Bretagne, passeio imperdivel pela terra do Asterix

agosto 27, 2011 | Posted in Destinos | By

Ola Pessoal, estou de volta das minhas férias e finalmente achei um tempinho pra contar sobre a minha viagem a Bretagne. Aqui vai um pouco da historia do local:

A Bretanha, Bretagne ou Brittany, é o lar de muitos monumentos megalíticos (os menires, famosos entre nos por causa das historias do Astérix) que estão espalhadas em toda a península. O maior alinhamentos estão perto de Carnac. O porque destes monumentos terem sido postos no local  (durante o período neolítico)  ainda é desconhecida, e muitos habitantes locais são relutantes em especular sobre o assunto, ou seja, não adianta perguntar por la que ninguém sabe.

 

Monolitos (Menires) em Carnac, Bretagne

Monolitos (Menires) em Carnac, Bretagne (fonte: wikipedia)

A Bretagne é conhecida também  pelas esculturas em pedra chamadas de calvário,  com cenas da crucificação  talhada, estes calvarios sao encontrados nas encruzilhadas em aldeias e pequenas cidades, especialmente no oeste da Bretanha, passamos por muitos nos nossos passeios.

Calvarios -Bretagne- France

Calvarios -Bretagne- France

Terra de Celtas, com numerosas  castelos, A Bretagne  tem várias antigas cidades fortificadas. A cidade murada de Saint-Malo (Sant-Malou), uma atração turística popular, é um porto importante que liga a Bretanha com a Inglaterra e as Ilhas do Canal. Foi o local de nascimento do historiador Louis Duchesne, Chateaubriand aclamado autor, o, o Surcouf corsair e o explorador Jacques Cartier. A cidade de Roscoff (Rosko) é servido por ligações de ferry com a Inglaterra e Irlanda.

Para ler mais sobre Saint Malo, leia o meu outro artigo sobre Saint Malo

Aqui vai um resumo das cidades mais importantes da Bretagne, estou colocando também o nome dos lugares em breton (bretão), o dialeto local, as vezes é uma confusão esta diferença de nomes nos mapas locais, por isso e bom saber que os lugares tem vários nomes, um nome francês, um nome Gaulês e o nome Bretão. O dialeto Breton e ainda falado na região:

  •         Nantes (Gallo Naunnt, Breton: Naoned): 282,853 Habitantes no município (2006), 804,833 na área urbana.
  •    Rennes (Gallo: Resnn, Breton: Roazhon): 209,613 Habitantes no município (2006), 521,188 na área urbana.
  •         Brest (Brest Breton): 148,316 Habitantes no município (2006), 300.000 na área urbana.
  •         Saint-Nazaire (Gallo: Saint-Nazer, Breton: Sant-Nazer): 71,373 habitantes no município (2006); Localizado na área urbana de Nantes.
  •         Lorient (Breton: um Oriant): 58,547 habitantes no município (2006), 190.000 na área urbana.
  •         Quimper (Breton: Kemper): 64,900 habitantes no município (2006).
  •         Vannes (Breton: Gwened, Gallo Vann): 53,079 habitantes no município (2006), 132,880 na área urbana.
  •         Saint-Brieuc (Gallo: St. Bérieu, Breton: Sant-Brieg): 46,437 habitantes no município (2006), 121,237 na área urbana (2005).
  •         Saint-Malo (Gallo Saentis Malo Breton: Sant-Malou): 52,737 habitantes no município (2007), 81,962 na área urbana.
  •         Redon (Gallo Rdon, Breton: Redon): 9,601 habitantes no município (2006), 52,758 na área urbana.

A ilha de Ushant (Breton: Enez Eusa, francês: Ouessant) é o ponto mais ocidental do norte-Bretanha e França, e marca a entrada do Canal Inglês. Outras ilhas ao largo da costa da Bretanha incluem – os nomes são esquisitos mesmo:

Ome Bréhat Vriad
Batz ome Vaz
Verbasco Molene
Ome em Sun
Glénan ilhas inizi Glenan
Ome Groix Groe
Belle Isle ar Gerveur
Houat Houad
Hoëdic Edig
Isle-aux-Moines Enizenac’h
Ilha d’Arz anos Arzh

A costa da Bretagne tem uma interessante e incomum coloração rosa.  A Côte de Granit Rose  está localizado no departamento de Côtes d’Armor da Bretanha. Ela se estende por mais de 30 km (19 milhas) de Plestin-les-Greves para Louannec e é um dos pontos ( no litoral) com mais circulacao da Europa. Esta pedra especial rosa é muito incomum e pode ser encontrado em outras poucos lugares no mundo: Ontário, Canadá, China e Córsega.

