrança (incluindo territórios externos), GabãoGuinéGuiné EquatorialHaitiÍndia(distritos de KaraikalPondicherry), Itália (Vale de Aosta), LíbanoLuxemburgoMadagáscarMali,MartinicaMauríciaMônacoNígerRepública Centro-AfricanaRuanda,SenegalSeychellesSuíça (BernaCantão de Friburgo,Cantão de GenebraJuraNeuchâtelValaisVaud),Togo.

Então como você pode ver, o francês é uma língua que além de bonita é bem útil.

Além disso, também há falantes de francês no Egipto, Índia (Pondicherry), Itália (Vale de Aosta), Laos, Mauritânia, Reino Unido (Ilhas do Canal), e Vietname. Ao longo de quase 300 anos, o francês foi também a língua das classes dirigentes e do comércio na Inglaterra desde o tempo da Conquista Normanda até 1362, quando o uso da língua inglesa foi retomado.

Marrocos, Tunísia, Argélia tem a língua francesa como segunda língua.

Então, como você pode ver, aprender francês poderá abrir as portas pra comunicação com muitos países. Então, vale a pena aprender francês? O que você acha? Deixe o seu comentário!

Leia mais...

Curso de Francês – Primeiros Contatos

setembro 25, 2010 | Posted in Curso de Francês | By

Curso de Francês – Primeiros Contatos:


1. Bonjour!   Bom dia!
2. Salut !   Ola/oi/ciao
3. Au Revoir!   Até a vista!
4. ça va? Tudo bem?
5. Comment allez-vous? Como vais? (para um grupo ou pessoa que não seja muito intima)

6. Comment vas-tu?   Como vais?(para um amigo(a), familiar…)
7. Bien / Bem
8. Pas trop mal.  Não estou mal (em português soa meio estranho, mas equivale ao “not bad” em inglês.
9. Comment vous appelez-vous? Como é o vosso/seu nome? (para um grupo ou pessoa que não seja muito intima)

10 .Comment t’appelles-tu? Como e o teu nome? (para um amigo(a), familiar…)
11. Je m’appelle Jean / Eu me chamo Jean
12. Monsieur / Senhor
13. Madame / Senhora
14. Enchanté / Encantado, equivale ao nosso “muito prazer”.


pub

Mais algumas Frases pra memorizar:
15. Je m’appelle Paul, et vous, comment vous appellez-vous? Eu me chamo Jean, e você? Como você se chama?

16.D’ou venez-vous? De onde o senhor/senhora é?

17. Je viens de Porto Alegre. Eu sou de Porto Alegre

18. De quelle région?  De qual região?

19. De Rio Grande do Sul. Do Rio Grande do Sul.

20. Je ne connais pás. Où est-ce?  Eu não conheço. Onde é?

21. Au sud Du Brésil.  No sul do Brasil.

Leia mais...

Curso de Francês- Vocabulário Básico

setembro 24, 2010 | Posted in Curso de Francês | By

Os dias da semana- Les jours de la semaine

Segunda-feira – Lundi (landi)
Terça-feira – Mardi
Quarta-feira – Mercredi
Quinta-feira – Jeudi (jodi)
Sexta – Vendredi (vandredi)
Sábado – Samedi
Domingo – Dimanche (dimanch)

As fases do dia -Les phases du jour
(le fáze dú júr)

Manha – Matin (matén)

Tarde – Après-midi (aprémidí)

Entardecer – Soir (çoár)

Noite – Nuit  (nuí)

Os meses do ano – Les mois de l’année(le moá de lanê)

Janeiro- Janvier  (janviê)

Fevereiro- Février (fevriê)

Março – Mars (márs)

Abril – Avril (avríl)

Maio – Mai (mé)

Junho – Juin (juên)

Julho – Juillet (juihê)

Agosto – Août (út)

Setembro – Septembre (ceptâmbre)

Outubro – Octobre (októbre)

Novembro – Novembre  (novâmbre)

Dezembro – Décembre (deçâmbre)

Les saisons de l’année
(Le cézôn de lanê)

Printemps                   Eté
(préntân)                    (etê)

Automne                   Hiver
(ôtône)                      (ivér)

Leia mais...

Curso de Francês – Sons nasais e consoantes

setembro 24, 2010 | Posted in Curso de Francês | By

Dando seguimento aos nossos estudos de Francês, agora vamos dar uma olhada de perto nos sons nasais e nas consoantes.

A boa noticia e que a maioria das consoantes são pronunciadas da mesma forma que em Português.

Ok, vamos começar:

Nasais

Há três vogais nasais em francês.

1. Uma delas equivale ao som de: “manhã“.

2. Outro ao de “ontem”;

3. Este e produzido pronunciando o som do português “é” nasalizado.

O primeiro se expressa por an, en, un, um: France, entre, commun, parfum.

O segundo aparece em palavras com on e om: son, ombre.

O terceiro se escreve in, ain, ein: vin, châtain, frein.

Consoantes

Pronunciam-se como em português  as consoantes:

b, c, d, f, g, j, m, n, s, v, z.

h: isolado, nunca se pronuncia; entretanto, em palavras de origem alemã , como honte “vergonha”, diz-se aspirado. Neste caso, não contrai com artigo ou preposição e pronuncia-se separadamente. Temos, portanto, l’heure, mas la honte.

k e qu: sempre como o “c” em “casa”.

l: sempre pronunciado como “l”, nunca como um “u” semivocálico; Brésil diz-se [bRe’zil], não [bRe’ziw].

p: como em português, exceto em: ph=f. (p junto com o h tem som de f, como no português arcaico)

r: sempre forte como em “rua” ou “barro”, nunca como em “caro”.

t: tem som de s em algumas situações, especialmente na terminação -tion, equivalente a -ção.

w: segue a pronúncia da língua de origem, geralmente inglesa (como em whisky, [wis’ki]) ou alemã (como em wagon, [va’gõ]).

x: sempre como “ks” ou “gz” (taxi, xenophobe)

A pronúncia de c, g e s varia em francês de acordo com a posição na palavra da mesma forma que em português. Os dígrafos ch e ss são pronunciados como em português; o francês gn pronuncia-se como o português nh.