Cote de Granit Rose - Bretanha - France

Cote de Granit Rose - Bretanha - France

A paisagem tem inspirado artistas, incluindo Paul Signac, Marc Chagall, Wintz Raymond e sua esposa Renee Wintz Carpentier, que tanto pintou cenas do litoral e da aldeia. Paul Gauguin teve a sua famosa escola de Pont-Aven no departamento Finistère, e as cenas da Bretanha foram  muito pintadas por ele. Esta também é uma terra que tem muita tradição em artes e principalmente pintura. Pont-Aven é uma das cidades com grande tradição e boas escolas e galerias de arte.

Como chegar:
A Bretagne fica a cerca de 500 km de Paris, não sendo então o lugar ideal para um passeio de 1 dia somente. O ideal e programar alguns dias por la, e aproveitas para explorar a área. As cidades são perto umas das outras e se você se concentrar em conhecer bem uma área somente terá muito o que ver sem precisar viajar muito entre as cidades. Eu estive em Finistère nestas férias, na área perto de Quimper.

mapa da France mostrando a Bretagne

mapa da France mostrando a Bretagne

As cidades que possuem aeroportos por perto são: Brest, St. Malo, Lorient e Rennes. Voos entre a Bretanha e as Ilhas do Canal são servidos pelo aeroporto de Saint-Brieuc.  Outros aeroporto menores tem vôos domésticos em Quimper, e Lannion e Pont-Aven.

Serviços de trem TGV tem ligação da região com cidades como Paris, Lyon, Marselha e Lille. Esta é a maneira mais fácil de ir a Bretagne, ou então de carro (não esqueça o GPS!)
E, falando em GPS, esta é sem duvida uma ótima opção. Alugar um carro, mesmo na Bretagne, e sair a explorar a área.

Comidas tipicas:

A Bretagne é famosa por ser a terra da cidra, dos morangos, crepes e biscoitos amanteigados, e caramelos com manteiga salgada (parece esquisito, mas são uma delicia). Existem vários locais onde se pode parar e visitar as fabricas, e comprar os produtos locais. Creperias são o que não falta, é claro.

 

Alexia em Carnac

Alexia em Carnac

Leia mais...

Dicas de presentes para dar para franceses

agosto 24, 2011 | Posted in Cultura Francesa | By

Se você tem algum amigo ou amiga francês(a), ou é amigo(a) de alguém casado com um francês, e esta pensando em trazer ou enviar qualquer coisa “made in brazil” aqui vai uma listinha das coisas brasileiras que os franceses adoram e vão ficar muito gratos!

Esta lista é composta de coisas que com certeza vão agradar muito quem receber. Os franceses e famílias francesas de modo geral, adoram arrumar a casa e ter coisas bonitas na parede ou na cozinha. Qualquer coisa tipica mais simples como pano de pratos bordados é muito bem vindo. Aliás acho que com certeza estas coisas da lista também agradam brasileiros que estão fora do Brasil a muito tempo também.

 

  1. Sandálias havaianas
  2. Cachaça
  3. kit para fazer caipirinha (copo, socador, etc)
  4. Qualquer bijuteria de pedras semi-preciosas do Brasil. Pode ser também uma pedra ametista bonita pra decoração, se você esta disposto(a) a carregar o peso.
  5. Esculturas e artesanato brasileiro para decoração da casa, coisas tradicionais ou modernas são bem vindas.
  6. Toalhas de renda made in Bahia
  7. Roupas de algodão made in Bahia
  8. Cosméticos da natura ou qualquer marca que tenha produtos naturais, com ervas ou sementes da Amazônia.
  9. Castanhas do para, de caju, frutas cristalizadas.
  10. Kit para tratamento de queratina para o cabelo (a moda pegou por aqui, e é caaaro…)
  11. Condicionadores da “Seda” (não vale os Pantenes da vida porque tem aqui).
  12. Camiseta da seleção brasileira (não espere ver eles usando a camisa, mas eles gostam de “ter” no armário)
  13. Bikini (não escolha muuuuito cavado porque aqui não se usa, mas ter uma roupa de praia made in Brazil é trés chic por aqui).
  14. Cangas, saídas de praia e bronzeadores com Urucum.
  15. Um cd de bossa nova.

     

Os franceses não são muito de usar coisas sintéticas e não apreciam muito coisas de plastico. Se você não puder comprar alguma coisa legitima, e melhor pensar em alguma outra coisa. A única vestimenta que pode ser de tecido sintético e mesmo a camisa da seleção, porque eles não vão usar mesmo.

Coisas de madeira, metal, algodão, palha, canhamo ou linho são muito bem vindas. Ate um porta moedas é bem vindo, desde que seja feito em couro ou tecido natural, ou palha.

 

 

Leia mais...

Vestir-se como um francês durante as suas férias na França? Vantagens e desvantagens.

agosto 20, 2011 | Posted in Turismo dicas | By

Uma das grandes duvidas que as pessoas tem quando viajam, é se devem seguir os padrões locais na vestimenta ou usar as roupas que esta acostumada a usar no seu pais de origem.

Claro que se é sempre bom evitar roupas que sejam muito abertas porque você vai chamar muito a atenção e pode ser barrado em algumas igrejas, mas sera que é realmente importante tentar ser confundido com um local? Vejamos as vantagens e desvantagens:

Eu vejo muito por aqui brasileiras usando roupas de ginastica pra fazer caminhada por Paris. Essas fuseaus coladas ao corpo são a marca registrada das brasileiras e nenhuma outra nacionalidade usa isso. Realmente esse tipo de roupa é muito confortavel e otimo pra passear por aqui. Fique tranquilo que ninguem acha  muito esquisito. Pode usar a vontade! Eu realmente acho que leggings são pra ser usadas com vestido por cima ou com saia, short, enfim, mas se voce se sente bem mostrando tudo va em frente.

As vantagens de usar uma roupa destas,  é que você é facilmente reconhecida como brasileira e provavelmente as pessoas irão tentar falar com você em português. A desvantagem e que se você esta planejando treinar o seu francês não vai ter muita chance. Mesmo que voce tente falar frances eles vão ver que voce é turista e vão falar em portugues, espanhol ou ingles.

O turismo dos Brasileiros aqui é muito forte e graças a isso existem agora muitos empregados em restaurantes e lojas que falam português, portanto mostrar que você e brasileiro pode facilitar bastante.

Outra vantagem é que os brasileiros irão se reconhecer também. Caso você esteja em duvida em relação a algum endereço ou como fazer para comprar tickets, é só procurar alguém vestindo fuseau sem nada por cima (leggings) e perguntar em português mesmo.

 

Desvantagens: Se você estiver viajando sozinha, isso pode chamar a atenção e deixar você mais vulnerável a golpes e roubos, alem de atrair a atenção de homens que estejam a procura de aventuras.

A regra de segurança geral seria então: se você esta com a sua família, pode se vestir como quiser desde que não exagere na exuberância. Se você estiver sozinha, vale mais a pena colocar roupas mais discretas. Quem mostra muito que e turista esta mais aberto a golpistas e aproveitadores.

Eu já disse anteriormente em alguns outros artigos, eu não aconselho ninguém a fazer enxoval para viagem, ou seja, venha com o que você tem, não se preocupe em fazer bonito porque ninguém vai lembrar ou reparar muito no meio de milhares de turistas. Aproveite para comprar coisas novas por aqui em vez de gastar o seu dinheiro renovando o seu guarda roupa antes da viagem.

Quanto a usar camisas de futebol por aqui, isto é visto como roupa de “turista de primeira viagem”.

Agora, se voce quiser se divertir e se “fantasiar” de frances, aqui vai a dica:

Roupa feminina:

Calça de tecido de cor neutra, qualquer cor serve, tanto faz se larga ou mais justa, desde que nao seja muito apertada se voce for curvilinea. Aqui as francesas não fazem o genero popozuda. Leggings so com saia por cima. As francesas não apreciam muito dar aulas de anatomia feminina pela rua como as brasileiras.

Blusa estilo marinheiro, pode ser camiseta mesmo.

Um blazer preto ou cardigan preto

Colar de perolas ou dourado GRANDE mas curto. Pode ser um fino enrolado varias vezes tambem.

Lenço ou echarpe. Sim aqui se usa colar e echarpe ou lenco no pescoço junto.

tenis all star ou sapato bailarina de qualquer cor.

 

Roupa masculina

Calça jeans escura reta

tenis all star ou qualquer converse

camiseta qualquer

cardigan ou blazer de qualquer cor ou jaqueta de couro, casaco de couro tambem serve.

Echarpe enrolada no pescoço, não vale jogar nos ombros, tem de enrolar tudo no pescoço.

Divirtam-se!

 

Leia mais...

Dicas de turismo: Comer e beber na França

agosto 10, 2011 | Posted in Cultura Francesa, Turismo dicas, Viver em Paris | By

Na França, de maneira geral, se toma café da manha (petit dejeuner) entre sete e oito da manha. O almoço (le dejeuner), entre meio dia e uma hora da tarde, e o jantar (le diner), entre sete e oito e meia da noite. Os franceses costumam convidar os seus amigos para jantar em casa, por volta de duas horas antes tomam “l’aperitif” – o aperitivo. E depois do jantar costumam propor um digestif – o digestivo.