Consoantes dobradas têm o mesmo valor das simples.

Muito importante:

As consoantes r, s, t, x e z são mudas no fim de palavras, exceto se a próxima palavra inicia com vogal.

Bom, estou colocando essa informação aos poucos porque acredito que vale mais a pena estudar um pouco a cada dia e ser consistente do que estudar horas sem parar na primeira semana e depois parar 10 dias. Mantenha uma rotina de estudo diária, você pode subscrever ao nosso feed pra receber todos os novos artigos por email.

Leia mais...

Curso de Francês – O alfabeto Francês

setembro 24, 2010 | Posted in Curso de Francês | By

Este é o primeiro de uma série de artigos onde vou estar dando dicas sobre o básico da língua francesa. Se o seu objetivo é passar um agradável período em algum lindo lugar da França como  turista, os conteúdos encontrados neste site serão suficientes para você se sair bem em situações comuns do dia a dia.


Se o seu objetivo é morar na França, ai você vai necessitar de um pouco mais do que isso. Leia também os comentários sobre os materiais e cursos que eu acredito serem melhores e mais eficazes.

E agora vamos comecar com o alfabeto francês:

Muitas vezes as pessoas vão pedir pra você soletrar alguma palavra, como o seu nome, por exemplo, então achei importante colocar aqui alguma informação sobre como se pronuncia o alfabeto em francês.

Note que tendo como referência a pronúncia do alfabeto em línguas de origem Latina, há poucas diferenças entre uma língua e outra.

O alfabeto francês e formado por vinte e seis letras:

A /ɑ/ a

B /bay/ bé

C /se/ cé

D /de/ dé

E /ə/ e

F /ɛf/ effe

G /ʒe/ gé

H /aʃ/ hache

I /i/ i

J /ʒi/ ji

K /ka/ ka

L /ɛl/ elle

M /ɛm/ emme

N /ɛn/ enne

O /o/ o

P /pe/ pé

Q /ky/ ku

R /ɛʁ/ erre

S /ɛs/ esse

T /te/ té

U /y/ u

V /ve/ vé

W /dublɛ ve/ double vé

X /iks/ ixe

Y /igʁɛk/ i grec

Z /zɛd/ zède

K e W sao utilizados principalmente nas palavras de origem estrangeira.

As letras vizinhas influenciam a pronúncia de cada letra.

1.Vogais

Os franceses tem uma vogal a mais:

A E I O U Y, sozinhas ou em grupos, denotam sons vocálicos:

a: como no português “caso”

ai: mais frequentemente como em “terra”; ocasionalmente, mas dependendo a região, pode ter o mesmo som do “e” de  “mês”

au: como em “cor”

e: exceto nos casos abaixo, representa um som fraco, semelhante ao “a” em final de palavra em português (como em “torta“)

é: como em “s”

è, ei, e antes de dupla consoante: como em “serra”

eu: os lábios na posição de dizer “ô”, tenta-se pronunciar o “e” fechado (ê em português); às vezes, como œ (ver abaixo)

i, y: como em “vida”

o: átono, tende a ser fechado, como em “dor”; tônico, aberto, como em “pote”

œ, oe: os lábios na posição de dizer “ó”, tenta-se pronunciar o “e” aberto (é em português)

ou: como em “nuvem”

u: os lábios na posição de dizer “u”, tenta-se dizer “i”

Ditongos e hiatos

ay é um ditongo: se pronuncia como em “Jacar

oi é um ditongo: se pronuncia como em “j“, como em “moi” (eu, mim), leia [muá]; como em “foi” (fé), leia [fuá].

oy é foneticamente um tritongo: se pronuncia como em “Paraguai

Os hiatos são marcados ou pela interposição de um h (p. ex. trahison) ou pelo uso do trema, un tréma, sobre a segunda vogal (p. ex. haïr)

Leia mais...

Sobre a França

setembro 24, 2010 | Posted in Cultura Francesa | By

Origem do Nome

Existem algumas teorias sobre a origem do nome “France”.

1. O nome Francia refere-se à área original do norte da Europa, que era habitada, ou melhor dominada,  por guerreiros germânicos que chamavam a si próprios de francos.

2. Francia é uma adaptação latina do século III do termo Franko(n), nome que os francos a deram quando estavam em seu domínio, atualmente localizada provavelmente no que hoje corresponde à região de Flandres, na Bélgica. Realmente, a partir dos séculos III e IV, os romanos já tinham tido contacto com os francos. Os romanos vieram a contratá-los como mercenários em seu exército, e bem antes das invasões germânicas. O nome Francia, não tem conotação política, mas sim de localização ou sociológica, como Magrebe ou os Bálcãs no século XXI. O povo franco era uma nação de guerreiros que elegia um chefe de guerra denominado rei dos francos, e local livre, sob a sua competência pelos assuntos de guerra.

A guerra era considerada como o valor da liberdade, e a palavra “franco” se tornou, a partir daí, sinônimo de livre, portanto essa palavra queria dizer “homem livre”. Isso porque eles, como conquistadores da região em cerca de 500 DC, tinham esse status.

Leia mais...