Diferente de varias outras culturas, recusar bebidas alcoólicas não é mal educado. Se você não quiser beber é só dizer que não, não precisa inventar que esta tomando medicamentos ou que é alérgico.

As refeiçoes familiares, sobretudo em épocas festivas, podem durar varia horas e os pratos servidos parecem infintos.

Como os franceses vão servindo os pratos aos poucos, em vez de colocar tudo na mesa, tente comer pelo menos um pouco de cada coisa, e não se encha muito para não sobrecarregar o estomago.

Se você não comer alguma coisa, você terá de ficar esperando o outro prato que sera servido somente depois que todos terminarem o prato (não precisa limpar o prato, coma o que você puder ou quiser).

Outra coisa, não existe muito a opção de repetir o prato, portanto não peça mais, porque muitos outros pratos virão em seguida. Tente não demorar mais do que os outros e acompanhe o ritmo, porque e meio chato fazer todos os outros ficar a espera de você terminar de comer para eles poderem passar para o prato seguinte.

 

Se você for convidado por algum francês ou família francesa para comer, nunca apareça de mãos abanando. Leve alguma coisa. Você pode levar o vinho ou a sobremesa (você pode comprar uma torta de framboesa, que todo mundo gosta!), ou mesmo flores.

Na minha opinião, levar o vinho pode ser meio complicado porque normalmente as pessoas que cozinham já selecionam os vinhos que irão ser servidos com o jantar então se você for intimo de algum dos membros da família é melhor perguntar que vinho eles preferem. Não esqueça de cumprimentar quem cozinhou, não somente o dono da casa. É simpático elogiar as comidas quando você prova elas, e pode ate perguntar o nome do prato, como se faz, enfim, mostre algum interesse pela comida.

Para os franceses, culinária é uma arte, e deve ser apreciada como tal. Não comece a dizer que sua mãe faz um prato parecido, nem que o prato ficaria melhor se fosse com feito com a carne brasileira.

Detalhe: nunca, em hipótese alguma, apareça com um pack de cerveja em um jantar com franceses!

Se você estiver indo a casa de casais mistos (francês e brasileiro, por exemplo), pergunte quem vai cozinhar e que estilo sera o jantar, se francês ou brasileiro. Se for brasileiro, e super simpático aparecer com uma garrafa de cachaça mesmo, e de preferencia limão e todos os ingredientes para fazer uma caipirinha. Ah, certifique-se primeiro se na casa já existe um fazedor de caipirinha oficial, e se tiver, fale com ele/a o que seria bom levar e deixe ele/a dar o show.

 

No restaurante:

Na França, pode-se encontrar muitos restaurantes que oferecem especialidades estrangeiras. Devido ao seu passado colonial, os restaurante norte-africanos são bastante numerosos. Se você tem um espirito curioso e tempo, vá a um desses pequenos restaurantes algerianos ou tunisianos: o Couscous é um prato delicioso. Tem também a cozinha marroquina, que é rica em cores e sabores, sendo considerada uma das melhores do mundo.

É claro, aproveite também para degustar os inúmeros pratos regionais franceses também!

Se você estiver apressado ou não quiser entrar em um restaurante para comer, escolha um dos vários sanduíches que podem ser comprados em praticamente todas as esquinas e padarias.

Não esqueça que nos restaurantes o “menu” é o “pacote” que vem incluído o prato principal, sobremesa, ou prato principal e entrada, enfim, veja com atenção as diferentes opções.

Os restaurantes normalmente exigem que você peca entrada, prato principal e talvez sobremesa. Se você quer algo mais simples e rápido, opte pelas inúmeras brasseries, cafés ou creperies, porque nestes lugares você pode pedir somente um prato (grande!) que vem com a refeição completa. Sai mais rápido e mais barato.

Leia mais...

Internet e telefones na França: Como usar e onde encontrar

agosto 5, 2011 | Posted in Turismo dicas | By

Telefones

Na França se pode telefonar a partir dos telefones públicos, que se encontram nas ruas ou das cabines de telefone disponíveis nas agencias de correio.

A maioria dos telefones públicos funciona com um cartão telefônico, la carte telefonique, que pode ser comprado num bureau de tabac.

Há tambem telefones públicos que funcionam com cartão de credito/debito (tipo Visa). Não use os cartões de telefone para telefonar do seu celular, porque vai sair bem caro. Se você optar por trazer o seu celular, você pode comprar um cartão aqui mesmo por cerca de 15 euros e colocar no seu celular/telemóvel.

 

Para telefonar da França para Portugal o código é 00-351+ o prefixo da região portuguesa e o numero que você deseja chamar.

Para o Brasil o procedimento deve ser o mesmo, sendo que o código do pais é 00-55

 

Eu aconselho a não usar o telefone no hotel para fazer chamadas internacionais, porque as tarifas são bem caras. Claro que se você não esta se importando com gastos extras, esta seria a melhor e mais fácil opção. Eu geralmente recomendo usar e-mails e skype para falar com a família.

 

Internet na França:

 

A França é bem servida de serviços de internet, principalmente nas grandes cidades. Em Paris, por exemplo, existem vários cybers-cafes com conexões de alta velocidade. Outras possibilidades são os aeroportos e estacoes de trem, assim como algumas praças e vários restaurantes.

Caso você esteja viajando com o seu laptop ou notebook, existem inúmeros cafés que disponibilizam a conexão wi-fi gratuita.

 

Eu aconselho que pelo menos uma das pessoas da família traga um computador portátil ou um iphone.

Quando você esta aqui e precisa saber, por exemplo, como chegar a um determinado lugar, ou para checar que determinado museu esta aberto (e a que horas fecha), a internet é sempre util.

A internet também vai ser útil pra você reservar restaurantes ou mesmo comprar tickets em avanço, assim como reservar mesas no Moulin Rouge ou outros cabarets e teatros.

 

 

Leia mais...

Turismo na França: Como economizar em Paris

agosto 1, 2011 | Posted in Turismo dicas | By

Pensando em passar férias em Paris? Então este é o site ideal pra tirar duvidas e aprender sobre cultura, língua e costumes franceses. A França é um país bonito, e o estereótipo que os franceses são rudes é totalmente errado. Eles tem uma forma de humor diferente do humor brasileiro, mas são super bem educados e gentis. Em todo o lugar você encontra pessoas atenciosas e prontas pra ajudar. Diferente de outros países que eu já vivi, os franceses são os únicos com quem eu tive a feliz experiência de receber um belo sorriso ao falar a língua local. Eles não fazem careta se o seu sotaque é esquisito, portanto pode treinar o seu frances a vontade!

Falando nisso… voce não precisa falar frances, fique descansado que o mito de que os franceses se negam a falar ingles é coisa do passado.

Quando você vem a França, além de incríveis lugares e passeios magníficos, você vai encontrar uma enorme variedade gastronômica. E quase impossivel voltar pra casa sem uns quilinhos a mais, mesmo com toda a caminhada que fazemos por aqui.

A idéia de que as porções são pequenas e outro mito que eu gostaria que caísse por terra porque não e verdade. Eu nunca saí de um restaurante com fome. O que acontece e que os franceses comem vários pratos diferentes, entrada, prato principal, salada, queijo, pão sobremesa, etc. Se voce quiser pratos unicos e gostosos, procure as brasseries, que servem pratos enormes e muito mais baratos!

Na dúvida eu aconselho os menus prontos que são quase sempre disponíveis e não são caros.
Caso voce esteja planejando uma noite especial em um restaurante mais sofisticado, use o Grupon Paris para receber por email varias ofertas de promocoes e decontos em restaurantes – e não só: voce pode encontrar descontos de oculos de sol de marca, roupas, bolsas, spas, cabarets, shows, enfim, tudo muito mais barato. Experimente: Groupon FR

Comer bem e uma das paixões nacionais e vale a pena aventurar-se em pratos desconhecidos porque na maior parte das vezes será uma agradável surpresa.

Comer em restaurantes-brasserias não é a única opção, você encontra lugares onde pode comer sanduíches pela rua mesmo, eu aconselho o Brioche Doree, por exemplo, que tem sanduiches de baguettes otimos, sorvetes, e refrigerantes para sair comendo pela rua ou para levar para um pic nic. Acredite, não  é esquisito levar comida ou sanduiches para comer nos parques, todos fazem isso.

Quanto ao transporte, a melhor maneira de conhecer Paris e caminhando mesmo. Se voce estiver muito cansado, pegue o metro, mas tente se organizae de tal maneira que voce não precise usar muito o metro, assim voce economiza tambem.

Passes de museu só valem a pena quando voce vai usar muito mesmo, e fazer uma maratona de museus. Eu recomendo o Paris Pass, que ja vem com passe de metro junto. Mas atenção, um passe de 2 dias e suficiente, programe 2 dias para maratona de museus e deixe os outros dias para as igrejas, catedrais, jardins e outros monumentos de graça.

Leia mais...